AcessibilidadeAcessibilidadeInternacional

Mestrado e Doutorado em Educação

EDUCAÇÃO, TRABALHO E EMANCIPAÇÃO
Líderes do grupo: Prof. Moacir Fernando Viegas
Descrição: Estudos sobre as relações entre trabalho e educação na perspectiva da emancipação humana e suas interfaces históricas, filosóficas e sociológicas nas práticas sociais educativas formais e não formais. Investiga processos políticos e de gestão da Educação nas organizações. Aborda o trabalho docente, os movimentos sociais, trajetórias de vida, história e memória da educação. O grupo contribui para a linha de pesquisa Educação, Trabalho e Emancipação na sustentação teórico-conceitual da compreensão das relações entre educação, trabalho, formação e humanização, bem como na descrição, interpretação e análise de dados colhidos em pesquisas empíricas. Os estudos buscam sugerir propostas de aprendizagens sociais que envolvam práticas culturais centradas na inserção da universidade na e com a comunidade, visando o fortalecimento da esfera pública.

 

IDENTIDADE E DIFERENÇA NA EDUCAÇÃO
Líderes do grupo: Prof. Mozart Linhares da Silva e Prof. Cláudio José de Oliveira
Descrição: O grupo está articulado para a elaboração de pesquisas sobre cultura e produção de sujeitos na educação a partir de problematizações referentes à identidade-diferença, relações de saber-poder e estratégias de governamento biopolíticas. Contempla, em uma perspectiva interdisciplinar, temáticas relativas à saúde, assistência social, relações étnico-raciais, relações de gênero e sexualidade, infância, inclusão, espacialidades, currículo, políticas públicas e formação de professores. As perspectivas que sustentam as análises são norteadas pela compreensão de que as culturas, os sujeitos, as identidades, assim como o currículo e o saberes são cambiáveis e permeados por diferentes atravessamentos. Também entendem que os sujeitos são produzidos nas relações com o outro, sendo subjetivados e posicionados em lugares de normalidade/anormalidade, inclusão/exclusão e visibilidade/invisibilidade.

 

LinCE - LINGUAGENS, CULTURA E EDUCAÇÃO
Líderes do grupo: Prof. Felipe Gustsack e Profa. Sandra Regina Simonis Richter
Descrição: O grupo constitui um espaço interdepartamental e interinstitucional de interlocução teórico-metodológica de ações investigativas em torno do problema educacional posto pela relação cultural entre as dimensões da linguagem e os processos de aprender. A mobilização de estudos em torno das vertentes narrativas da arte, ciência e mito na sua relação com a educação vêm promovendo ações que permitem inflamar o problema do ensino e da aprendizagem da linguagem e suas dimensões no âmbito da Educação Básica e do Ensino Superior. As ações envolvem temas que emergem da articulação complexa e biocêntrica da educação e linguagem com infância, aprendizagem, tecnologias, epistemologias ameríndias e movimentos sociais. Tais ações vêm permitindo trazer à tona os equívocos de uma racionalidade simplificadora, e as consequentes fragilidades teóricas nas concepções de linguagem e ação educativa no sistema escolar e universitário brasileiro ao anunciar outras possibilidades de aprender na coexistência.

 

GAIA - GRUPO DE AÇÕES E INVESTIGAÇÕES AUTOPOIÉTICAS
Líder do grupo: Profa. Nize Maria Campos Pellanda
Descrição: As pesquisas do GAIA partem do pressuposto da complexidade e da autopoiese em sistemas e redes cognitivas articuladas nas diferentes áreas a que se vinculam os pesquisadores e colaboradores. Apostamos no conhecimento-subjetividade como o que se tece junto, em teias transdisciplinares e, na formação humana para a complexidade: compreensão do mundo como sistema de redes autopoiéticas em permanente transformação. Pretendemos o saber que está com e para além do sujeito e do objeto, que se faz na relação, pois a marca da complexidade, sob cujas perturbações vivemos, é a interatividade radical.

Acesse aqui o Blog

 

POLÍTICAS PÚBLICAS, INCLUSÃO E PRODUÇÃO DE SUJEITOS 
Líder do grupo: Profa. Betina Hillesheim e Prof. Camilo Darsie de Souza 
Descrição: O grupo de pesquisa está vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação, da UNISC, tendo por objetivo investigar, em uma perspectiva interdisciplinar, os modos de produção de sujeitos, mediante a articulação entre as políticas públicas e o que se tem denominado o imperativo contemporâneo da inclusão.Os pesquisadores se agregam a partir de diferentes áreas (destacando-se as áreas de Educação, Psicologia, Geografia e Saúde), tendo elaborado, nos últimos anos, uma série de produções, tais como artigos, capítulos de livros, apresentação de trabalhos em eventos, reuniões de estudo, seminários abertos, etc., bem como participado na formação de bolsistas de iniciação científica, mestres e, mais recentemente, doutores. Assim, os pesquisadores proponentes do grupo já possuem uma trajetória de investigação conjunta, sendo que o grupo de pesquisa busca consolidar os estudos no campo das políticas públicas e inclusão.

 

EDUCAÇÃO POPULAR, METODOLOGIAS PARTICIPATIVAS E ESTUDOS DECOLONIAIS 
Líder do grupo: Profa. Cheron Zanini Moretti
Descrição: Educação Popular, Metodologias Participativas e Estudos Descoloniais" tem como objetivo compreender, através da pluralidade de sujeitos e das suas experiências, a construção de alternativas educativas, epistemológicas e metodológicas a partir do popular. Tem como referente as discussões entre modernidade/colonialidade, emancipação/libertação/dependência e educação/trabalho relacionadas às questões de classe, gênero e etnia. O conjunto de seu trabalho deve repercutir na articulação dos estudos desenvolvidos pelas/os pesquisadoras/es integrantes do grupo de pesquisa; no fortalecimento da Linha de Pesquisa "Educação, Trabalho e Emancipação" em diálogo com as perspectivas descoloniais e críticas da/na América Latina; no fortalecimento de ações interinstitucionais e de internacionalização da pesquisa no campo da educação popular e das metodologias participativas.

 

CURRÍCULO, MEMÓRIAS E NARRATIVAS EM EDUCAÇÃO 
Líder do grupo: Prof. Éder da Silva Silveira
Descrição: O grupo de pesquisa objetiva investigar, em perspectiva interdisciplinar, fenômenos e objetos que possibilitem interfaces com os campos da história e da memória da Educação, com ênfase nas experiências e narrativas de formação, nas trajetórias individuais, coletivas e institucionais de educação formal e não formal, e nas metodologias qualitativas. Os pesquisadores que integram o Grupo têm estabelecido diferentes parcerias e interlocuções, cuja repercussão se materializa em produções e publicações qualificadas, bem como em ações acadêmicas interinstitucionais e de internacionalização. Palavras-chave: Educação e Memória Social; Educação e Clandestinidade; História da Educação; Escola e Juventudes; Trabalho e Ensino Médio; Currículo e Experiência; Experiência e Formação; Educação e Culturas Políticas; Educação Intercultural e Intercâmbios Culturais; Pesquisa (auto)biográfica; Memória e Patrimônio Cultural; História Oral; Educação, Reprodução e Emancipação; Trabalho, Cultura e Narrativas.

 

ESTUDOS POÉTICOS: EDUCAÇÃO E LINGUAGEM 
Líder do grupo: Profa. Sandra Regina Simonis Richter
Descrição: Estudos em trono da dimensão poética da linguagem, desencadeados em 2000 a partir do método fenomenológico de Gaston Bachelard, vêm subsidiando tanto a prática docente dos professores pesquisadores em suas ações de ensino e extensão, quanto os projetos de pesquisa que desenvolvem atualmente. No momento, o grupo agrega projetos de pesquisa na interlocução entre Literatura, Artes Plásticas, Música e Educação da Infância a partir do pressuposto filosófico de ser a experiência poética de linguagem o elo que as aproxima. A questão filosófica que emerge é a da intersubjetividade do viver juntos no mundo comum como modo de refletir rumos da pesquisa desde a fenomenologia em seus três aspectos: reflexividade, descrição e interpretação. O grupo, na articulação dos seus projetos, investe na gradual conquista de um espaço que efetivamente reconheça o lúdico, o imagético, o prazeroso, o sensível, como inseparáveis do ato cognitivo desde a infância.
Acesse aqui o Blog 

MENU PRINCIPAL