AcessibilidadeAcessibilidadeInternacional

Mestrado e Doutorado em Letras

INTERNACIONALIZAÇÃO

*Fonte: Sucupira Ano Base 2018

 

Alinhado à política de Internacionalização da CAPES, o PPGL UNISC continua buscando ampliar o intercâmbio acadêmico-científico de pesquisadores e estudantes com instituições nacionais e internacionais consolidadas.

Nesse sentido, merecem destaque as seguintes ações:

 

A. Estágio Pós-doutoral

O PPGL prevê o afastamento anual de um dos membros do corpo docente, por meio do apoio da Resolução n.º 83/2013, preferencialmente em instituições estrangeiras. Assim, em 2014, a professora Onici Claro Flôres realizou estágio pós-doutoral na Universidade do Porto, Portugal; em 2015, a professora Rosângela Gabriel realizou estágio na Universidade Livre de Bruxelas, Bélgica; em 2016, o professor Demétrio de Azeredo Soster realizou seu estágio na Universidade do Vale do Rio do Sinos (Unisinos), Brasil.

De 03/04/2017 a 30/06/2017, a professora Nize Maria Campos Pellanda realizou seu estágio pós-doutoral na Universidade do Minho – Uminho, Portugal. O projeto "Desenvolvimento de plataforma digital com agentes inteligentes para crianças diagnosticadas com TEA" (Transtorno do Espectro Autista) foi realizado em cooperação com a professora Dr.ª Raquel Oliveira, do Laboratório de Tecnologias Digitais, da UMinho. Em 2018, a professora Nize retornou à Universidade do Minho para dar continuidade a sua pesquisa sobre a plataforma digital para autistas, no período de março a maio de 2018.

De agosto de 2018 a janeiro de 2019, a professora Ana Claudia Munari Domingos realizou seu estágio pós-doutoral na Linaeus University (Linnéuniversitetet), em Växjö - LNU, Suécia, , com apoio da Resolução  n.º 83/2013. A professora desenvolveu o projeto “Intermidialidade: objetos, teorias, práticas”, em colaboração com o professor Lars Elleström.


B. Mobilidade discente

Doutorado sanduíche: o curso de Doutorado do PPGL Unisc iniciou sua primeira turma em 2017. Portanto, esta será a primeira turma a realizar estágio sanduíche. Em resposta ao Edital 47/2017 PDSE CAPES, foram selecionados dois projetos de doutorandos, com estágio iniciados em novembro de 2018 e previsão de término em abril de 2019:

- Rosiene Almeida de Souza Haetinger, orientanda da professora Rosane Cardoso (Unisc), está desenvolvendo a pesquisa “Da formação do docente leitor para a formação do aluno leitor: um olhar para o curso normal/magistério, sob orientação da professora”, sob tutoria do professor Gustavo Bombini, na Universidade de Buenos Aires (UBA), Argentina.

- Aline Elisabete Pereira, orientanda da professora Rosângela Gabriel (Unisc), está desenvolvendo a pesquisa “A leitura compartilhada na infância e seus efeitos na aprendizagem da leitura”, sob a tutoria professora Laura Justice, na Universidade de Ohio, EUA.

 

Participação em evento:

Ana Paula Elsner - A CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DOS DOCENTES E ESTUDANTES DE LICENCIATURA EM LETRAS A PARTIR DE ENTREVISTAS E JORNAIS: UM ESTUDO DISCURSIVO. Trabalho apresentado no SeDiar - Seminário Internacional de Estudios sobre discurso y argumentacion. Local: UBA, Buenos Aires, Argentina. Data do evento: 14 a 16 de março de 2018.

Alan Ricardo Costa - três comunicações apresentadas no 5ht WorldCALL: (1) "Between Plagiarism and CoAuthorship in Open Educational Resources: Brazilian Language Teachers making their points" (autor); (2) "The pleasure of authorship in designing CALL materials: how to make it happen" (coautor); (3) "A collaborative recurscive cycle in distance education" (coautor). Local: Universidad de Concepción, Concepción, Chile. Data do evento: 13, 14, 15 e 16 de novembro de 2018.


C. Publicações

Revista SIGNO: em 2018, foram publicados três números da Signo. O n. 76, v. 43, com a temática Edição, textualidades e produção textual, contou com organização da professora Ana Claudia Munari, da Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC e da professora Ana Elisa Ribeiro, da Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - CEFET. O n. 77, v. 43, teve como tema Processamento e aprendizagem de leitura e de escrita, e como organizadoras a professora Ana Cláudia de Souza (UFSC - Florianópolis), Luciane Baretta (UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro-Oeste e a professora Onici Claro Flôres (UNISC). O n. 78, v. 43 reuniu artigos voltados à Literatura e Educação: perspectivas e tendências contemporâneas e foi organizado pela professora Rosane Maria Cardoso (Unisc) e Eliane Debus (UFSC). Cumpre destacar que o Conselho Editorial da revista reúne pesquisadores de diversas universidades brasileiras e estrangeiras, como:  University of Ottawa, U.O., Canadá, Università degli Studi di Perugia, Itália; Universidad Nacional de Tucumán, Argentina, Hunan University, China, Dinamarca, Universidad San Antonio Abad del Cusco, Peru; Pontificia Universidad Javeriana, Colômbia; Universidad de Sevilla, Espanha; Université Libre de Bruxelles, Bélgica; Oxford University, Oxford, Reino Unido.

Para 2019, novamente, está prevista a publicação de três números, cujas chamadas encontram-se no site da revista https://online.unisc.br/seer/index.php/signo. A chamada vol. 44, n. 79, 2019 - Metáforas Multimodais - tem como uma de suas organizadoras a professora Eve Sweetser (University of California – Berkeley, EUA). A chamada v. 44, n. 80, 2019 - Leitura, escrita e enunciação tem como uma de suas organizadoras a professora Marion Carel (Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais – EHESS, Paris, França). A chamada v. 44, n. 81, 2019 – Experiências de internacionalização em Linguística e Literatura tem na professora Elvira Cámara-Aguilera (Universidade de Granada, Espanha) uma das organizadoras.

Revista RIZOMA: organização e editoração conjunta do segundo volume de 2018 do periódico RIZOMA, pelos professores Antoni Roig e Fernanda Sá, da Universidad Obert da Catalunya, na Espanha, e os professores Willian Araújo, Fabiana Piccinin e Demétrio de Azeredo Soster, do departamento de Comunicação Social da Unisc. O periódico reuniu artigos, entrevista e resenha de pesquisadores brasileiros e espanhóis.

 

Livros e capítulos de livros e artigos publicados no Brasil, em parceria com autores estrangeiros:

CARDOSO, Rosane Maria. A LITERATURA INFANTIL E JUVENIL EM LÍNGUA ESPANHOLA - HISTÓRIA. TEORIA. ENSINO. 1. ed. Campinas: Pontes, 2018. p. 300. Participam do livro, além de autores brasileiros, pesquisadores dos seguintes países: Espanha (Elvira Cámara Aguilera, Sara Nuñez de La Fuente, Ángeles Diáz-Seoane e José Mª Mesías-Lema); Peru (Jorge Adrian Teran Morveli); Uruguai (Daniel Nahum); Colômbia (Jorge Ladino Gaitán Bayona); Guatemala (Frieda Liliana Morales Barcos); Venezuela (Wilfredo Illas); e Argentina (Gustavo Bombini)  

 

Capítulos de livros e artigos publicados no Brasil em língua estrangeira:

CARDOSO, Rosane Maria. Una mirada desde las orillas: el espacio narrativo de elvira navarro. contexto - revista do programa de pós-graduação em letras, v. 1, p. 238-260, 2018.

 

Capítulos de livros e artigos publicados no exterior:

PICCININ, F. A WORLD IN ATHENS. Global Spotlight, Athens, Estados Unidos, p. 1 - 30, 23 jul. 2018.

 

Traduções/Resenhas

PEREIRA, A. E.; GABRIEL, R. Resenha De The Oxford Handbook Of Reading: Um Livro De Cabeceira Para Estudiosos Da Leitura. Revista Virtual de Estudos da Linguagem, v. 16, n.31, p. 149-164, 2018.

 

Livros (em preparação): para 2019, há previsão das seguintes publicações com autores estrangeiros:

1) Livro organizado pela prof.ª Rosane Cardoso, com professores das universidades da América Latina, Espanha e Dinamarca, sobre Literatura e memória;

2) Livro organizado pelos professores Rosane Cardoso, Rafael Guimarães, Fabiana Piccinin e Luana Teixeira Porto (URI), com artigos de autores internacionais, sobre a Granta Brasileira e de Língua Espanhola.

3) Capítulo de livro "A midiatização e a reconfiguração discursiva das narrativas de bicicleta", de autoria do Prof. Demétrio Soster, para a publicação no e-book do Coloquio Anual del CIM (2018), com o tema "Mediatizaciones: territórios y segmentaciones". Os editores são José Luis Fernández, Gastón Cingolani, Mariano Fernández e Sandra Sánchez, com previsão de publicação em 2019.

4) A professora Fabiana Piccinin participa como convidada com o capítulo “El telediario de la hipertelevisión” no livro HERRAMIENTAS DIGITALES PARA COMUNICADORES, organizado pelo professor Santiago Telejor, do Departamento de Periodismo y Ciencias de la Comunicación de la Universidad Autónoma de Barcelona e que se encontra neste momento no prelo.

 

D. Eventos

Participação em eventos internacionais sediados fora do Brasil

 

Argentina:

a) A professora Cristiane Dall’ Cortivo Lebler participou da quarta edição do evento SeDiAr - Seminario Internacional de Estudios sobre Discurso y Argumentación, que ocorreu de 14 a 16 de março de 2018, na Faculdade de Filosofia e Letras da Universidade de Buenos Aires (UBA), em Buenos Aires, Argentina. A professora apresentou o trabalho “Ensino de gêneros e argumentação: um relato de experiência no ensino superior”.

b) O professor Demétrio participou do Colóquio Anual do CIM - Centro de Investigaciones en Mediatizaciones de la Facultad de Ciencia Política y Relaciones Internacionales, da Universidad Nacional de Rosario, Buenos Aires, Argentina, nos dias 2 e 3 de agosto de 2018. O tema abordado em sua participação foi “A midiatização e a reconfiguração discursiva das narrativas de bicicleta.

c) A professora Fabiana participou do IV Congreso Internacional y VI Encuentro Iberoamericano de Narrativas Audiovisuales – Red Inav, “Dilemas y desafíos de la narración audiovisual en un mundo complejo”, de 22 a 24 de agosto de 2018, na Universidad Nacional de Córdoba, Argentina. O trabalho apresentado “Metanarrativa, ficção e não ficção em Táxi Teerã, de Jafar Panahi”, foi em coautoria com o egresso do PPGL, Pedro Piccoli Garcia.

 

Bélgica:

A professora Rosângela Gabriel participou de reunião de pesquisa em Bruxelas, Bélgica, com os professores Régine Kolinsky e José Morais, da Université Libre de Bruxelles, em julho de 2018.

 

Brasil/França:

A professora Cristiane, juntamente com alguns alunos do PPGL e graduação, participaram do curso “Análise argumentativa e análise enunciativa da língua: da palavra ao texto”, com a professora Marion Carel,  Escola de Altos Estudos em ciências sociais, Paris - França, ocorrido na PUCRS. Na ocasião a docente firmou parceria para a organização do volume 44, número 80, da Signo, 2019, que versará o tema “Leitura, escrita e enunciação”.

 

China e Suécia:

Entre os dias 15 e 17 de novembro, a professora Ana Cláudia Munari, participou da 4ª Conference International Society of Intermedial Studies, que ocorreu na cidade de Hangzhou, na China. Os encontros ocorreram na Hangzhou Normal University, onde foi debatido o tema “Intermedial Practice and Theory in Comparison” (Prática intermidial e a Teoria em Estudos Comparados). Na ocasião, a professora apresentou alguns resultados da pesquisa que ela vem desenvolvendo em seus estudos de Pós-Doutoramento, que estão sendo realizados, desde agosto deste ano, na Linnaeus University, em Växjö, na Suécia, e que estão conectados ao projeto desenvolvido no PPGL com a participação de orientandos e bolsistas voluntários.

“Intermediality in Contemporary Brazilian Literature”, apresentado em um dos painéis do evento, mostra algumas relações entre as obras de escritores brasileiros selecionados pela Revista Granta ou ganhadoras do Prêmio Jabuti de Melhor Romance, e mídias não verbais, como a fotografia e a imagem gráfica. Parte do projeto “Intermidialidade: objetos, teorias e práticas”, o trabalho tem a participação das alunas de Mestrado, Helena Jungblut e Ádria Graziele, do doutorando José Arlei Cardoso e dos alunos do Curso de Letras, Giulio Daniel Melo e Eduardo Cezar da Silveira, bolsistas voluntários. Na Linnaeus University, a professora faz parte do IMS – Centre for Intermedial and Multimodal Studies, um núcleo interdisciplinar que abarca estudos em Literatura Comparada, Comunicação, Linguística, Cinema, Música e Artes em geral. O IMS e também a Sociedade Internacional em Intermidialidade, organizadora do evento, são liderados pelo supervisor do Pós-Doutorado da professora, Prof. Dr. Lars Elleström.

 

Espanha:

a) A professora Rosane Maria Cardoso participou do 56º Congresso Internacional de Americanistas (ICA), com a comunicação “Espacio y discurso en la narrativa andina peruana: lo migrante y lo ancestral en Colchado Lucio y Enrique Paravicino, ocorrido em Salamanca, Espanha.

b) A professora Nize, durante a sua saída para o estágio de pós-doutoramento, na Universidade do Minho, Portugal, apresentou o trabalho “A Tactile digital plataforma, based on the complexity”, no INTED2018 12th annual International Technology, Education and Development Conference, em Granada, Espanha, ocorrido em março de 2018. Em julho, apresentou o trabalho “A complex epistemology to approach ASD (Autism Spectrum Disorders)”, em Palmas de Maiorca, Espanha, durante o EDULEARN18.

 

Estados Unidos: A professora Fabiana Piccinin participou do encontro da Association for Education in Journalism and Mass Communication – Aejmc, de 6 a 9 de agosto de 2018, em Washington, Estados Unidos, como ouvinte.

 

Hungria: Em outubro a professora Nize Pellanda apresentou trabalho no 17th International Conference on WWW/Internet (ICWI 2018), em Budapest- Hungria, “Human-technologey coupling: a research with children diagnosed with Autism”.

 

Portugal:

a) O bolsista PNPD-Capes, Pedro Nunes de Castro participou do Congresso Vinte anos com o Nobel, de 8 a 10 de outubro. O evento foi promovido pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra de Portugal (FLUC), em comemoração à passagem de duas décadas que o escritor português José Saramago foi laureado com o prêmio Nobel em Literatura. O bolsista apresentou a comunicação “Ensaio sobre a morte de Ricardo Reis: estratos filosóficos na obra saramaguiana”, temática principal da sua pesquisa no estágio de pós-doutoramento.

b) A professora Nize, durante a sua saída para o estágio de pós-doutoramento, na Universidade do Minho, Portugal, participou do grupo de pesquisa TEACOMPLEX- UNSC/UMINHO, desenvolvendo protótipo de uma Plataforma Digital para uso de crianças diagnosticadas com TEA. Em abril, apresentou o trabalho “Nobody knows what the body can: by a complex approach of autistic spectrum disorders”, em Lisboa, Portugal, durante o 16 th International Conference e-Society 2018.

 

Peru: A professora Rosane Maria Cardoso participou do V FIL - Feria Internacional del Libro, de 24 de agosto a 2 de setembro, em Cusco, Peru. A docente ministrou a palestra “Bajo el signo de una promesa: apuntes sobre la Granta brasileña e hispanoamericana”, ocorrida em 28 de agosto de 2018.

 

Reino Unido: A professora Rosângela Gabriel participou do 25th Annual Meeting of the Society for the Scientific Study of Reading in Brighton, UK, de 18 a 22 de julho de 2018, com a apresentação do trabalho "Comparing reading acquisition and working memory capacity in children and adults learning to read", em coautoria com Régine Kolinsky e José Morais, da Université Libre de Bruxelles.

 

Eventos sediados pelo PPGL alinhados à internacionalização:

Seminários Avançados PPGL: no decorrer de 2018, o PPGL organizou os seguintes seminários avançados:

- Prof.ª Dr.ª Hanna Batoréo (Universidade Aberta de Lisboa, Portugal): a professora ministrou o Seminário Avançado “Competência metafórica no âmbito da aquisição e aprendizagem da linguagem no contexto multilíngue”, no dia 28 de maio de 2018, à noite, direcionado aos alunos da graduação e pós-graduação. No dia 29 de maio, à tarde, a professora ministrou o Seminário Avançado “O estudo do humor e ironia na perspectiva da Linguística”,voltada aos alunos da pós-graduação.

- Prof. Dr. Giovanni Ricciardi (Universidade de Nápoles, Itália): o professor ministrou o Seminário Avançado “Em torno da sociologia do autor: metodologia e pesquisa de campo”, ocorrido dia 30 de outubro de 2018, no turno da tarde, direcionado a alunos da pós-graduação e docentes. À noite, proferiu a palestra “O escritor e o seu tempo: o dia que durou 21 anos”, voltado a acadêmicos da graduação e pós-graduação.

- Prof.ª Dr.ª Adriana Riess (Bolsista Doc-Fix Fapergs): a professora ministrou o Seminário Avançado “Psycholinguistics and foreign language learning” para alunos do Doutorado em Letras, de setembro a outubro de 2018, com duração de 15 horas. As aulas foram ministradas em Língua Inglesa.

- Videoconferência: No dia 02 de abril de 2018, o Departamento de Estudos da Língua Inglesa, suas Literaturas e Tradução, da Universidade Federal do Ceará, em parceria com o PPGL/Unisc, UFRN, IEL/Unicamp, UFRGS, UFS, UFPB e UFMG, promoveram a Conferência “Introdução à Análise Bayesiana de Dados com R para Linguistas”, com o Prof. Dr. Guilherme D. Garcia (Ball State University, Estados Unidos).

 

E) Proficiência em língua inglesa

Os mestrandos do PPGL devem comprovar proficiência em uma língua estrangeira, ao passo que os doutorandos devem comprovar proficiência em duas línguas estrangeiras, sendo uma delas necessariamente a língua inglesa. Os alunos podem realizar as provas de proficiências no CELINC - Centro de Línguas e Culturas da Unisc, ou comprovar proficiência por meio de certificados internacionalmente reconhecidos como IELTS, TOEFL, DELE, Goethe, etc.

Em 2018, a Assessoria de Assuntos Internacionais e Institucionais (AAII) da Unisc teve logrou êxito na chamada USA GRANTS: English for Inclusion, English Teaching Assistant. O projeto prevê o pagamento de bolsa a um professor de inglês americano, selecionado pela Embaixada dos Estados Unidos, que ministrará aulas de inglês em escolas públicas de Santa Cruz do Sul e terá 20h/semanais a serem cumpridas no PPGL, ministrando curso de Língua Inglesa aos alunos do programa, auxílio na revisão de abstracts e de artigos científicos, incluindo a versão em inglês da Revista Signo.



F) Bolsas para alunos de outros países

Interessados de outros países que queiram estudar no PPGL podem se candidatar a bolsas financiadas pela Unisc. A cada ano, é disponibilizada uma bolsa por programa de pós-graduação. As informações estão disponíveis no site do ppgl https://www.unisc.br/es/estudios/todos-los-cursos/maestria-y-doctorado/maestria-y-doctorado/maestria-en-letras/postularse-ppgl



G) Embaixada americana

A Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) e a Secretaria Estadual de Educação (Seduc/RS/6ª CRE) firmaram parceria para a execução do programa English for Inclusion.  Em reunião que ocorreu em novembro de 2018, as coordenadoras da Assessoria para Assuntos Internacionais e Interinstitucionais (AAII), Cristiana Mueller, e do curso de Letras da Unisc, Karen Santorum, apresentaram o cronograma do projeto à coordenação da 6ª Coordenadoria Regional de Educação e diretores de escolas estaduais de Santa Cruz do Sul. O projeto prevê a vinda de uma estudante americana do curso English Teacher Education, da Governors State University, Universidade parceira da Unisc nos EUA.

A proposta é buscar construir e consolidar as relações entre os Estados Unidos da América e o Brasil, através do ensino de inglês e da introdução de elementos da cultura americana a alunos de escolas públicas locais, propondo melhorar o nível de inglês dos estudantes e contribuir para uma melhor compreensão cultural e global.

O público-alvo são 60 alunos do segundo e terceiro anos das seguintes escolas: Colégio Estadual Monte Alverne; Colégio Estadual Professor Luiz Dourado; EEEB Estado de Goiás; EEEM Alfredo José Kliemann; EEEM Ernesto Alves de Oliveira; EEEM José Mânica; EEEM Nossa Senhora da Esperança; EEEM Nossa Senhora do Rosário; EEEM Santa Cruz; e EEEM Willy Carlos Fröhlich.

A nomeação e a seleção inicial de 10 alunos serão feitas pelas escolas. As aulas ocorrerão duas vezes por semana, com duração de 2 horas cada aula, no período de março a junho de 2019.

Além das aulas de inglês, a aluna americana terá participação em algumas atividades institucionais em setores como a Assessoria de Assuntos Internacionais e Interinstitucionais (AAII), Unisc-Escolas, Centro de Línguas Unisc, Curso de Letras e PPGL.

No PPGL, a intercambista coordenará um grupo de leituras em língua inglesa de textos sugeridos pelos professores do PPGL. A participação no grupos de leituras será aberta a alunos e professores do PPGL e será realizada semanalmente de março a julho/2020. Além disso, a intercambista auxiliará na revisão de abstracts, artigos e da página do PPGL e da revista Signo.

 

INTERCÂMBIOS

*Fonte: Sucupira Ano Base 2018  
 

A) Intercâmbios nacionais


1) PPGL - URI: Em 2015, foi firmado convênio com a Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI). O objetivo geral do convênio é a consolidação e o fortalecimento dos PPGSS em Letras, através da cooperação para desenvolvimento de projetos de pesquisa, produção científica, publicação de trabalhos e atividades de extensão. Atividades desenvolvidas em 2018:

1a) Pesquisa “Violência, cotidiano e história mínima: o sujeito contemporâneo e a narrativa da “Geração Granta””, com a participação da professora Luana Teixeira Porto, além de professores das universidades Santo Tomás, da Colômbia, e da Universidad San Antonio Abad del Cusco, do Peru.

1b) Docentes do PPGL-URI coordenaram simpósios temáticos, bem como alunos apresentação de trabalhos na 6ª edição do Encontro Sul Letras.

Infelizmente, a URI anunciou o fechamento do Programa de Pós-Graduação em Letras, o que inviabiliza a intercâmbio institucional, mas não a parceria entre os pesquisadores.


2) SUL Letras - Cooperação em Pesquisa dos Programas de Pós-Graduação em Linguística e Literatura da região sul do Brasil:  o PPGL UNISC faz parte, desde setembro de 2011, do grupo que constituiu a rede do SUL-LETRAS, que é composta pelos programas da região Sul do Brasil, tendo como meta o estabelecimento de cooperação interinstitucional por meio do compartilhamento de informações e do desenvolvimento de projetos e eventos conjuntos. O grupo reúne-se de forma presencial anualmente e os encontros têm sede itinerante, o que contribui para uma maior aproximação e conhecimento dos diversos PPGs da região Sul, dos seus docentes e dos seus trabalhos de pesquisa. A sexta edição do evento foi realizada em 2018, na Unisc, em Santa Cruz do Sul – RS, com a participação do coordenador adjunto da área de Linguística e Literatura da Capes, professor José Sueli Magalhães, e contou com palestras, simpósios e em torno de 400 participantes nos três dias do evento. O detalhamento da programação está disponível na aba “outras informações” do relatório. Em 2019, o evento será realizado na Feevale, Novo Hamburgo - RS.


3) PPG Interdisciplinar em Cognição, Tecnologias e Instituições da UFERSA (Mossoró/RN). A professora Nize Pellanda integra o projeto Rede de Oficinandos na Saúde, coordenado pela professora Karla Demoly, UFERSA. O projeto abriga a experimentação de diferentes tecnologias da informação e da comunicação no campo da saúde mental, em ambientes que atendem crianças, jovens e adultos que vivem em diferentes circunstâncias de sofrimento psíquico. Os projetos são tecidos em perspectiva interdisciplinar e acontecem em um ambiente equipado com ferramentas que favorecem a autoria na web. No momento, a colaboração entre os dois grupos de pesquisa segue com as orientações da equipe da UFERSA para o desenvolvimento de uma plataforma digital com agentes inteligentes, voltada a crianças diagnosticadas com TEA (Transtorno do Espectro Autista). A metodologia de pesquisa tem como eixo as autonarrativas. A professora Nize Pellanda e a aluna Maria de Fátima Chagas (PPGEdu-Unisc) participaram da 7ª Jornada de Estudos do Programa Oficinando em Rede, 2018, em Mossoró, na UFERSA. O trabalho “Tecnologias digitais como constituintes do devir de educadores e estudantes no acontexto escolar” foi apresentado e publicado nos anais do evento.

 

4) Projeto RENOME - Rede Nacional para Melhorar a Qualidade da Alfabetização e da Competência em Leitura e Escrita, coordenado pela professora emérita Leonor Scliar-Cabral (UFSC), conta com pesquisadores do grupo de pesquisa CNPq “Produtividade linguística emergente”. Participam da rede as professoras Onici Claro Flôres e Rosângela Gabriel, do PPGL Unisc.

Em 2017, as professoras Leonor Scliar-Cabral (UFSC) e Vera Wannmarcher Pereira (PUCRS), integrantes do RENOME, participaram com capítulos do livro “O que precisamos saber sobre a aprendizagem da leitura: contribuições interdisciplinares”, organizado pelas professoras Onici Claro Flôres e Rosângela Gabriel (ISBN 978-85-7391-2845; Editora da UFSM, 2017). Em 2017, pesquisadores do grupo participaram da Missão de Pesquisa Brasil em Portugal, coordenada pela professora Fernanda Viana (UMinho/Portugal). Membros do RENOME assinaram um conjunto de Notas relativas à proposta de alfabetização da BNCC, o que oportunizou um debate na mídia e nas redes sociais, registrado no site do Instituto Alfa e Beto (http://www.alfaebeto.org.br). Os argumentos desse debate foram retomados e desenvolvidos em artigo de autoria da doutoranda Fabiana Soares da Silva e professora Rosângela Gabriel, submetido à revista Letras de Hoje, para compor o dossiê temático "Processamento da decodificação e da compreensão em leitura: consciência linguística e memória", organizado pelos professores Vera W. Pereira, Fernanda Viana e José Morais, cuja publicação está prevista para 2019.


5) PUCRS: A docente Cristiane Dall’Cortivo Lebler participa do projeto de pesquisa "O ensino da leitura e da escrita pela perspectiva da Teoria da Argumentação na Língua", liderado pela Profa. Dra. Leci Borges Barbisan, do Programa de Pós-Graduação em Letras da PUCRS. Em 2018, o artigo "Enunciação, leitura e produção discursiva: uma experiência no Ensino Superior", foi aceito na revista Caletroscópio, em coautoria com o doutorando na PUCRS Lauro Gomes, com previsão de publicação ainda no ano de 2018. O doutorando Lauro Gomes também esteve presente no 6º Encontro do Sul Letras, promovido pela Unisc, apresentando o trabalho O LUGAR DA SEMÂNTICA ARGUMENTATIVA NA HISTÓRIA DOS ESTUDOS DA LINGUAGEM e lançando duas obras:  "Como avaliar a semântica do texto? Uma proposta para a avaliação de redações orientada pela Semântica Argumentativa", de sua autoria, e "Os riscos do discurso: encontros com Oswald Ducrot", tradução do original em parceria com a profa. Dra. Leci Barbisan. A docente Cristiane Dall' Cortivo Lebler também participou de um curso, entre os dias 13 e 17 de agosto de 2018, promovido pelo grupo liderado pela Profa. Leci Barbisan, ministrado pela Profa. Dra. Marion Carel, da Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais, de Paris, momento em que pôde estreitar vínculos de pesquisa tanto com o grupo da PUCRS quanto com a Profa. Dra. Carel, que participará da organização do número v. 44, n. 80 da Revista Signo, com o tema "Leitura, escrita e enunciação".

 

6) ANPOLL – a maioria dos professores do PPGL participa dos GTs da ANPOLL. No biênio 2016-2018, a professora Rosângela Gabriel coordenou o GT Linguística e Cognição, que congrega docentes de várias universidades do país, interessados pela reflexão sistemática e regular da teorização linguística em torno da problemática cognitiva. Devido a esse envolvimento, a VIII Conferência Linguística e Cognição foi sediada pelo PPGL Unisc em 2017, e contou com a participação da maioria dos membros do GT, que proferiram palestras, participaram de mesas-redondas e simpósios, além da reunião do GT. Fruto desse intercâmbio, foi publicado o v. 42, n. 75, 2017, da revista Signo, que versou sobre temas abordados na VIII Conferência Linguística e Cognição e dois volumes do livro (PER)CURSOS (INTER)DISCIPLINARES EM LETRAS, vol. 1, Percursos mais linguísticos, e vol. 2, Percursos mais Literários e Percursos mais Midiáticos. Os dois volumes foram publicados pela Editora Pontes e organizados pelos professores Rosângela Gabriel, Rosane Maria Cardoso, Ângela Cogo Fronckowiak, Fabiana Piccinin e Cristiane Dall Cortivo Lebler. Participam deste GT, além da professora Rosângela Gabriel, as professoras Onici Claro Flôres e Ana Cristina Pelosi, docentes do PPGL Unisc. O evento contou com o apoio financeiro da FAPERGS e do CNPq. Registra-se a participação dos demais docentes do PPGL nos GTs da ANPOLL: GT Intermidialidade: Literatura, Artes e Mídias, Prof.ª Ana Claudia Munari Domingos;  GT Linguística do texto e análise da conversação, Prof.ª Cristiane Dall’ Cortivo Lebler; GT História da Literatura, Prof.ª Eunice Terezinha Piazza Gai; GT Literatura Comparada, Prof. Rafael Eisinger Guimarães; e GT Leitura e literatura infantil e juvenil, Prof.ª Rosane Maria Cardoso e Ângela Cogo Fronckowiak.


7) GT Linguística e Cognição da ANPOLL é um espaço voltado à cooperação acadêmica, fomentado inúmeras ações conjuntas. Dias 30 e 31 de agosto de 2018, na PUC-Minas, ocorreu o Colóquio Linguagem e Cognição: desafios e perspectivas contemporâneas, https://www.pucminas.br/cespuc/noticias/Paginas/Coloquio-Linguagem-e-Cognicao.aspx, organizado pela coordenadora do GT Sandra Cavalcante (biênio 2018-2020), com a participação de vários membros do GT. A professora Rosângela Gabriel (Unisc) participou como convidada da Roda de Conversa 4 - Linguagem, Cognição e Leitura, juntamente com a professora Márcia Marques de Morais (PUC-Minas). De 10 a 13 de dezembro de 2018, os professores Mara Sofia Zanotto (LAEL/PUCSP), Heronides Moura (PPGL/UFSC), Edwiges Morato (Unicamp) e Rosângela Gabriel (Unisc), que integram o GT Linguística e Cognição da ANPOLL e mantém estreita cooperação ao longo da última década, participaram do 21o. INPLA - Intercâmbio de Pesquisas em Linguística Aplicada (http://corpuslg.org/inpla/2018/), que ocorreu na PUC-SP, com a mesa "LEITURA E COGNIÇÃO: Diálogo (Im)possível entre a LA e a Linguística cognitiva?", com os seguintes trabalhos: 1. Edwiges Morato: Processos de (re)textualização e reescrita de textos na elaboração do “Jornal do Centro de Convivência de Afásicos”; 2. Heronides Moura: Metáforas sobre corrupção no Brasil: eventos não delimitados; 3. Mara Sophia Zanotto: Emergência de processos sociocognitivos na interpretação da linguagem figurada; 4. Rosângela Gabriel: Fundamentos sociocognitivos da leitura compartilhada e possíveis aplicações na educação para a leitura. Os professores Heronides, Edwiges e Rosângela, juntamente com os professores Jan Edson Leite e Mábia Nunes Toscano, compõem a Comissão Científica da área de Linguagem e Cognição da ABRALIN50, que se realizará em Maceió, em 2019, e da Comissão Organizadora da IX Conferência Linguística e Cognição, que se realizará de 23 a 25 de outubro de 2019 em Belo Horizonte, sob a coordenação geral da professora Sandra Cavalcante (PUC Minas).


8) Cooperação em pesquisa dos PPGL/UNISC e PPGL/UNIPAMPA (Universidade Federal do Pampa), de Bagé, na pesquisa coordenada pela professora Rosane Cardoso Didáticas de Língua e de Literatura na Educação Básica. A pesquisa discute a subjetividade, a percepção e os processos de interpretação de textos, considerando metodologias de ensino de leitura e de leitura literária em língua estrangeira. Para tanto, o grupo vincula estudos sobre a literatura e a formação de leitores e estudos linguísticos sobre a aquisição de Língua Adicional. Da  parceria, iniciada em 2016, resultou a publicação do livro O ENSINO DO ESPANHOL: CAMINHOS E PERSPECTIVAS. Campinas: Pontes, 2017. Em 2018, foi organizado o livro ESPAÇOS DE MEMÓRIA NA LITERATURA EM LÍNGUA ESPANHOLA, a ser publicado em 2019.


9) UFC/UNISC: O projeto interdisciplinar sobre representações sociocognitivas na conceptualização de violência em centros urbanos brasileiros - Etapa 3, desdobra-se em subprojetos desenvolvidos pelos membros do GELP-COLIN, grupo de pesquisa vinculado à Universidade Federal do Ceará (UFC), liderado pela Profa. Ana Cristina Pelosi.  Tem como objetivo investigar o papel de representações sociocognitivas na emergência e modelagem de ideias, atitudes e crenças de indivíduos sobre conceitos vinculados à VIOLÊNCIA em áreas urbanas de cidades brasileiras (Fortaleza, Belo Horizonte, Caxias do Sul) regiões com diferentes formações étnicas e socioculturais. O grupo atuou na organização do II CIVIP 2018 (Congresso Internacional sobre violência, polidez, mediação de conflitos e acesso à justiça), cuja programação encontra-se disponível em https://civip-2018.wixsite.com/civip. O grupo trabalha ainda na tradução do livro “Women, Fire and Dangerous Things: what categories reveal about the mind”, de George Lakoff.


10) Revista Signo: editada pelo Departamento de Letras e PPGL Unisc desde 1975, Signo é elo constante de intercâmbio acadêmico com pesquisadores nacionais e internacionais. Em 2018, foram publicados três números do vol. 43, que se encontram disponíveis em https://online.unisc.br/seer/index.php/signo:

11.1 Signo, v. 43, n. 76, 2018 – Edição, textualidades e produção textual: Este número agregou trabalhos em torno do tema da edição e suas textualidades e das diferentes formas contemporâneas de produção textual. A organização desse número foi liderada pelas professoras doutoras Ana Elisa Ribeiro (CEFET-MG) e Ana Cláudia Munari Domingos (UNISC).

11.2 Signo, v. 43, n. 77, 2018 – Processamento e aprendizagem de leitura e de escrita: O dossiê acolheu artigos de duas naturezas, sob o viés da psicolinguística teórica ou aplicada: 1) os que relatam pesquisas sobre o processamento da leitura ou da escrita, enquanto dois conjuntos de habilidades linguísticas interdependentes, e 2) aqueles que versam sobre o ensino e/ou a aprendizagem da leitura ou da escrita. As organizadoras desse número foram as professoras doutoras Ana Cláudia de Souza (UFSC - Florianópolis), Luciane Baretta (UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro-Oeste, em Guarapuava/ PR) e Onici Claro Flôres (UNISC).

11.3 Signo, v. 43, n. 78, 2018 – Literatura e Educação: perspectivas e tendências contemporâneas: O dossiê reuniu artigos que levem em conta a interface Literatura e Educação, problematizando e aprofundando as discussões  sobre o ensino da literatura na Educação Básica. As organizadoras desse número serão as professoras doutoras Eliane Debus (UFSC) e Rosane Cardoso (UNISC).


12) PROLING (UFPB) / PPGL (UNISC): parceria em pesquisa entre o professor Dr. José Ferrari Neto (Proling/UFPB) e a professora Rosângela Gabriel, em projeto coordenado pela equipe da UFPB em pesquisa experimental sobre processamento da leitura.


13) UFRGS: A professora Fabiana Piccinin passou a integrar a equipe de investigação “Grupo de Pesquisa Mundial de Valores (World Values Survey)”, coordenado pelo professor Henrique Castro, docente do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Ufrgs. A pesquisa desenvolvida junto a este projeto, que investiga quais são os valores dos indivíduos na contemporaneidade em mais de 80 países, traz discussões a esse respeito também no âmbito das representações das narrativas midiáticas. Assim, o projeto de pesquisa que passará a ser desenvolvido pela professora em 2019 “Narrativas da pós-verdade e fake news“ vai poder contar com o rico e qualificado banco de dados a respeito dos valores dos sujeitos no contemporâneo nestes diferentes países, que já está na sua 7ª edição, podendo ser utilizado inclusive em termos comparativos com o Brasil e a partir de onde devem derivar produções científicas qualificadas.

14) RENAMI: Os professores Demétrio de Azeredo Soster e Fabiana Piccinin participaram do livro Narrativas Midiáticas contemporâneas (Catarse:2018)- perspectivas metodológicas que reúne textos resultantes das pesquisa feitas no âmbito da Rede de Narrativas Midiáticas vinulada à SBPjor. A professora Fabiana publicou, juntamente com a mestranda Andressa Bandeira, o capítulo Memória, reconstituição narrativa e fontes/testemunhas em Notícia de um Sequestro e o professor Demétrio publicou,juntamente com o doutorando Rodrigo Bartz, o capítulo O jornalismo e as zonas intermediárias de circulação:
uma abordagem metodológica.

15) TELEJOR: A professora Fabiana Piccinin assina um capítulo no livro “Epistemologias do Telejornalismo Brasileiro”, cuja publicação é fruto das pesquisas desenvolvidas no âmbito da Rede de Pesquisa Telejor que congrega pesquisadors de Telejornalismo de todo o Brasil. Este é o volume 7 da coleção Jornalismo Audiovisual onde a professora assina o capítulo “Modos de endereçamento e as narrativas do real” (Insular: 2018).


B) Intercâmbios internacionais


A UNISC conta com uma Assessoria para Assuntos Internacionais e Interinstitucionais (AAII) bastante operante em todos os níveis de ensino. O setor busca articular contato com instituições nacionais e internacionais, incentivando seus professores, pesquisadores e alunos a mobilizarem-se academicamente, através de intercâmbios com universidades conveniadas, proporcionando, dessa forma, a formação acadêmica, a oportunidade de qualificarem seu conhecimento e de expandirem sua conscientização cultural. Além disso, a AAII assessora, coordena e administra atividades de cooperação internacional e interinstitucional, sempre incentivando o ensino e a pesquisa por meio de ações de cooperação.

Atualmente, a UNISC possui vários convênios com Universidades e Institutos em 19 países, são eles: Alemanha (6), Angola (1), Argentina (8), Áustria (1), Bélgica (1), Canadá (3), Chile (7), Colômbia (5), Equador (2), Escócia (1), Espanha (13), Estados Unidos (2), França (1), Itália (5), México (2), Peru (3), Portugal (13), Reino Unido (1), Uruguai (2), além de associações e redes de pesquisa.

Nesse quesito, o PPGL pode contar com o importante auxílio deste setor. Sendo a internacionalização uma política da Universidade, o PPGL vem envidando esforços para ampliar as suas relações com outros Programas e pesquisadores. Considera-se que nos últimos anos houve um avanço significativo, pois foram estabelecidas várias parcerias, descritas na sequência.



O PPGL/ UNISC possui os seguintes convênios formais firmados e atuantes:


1) Universidade do Minho (Portugal): A parceria de pesquisa teve início em 2006/2007, com o pós-doutoramento da professora Nize Pellanda. Convênio firmado em 2012. Em 2017, a professora Nize Pellanda esteve em na Universidade do Minho (UMinho), de Portugal, realizando estágio sênior na instituição portuguesa, iniciado no dia 4 de abril e com término em 01 de julho. Na UMinho, desenvolve pesquisa na equipe TEACOMPLEX, relacionada ao seu projeto, intitulado Na ponta dos dedos: o iPad como instrumento complexo de construção de cognição/subjetivação. Durante o período de estágio a professora Nize desenvolveu várias atividades, entre elas, participou de diversos eventos, tanto na UMinho quanto em outras instituições; ministrou aulas na disciplina de “Epistemologia das Ciências da Educação”, no curso de Licenciatura em Educação, na UMinho. A professora Nize integra o grupo de trabalho UMinho/UNISC, coordenado pela professora Lia Raquel de Oliveira, para a elaboração de um projeto de plataforma digital para autistas. Em março, apresentou o trabalho “A Tactile digital plataforma, based on the complexity”, no INTED2018 12th annual International Technology, Education and Development Conference, em Granada, Espanha. Em abril, apresentou o trabalho “Nobody knows what the body can”, em Lisboa, Portugal, durante o 16 th International Conference e-Society 2018. Em julho, apresentou o trabalho “A complex epistemology to approach ASD (Autism Spectrum Disorders)”, em Palmas de Maiorca, Espanha, durante o EDULEARN18. Em outubro, apresentou o trabalho “Human-technology coupling: a research with children diagnosed with Autism” na 17th International Conference on WWW/Internet (ICWI 2018), em Budapest- Hungria.


3 Universidad Santo Tomás (Colômbia): em 2014, foi firmado o convênio de cooperação acadêmica com a Universidad de Santo Tomás (USTA), de Bogotá, Colômbia. Das tratativas, surgiu, como interesse de estudo de ambos os PPGs, a pesquisa Violência, cotidiano e história mínima: o sujeito escritor contemporâneo e a narrativa da "Geração Granta", coordenado pela professora Rosane Cardoso. Ainda que, em meados de 2017, o curso de mestrado da USTA tenha sido encerrado, houve continuidade do convênio interinstitucional e também de alguns vínculos investigativos. Ações decorrentes do convênio:

O professor Jorge Iván Parra (USTA) encaminhou artigo para o livro que foi organizado pelos professores participantes da pesquisa supra-referida, a ser publicado no início de ano de 2019, com o título Violência, cotidiano e história mínima: o sujeito escritor contemporâneo e a narrativa da "Geração Granta.


4) Universidad San Antonio Abad del Cusco (Peru): convênio firmado em 2015, estabelecendo programas de estudo conjunto, intercâmbio acadêmico, cooperação e colaboração no campo da pesquisa, docência e formação de estudantes, entre as duas universidades.

Atividades decorrentes do convênio em 2017:

- participação do professor Enrique Rosas Paravicino no Conselho Editorial da revista Signo (PPGL-UNISC);

- desenvolvimento da pesquisa “Violência, cotidiano e história mínima: o sujeito contemporâneo e a narrativa da ‘Geração Granta’” (2016-2017; 2018-2019), com a participação do Prof. Enrique Paravicino, além de professores das universidades conveniadas.

Como resultado do convênio e da parceria investigativa, a professora Rosane participou da Comissão Organizadora da FIL – Feria Internacional del Libro de Cusco -, realizada de 24 de agosto a 2 de setembro, e ministrou a palestra BAJO EL SIGNO DE UNA PROMESA: APUNTES SOBRE LA NARRATIVA GRANTA BRASILEÑA E HISPANOAMERICANA.


5) Universidad Nacional Mayor de San Marcos (Peru): convênio firmado em 2017: professora Rosane está organizou um livro sobre memória e narrativa hispano-americana e sobre literatura infantil e juvenil em língua espanhola e, em ambos, há participação de professores da universidade. O lançamento do referido livro está previsto para o primeiro semestre de 2019.


6) Universidad Modelo (México): está previsto um convênio institucional entre a Unisc e a Universidad Modelo, de Mérida, ainda a ser firmado. No entanto, a parceria entre os  PPGs de ambas as universidades já vem ocorrendo desde final de 2017. Em 2018, a professora Rosane foi convidada, como conferencista, ministrante de curso e painelista, para o Colóquio “La Torre de Babel”, ocorrido de 15 a 19 de janeiro.


7) Aarhus University (Dinamarca): A professora Rosane vem desenvolvendo parceria com Diana González Martín que, além de professora do Departamento de Alemão e de Línguas Românicas do Instituto de Cultura e Comunicação da Universidade de Aarhus, também é editora da Revista Diálogos Latinoamericanos. A professora Diana González Martín participa da pesquisa Unsettling Remembering and Social Cohesion in Transnational Europe (UNREST), financiado pela Comissão Europeia do Programa Horizon 2020. Dedica-se ao estudo da ficcionalização, do documentarismo e de lugares da memória na narrativa memorialista hispânica. Diana faz parte do Conselho Editorial da Revista Signo, da UNISC. A professora Rosane foi parecerista ad hoc da Revista Diálogos Latinoamericanos LACUA (Dinamarca, 2017).


8) Universidad de Buenos Aires, Argentina: desde 2016, a professora Rosane mantém intercâmbio de pesquisa sobre Didáticas de leitura na Educação Básica com o professor Gustavo Bombini. Como primeiro resultado dessa parceria, a orientanda da professora Rosane, Rosiene Haetinger, está realizando o doutorado sanduíche, desde novembro de 2018, na UBA, sob a coorientação do professor Gustavo. O professor, ainda, participa, com um capítulo, de livro organizado pela professora Rosane, a ser lançado até dezembro de 2018.  

Graças a esses intercâmbios, estão sendo gestados três livros com vistas a ampliar a rede internacional. O primeiro versa sobre a Geração Granta e é organizado pelos pesquisadores brasileiros da pesquisa “Violência, cotidiano e história mínima: o sujeito contemporâneo e a narrativa da ‘Geração Granta’”. O livro conta com uma autora norte-americana.  O segundo livro, sobre memória e narrativa hispânica, organizado pela professora Rosane (Unisc) e pela professora Luciana Ferrari Montemezzo, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), conta com autores da Argentina, Peru e EUA. Por fim, o terceiro livro, sobre literatura infantil e juvenil hispânica, organizado pela professora Rosane, conta com capítulos de autores da Espanha, Guatemala, Argentina, Peru, Colômbia, Uruguai e Venezuela.


9) Universidade Livre de Bruxelas (ULB / Bélgica): convênio firmado em 2016, com o objetivo de promover intercâmbio acadêmico, científica e cultural de docentes, do quadro técnico de nível superior e estudantes de ambas as instituições sem exigir direito de inscrição pela instituição anfitriã; conceber atividades e projetos conjuntos de ensino, pesquisa e extensão com temáticas em comum; realizar conferências, cursos e simpósios conjuntos; facilitar o intercâmbio de informações e publicações acadêmicas; e, organizar outras atividades julgadas apropriadas. O convênio inicialmente firmado entre o PPGL e a Faculté des sciences psychologiques et de l’éducation foi ampliado em 2017, abrangendo também a área de Direito de ambas as instituições. Atividades desenvolvidas em 2018: Apresentação de trabalho em coautoria durante o SSSR Meeting - Encontro da Society for the Scientific Study of Reading, que ocorreu julho, em Brighton, UK, com o trabalho COMPARING READING ACQUISITION AND WORKING MEMORY CAPACITY IN CHILDREN AND ADULTS LEARNING TO READ; Missão de pesquisa da professora Rosângela Gabriel na ULB, em julho de 2018, para realização de reuniões e discussão da pesquisa em andamento, com recursos do Edital Universal 2016 do CNPq.  

 

11) Universidade de Zurich (Suiça): O projeto internacional de pesquisa interdisciplinar “Narrativas culturais de adversidade e superação” pretende investigar os fatores e processos que facilitam a superação de adversidade entre pessoas de culturas diferentes. O objetivo desta etapa do projeto é juntar narrativas para ajudar a definir a adversidade e superação a partir de perspectivas indígenas, e identificar os fatores que facilitam a superação da adversidade entre indivíduos e comunidades. Nosso objetivo é de colaborar com várias comunidades, também em outras partes do mundo, a fim de obter múltiplos pontos de vista a respeito dos conceitos investigados. O foco da pesquisa é na linguagem emergente de vítimas diretas ou indiretas de traumas e na superação de tais traumas. Em especial, interessa aos pesquisadores, investigar a linguagem figurada utilizada por diversas culturas (a indígena da etnia Pitaguary, no caso do presente projeto) a fim de contribuir positivamente para ideias culturais de superação de forma apropriada, até agora não presentes em teorias atuais sobre superação. Do ponto de vista linguístico, o projeto propiciará um aprofundamento de conhecimentos a respeito de recursos linguístico-cognitivos emergentes em narrativas e falas de grupos focais ao expressarem atitudes e crenças sobre sentimentos de superação em situações de grande estresse, com foco em atitudes empáticas e valores socioculturais. A professora Ana Cristina Pelosi coorienta a aluna Iara Meili, doutoranda em Psicologia Clínica na Universidade de Zurich, pesquisadora no projeto. Resultados das análises empreendidas com a implementação da pesquisa junto a comunidade indígena Pitaguary, foram apresentadas diversas comunicações orais (2017) em eventos internacionais em parceria com a doutoranda Iara Meili e equipe de pesquisadores da Universidade de Zurique. Em 2018, o projeto foi concluído e aguarda publicações em livros e periódicos.


12) Universidade de La Rioja – Espanha / John Benjamins / UNISC / UFC: Trata-se de projeto internacional em parceria com a Universidade de La Rioja - Espanha e em colaboração com a John Benjamins, editora acadêmica independente nas áreas de ciências sociais e humanas com sede em Amsterdam, Holanda. O projeto Metaphor bibliography reúne numa plataforma online que é alimentada continuamente, informações e resumos sobre trabalhos publicados sobre linguagem figurada em vários países. As equipes de trabalho organizadas em várias partes do mundo, sob a coordenação de um membro-coordenador, alimentam a plataforma periodicamente. Todo o trabalho é sistematicamente coordenado pelo Prof. Dr. Francisco Ruiz de Mendonza, Universidade de La Rioja, que atua como coordenador geral do projeto. A coordenadora nacional a partir de 2017 é a professora Mônica Fontenelle Carneiro (UFMA), sendo a professora Ana Cristina Pelosi (Unisc/UFC) membro da equipe.

MENU PRINCIPAL