AcessibilidadeAcessibilidadeInternacional

Mestrado em Sistemas e Processos Industriais

face
yt
 
 
 
 

Alunas do PPGPsi participam de evento organizado pelo SIS-UNISC

Na última quarta-feira, dia 20, Fernanda Landim @nandaclandim e Alice Carvalho @alicepsol , psicólogas negras e mestrandas profissionais de Psicologia da @uniscscs , participaram de uma conversa sobre Clínica, Negritude e Saúde Mental, promovido pelo Sistema Integrado em Saúde (SIS), alusivo ao Dia Nacional de Consciência Negra.

A proposta foi oportunizar espaço de troca sobre a prática psi a partir desta temática.


 
16/03/2018 às 11h 06min 

Aula Inaugural do PPGSPI recebe docente da Ufrgs

Fotos: Felipe Nopes

 

A Unisc, por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, realizou, no dia 9 de março, na sala 101, a Aula Inaugural do Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI) – Mestrado. O evento marcou o início das atividades acadêmicas do PPGSPI em 2018 e proporcionou a troca de experiências e a motivação para o desenvolvimento de pesquisas nas áreas afins do Programa.

Com a presença da coordenadora de Pós-Graduação Stricto Sensu da Unisc, professora Fabiana Piccinin; do coordenador do PPGSPI, professor Elpídio Benitez Nara; e dos novos alunos de mestrado, bem como dos demais estudantes e docentes do Programa, o professor adjunto do Departamento de Engenharia de Produção e Transportes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), Alejandro Germán Frank, ministrou uma palestra sobre o tema Indústria 4.0.

Frank é coordenador do Núcleo de Engenharia Organizacional e da Comissão de Graduação de Engenharia de Produção da Ufrgs, onde também atua no curso de graduação e no programa de pós-graduação. Além disso, é membro do corpo editorial da European Journal of Innovation Management e coeditor da revista acadêmica Produto & Produção. Possui graduação em Engenharia Industrial pela Universidad Nacional de Misiones (Argentina) e mestrado, doutorado e pós-doutorado em Engenharia de Produção (ênfase em Sistemas de Qualidade/Desenvolvimento de Produtos) pela Ufrgs. Suas principais áreas de pesquisa e atuação profissional são: Desenvolvimento de Produtos, Gestão da Inovação, Gestão Estratégica e Organização Industrial.

 

*Publicado por Felipe Nopes

 
 
08/03/2018 às 16h 46min 

Mestrado em Sistemas e Processos Industriais promove Aula Inaugural

 
 
 
Nesta sexta-feira, dia 9 de março, o Mestrado em Sistemas e Processos Industriais realiza a sua Aula Inaugural, com o tema Indústria 4.0, abordado pelo professor do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), Alejandro German Frank. O evento terá início às 19h15, na sala 101, bloco 1 da Unisc.
 
 
*Publicado por Felipe Nopes
 
 
16/11/2017 às 14h 02min 

Professor da Unisc desenvolve atividades em evento na Universidad del Quindío (Uniquindio, Colômbia)

 
 

Felipe Nopes

Da esq. para a dir.: Liane Kipper, Gabriela Kessler, Henrique de Carvalho e Ricardo Czekster
 

O Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia da Universidade de Santa Cruz do Sul (NITT/Unisc) encaminhou ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) o pedido de registro do software Decisor, desenvolvido em projeto de pesquisa junto ao Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI) – Mestrado, da Unisc. Os autores são os professores do PPGSPI, Liane Mählmann Kipper e Ricardo Melo Czekster, e os alunos Henrique Jung de Carvalho, do curso de Engenharia da Computação, e Gabriela Zucchetti Kessler, do curso de Engenharia de Produção.

software modela e computa índices de prioridades para tomada de decisões usando o método de decisão multicritério fornecido pela técnica de Analytical Hierarchy Process (AHP). Sua principal diferença de softwares semelhantes é que possui melhor usabilidade e funcionalidades que facilitam a modelagem e a geração de relatórios com os índices computados.

O programa Decisor é gratuito e pode ser usado para modelar problemas decisórios com múltiplos critérios, alternativas e pesos. Diversas dificuldades da atualidade podem ser modeladas com o método descrito por AHP, desde a aquisição de maquinários em empresas e seleção de fornecedores até a tomada de decisão de trocar ou não de empresa, conforme relações de custo e benefício.

“Em problemas sociais, sejam eles urbanos ou não, e que englobam a análise de duas ou mais variáveis para a tomada de decisão, o software Decisor também pode ser utilizado, auxiliando o tomador de decisão na escolha da melhor alternativa”, aponta Liane. Para Czekster, o programa permite que os usuários modelem e extraiam índices quantitativos entre critérios e alternativas, usando a metodologia proposta por AHP. “Os modelos podem ser aplicados a diferentes realidades e processos, impactando positivamente decisões em empresas e indústrias”, afirma o docente.

Mais informações podem ser obtidas junto ao NITT/Unisc pelo telefone (51) 3717-7516, pelo e-mail nitt@unisc.br ou ainda pessoalmente na sala 1603, bloco 16 do campus de Santa Cruz do Sul. 

*Publicado por Felipe Nopes

 
 
23/08/2017 às 17h 09min 

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA CURSAR MESTRADO COMO ALUNO ESPECIAL

O mestrado em Sistemas e Processos Industriais, da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), está com inscrições abertas até o dia 5 de setembro aos interessados em cursar disciplina como aluno especial. Cursar disciplinas como aluno especial possibilita conhecer melhor o programa, antecipar disciplinas do curso e maior flexibilidade para conciliar com a atividade profissional. Além disso, as disciplinas concluídas nesta modalidade são contabilizadas na análise de currículo, uma das etapas do processo seletivo do Mestrado.

As inscrições podem ser feitas, entregando a documentação na Central de Atendimento (bloco 5, sala 513). Podem se inscrever graduados em Administração, Engenharias, Física, Química, Matemática, Ciência da Computação e Informática, Administração e áreas afins. Alunos regularmente matriculados em cursos de graduação da Unisc que tenham concluído 80% das disciplinas, atingido média global igual ou superior a 8,0, também podem cursar disciplinas nesta modalidade.

O mestrado em Sistemas e Processos Industriais possibilita pesquisa em mais de dez subáreas, entre elas, Gestão de Processos, Gestão do Conhecimento, Simulação de Processos, Controle de Qualidade de Produtos e Processos, Arquitetura de Computadores, Controle e Automação Industrial e Sistemas Inteligentes para Automação Industrial.

Neste quadrimestre, há possibilidade de ingresso na disciplina de Gestão de Processos, que ocorrerá na sexta-feira à tarde.

As aulas iniciam no dia 22 de setembro, conforme calendário acadêmico disponível na página do Programa. Como aluno especial os candidatos podem cursar até três disciplinas do Mestrado e após a aprovação na disciplina, o aluno recebe um atestado de conclusão sendo que as disciplinas concluídas poderão ser aproveitadas em caso de ingresso no Programa na próxima seleção.

Para inscrição é necessária cópia dos seguintes documentos: RG, CPF, histórico escolar e diploma da graduação (ou comprovante de disciplinas cursadas totalizando no mínimo 80% do curso), além de Curriculum Vitae. Os interessados devem preencher o requerimento de solicitação disponível no site do Programa/Aluno especial e encaminhar assinado com a documentação anexa.

Para cursar uma disciplina o investimento é de 3 parcelas de R$ 968,40 (1+2)

Mais informações pelo e-mail ppgspi@unisc.br e/ou pelo telefone (51) 3717- 7632.  

 

17/07/2017 às 07h 00min

NITT e SPI encaminham pedido de registro de software para controle na evasão de estudantes

 

Josemar Santos

Esq. para dir.: Jacques Nelson Corleta Schreiber, Alvin Lauro Beskow e Tiago Roberto Mutschall Krebs.
Esq. para dir.: Jacques Nelson Corleta Schreiber, Alvin Lauro Beskow e Tiago Roberto Mutschall Krebs.
 

O Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia da Unisc (NITT) depositou pedido de patente relacionado ao software SDBayes: a System to Predict Student Drop-Out, de autoria do professor do Departamento de Computação e do Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI), Jacques Nelson Corleta Schreiber, e dos estudantes de graduação, Alvin Lauro Beskow e Tiago Roberto Mutschall Krebs.

De acordo com os estudantes, o software SDBayes foi desenvolvido durante o Mestrado em Sistemas e Processos Industriais, utilizando técnicas de inteligência artificial. “O objetivo do produto é auxiliar os gestores acadêmicos na tomada de decisão, predizendo a probabilidade e os motivos para a evasão dos alunos, sendo que, nas validações efetuadas, o software apresentou índices de acerto em torno de 75%”, salientaram.

Nesse aspecto, o professor Jacques Nelson Corleta Schreiber explica que o SDBayes foi criado justamente porque a evasão discente se configura em um dos principais problemas que atinge as universidades, interferindo no resultado dos sistemas educacionais. “As perdas de estudantes que iniciam, mas não terminam seus cursos são desperdícios sociais, acadêmicos e econômicos. Nas universidades públicas são recursos investidos sem o devido retorno e nas universidades privadas é uma importante perda de receita. Em ambos casos, a evasão é fonte de ociosidade de professores, funcionários, equipamentos e espaço físico”, revelou.

Mais informações sobre o produto podem ser obtidas junto ao NITT, pelo telefone (51) 3717-7516, pelo e-mail nitt@unisc.br ou ainda pessoalmente na sala 1603, bloco 16, no campus de Santa Cruz do Sul.

*Publicado por Josemar Santos

 

 
17/07/2017 às 07h 00min

TecnoUnisc realiza atividades sobre inovação e criatividade

Divulgação

O TecnoUnisc e a Itunisc, com apoio do Escritório de Projetos da Unisc, realizaram duas atividades sobre inovação e criatividade, coordenadas pelos professores Liane Mählmann Kipper, do Departamento de Química e Física, e Marcus Vinicius Castro Witczak, do Departamento de Psicologia.

No dia 7 de junho, ocorreu o curso sobre Design Thinking, que abordou aspectos conceituais, ferramentas e aplicação prática do Design Thinking para o desenvolvimento de soluções inovadoras. A ação fez parte do projeto Laboratório Interativo de Criatividade (LIC): desenvolvendo ambientes para inovação, vinculado ao TecnoUnisc e financiado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul (SDECT/RS) e pela Unisc.

Já no dia 26 de junho, a atividade foi direcionada aos membros da Associação de Jovens Empresários de Santa Cruz do Sul (Ajesc) e tratou sobre Indústria Criativa, abordando aspectos inerentes à economia criativa, o perfil da indústria criativa e a aplicação da ferramenta Business Model Canvas, desenvolvida por Alex Osterwalder, para elaboração de modelos de negócios. Essa atividade integrou o projeto Ambiente computacional para promover a criatividade e a inovação nas organizações, vinculado à Incubadora Tecnológica da Unisc (Itunisc) e financiado pela SDECT/RS e pela Unisc.

*Publicado por Josemar Santos

 

 
17/07/2017 às 07h 00min

Aluno do mestrado em SPI conclui intercâmbio na Colômbia

 

Divulgação

Lucas Reis (quarto da esq. para a dir.) com colombianos

De fevereiro a junho deste ano, o mestrando em Sistemas e Processos Industriais da Unisc, Lucas Vinícius Reis, realizou intercâmbio na Universidad del Quindío (UniQuindío), na cidade de Armênia, na Colômbia. Os objetivos foram desenvolver parte da sua dissertação e cursar disciplinas no mestrado em Engenharia, com ênfase em Desenvolvimento de Software, em regime de dupla titulação, por meio de convênio entre a Unisc e a UniQuindío.

Segundo Reis, Armênia está localizada no eixo cafeteiro da Colômbia, uma região com a economia baseada na produção de cafés especiais e no turismo. “Foi uma experiência única! Nesse período, realizei pesquisas em propriedades produtoras de café acerca do nível de maturidade do seu sistema de gestão, quanto a questões de produtividade, de redução de desperdício e de sustentabilidade. Em parceria com estudantes de lá também desenvolvemos uma plataforma on-line para avaliação de empresas com relação aos aspectos mencionados”, conta.

O aluno ficou hospedado próximo à universidade, em um dos melhores setores do município, com acesso a todos os serviços necessários. “A cidade de Armênia, assim como todas as outras que tive a oportunidade de conhecer, é muito bonita e organizada, com um povo extremamente amável e hospitaleiro. O sistema de transporte é muito bom e o custo de vida, baixo, além de ser uma cidade bastante segura”, ressalta.

Reis afirma ter ficado satisfeito com a qualidade do ensino da UniQuindío e com o suporte oferecido aos estudantes estrangeiros. “Não tive nenhum problema durante o intercâmbio”, assegura o mestrando, que contou com o auxílio da Assessoria para Assuntos Internacionais e Interinstitucionais (AAII) da Unisc para realizar a viagem.

*Publicado por Felipe Nopes

 
 
17/07/2017 às 07h 00min

NITT/Unisc encaminha novo pedido de registro de programa para qualidade da água

 

Felipe Nopes

Professores Adilson Ben da Costa (esq.) e Gilson Helfer
Professores Adilson Ben da Costa (esq.) e Gilson Helfer

O Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia da Universidade de Santa Cruz do Sul (NITT/Unisc) encaminhou ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) o pedido de registro do programa de computador Defluoridation, de autoria do professor do Departamento de Biologia e Farmácia, do mestrado em Sistemas e Processos Industriais e do mestrado e doutorado em Tecnologia Ambiental, Adilson Ben da Costa, e do professor do Departamento de Computação, Gilson Helfer.

O programa é destinado a auxiliar as operações de dosagem de reagentes no processo de precipitação por contato, para remoção do excesso de fluoreto de águas de abastecimento. O seu desenvolvimento ocorreu como um adicional à execução do projeto de pesquisa Sistemas de tratamento para desfluoretação parcial de águas subterrâneas com presença de flúor superior à estabelecida na Portaria MS N° 2914/2011, financiado pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Segundo Costa, para ajustar o equipamento para uso doméstico ou escolar, deve-se dimensioná-lo para cada tipo de aplicação. “O programa permite orientar esse ajuste de forma rápida e fácil. A pessoa deve regular o equipamento em função da vazão de água consumida na residência, como, por exemplo, o excesso de flúor existente na água de abastecimento e os reagentes disponíveis”, explica.

A criação estará disponível para download gratuito de instituições públicas responsáveis por sistemas de abastecimento, tanto na versão desktop quanto para smartphones com sistema Android ou IOS. Mais informações podem ser obtidas junto ao NITT/Unisc pelo telefone (51) 3717-7516, pelo e-mail nitt@unisc.br ou ainda pessoalmente na sala 1603, bloco 16 do campus de Santa Cruz do Sul.

*Publicado por Felipe Nopes

 

12/06/2017 às 15h 25min

NITT e SPI encaminham pedido de patente para dispositivo de injeção de combustível

Josemar Santos

O Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia da Unisc (NITT) depositou um novo pedido de patente, dessa vez relacionado ao Dispositivo eletrônico para injeção de combustível em motores a combustão interna utilizando lógica fuzzy, de autoria do professor orientador e do egresso do Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (SPI), João Carlos Furtado e Roberto Bartholomay, respectivamente.

O dispositivo ajustável de injeção eletrônica é dotado de um microcontrolador programado com lógica Fuzzy para receber as informações oriundas dos sensores disponíveis e estabelecer o tempo de abertura do bico injetor. A tecnologia visa, ainda, promover aumento na potência e no rendimento do motor, especialmente em carros adaptados, ou seja, que anteriormente possuíam o sistema de mistura ar/combustível por meio de carburador. Atualmente, as tecnologias de instalação de injeção eletrônica em veículos adaptados são de alto custo e complexas. Por meio do uso da lógica Fuzzy, será permitida uma instalação rápida e econômica, já que dispensa o uso de mapas de injeção, tabelas de carga e curvas de potencial, além de ser adaptável a motores nas mais variadas condições de uso.

“Esse depósito de patente demonstra mais uma vez que o Programa Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais está comprometido com a pesquisa e com a criação de novos produtos e sistemas que contribuem para o desenvolvimento regional e nacional, assim como para enriquecer o conhecimento científico”, destacou o professor João Carlos Furtado.

“Ter a possibilidade de desenvolver um produto funcional dentro de um programa de pós-graduação e construir algo tangível foi realmente incrível. É claro que sem a ajuda dos professores e do conhecimento sobre lógica Fuzzy adquirido durante o mestrado não seria possível concluir esse dispositivo eletrônico. Penso nas inúmeras possibilidades para a sociedade se todos os cursos de pós-graduação tivessem resultados práticos e tangíveis”, salientou o mestre em SPI, Roberto Bartholomay.

Mais informações sobre o produto podem ser obtidas junto ao NITT, pelo telefone (51) 3717-7516, pelo e-mail nitt@unisc.br ou ainda pessoalmente na sala 1603, bloco 16, no campus de Santa Cruz do Sul.

*Publicado por Josemar Santos

 

08/05/2017 às 11h 46min

Mestrado está com inscrições abertas para cursar disciplinas como Aluno Especial

O mestrado em Sistemas e Processos Industriais, da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), está com inscrições abertas até o dia 25 de maio aos interessados em cursar disciplinas como aluno especial. Cursar disciplinas como aluno especial possibilita conhecer melhor o programa, antecipar disciplinas do curso e maior flexibilidade para conciliar com a atividade profissional. Além disso, as disciplinas cursadas nesta modalidade são contabilizadas na análise de currículo, uma das etapas do processo seletivo do Mestrado.

As inscrições podem ser feitas, entregando a documentação na Secretaria do Programa (bloco 53, sala 5340) ou na Central de Atendimento (bloco 5, sala 513). Podem se inscrever graduados em Administração, Engenharias, Física, Química, Matemática, Ciência da Computação e Informática, Administração e áreas afins. Alunos regularmente matriculados em cursos de graduação da Unisc que tenham concluído 80% das disciplinas atingido média global igual ou superior a 8,0, também podem cursar disciplinas como aluno especial.

O mestrado em Sistemas e Processos Industriais possibilita pesquisa em mais de dez subáreas, entre elas, Gestão de Processos, Gestão do Conhecimento, Simulação de Processos, Controle de Qualidade de Produtos e Processos, Arquitetura de Computadores, Controle e Automação Industrial e Sistemas Inteligentes para Automação Industrial. Estudantes concluintes da graduação também podem cursar disciplinas como aluno especial.

 

Há possibilidade de ingresso para as disciplinas:

- Métodos de Decisão Multicritérios (quinta-feira à noite);

- Simulação de Processos (sexta-feira à tarde);

- Mineração de Dados Aplicada à Gestão do Conhecimento (sábado pela manhã).

 

As aulas iniciam no dia 1º de junho, conforme calendário acadêmico disponível aqui. Como aluno especial os candidatos podem cursar até três disciplinas do Mestrado e após a aprovação na disciplina, o aluno recebe um atestado de conclusão sendo que as disciplinas concluídas poderão ser aproveitadas em caso de ingresso no Programa na próxima seleção.

Para inscrição é necessária cópia dos seguintes documentos: RG, CPF, histórico escolar e diploma da graduação (ou comprovante de disciplinas cursadas totalizando no mínimo 80% do curso), além de Curriculum Vitae. Os interessados devem preencher o requerimento de solicitação como aluno especial, disponível online (abaixo) e encaminhar assinado com a documentação anexa.

 

Os valores para cursar disciplinas como aluno especial são os seguintes:

1 disciplina – 1+2 parcelas de R$ 968,40

2 disciplinas – 1+5 parcelas de R$ 968,40

3 disciplinas – 1+5 parcelas de R$ 1452,60

 

Mais informações pelo e-mail ppgspi@unisc.br e/ou pelo telefone (51) 3717- 7632.   

Requerimento Aluno Especial
Requerimento Aluno Especial

Orientações de preenchimento

Curso: Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais / 2017

Código: 6153

Cód. Disciplina: preenchimento pela Secretaria do Programa

 

03/05/2017 às 08h 00min

Professores da Unisc em missão de pesquisa na Escócia

Os professores do Departamento de Computação da Unisc, Ricardo Czekster (também vinculado ao PPGSPI) e Thais Webber, desenvolveram uma série de atividades de pesquisa durante missão junto ao projeto internacional de pesquisa Improving the efficiency of complex processes through scalable quantitative analysis techniques, realizado em colaboração com a University of St Andrews, na Escócia (Reino Unido).

Entre as ações, estiveram o estreitamento dos laços de pesquisa entre os dois países, com envio de outros dois projetos de pesquisa para órgãos de fomento do Reino Unido, envolvendo a temática de pesquisas em healthcare; o desenvolvimento de modelos formais analíticos, análise descritiva de dados hospitalares e estudos de caso com vistas à melhoria de desempenho de processos de assistência a pacientes; e a especificação de um módulo de software para gestão de processos por simulação que possibilite a interação facilitada dos gestores, ampliação do conhecimento de seus processos e a geração de cenários de operação de maior eficiência.

Durante a missão de pesquisa, professor Ricardo foi convidado para ministrar uma palestra na Universidade de Edimburgo sobre a temática de modelagem analítica intitulada Stochastic Performance Analysis of Geographically Dispersed Software Development Teams. A palestra foi ministrada nas dependências da School of Informatics (vinculado ao Laboratory for Foundations of Computer Science - LFCS), cuja coordenadora é a professora Jane Hillston, que atua na área de pesquisa de avaliação formal de desempenho por meio de Álgebras de Processos. "Essas parcerias internacionais são importantes para atualizar e integrar os pesquisadores nessas áreas de pesquisa, bem como para fomentar novos projetos em temáticas relacionadas", salientou Czekster.

O atual projeto de pesquisa, focado em melhorias de processos hospitalares, ainda segue suas atividades durante o ano de 2017, já que pesquisadores escoceses farão novas visitas na Unisc e nos hospitais da região dos vales do Taquari e Rio Pardo. Resultados preliminares já apontam para sugestões relacionadas a adequações nos hospitais para otimizar os recursos e promover a redução dos custos dos processos.

A professora Thais Webber revelou que a ideia é expandir as colaborações com grupos internacionais de avaliação de desempenho e de simulação para trazer experiências, tecnologias e soluções de ponta para o desenvolvimento da região e do país. “Igualmente importante é o envolvimento dos alunos de graduação e pós-graduação no projeto. Algumas iniciativas se encontram em andamento e os alunos já estão focando suas dissertações de Mestrado e seus trabalhos de conclusão nessas temáticas”, destacou.

Em 2016, o professor Ricardo Czekster foi contemplado pelo Edital Universal do CNPq em um projeto relacionado que versa sobre modelos de desempenho voltados à eficiência energética de indústrias, com previsão de outra missão de pesquisa à Universidade de St Andrews e a aquisição de materiais de custeio.

  O projeto conta, ainda, com o apoio institucional da Unisc, do Hospital Santa Cruz (HSC), do Hospital Bruno Born (Lajeado), do Departamento de Computação, da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPPG), do Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI) e da Assessoria Para Assuntos Internacionais e Interinstitucionais (AAII).

Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas pelos e-mails ricardoc@unisc.br ou thaiscs@unisc.br.

 

*Publicado por Josemar Santos

 

 
03/05/2017 às 08h 00min

Docente da Unisc é nomeado para compor Conselho Superior da Fapergs

O professor do Departamento de Biologia e Farmácia da Unisc, Adilson Ben da Costa, foi nomeado pelo governador do Estado, José Ivo Sartori, para compor o Conselho Superior da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs). As inscrições para o processo de seleção foram feitas no ano passado, de forma individual ou por indicação de instituições de ensino, unidades, sociedades científicas etc. Costa foi indicado pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Unisc.

Os nomes indicados foram avaliados pelo Conselho Superior atual, o qual selecionou duas listas tríplices (com três indicações) para as duas vagas existentes. Estas listas foram encaminhadas para o governador, que selecionou os dois novos conselheiros e fez a nomeação. “As expectativas ao assumir a função de membro do Conselho Superior da Fapergs são muitas, especialmente porque, desde o início da minha atividade acadêmica, ainda quando aluno do curso de Química Industrial da Unisc, atuei na pesquisa. Fui, inclusive, bolsista de Iniciação Científica da Fapergs”, conta o docente.

Segundo Costa, o Conselho Superior é formado por 12 membros, tendo como característica básica o currículo comprovado de atuação na área científica e tecnológica. São eles que definem as linhas gerais de trabalho da instituição, as quais são implementadas pelo Conselho Técnico-Administrativo. “Pretendo, nestes três anos de atuação, colaborar para manter e ampliar a atuação da Fapergs no fomento à pesquisa, especialmente através da promoção à inovação tecnológica, do intercâmbio e da divulgação científica, tecnológica e cultural, estimulando a formação de recursos humanos, o fortalecimento e a expansão da infraestrutura da pesquisa no Estado”, planeja.

“Entendo que essas atividades são fundamentais para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul, especialmente em épocas de crise, quando a escassez de recursos reduz investimentos, mas oferece, também, importantes oportunidades de inovação”, complementa Costa.

 

 *Publicado por Felipe Nopes

 
 
03/05/2017 às 08h 00min

PPGSPI tem mais um registro de software encaminhado pelo NITT/Unisc

 

O Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia da Universidade de Santa Cruz do Sul (NITT/Unisc) encaminhou ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) o pedido de registro do software que classifica imagens por meio de redes neurais artificiais (RNAs) e lógica fuzzy, destinado ao uso acadêmico e industrial. A criação é de autoria dos professores do Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI) – Mestrado, Rejane Frozza e Rolf Fredi Molz, e do mestre em SPI, Ivan Luís Suptitz.

Intitulado Processador de Imagens Neuro-Fuzzy para a Indústria (Pinfi), o software tem seu funcionamento dividido em cinco etapas: aquisição das imagens; pré-processamento; bloco de fuzzificação; modelagem da RNA; e apresentação dos resultados (saída). Segundo Rejane, o programa caracteriza-se por disponibilizar um processo de uso de três temas de pesquisa em computação, envolvendo redes neurais artificiais, sistemas fuzzy e processamento de imagens em uma mesma ferramenta computacional.

“Efetuar o registro de softwares desenvolvidos por alunos e professores do PPGSPI qualifica a produção científica e técnica dos pesquisadores, do programa e da universidade”, destaca a docente. Suptitz explica que o objetivo é que o Pinfi seja de fácil utilização, contribuindo para melhorar a produtividade das empresas e, ao mesmo tempo, ampliar o conhecimento público da inteligência artificial. “Tivemos uma atenção especial com a usabilidade e a ergonomia do software, para que o usuário possa realizar todas as operações no sistema por meio de uma interface gráfica intuitiva”, salienta.

Mais informações podem ser obtidas junto ao NITT/Unisc pelo telefone (51) 3717-7516, pelo e-mail nitt@unisc.br ou ainda pessoalmente na sala 1603, bloco 16 do campus de Santa Cruz do Sul.

*Publicado por Felipe Nopes

 
23/12/2016 às 13h 28min

Mestrado em SPI é contemplado em Edital Universal do CNPq

O CNPq selecionou o projeto de pesquisa intitulado Modelagem computacional e simulação da eficiência energética de processos industriais, de autoria do professor Ricardo M. Czekster, vinculado ao Departamento de Computação e ao Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI) – Mestrado, na concorrida Chamada MCTI/CNPq Nº 01/2016 - Universal (Faixa A). Junto com outros pesquisadores da Unisc também agraciados, o edital visa auxiliar financeiramente pesquisas que contribuam significativamente para o desenvolvimento do país.

Segundo Czekster, “este projeto de pesquisa irá atuar na modelagem e na simulação para avaliação de eficiência energética em contextos industriais, buscando oportunidades de melhorias”. O projeto selecionado ainda realizará pesquisas sobre técnicas de modelagem de sistemas utilizando notações padronizadas, como Business Process Modelling & Notation (BPMN), e sobre como estas podem ser integradas em ambientes de simulação já estabelecidos, como, por exemplo, o software Arena.

O prazo de conclusão do projeto é de 36 meses e a equipe conta ainda com a professora do Departamento de Computação, Thais Webber; bolsistas de Iniciação Científica dos projetos de pesquisa desenvolvidos no PPGSPI; e mestrandos.

*Publicado por Felipe Nopes

 
30/09/2016 às 14h 28min

Grupo de pesquisa em Quimiometria é premiado no Uruguai

 Grupo de pesquisa em Quimiometria é premiado no Uruguai

O grupo de pesquisa em Quimiometria da Unisc, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI) – Mestrado, recebeu o prêmio de Melhor Pôster no 4º Congresso Uruguaio de Química Analítica. O trabalho intitulado Estratégias didáticas para a análise por componentes principais empregando dispositivos móveis via Photometrix, dos autores Layane Lenardon, Camila Correa, Ana Maria Bergold, Adilson Ben da Costa e Marco Flores Ferrão, foi apresentado pelo professor Marco Flores Ferrão (Ufrgs) no evento, que ocorreu entre os dias 25 e 28 de setembro, em Montevideo, no Uruguai.

Photometrix

O Photometrix (http://www.photometrix.com.br/) é um aplicativo desenvolvido pelo egresso do PPGSPI e professor do Departamento de Computação da Unisc, Gilson Augusto Helfer, junto ao Laboratório de Protótipos, que está vinculado ao grupo de pesquisa em Quimiometria da Universidade. O aplicativo permite o desenvolvimento de modelos de calibração (univariado e multivariado) e de análise exploratória de dados a partir de imagens captadas pela câmera principal do smartphone. Desde 2015, este é o terceiro prêmio que o Photometrix recebe em diferentes modos de aplicação.

Mestrado

O Mestrado em Sistemas e Processos Industriais está com inscrições abertas para a turma de 2017. As informações podem ser obtidas pelo site www.unisc.br/ppgspi, pelo e-mailppgspi@unisc.br ou pelo telefone (51) 3717-7632.

 
23/09/2016 às 14h 07min

TRABALHO DO PPGSPI É PREMIADO EM EVENTO NACIONAL

TRABALHO DO PPGSPI É PREMIADO EM EVENTO NACIONAL

O grupo de pesquisa em Quimiometria da UNISC, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI – Mestrado) participou entre os dias 18 e 21 de setembro do 18º Encontro Nacional de Química Analítica, realizado em Florianópolis, SC, promovido pela Divisão de Química Analítica da Sociedade Brasileira de Química (SBQ).

No evento, o trabalho intitulado: DESENVOLVIMENTO DE UMA METODOLOGIA PARA A QUANTIFICAÇÃO DE GLICOSE SÉRICA UTILIZANDO UM DISPOSITIVO MÓVEL, dos autores Aline Teichmann, Luciana de Souza Nunes, Danielly Joani Bullé, Elisa Inês Klinger, Gilson Augusto Helfer, Adilson Ben da Costa foi selecionado como MELHOR PÔSTER na área de Instrumentação Analítica.

O evento contou com a participação de 1.044 inscritos, e foram apresentados 1.011 trabalhos nos 4 dias de realização.

O grupo da Unisc foi representado pelo Prof. Adilson Ben da Costa e pela Bolsista do PNPD Aline Teichmann, além dos alunos Paula Freitas Filoda (Mestranda do PPGSPI), Vitoria Hagemann Cauduro (Química), Douglas Gabriel Falk (Química) e Julia Fernanda Radtke (Química).

O grupo foi responsável pela apresentação de 8 trabalhos científicos na forma de pôster e apresentação oral, todos desenvolvidos no recém inaugurado Laboratório de Protótipos (sala 1118). Além disto, o grupo colaborou em outros 4 trabalhos desenvolvidos em parceria com a UFRGS, UFSM e UNICAMP.

Abaixo segue a lista de trabalhos apresentados:

1. PLATAFORMA POINT-OF-CARE BASEADA EM POTENCIOSTATO PORTÁTIL E SMARTPHONE PARA ANÁLISES MULTIVARIADAS. Gabriela Furlan Giordano, Leandro Wang Hantao, Márcia Beatriz Rocha Vicentini, Rui Cesar Murer, Fabio Augusto, Marco F Ferrão, Gilson A Helfer, Adilson B da Costa, Angelo L Gobbi, Renato Sousa Lima. UNICAMP/UFRGS/UNISC.

2. DETERMINAÇÃO DO TEOR ALCÓLICO EM DESTILADOS EMPREGANDO COLORIMETRIA POR IMAGENS DIGITAIS; Fernanda C. Böck, André M. Rech, Fábio H. Weiler, Gilson A. Helfer, Adilson B. da Costa, Marco F. Ferrão. UFRGS/UNISC.

3. SISTEMA MULTIFUNCIONAL PARA ANÁLISE EM FLUXO UTILIZANDO RECURSOS COMPUTACIONAIS LIVRES, Roguél Dalberto, Fernanda C. Böck, Gisele S. Rodrigues, Valderi L. Dressler, Leonel P. Tedesco, Rolf F. Molz, Adilson Ben da Costa. UNICAMP/UFSM/UNISC.

4. DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE PARA ANÁLISES QUANTITATIVAS POR ENTALPIMETRIA NO INFRAVERMELHO TÉRMICO, Marcelo de Barros, Paula Freitas Filoda, Leonel Tedesco, Aline Teichmann, Lucas Fetter, Keiti O Aessio, Juliano S Barin, Adilson B Costa. UNICAMP/UFSM/UNISC.

5. DESENVOLVIMENTO DE UMA METODOLOGIA PARA A QUANTIFICAÇÃO DE GLICOSE SÉRICA UTILIZANDO UM DISPOSITIVO MÓVEL, Aline Teichmann, Luciana de Souza Nunes, Danielly Joani Bullé, Elisa Inês Klinger, Gilson Augusto Helfer, Adilson Ben da Costa. UNISC.

6. ESTRATÉGIAS DIDÁTICAS PARA A ANÁLISE POR COMPONENTES PRINCIPAIS EMPREGANDO DISPOSITIVOS MÓVEIS VIA PHOTOMETRIX, Layane Lenardon, Camila Correa, Carla Felippi Chiella Ruschel, Gilson Augusto Helfer, Adilson Ben da Costa, Marco Flôres Ferrão, Ana Maria Bergold. UFRGS/UNISC.

7. ESTRATÉGIAS DIDÁTICAS COM IMAGENS DIGITAIS EMPREGANDO DISPOSITIVOS DE BAIXO CUSTO VIA CHEMOSTAT, Camila Correa, Layane Lenardon, Gilson Augusto Helfer, Adilson Ben Costa, Marco Flores Ferrão, Ana Maria Bergold. UFRGS/UNISC.

8. APLICAÇÃO DA RADIAÇÃO MICRO-ONDAS NA DESINFECÇÃO DE AMOSTRAS DE TURFA PARA A PREPARAÇÃO DE MATERIAIS DE REFERÊNCIA, Keiti Oliveira Alessio, Aline Teichmann, Maria Viviane Gomes Muller, Eduardo Alcayaga Lobo. UNISC.

9. ANÁLISE EXPLORATÓRIA DE DADOS APLICADA NO ESTUDO DE MACRO E MICRO NUTRIENTES DO SOLO, Douglas Gabriel Falk, Julia Fernanda Radtke, Adilson Ben da Costa, Alcido Kist, Aline Teichmann. UNISC.

10. CLASSIFICAÇÃO DE TABACO (NICOTIANA TABACUM) NO PROCESSO INDUSTRIAL POR ANÁLISE MULTIVARIADA DE IMAGENS, Marcel R. Martins, Adriano C. Freitas, Gilson A. Helfer, Aline Teichmann, Julia F. Radtke, Adilson Ben da Costa. UFRGS/UNISC.

11. IDENTIFICAÇÃO DA ADULTERAÇÃO DO AZEITE DE OLIVA POR ÓLEO DE SOJA UTILIZANDO A ESPECTROSCOPIA NO INFRAVERMELHO PRÓXIMO E QUIMIOMETRIA, Paula Freitas Filoda, Lucas Fetter, Gilson A Helfer, Aline Teichmann, Marco F Ferrão, Fabiano Barreto, Adilson B Costa. UFRGS/UNISC.
12. APLICAÇÃO DA ESPECTROSCOPIA NO INFRAVERMELHO E QUIMIOMETRIA NO CONTROLE DE QUALIDADE DO CARVÃO ATIVADO DE OSSO, Vitoria Hagemann Cauduro, Adilson Ben da Costa, Eduardo A. Lobo. UFRGS/UNISC.

 
 
01/09/2016 às 17h 00min

Mestrado em SPI realiza lançamento de Edital de Seleção

Mestrado em SPI realiza lançamento de Edital de Seleção

No dia 18 de agosto, às 19 horas, na Sede dos Docentes da Unisc, ocorreu o lançamento do Edital de Seleção do Mestrado em Sistemas e Processos Industriais. Estiveram presentes mais de 60 pessoas interessadas em conhecer o Programa. No evento, foi apresentado o Programa, a inserção dos egressos no Mercado de Trabalho, bem como, as principais vantagens em cursar um Mestrado.

As inscrições do Mestrado estão abertas até o dia10 de novembro.

Informações sobre o Programa e o processo seletivo em www.unisc.br/ppgspippgspi@unisc.br ou 3717-7632.

 
 
08/08/2016 às 17h 33min

Coquetel de Lançamento do Edital de Seleção PPGSPI/2016

Coquetel de Lançamento do Edital de Seleção PPGSPI/2016

Convite para o Coquetel de Lançamento do Edital de Seleção PPGSPI/2016.

 
18/07/2016 às 14h 32min

Melhor trabalho em evento nacional é de aluno do PPGSPI

Melhor trabalho em evento nacional é de aluno do PPGSPI

O artigo The use of Artificial Neural Network for lipid and glycaemic profiles quantification through infrared spectroscopy foi premiado no XVI Workshop de Informática Médica (WIM 2016) como melhor artigo de trabalhos em andamento. O artigo relata o desenvolvimento da dissertação do aluno do Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais da Unisc (PPGSPI – Mestrado), Henrique Hesse, orientado pelos professores Rejane Frozza e Valeriano Corbellini. São também autores do artigo a professora Miria Burgos e a bolsista Cézane Reuter.

O WIM 2016 ocorreu entre os dias 4 e 6 de julho, como parte dos eventos do XXXVI Congresso da Sociedade Brasileira de Computação (CSBC), na cidade de Porto Alegre, e teve como objetivo reunir pesquisadores, estudantes, professores, empresários e profissionais interessados em Computação aplicada à Saúde. As atividades no WIM compreenderam apresentação de artigos completos e artigos resumidos relatando trabalhos em andamento, além de palestras e mesas-redondas, distribuídas ao longo de três dias do CSBC.

 

*Publicado por Yaundé Narciso

 
 
13/07/2016 às 16h 38min

Software do PPGSPI é publicado no Portal GAZ

Software do PPGSPI é publicado no Portal GAZ

O software é de autoria do mestre em Sistemas e Processos Industriais, Fábio Josende Paz e da professora da Unisc, Liane Mählmann Kipper

 

O Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia (NITT) da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) garantiu mais um registro de programa de computador, protocolado em junho deste ano pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Trata-se do registro do Modelo de Maturidade e Educação para a Sustentabilidade Organizacional (MESO), que busca auxiliar as organizações na implantação de métodos que colocam a sustentabilidade como pilar para melhorar resultados organizacionais.

A partir da utilização do MESO organizações podem avaliar seu estágio de maturidade relativo à sustentabilidade, permitindo a elas verificarem se estão aptas a implantar formas de agir mais sustentáveis. O software é de autoria do mestre em Sistemas e Processos Industriais, Fábio Josende Paz e da professora do Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI) da Unisc, Liane Mählmann Kipper.

“O foco do sistema são as  micro e pequenas empresas, porém qualquer empresa pode utilizá-lo. O sistema oferece, além de um ambiente simples e intuitivo, uma avaliação do nível da maturidade sustentável da organização e sugere algumas ações práticas que podem melhorar seus resultados financeiros, ambientais e sociais, promovendo a sustentabilidade”, explica Paz.

O sistema é online e acessado por meio do endereço eletrônicowww.mesosoftware.com.br,  utilizando-se qualquer navegador ou plataforma, como computadores, tablets e smartphones, permitindo assim, sua utilização por qualquer tipo de organização. A eficácia da tecnologia desenvolvida foi comprovada por diversas empresas no estado do Rio Grande do Sul, que utilizam o programa para balizar suas ações.

Para Jossimar Farias, proprietário da Padaria Soberana, empresa do município de Dom Pedrito, a utilização do software em seu negócio consistiu em uma ótima experiência. “É uma ferramenta de uso simples e amigável, pois ao realizar perguntas de questões tidas como chave, ela possibilita que se realize uma autoanálise, além de mostrar o resultado gerado por ela. Eu a uso a pouco mais de um ano para acompanhar a evolução da minha empresa no âmbito da sustentabilidade”, relata.

Conforme ele, mesmo a primeira utilização já foi uma experiência reveladora, uma vez que as próprias perguntas elencadas pelo software servem como um uma direção a ser seguida. “Isto é, fornecem um caminho que seria o ideal e, a partir dele, pode-se então buscar por meio de um planejamento, a proximidade com esse ideal”, explica.

Além disso, o MESO fornece um mapa visual onde se pode ver os pontos fortes e os pontos fracos que devem ser melhorados. “Os resultados obtidos com o uso do MESO apontam para aspectos como a falta de planejamento e a pouca atenção que geralmente é dada para a dimensão social. Nesse sentido, a minha empresa diferencia-se da média na dimensão ambiental”, expõe.

De acordo com Farias, há cerca de dois anos sua empresa vem dando maior ênfase às questões ambientais, como separar o lixo e fazer parceria com catadores; realizar um melhor aproveitamento da luz solar para iluminação interna; fazer a redução do uso de água para limpeza utilizando equipamentos que consomem menos água; lavar os carros com água de coleta da chuva; dar preferência para a utilização de embalagens biodegradáveis; entre outras ações. “Com o MESO é possível traçar objetos visando o crescimento sustentável da empresa”, conclui.

 

Importância social

Na avaliação do criador do MESO, Fábio Josende Paz, a baixa pontuação alcançada pela maioria das empresas ao utilizarem o software na área social revela a não existência de indicadores e ações nesta área. “Por isso a importância da organização promover ações permanentes no âmbito social, como por exemplo, projetos em colaboração com a sociedade do seu entorno, programas de qualidade de vida para seus colaboradores, entre outros”, disse. Paz explica que na área ambiental existem indicadores e ações que são realizadas sistematicamente, porém, geralmente, são decorrentes de leis e fiscalizações existentes no âmbito ambiental.

Em um estudo realizado com 29 micro-empresas do município de Dom Pedrito, que utilizou como ferramenta metodológica o MESO, cujo objetivo era identificar o conhecimento sobre sustentabilidade que estas empresas possuíam, o resultado médio obtido destas organizações foi o estágio 2 - que é a iniciação à sustentabilidade, onde a organização não percebe a sustentabilidade como diferencial competitivo e não relaciona sustentabilidade com melhores práticas.  Ainda nesse estudo observou-se o foco predominante na esfera econômica, o que potencializa a relevância da utilização do MESO, que norteia as ações das empresas tendo em vista o desenvolvimento sustentável.

PPGSPI tem 5º software registrado em 2016

No ano de 2016 outros quatro softwares desenvolvidos pelo PPGSPI também obtiveram registro junto ao INPI. São eles, o IQA Data 2015; Espectrodata; M&J Transient Calculator for Cylinders; e SIREG – Sistema de Informação para Análise Regional.

Para ter acesso a mais informações sobre o Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI – Mestrado) e saber mais sobre os softwares desenvolvidos disponíveis para download, acesse: www.unisc.br/ppgspi.

 
 
13/07/2016 às 16h 12min

Software que mede a sustentabilidade é utilizado no estado

 Software que mede a sustentabilidade é utilizado no estado

O Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia (NITT) da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) garantiu mais um registro de programa de computador, protocolado em junho deste ano pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Trata-se do registro do Modelo de Maturidade e Educação para a Sustentabilidade Organizacional (MESO), que busca auxiliar as organizações na implantação de métodos que colocam a sustentabilidade como pilar para melhorar resultados organizacionais.

A partir da utilização do MESO organizações podem avaliar seu estágio de maturidade relativo à sustentabilidade, permitindo a elas verificarem se estão aptas a implantar formas de agir mais sustentáveis. O software é de autoria do mestre em Sistemas e Processos Industriais, Fábio Josende Paz e da professora do Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI) da Unisc, Liane Mählmann Kipper.

“O foco do sistema são as  micro e pequenas empresas, porém qualquer empresa pode utilizá-lo. O sistema oferece, além de um ambiente simples e intuitivo, uma avaliação do nível da maturidade sustentável da organização e sugere algumas ações práticas que podem melhorar seus resultados financeiros, ambientais e sociais, promovendo a sustentabilidade”, explica Paz.

O sistema é online e acessado por meio do endereço eletrônico www.mesosoftware.com.br,  utilizando-se qualquer navegador ou plataforma, como computadores, tablets e smartphones, permitindo assim, sua utilização por qualquer tipo de organização. A eficácia da tecnologia desenvolvida foi comprovada por diversas empresas no estado do Rio Grande do Sul, que utilizam o programa para balizar suas ações.

Para Jossimar Farias, proprietário da Padaria Soberana, empresa do município de Dom Pedrito, a utilização do software em seu negócio consistiu em uma ótima experiência. “É uma ferramenta de uso simples e amigável, pois ao realizar perguntas de questões tidas como chave, ela possibilita que se realize uma autoanálise, além de mostrar o resultado gerado por ela. Eu a uso a pouco mais de um ano para acompanhar a evolução da minha empresa no âmbito da sustentabilidade”, relata.

Conforme ele, mesmo a primeira utilização já foi uma experiência reveladora, uma vez que as próprias perguntas elencadas pelo software servem como um uma direção a ser seguida. “Isto é, fornecem um caminho que seria o ideal e, a partir dele, pode-se então buscar por meio de um planejamento, a proximidade com esse ideal”, explica.

Além disso, o MESO fornece um mapa visual onde se pode ver os pontos fortes e os pontos fracos que devem ser melhorados. “Os resultados obtidos com o uso do MESO apontam para aspectos como a falta de planejamento e a pouca atenção que geralmente é dada para a dimensão social. Nesse sentido, a minha empresa diferencia-se da média na dimensão ambiental”, expõe.

De acordo com Farias, há cerca de dois anos sua empresa vem dando maior ênfase às questões ambientais, como separar o lixo e fazer parceria com catadores; realizar um melhor aproveitamento da luz solar para iluminação interna; fazer a redução do uso de água para limpeza utilizando equipamentos que consomem menos água; lavar os carros com água de coleta da chuva; dar preferência para a utilização de embalagens biodegradáveis; entre outras ações. “Com o MESO é possível traçar objetos visando o crescimento sustentável da empresa”, conclui.

Importância social

 

Na avaliação do criador do MESO, Fábio Josende Paz, a baixa pontuação alcançada pela maioria das empresas ao utilizarem o software na área social revela a não existência de indicadores e ações nesta área. “Por isso a importância da organização promover ações permanentes no âmbito social, como por exemplo, projetos em colaboração com a sociedade do seu entorno, programas de qualidade de vida para seus colaboradores, entre outros”, disse. Paz explica que na área ambiental existem indicadores e ações que são realizadas sistematicamente, porém, geralmente, são decorrentes de leis e fiscalizações existentes no âmbito ambiental.

Em um estudo realizado com 29 micro-empresas do município de Dom Pedrito, que utilizou como ferramenta metodológica o MESO, cujo objetivo era identificar o conhecimento sobre sustentabilidade que estas empresas possuíam, o resultado médio obtido destas organizações foi o estágio 2 - que é a iniciação à sustentabilidade, onde a organização não percebe a sustentabilidade como diferencial competitivo e não relaciona sustentabilidade com melhores práticas.  Ainda nesse estudo observou-se o foco predominante na esfera econômica, o que potencializa a relevância da utilização do MESO, que norteia as ações das empresas tendo em vista o desenvolvimento sustentável.

PPGSPI tem 5º software registrado em 2016

No ano de 2016 outros quatro softwares desenvolvidos pelo PPGSPI também obtiveram registro junto ao INPI. São eles, o IQA Data 2015; Espectrodata; M&J Transient Calculator for Cylinders; e SIREG – Sistema de Informação para Análise Regional.

Para ter acesso a mais informações sobre o Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI – Mestrado) e saber mais sobre os softwares desenvolvidos disponíveis para download, acesse: www.unisc.br/ppgspi.

 

*Publicado por Yaundé Narciso

 
 
13/07/2016 às 15h 47min

Registro de software do PPGSPI encaminhado via NITT é concedido

 Registro de software do PPGSPI encaminhado via NITT é concedido

O Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia (NITT) da Unisc ostenta mais um certificado de registro de programa concedido por meio do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Trata-se do registro do EspectroData, um software de aplicação ampla, desenvolvido para capturar informações de equipamentos convencionais utilizados em laboratórios de análises químicas ou clínicas, tais como espectrofotômetro e potenciômetros.

O software permite a utilização das informações capturadas para calibração e monitoramento dos resultados em tempo real. O sistema é de caráter universal, podendo ser homologado em diferentes equipamentos, sendo que a versão disponível é compatível com o Espectrofotômetro FEMTO, modelo 600 plus. Este software foi desenvolvido pelo Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI) - Mestrado, com o apoio do Departamento de Biologia e Farmácia e do NITT.

Atualmente o software está sendo utilizado em aulas práticas no curso de Química da Unisc, bem como no desenvolvimento de dissertações de mestrado junto ao PPGSPI. Os autores do programa são o professor do PPGSI, Adilson Ben da Costa e o Mestre em Sistemas e Processos Industriais, Ederson Luis Posselt. Mais informações sobre o PPGSPI – Mestrado podem ser obtidas em www.unisc.br/ppgspi.

 

*Publicado por Yaundé Narciso

 
13/07/2016 às 15h 45min

Pedido de registro encaminhado pelo NITT é concedido

 Pedido de registro encaminhado pelo NITT é concedido

O Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia (NITT) da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) encaminhou, em dezembro de 2015, pedido de registro do programa de computadorM&J Transient Calculator for Cylinders, cujo objetivo é facilitar a interpretação geométrica da imagem da Carta para Temperatura no Centro Geométrico de Cilindros Maciços de Heisler (1947).

Após a análise do pedido, o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) concedeu o registro do programa, emitindo então o certificado do mesmo. De autoria do mestre em Sistemas e Processos Industriais (SPI) da Unisc, Maurício da Cunha Müller (o programa é resultado da sua dissertação), e do docente do mestrado em SPI, João Carlos Furtado, o programa é aplicável no controle do aquecimento de qualquer material cilíndrico: aço, alumínio, alimentos, entre outros.

Além disso, a ferramenta minimiza os erros que geralmente são cometidos por usuários amadores e profissionais no momento em que coletam, por meio de régua e esquadro, as informações contidas na carta térmica. Utilizando a plataforma, o usuário precisa apenas informar dois parâmetros e o programa faz todo o resto, podendo ser utilizado em sala de aula ou na indústria. Para saber mais informações entre em contato com o NITT por meio do telefone 3717-7516 ou do e-mail nitt@unisc.br.

 

*Publicado por Yaundé Narciso

 
 
13/07/2016 às 15h 00min

Mestrado em SPI recepciona alunos com aula inaugural

Mestrado em SPI recepciona alunos com aula inaugural

Com a presença de estudantes, professores e convidados, o Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI) – Mestrado, da Unisc, realizou a sua aula inaugural na noite de quinta-feira, dia 31 de março, na sala 101 da Universidade. O objetivo foi recepcionar os alunos e proporcionar a troca de experiências para o desenvolvimento de pesquisas nas áreas afins do Programa.

A palestra da noite teve como tema Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos e foi ministrada pelo coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção e Sistemas da Unisinos, professor Miguel Afonso Sellitto. Também estiveram presentes no evento a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da Unisc, Andréia Valim; a coordenadora de Pós-Graduação Stricto Sensu, Fabiana Piccinin; e o coordenador do PPGSPI, Elpidio Benitez Nara.

*Felipe Nopes (Imprensa/Unisc)

 
 
13/07/2016 às 14h 59min

Professores da Unisc participam de pesquisa no Reino Unido

Professores da Unisc participam de pesquisa no Reino Unido

Áreas de pesquisa em modelagem e avaliação de processos industriais com foco no desempenho são fundamentais para promover melhorias contínuas de processos, aumento de produtividade e alocação eficiente de recursos, preocupações inerentes em diversas indústrias e empresas.

O assunto em questão, cuja importância está potencializada no atual momento financeiro que vive o país, faz parte da missão de pesquisa que os professores do departamento de Computação da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), Ricardo M. Czekster e Thais Webber foram convidados a integrar na Universidade de St. Andrews, na Escócia/Reino Unido, no período que vai de 9 a 25 de fevereiro de 2016.

Os professores pesquisam e colaboram junto ao Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI)  na área de avaliação de desempenho de sistemas e interagiram com os professores, mestrandos e pesquisadores da School of Computer Science da University of St. Andrews durante este período.

As discussões foram muito produtivas e novas colaborações estão sendo efetivadas, tais como a escrita de artigos científicos; possibilidade de intercâmbios com alunos da graduação e pós-graduação; escrita de projetos em editais internacionais de agências de fomento; bem como futuras interações. Os grupos de pesquisa apresentaram seus projetos e artigos científicos selecionados para discussão em um workshop. Conforme avaliam os professores da Unisc, os trabalhos realizados são também passos importantes para aproximar a pesquisa entre os dois países.

 
 
13/07/2016 às 14h 44min

Unisc e Uniquindio assinam convênio para dupla titulação

Unisc e Uniquindio assinam convênio para dupla titulação

A Unisc, por meio da Assessoria para Assuntos Internacionais e Interinstitucionais (AAII), recebeu representantes da Universidad del Quindío - Colômbia (Uniquindio). Durante a recepção oficial, no dia 16 de fevereiro, na sala de reuniões da Reitoria, foi firmado o Acordo de Duplo Diploma entre a Universidade colombiana e a Unisc, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI).  O documento foi assinado pela reitora da Unisc, Carmen Lúcia de Lima Helfer, e pelo reitor da Uniquindio, José Fernando Echeverry Murillo.

A proposta para o convênio de dupla titulação ocorreu porque a Unisc já possui convênio com a Uniquindio, possibilitando a realização de intercâmbio de alunos e professores por meio dos programas de pós-graduação em Sistemas e Processos Industriais, em Tecnologia Ambiental e em Educação. O interesse surgiu quando das visitas do professor Henry Pineda à Unisc, e das professoras Rejane Frozza, Rosana Schneider e Liane Kipper à Uniquindio, por intermédio do projeto de internacionalização intitulado Ambiente Virtual Corporativo e Interativo visando Aprendizagem Organizacional (AVICI), desenvolvido no PPGSPI, com o apoio da Fapergs.

“A nossa Universidade se sente muito honrada em consolidar esse acordo, pois se trata de um convênio benéfico para as duas instituições, com ações que irão intensificar ainda mais o caminho da internacionalização que está sendo construído”, salientou a reitora Carmen Lúcia de Lima Helfer.

Para o reitor da Uniquindio, José Fernando Echeverry Murillo, o referido acordo ocorre entre duas instituições que são comuns em vários aspectos. “É um convênio muito importante porque já passa a uma fase superior, por se tratar de estudantes de mestrado, sendo que essa mobilidade também poderá ocorrer no doutorado. Além do mais, os estudantes irão receber o título da Unisc e da Uniquíndio e, com isso, ganharão maiores competências para o seu futuro, e às universidades será dada a possibilidade de manterem indicadores importantes quanto à mobilidade internacional”, revelou.

De acordo com o coordenador adjunto da PPGSPI, João Carlos Furtado, na prática, haverá o intercâmbio de dois mestrandos por ano, que poderão permanecer pelo período de até seis meses para a realização das atividades. “Espera-se que esse intercâmbio de pesquisadores fortaleça os grupos de pesquisa e a qualidade dos trabalhos realizados e, como consequência, os mestrandos obterão dupla diplomação, recebendo título de Mestre no Brasil e na Colômbia. Em paralelo ao conhecimento técnico que esse tipo de convênio proporciona, os mestrandos também terão a oportunidade de conhecer uma nação diferente, com outra língua e cultura e com desafios por vezes semelhantes aos nossos”, sublinhou.

Também estiveram presentes no ato o Decano Facultad de Ciencias Agroindustriales da Uniquíndio, Henry Reyes Pineda; os pró-reitores de Administração, Dorivaldo Brittes, de Extensão, Angelo Hoff, e de Planejamento e de Desenvolvimento Institucional, Marcelino Hoppe; os pró-reitores em exercício de Pesquisa e Pós-Graduação, Fabiana Piccinin, e de Graduação, Rolf Fredi Molz; a coordenadora Pedagógica da Prograd, Teresinha Klafke; a coordenadora da AII, Cristiana Mueller; e a professora do PPGSPI, Liane Kipper Mählmann.

 

Demais atividades

O reitor da Uniquindio, José Fernando Echeverry Murillo, e o decano Facultad de Ciencias Agroindustriales, Henry Reyes Pineda, também estão participando de outras atividades na Unisc.

No dia 15 de fevereiro, estiveram reunidos com o curso de Letras para tratar das relações mútuas de intercâmbio de formação em idiomas Português e Espanhol.

No dia 16 visitaram o TecnoUnisc e a Itunisc e participaram de uma reunião no Centro de Línguas e Culturas (Celinc).

No dia 17 estiveram reunidos com PPGEDU para concretizar ação conjunta na pós-graduação em Educação; com o PPGTA para conversar sobre a construção de cotutela e retomar tratativas do convênio já existente; e com o PPSPI para retomar o acordo específico e os termos do Duplo Diploma.

No dia 18 se reúnem com a coordenação de Pós-graduação Stricto Sensu para tratar das relações de pesquisa e de pós-graduação entre as IES; e com a Pró-Reitoria de Graduação para tratar sobre possibilidades de ampliar a ida de alunos para a Uniquíndio e do Duplo Diploma na Graduação

No 19 de fevereiro participam de uma reunião de fechamento da visita, às 15 horas, na AAII.

O retorno à Colômbia ocorre neste domingo, dia 21 de fevereiro.

*Josemar Santos (Imprensa/Unisc)

 

14/01/2016 às 10h 55min

PPGSPI aprova dois covênios com o Governo do Estado

PPGSPI aprova dois covênios com o Governo do Estado

A Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) assinou, recentemente, quatro convênios com o Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Por meio da secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT), serão repassados recursos para os seguintes projetos: Laboratório interativo de criatividade (Lic) desenvolvendo ambiente para inovação, sob a coordenação da professora Liane Mahlmann Kipper; Ambiente computacional para promover a criatividade e a inovação nas organizações (docente do PPGSPI), sob a coordenação da professora Rejane Frozza; Desenvolvimento de métodos de diagnóstico e de alternativas terapêuticas para câncer e infecções oportunistas (docente do PPGSPI), sob a coordenação da professora Lia Gonçalves Possuelo e Uso de resíduos vegetais na produção de farinhas funcionais e bioativas, coordenado por Ana Lúcia Rolfes.

Os recursos são provenientes do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD). De acordo com a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, professora Andréia Rosane de Moura Valim, dois dos projetos que receberão recursos por meio do convênio estão ligados ao Parque Científico e Tecnológico Regional da Unisc (TecnoUnisc). “Essa parceria qualificará ainda mais o ambiente do TecnoUnisc, bem como para aproximar mais empresas do Parque”, adiantou.

Já um terceiro projeto entre os quatro aprovados tem ligação com o Polo de Modernização Tecnológica do Vale do Rio Pardo e o outro está vinculado a Indústria Criativa. Nesse sentido, a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da Unisc destaca que o apoio a estes projetos por parte da SDECT e do BIRD é importante para a contínua busca pela elaboração de novos produtos, processos e/ou serviços, que contribuam com o desenvolvimento socioeconômico do Vale do Rio Pardo.

 
 
14/01/2016 às 10h 51min

Mestrado em SPI recebe inscrições até dia 05 de fevereiro

Formar profissionais que apliquem seus conhecimentos na geração de novas tecnologias e que estejam qualificados para trabalhar com a implementação de controle e de otimização de processos industriais em universidades, em centros de pesquisa ou em empresas. Essa é a proposta do mestrado em Sistemas e Processos Industriais (SPI), da Universidade de Santa Cruz do Sul - RS (Unisc). O curso quer atender à necessidade de aliar redução de custos, economia de matéria-prima e melhor utilização dos recursos ambientais para a satisfação do cliente e da melhoria da qualidade de vida da sociedade.
Para o ingresso na seleção complementar os candidatos passam por uma avaliação do currículo lattes. As inscrições estão abertas até o dia 05/02 (sexta-feira) e o Edital de Seleção está disponível em nosso site.
O mestrado é voltado para graduados em Engenharias, Física, Química, Matemática, Ciência da Computação e/ou Informática e áreas afins, bem como profissionais da área de Gestão que desejam otimizar processos industriais a partir das linhas de pesquisa do PPGSPI - Mestrado. Além de propor soluções de problemas em empresas e indústrias, o curso possibilita ao egresso atuar em universidades, em atividades de pesquisa e de docência. Os interessados poderão acessar o site www.unisc.br/ppgspi ou entrar em contato com a Secretaria de Programa pelo telefone (51) 3717-7632 ou pelo e-mail ppgspi@unisc.br .

Principais áreas em que podem ser desenvolvidas pesquisas:

* Gestão de processos
* Otimização de processos industriais
* Controle de qualidade de produtos e processos
* Instrumentação de processos industriais
* Processamento de imagens
* Análise multivariada
* Matemática industrial
* Inteligência artificial aplicada a sistemas industriais
* Sistemas embarcados
* Arquitetura de computadores
* Biotecnologia industrial
* Pesquisa operacional
Informações do currículo do curso, processo seletivo também podem ser acessadas em nosso site www.unisc.br/ppgspi

 

 

 
MENU PRINCIPAL