AcessibilidadeAcessibilidadeInternacional

Mestrado em Administração

Aluna: Egidio Morsch
Título: GOVERNANÇA DE TI: ESTUDO DE CASO DAS COOPERATIVAS DE CRÉDITO BRASILEIRAS
DISSERTAÇÃO COMPLETA 
Resumo: Os altos investimentos necessários para custear recursos de Tecnologia da Informação exigem que as organizações sejam cada vez mais assertivas na sua alocação. Neste cenário, a governança de TI passa a ser cada vez mais relevante na gestão das organizações, requerendo dos gestores o emprego de várias ferramentas durante a tomada de decisão, implementação e alinhamento com todas as áreas da empresa. Isto se reveste de importância ainda maior pelo fato das IF’s brasileiras investirem praticamente o dobro das médias de grandes empresas do seu faturamento líquido. Neste setor, das IF’s, também encontram-se competindo as cooperativas de crédito que sabidamente tem menos recursos para investir do que os grandes bancos. O presente trabalho estudou como os sistemas cooperativos de crédito tomam as principais decisões relacionadas à TI e quais os mecanismos adotados para a implementação da governança de TI. Além destes dois aspectos, o estudo também buscou compreender como acontece o alinhamento estratégico entre TI e negócios, permitindo que haja efetividade na governança de TI, gerando benefícios para a organização. Por fim, o estudo apresentou um modelo conceitual que pode ser utilizado pelos sistemas cooperativos brasileiros para implementar a governança de TI em suas respectivas organizações. Para a consecução destes objetivos o estudo fez uso de entrevistas com os diretores de TI dos sistemas cooperativos pesquisados, análises documentais e observações usando método exploratório qualitativo. Os resultados obtidos demonstram que o arquétipo decisório utilizado preferencialmente é o duopólio de TI e que são utilizados um conjunto de mecanismos de estrutura, processos e de relacionamento na sua implementação. Para alinhar os interesses entre TI e demais áreas faz-se uso de um conjunto de práticas aproximando estas áreas.
 
 
Aluna: Tamara Cristiane de Campos
Título: GÊNERO E O COMPORTAMENTO DE CONSUMO DE BRINQUEDOS INFANTIS
DISSERTAÇÃO COMPLETA 
Resumo: Ao abordar o consumo infantil, é possível verificar as diferenças de brinquedos categorizadas por gênero, ainda presente em nossa sociedade, na qual lojas e empresas especializadas neste tipo de produto provem uma divisão dos brinquedos, reproduzindo estereótipos da sociedade, sobretudo segmentados por gênero, onde
embalagens, cores dos produtos e as propagandas limitam escolhas, pois não deixam dúvidas sobre o sexo da criança a quem o brinquedo se destina. Portanto, esse estudo tem o objetivo de analisar a apresentação do gênero nos brinquedos infantis a partir de catálogos da indústria brasileira, levando-se em consideração a percepção dos pais na escolha dos brinquedos da linha faz de conta. Para responder este objetivo, utilizou-se uma abordagem metodológica qualitativa exploratória para analisar a apresentação do gênero nos brinquedos infantis. Inicialmente, foi realizada a análise documental de catálogos e imagens envolvendo três grandes indústrias do setor de
brinquedos do país, na busca de identificar a apresentação do gênero nos catálogos de 2017/2018 dessas empresas. O estudo também contemplou entrevistas com nove pais de crianças com idade inferior a 12 anos por meio da técnica do grupo focal, apoiada nas reflexões de Placco (2005). A partir dos resultados foram propostas
recomendações mercadológicas para a indústria de brinquedos considerando a perspectiva de neutralidade do gênero. Entre os resultados obtidos, destaca-se a influência dos pais nas brincadeiras, o que ficou evidente em vários momentos do estudo e a pressão social exercida sobre a criança no momento da escolha de seus
brinquedos. A sociedade acaba, mesmo que inconscientemente, por pressionar seus pequenos indivíduos a adotar determinados tipos de comportamento. Esse pensamento é replicado por vários autores e evidenciado no grupo focal da pesquisa com mães. Infelizmente constata-se a repetição de muitos objetos e cores, com
variações sutis que reproduzem nos brinquedos e brincadeiras as desigualdades que caracterizam nossa sociedade e reforçam seus padrões estereotipados. Existe uma incorporação do discurso politicamente correto pela indústria em seus catálogos, cujas práticas associadas ao desenvolvimento do brinquedo e do brincar tendem a repetilas. Os pais sabem da importância do brinquedo no desenvolvimento infantil, mas mesmo assim parecem não estar dispostos a saírem dos padrões estabelecidos. Uma alternativa encontrada pelo estudo foi deixar o produto predominantemente com cores que não tenham significado de gênero de modo que possa agradar a todos: pais, sociedade e até mesmo a indústria, sendo uma alternativa de segmentação de mercado neutra para brinquedos.
 
 
Aluna: Ieda Teresinha Bavaresco Machado
Título: MECANISMO DE GOVERNANÇA NA DIMENSÃO ESTRUTURAL NAS RELAÇÕES INTERORGANIZACIONAIS: ANÁLISE DE UMA REDE DE SUPERMERCADOS COM ABRANGÊNCIA ESTADUAL
DISSERTAÇÃO COMPLETA 
Resumo: As empresas de pequeno e médio porte do setor varejista supermercadista estão atuando em redes interorganizacionais na tentativa de buscar um melhor poder de barganha com os fornecedores diante da concorrência, de uma melhoria no relacionamento com os clientes e de um fortalecimento da integração entre associados (SILVA; AGOSTINI; LANGOSKI, 2015). O desenvolvimento da cooperação acontece quando duas ou mais organizações percebem a possibilidade de alcançar conjuntamente seus objetivos em comum e obter ganhos mútuos, cooperando para superar suas dificuldades estruturais e de mercado (BALESTRIN; VERSCHOORE, 2008). É nesse sentido que Provan e Kenis (2007), sugerem a necessidade de uma compreensão aprofundada da organização e da gestão da cooperação. Entender como as redes são governadas é importante tanto para compreender seu funcionamento como para dar continuidade à cooperação, uma vez que a governança é um dos aspectos fundamentais para que a rede se desenvolva e atinja seus objetivos. No entanto, a maioria dos estudos têm analisado os modos básicos de governança adotados por redes interorganizacionais (PROVAN; KENIS, 2007). São poucos os estudos que enfatizam a configuração dos mecanismos de governança das redes na dimensão estrutural. Diante do que exposto surge a questão dessa pesquisa: Como os elementos da dimensão estrutural da governança de relações interorganizacionais são desenvolvidos em uma rede de supermercados com abrangência estadual? Num cenário de crescente mudanças é conveniente que a rede adote práticas de governança para o desenvolvimento da cooperação, a fim de suportar o crescimento no mercado. Partindo da problemática abordada, o objetivo geral do estudo busca analisar como os elementos estruturais de governança são desenvolvidos em uma rede de supermercados com abrangência estadual. Para tanto, adotou-se uma pesquisa com abordagem exploratória qualitativa, a partir de um estudo de caso único envolvendo a Redefort, uma rede de supermercados fundada em 2001, com 175 associados, presente em mais de 100 municípios do Rio Grande do Sul, dos quais foram realizadas entrevistas em 12 empresas associadas. Os resultados obtidos permitiram identificar o modelo de governança da Redefort, caracterizado como Organização Administrativa da Rede (OAR), modelo estudado por Provan e Kenis (2007). Com base nas análises realizadas das respostas dos entrevistados, verificou-se que a Redefort apresenta alto desempenho de formalização, o mais forte da dimensão estrutural, com documentos formalizado, tais como: estatuto, código de ética, regulamento, atas das assembleias, entre outros. É por meio das assembleias que os associados participam da tomada de decisão, sendo operacionalizada pela equipe administrativa, juntamente com as filiais regionais. Nas regionais, os associados possuem autonomia para decidir sobre diversos temas relacionados a rede, e ainda, constituindo micro governança. A participação e o engajamento, dos associados nas decisões estratégicas foram considerados de baixo desempenho na percepção de alguns entrevistados, enquanto os associados consideraram positiva a estrutura de especialização das regionais e de suas equipes. Para melhoria da rede, faz-se necessário uma maior participação e engajamento dos associados nas decisões, visando uma maior cooperação dentro da estrutura de governança de Redefort.
 
 
Aluna: Roberta Pereira Rauber
Título: ADOÇÃO DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL COMO APOIO À DECISÃO DO MÉDICO ONCOLOGISTA CLÍNICO
DISSERTAÇÃO COMPLETA 
Resumo: A Inteligência Artificial (IA) e o grande volume de informação, através do Big Data (BD) tem permitindo importantes avanços na oncologia clínica. A IA como apoio à decisão do médico oncologista tem a proposta de oferecer suporte teórico e embasamento científico para a tomada de decisão, potencializando os resultados positivos. A adoção e aceitação de novas tecnologias se apresenta como um desafio aos profissionais da área médica. A formação dos profissionais da saúde, tem seu legado traçado pela utilização de metodologias ditas conservadoras ou tradicionais, que vê com desconfiança a entrada das tecnologias disruptivas, que alteram as estruturas prévias da condução do tratamento aos pacientes. Devido ao processo de adoção da IA encontrar-se num estágio inicial, o objetivo desse estudo é entender de que forma os fatores do processo de adoção da Inteligência Artificial, como apoio à decisão, é percebida pelo médico oncologista, usuário da plataforma. Assim, foi realizado um estudo de natureza qualitativa e exploratória, por se tratar de um tema recente na oncologia clínica, com um número de profissionais restrito com o conhecimento prático de IA como apoio à decisão e, com poucos estudos na área abordando o tema. Considerou-se os aspectos de adoção com base nos estudos sobre adoção de tecnologia. Foi realizada a análise e categorização da percepção individual de cada entrevistado sobre cada fator, após a consolidação, no intuito de atingir o objetivo proposto. Três médicos oncologistas aceitaram responder à pesquisa com roteiro semiestruturado, contendo trinta e quatro perguntas considerando os oito fatores selecionados. Foi possível perceber que o uso de IA por médicos oncologistas ainda é prematuro e embrionário, sendo a plataforma percebida como uma ferramenta de busca, não como um apoio à decisão, um ato médico, que envolve forte percepção das condições clínicas apresentadas pelo paciente. Compatibilidade, vantagem relativa, demonstração de resultados e tomada de decisão são os fatores que se mostram com maior relevância para os médicos dento do processo de adoção, por envolverem características que estão ligadas à atividade fim, devendo apresentar aderência às práticas dentro da realidade populacional brasileira. São também fatores preditores para que ocorra geração de valor, sendo percebida sua utilidade com ganhos de qualidade, tempo, controle de custos e rendimentos econômicos. Existem muitas lacunas a serem preenchidas e exploradas. A diferença de geração entre os entrevistados evidenciou questões interessantes sobre a rejeição e a não aceitação das mudanças propostas.
 
 
Aluno: Paulo Roberto Kirst
Título: GESTÃO HOSPITALAR E SUSTENTABILIDADE: UM ESTUDO SOBRE INSTITUIÇÕES QUE ATENDEM PELO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DE SANTA CRUZ DO SUL – RS
DISSERTAÇÃO COMPLETA 
Resumo: As dificuldades financeiras existem em vários setores e segmentos da economia do país. A área da saúde, assim com outras, sofre graves consequências pela falta de recursos, principalmente nas instituições hospitalares, cuja maior demanda é originada pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Adotar estratégias e boas práticas de gestão têm sido fundamental para que se obtenha a melhor eficiência e eficácia dos recursos disponíveis. É necessário que, entre outras ações, os gestores hospitalares realizem periodicamente a avaliação do desempenho organizacional para mensurar a eficiência operacional da atividade. De modo que este estudo tem como objetivo geral analisar as estratégias de gestão utilizadas para sustentabilidade econômica de dois Hospitais de Santa Cruz do Sul, no Estado do Rio Grande do Sul, que atuam preponderantemente pelo SUS. Para isso, adotou-se como procedimento metodológico a pesquisa exploratória qualitativa a partir de um estudo de caso envolvendo dois hospitais do município de Santa Cruz do Sul que atendem pelo SUS. Sendo que a análise do conteúdo foi de acordo com as categorias vinculadas teoricamente ao estudo, cujas vertentes teóricas foram três categorias: Estratégia; Sustentabilidade e Gestão Hospitalar. Os resultados obtidos evidenciam que a cultura organizacional das instituições hospitalares pesquisadas possuem orientação interna voltada à gestão estratégica, definida pela presença de critérios de planejamento estratégico com base na missão, na visão e nos valores institucionais que norteiam as ações desenvolvidas pelas instituições, onde foi possível identificar seis elementos comuns: planejamento, análise do ambiente, sustentabilidade, inovação, cooperação e controle. Quanto à forma como os hospitais acompanham a efetividade das estratégias adotadas, verificou-se a presença de quatro indicadores: controle de orçamento, gestão de recursos, ações de contabilidade e controle do exercício. O uso de plataformas de controle financeiro e de gestão reforçam o indicador inovação. Também buscou-se mapear ações de gestão e sustentabilidade desenvolvidas nos hospitais participantes do estudo, onde foram identificados os seguintes indicadores: Resolutividade, interação com a sociedade, índice de assertividade, qualidade, reconhecimento social e fluxo de clientes das instituições. Constatou-se que os gestores das organizações hospitalares vêm desenvolvendo ações de avaliações de desempenho, objetivando qualificar as ações desenvolvidas e visando a sustentabilidade econômica. Também evidenciou-se a busca pela maior interação com a sociedade, o qual permite identificar os interesses dos clientes, que por sua vez, caracteriza um dos alicerces para o reconhecimento social e, consequentemente, o aumento no fluxo de clientes/pacientes e uma maior capitalização. Por fim, sugeriu-se por meio da aplicabilidade do estudo a implementação de práticas gerenciais que possam contribuir com o processo de gestão estratégica hospitalar, com destaque para: ampliação da divulgação das estratégias entre as equipes, a construção do planejamento estratégico por meio da coleta de informações externas, a melhoraria dos mecanismos de avaliação e revisão. Sugeriu-se também que ambas as instituições ampliem a utilização de indicadores para melhor aproveitamento dos recursos.
 
 
Aluna: Renata de Carvalho Mancinelli Waechter
Título: IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES PERFIS DE AGRICULTORES PARA CONSTRUÇÃO DE PROGRAMAS DE DIFUSÃO DE INOVAÇÕES NA AGRICULTURA
DISSERTAÇÃO COMPLETA 
Resumo: A evolução da produção mundial sustentável de alimentos, depende da adoção e difusão de tecnologias inovadoras na agricultura, que garantam ganhos efetivos nos padrões produtivos, além de contribuir com a melhoria do gerenciamento da empresa rural. Este estudo tem como objetivo avaliar a influência dos diferentes perfis de sojicultores da região de Cachoeira do Sul/RS na adoção de inovações, para a construção de programas de difusão apropriados para o mercado. Para tanto, o estudo teve como principal referência teórica o modelo de difusão de inovações de Rogers (2003), subsidiando o instrumento de coleta de dados, tendo como procedimento metodológico a pesquisa descritiva a partir de uma amostra não probabilística por conveniência, constituída de 110 sojicultores, com níveis tecnológicos e características heterogêneas. Os principais resultados obtidos evidenciam a formação de dois grandes grupos, distintos entre si pela atitude pioneira na adoção de inovações, sendo eles adotantes anteriores e posteriores, cujas características diferem-se estatisticamente em todas as variáveis consideradas. A principal implicação gerencial deste estudo trata-se da proposta de um programa de difusão de inovações, que considere o perfil de adotante anterior como foco, garantindo maior eficácia no acesso e estabelecimento de inovações no mercado. Teoricamente, este estudo proporciona contribuições acadêmicas acerca da compreensão dos diferentes perfis de sojicultores, quanto a tendência de adoção de inovações na agricultura, para a região estudada.
 
 
Aluna: Chiara Marieli Cremonese Sehn
Título: COMPORTAMENTO DOS ESTUDANTES CONCLUINTES DO ENSINO MÉDIO QUANTO À ESCOLHA DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL
DISSERTAÇÃO COMPLETA 
Resumo: O setor de educação vem passando por grandes transformações em virtude de diversos fatores, tais como: políticas governamentais, mudanças sociais, avanços em tecnologia da informação e incertezas econômicas. Esse conjunto de forças remodela a demanda, a oferta, o cenário competitivo, o consumo e a tomada de decisão dos consumidores. Nesse sentido, o estudo buscou analisar as necessidades e os desejos dos estudantes concluintes do Ensino Médio da cidade de Santa Cruz do Sul/RS, quanto à escolha da formação profissional. O referencial teórico abordou o comportamento do consumidor, os fatores que influenciam o comportamento de compra, necessidades e desejos. Para o alcance dos objetivos do estudo, a pesquisa foi realizada em duas etapas. A primeira etapa foi qualitativa, de caráter exploratório, na qual se utilizou como técnica de coleta de dados entrevistas individuais em profundidade com dez estudantes do terceiro ano do Ensino Médio. Na segunda etapa, quantitativa, de caráter descritivo, aplicou-se um questionário estruturado como instrumento de coleta de dados junto a 345 estudantes concluintes do Ensino Médio, de escolas particulares e públicas da cidade estudada. Na pesquisa, constatou-se que as ambições dos jovens na faixa etária dos 17 anos envolvem a continuidade dos estudos após a conclusão do Ensino Médio, seja pela aprovação no vestibular ou pelo ingresso em um curso técnico ou pré-vestibular. 59% da amostra desejam permanecer em Santa Cruz do Sul/RS para realizar a formação profissional e 57% pretendem buscar uma Instituição Pública. Verificou-se que a renda familiar mensal da maioria dos estudantes é inferior a R$ 4.770,00 e que os cursos de formação apontados como de maior interesse pelos participantes são: Direito, Medicina, Psicologia, Administração, Educação Física, Arquitetura, Medicina Veterinária, Fisioterapia, Ciências Contábeis, Enfermagem, Ciência da Computação e Engenharia Civil. Considerando os fatores que influenciam na escolha da formação profissional, verificou-se que o fator pessoal (vontade própria, desejos e preferências) e o fator social (família e amigos) são os que mais influenciam o jovem. Diante dos motivos de escolha de uma Instituição de ensino, os estudantes consideram mais importante os atributos “qualidade de ensino”, “professores qualificados”, “método de ensino” e “currículo do curso”, sendo a modalidade de ensino presencial a preferida pelos estudantes dos dois tipos de escolas (Particulares e Públicas). Por fim, o estudo apresentou propostas práticas, implicações gerenciais e acadêmicas, bem como de estudos futuros que poderão colaborar para que os gestores universitários e de escolas técnicas redirecionem as suas estratégias.  
 
 
Aluno: Bernardo Ribeiro de Oliveira Dias
Título: A INFLUÊNCIA DOS VALORES PESSOAIS NA PERCEPÇÃO DE QUALIDADE DOS USUÁRIOS DE SERVIÇOS DE ECONOMIA COMPARTILHADA
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A economia compartilhada é um movimento socioeconômico surgido nos últimos anos, que abrange atividades e setores muito heterogêneos, além de um amplo espectro de formas organizacionais, permitindo que os usuários compartilhem acesso temporário a recursos ociosos, principalmente através da internet. Esta nova forma de consumir produtos e serviços tem provocado uma mudança de mentalidade na forma como os indivíduos consomem e se organizam, despertando a atenção de empresários, políticos e acadêmicos. Apesar de haver, hoje, uma produção considerável de trabalhos sobre o tema, algumas lacunas permanecem pouco exploradas nas pesquisas de economia compartilhada, principalmente as relacionadas à pesquisa em marketing. Entre estas lacunas, está a relação dos serviços de economia compartilhada com os valores pessoais e a percepção de qualidade destes serviços. Nesse sentido, o presente estudo avaliou a relação entre os valores pessoais e a percepção de qualidade de usuários da Uber no Rio Grande do Sul. Através de um questionário eletrônico que adaptou as escalas SERVQUAL e List of Values, as opiniões de 150 usuários da Uber foram submetidas a técnicas estatísticas de análise multivariada de dados, para identificar os principais valores pessoais destes usuários e a percepção de qualidade sobre os serviços da Uber. Os resultados da pesquisa mostraram uma predominância dos valores pessoais Segurança e Auto Realização nos usuários, e identificou onze fatores-chave considerados na avaliação de qualidade da Uber. Ao final, a pesquisa apresenta sugestões estratégicas de marketing com base nos resultados e sugestões para futuras pesquisas relacionadas ao tema.  
 
 
Aluno: Suelen Seixas Azambuja Jobim
Título: ESTRATÉGIAS DE APRENDIZAGEM INTERORGANIZACIONAL: UM ESTUDO SOBRE AS PRÁTICAS DE GESTÃO DE REDES DE COOPERAÇÃO QUANTO AOS ASPECTOS DA GESTÃO FINANCEIRA
DISSERTAÇÃO COMPLETA 
Resumo: Este estudo aborda a aprendizagem interorganizacional com base no framework proposto por Larsson et al. (1998), o qual identifica as estratégias individuais de aprendizagem a partir do nível de receptividade e de transparência das organizações em uma relação de cooperação, bem como trata das implicações dessas estratégias, no que se refere aos aspectos da gestão financeira, nas práticas de gestão de redes de cooperação (BORTOLASO, 2009; BORTOLASO; VERSCHOORE; ANTUNES JR., 2013; PROVAN; SYDOW, 2014; TURCHETTI, 2015) formadas por Pequenas e Médias Empresas (PMEs). Desse modo, a presente pesquisa teve como objetivo geral analisar como as redes de cooperação de dois segmentos afins no setor de varejo no Estado do Rio Grande do Sul consideram as estratégias individuais de aprendizagem interorganizacional adotadas por seus associados nos aspectos relacionados à gestão financeira. Para tanto, foi realizado um estudo de casos múltiplos (YIN, 2015) em duas redes de cooperação: uma atua no segmento do varejo moveleiro e a outra, no comércio de materiais de construção. Como procedimento de coleta de dados, inicialmente realizou-se uma entrevista com conversa informal (GRAY, 2012) com o gestor de cada uma das redes. Na sequência, a pesquisa documental, as entrevistas semiestruturadas, a aplicação de questionários e a observação direta completaram os passos da coleta de dados, os quais foram analisados por meio da técnica de análise de conteúdo (BARDIN, 2016) com base em categorias temáticas. Os resultados encontrados indicaram que, embora exista assimetria entre as empresas associadas, as principais estratégias de aprendizagem adotadas em ambas as redes são a colaboração e o compromisso. Destaca-se, ainda, que as ações considerando os aspectos financeiros das empresas associadas são incipientes. Contudo, é possível observar que as redes pesquisadas estão desenvolvendo ações semelhantes, como, por exemplo, a padronização dos demonstrativos de resultados das empresas associadas. Por fim, a melhoria da gestão financeira das empresas foi apontada como um resultado proveniente da cooperação empresarial e demonstra que o estabelecimento de relacionamentos interorganizacionais entre PMEs pode auxiliar esses empreendimentos no enfrentamento dos desafios inerentes ao seu porte. Em linhas gerais, observou-se que, embora as diretorias das redes de cooperação pesquisadas não tenham uma percepção clara das estratégias de aprendizagem adotadas por seus associados, a maior parte das empresas está buscando desempenhar esforços integrativos. Dessa forma, a compreensão dessas estratégias pode servir como base para a promoção de práticas de gestão que as conduzam na efetiva construção conjunta dos resultados, contribuindo para o alcance dos objetivos estratégicos das redes de cooperação. Além disso, este estudo sugere que pesquisas futuras estudem o framework proposto por Larsson et al. (1998) baseado em uma díade, levantando o debate sobre a possibilidade das redes de cooperação, por terem um número maior de integrantes, diluírem as limitações ao processo de aprendizagem.  
 
 
Aluno: Viviane Ceratti Leseux
Título: ESTRATÉGIAS COLABORATIVAS ENTRE INSTITUIÇÕES COMUNITÁRIAS DE ENSINO SUPERIOR DO RIO GRANDE DO SUL
DISSERTAÇÃO COMPLETA 
Resumo: Os mercados e organizações evoluíram conforme o avanço das mudanças tecnológicas e da globalização. A gestão organizacional, através da estratégia empresarial também enfrenta mudanças, passando de uma perspectiva de atuação individual para atuações conjuntas e colaborativas, ou ao mesmo tempo cooperativas e competitivas. Desta forma, é relevante compreender os fatores que levam a essas relações. O objetivo geral deste trabalho foi analisar as relações interorganizacionais entre as Instituições Comunitárias de Ensino Superior – ICES, do Rio Grande do Sul, e identificar os benefícios alcançados por meio destas relações. Foi realizado um estudo de caso, de natureza descritiva e exploratória com abordagem qualitativa dos dados, por meio de entrevistas semiestruturadas, realizadas com sete reitores de ICES do Rio Grande do Sul. As informações foram tratadas através da análise de conteúdo de acordo com as categorias vinculadas teoricamente. As evidências apontaram a existência de uma relação formal entre as ICES, decorrente da associação ao Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúchas - COMUNG, bem como que as ações em parceria são caracterizadas pela coopetição, onde as ICES competem em algumas áreas e atuam de forma cooperativa em projetos e ações conjuntas. Foram identificados nove motivos que levam as ICES a atuarem conjuntamente: propósito comum, reciprocidade, aprendizagem, eficiência, necessidade, confiança, legitimidade, semelhança de ator e proximidade e estrutura organizacional, sendo os mesmos complementares uns aos outros. As ICES, além da composição formal das relações através do consórcio, também apresentam características de rede autocoordenada, onde também existem relações que são gerenciadas pelos próprios participantes. A coordenação é realizada através dos mecanismos de comunicação, decisão e negociação, pela prática democrática de escolhas e acordos entre os membros das ICES e pela equipe comum, decorrente da composição do consórcio. Em relação ao processo de formalização, existem situações formalizadas, através de contrato, mas também relações informais, baseadas na confiança. As principais dificuldades dizem respeito às questões culturais, e quanto aos benefícios da relação interorganizacional, foram identificados três fatores: aprendizagem coletiva, participação política e, desempenho financeiro e maior escala e poder de mercado, que impactam positivamente nas ICES gerando vantagem competitiva.
 
 
Aluno: Mateus Dias Corrêa
Título: A SATISFAÇÃO DOS CLIENTES DO BANCO BANRISUL DAS TRÊS PRINCIPAIS AGÊNCIAS DA REGIÃO DO ALTO CENTRO-SERRA DO RIO GRANDE DO SUL
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Diante da diversidade de serviços ofertados, as percepções de qualidade vêm sendo modificadas ano após ano, no caso dos Bancos por atuarem em um segmento de concorrência acirrada da economia, necessitam de maior especificidade em relação ao desenvolvimento de novos produtos e serviços. Entretanto, há tempos atrás bastavam ter um sorriso no rosto para que fossem satisfeitas grande parte das necessidades dos clientes, nos dias de hoje para sobreviver no altamente competitivo setor bancário é necessário que os bancos ofereçam serviços com alto nível de qualidade percebida, isso tudo em meio às inovações tecnológicas, pressões externas para redução de custos, sabendo que ter orientação para o cliente é essencial. Diante disso, este estudo surgiu com o objetivo principal de analisar o grau de satisfação dos clientes das agências Arroio do Tigre, Salto do Jacuí e Sobradinho do Banco Banrisul em relação aos serviços prestados por esta organização a fim de fidelizar e atrair novos clientes. Para isso foi aplicado o Método de Mello Moyano em conjunto com o ServQual. A primeira etapa foi de caráter exploratório qualitativo onde foram realizadas 25 entrevistas em modelo de Incidente Crítico, as quais tiveram formulários preenchidos, além de gravadas em áudio para posterior transcrição. Foram obtidos 181 atributos mediante análise no Iramuteq 0.7, possibilitando avançar para a segunda etapa de caráter descritivo quantitativo. Assim, para a segunda etapa, formulou-se um questionário com base no modelo ServQual com variáveis obtidas na primeira etapa da pesquisa composto por 37 questões em escala de sete pontos sendo a última delas ser ligada a satisfação global do cliente. Foram obtidos 225 questionários validos, 75 em cada agência, os quais possibilitaram a realização de técnicas de análises multivariadas, Top Two Box e Matriz de Posição Competitiva. Com estas análises foi possível ranquear os melhores atributos, consequentemente as melhores agências. A maior parte das variáveis ficou classificada em estado de Satisfação, sendo somente a questão ligada ao auxilio prestado na operação dos caixas eletrônicos apresentou estado de Insatisfação, pois foi considerada desnecessária para a maioria dos clientes entrevistados. Diante da ANOVA, Turkey HSD e médias, a melhor agência foi Salto do Jacuí. No entanto, em relação à média e do Top Two Box, Arroio do Tigre obteve a primeira posição, e em relação à satisfação global novamente Salto do Jacuí obteve a primeira posição.
 
 
Aluno: Marcos José Mueller
Título: EMPREENDEDORISMO: MÉTODOS DE GESTÃO FINANCEIRA PARA POTENCIALIZAR A SUSTENTAÇÃO DE NEGÓCIOS EM FASE INICIAL
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O trabalho consistiu em propor métodos para melhorar a sustentação financeira de futuros empreendedores em novos negócios, afim de evitar a mortalidade precoce das pequenas empresas. O assunto é relevante pelo fato de a bibliografia existente analisar, principalmente, fatores condicionantes ao encerramento precoce das MPEs. Porém, o presente estudo propôs solucionar o seguinte problema: como os métodos de gestão financeira potencializam a sustentação de pequenos negócios em sua fase inicial? Procurando responder à referida questão, o objetivo principal do estudo foi analisar métodos de gestão financeira capazes de potencializar a sustentação de pequenos negócios em sua fase inicial e propor alternativas para sua aplicação. O estudo teve como fundamentação teórica empreendedorismo; fatores de mortalidade de pequenas empresas; gestão financeira e gestão de riscos; a partir das quais geraram o modelo teórico de pesquisa. O modelo foi dividido em três dimensões: modelo de negócio; gestão financeira; e, gestão de riscos. Cada dimensão foi subdividida em categorias de análise, na primeira dimensão as categorias são: conhecimento do setor; planejamento de negócio; provisão de recursos; e, estruturação de custos. Já na segunda dimensão as categorias são: capital de giro; alavancagem; controle de caixa; e, plano orçamentário. A última dimensão foi subdividida em duas categorias: risco de crédito; e, geração de valor. A metodologia caracterizou-se por um estudo qualitativo, de natureza exploratória e descritiva, trabalhando-se com dados que foram coletados junto a 18 empresas do município de Santa Cruz do Sul/RS, sendo nove (9) bem-sucedidas e nove (9) malsucedidas nos primeiros dois (2) anos de atividades, por meio de um roteiro de entrevistas que abordou as categorias do modelo teórico. Os dados derivaram da análise do conteúdo das entrevistas em cada categoria, identificando-se, nas respostas das empresas bem sucedidas e malsucedidas, respectivamente, os pontos convergentes e não convergentes com o modelo teórico. Desta forma, foi possível analisar a coerência dos dados perante o modelo teórico e identificar a relevância de cada categoria. Ao final, viabilizou-se a proposição de métodos, por meio de um guia norteador, para melhorar a sustentação financeira de futuros empreendedores na operacionalização de pequenos novos negócios. O guia foi proposto em formato de checklist com as premissas a serem verificadas. Em complemento foram apresentados métodos que poderão ser utilizados, visando a diminuição da probabilidade de fechamento da futura empresa.
 
 
Aluno: Gualter Baptista Junior
Título: ESTRATÉGIAS DE GESTÃO SUSTENTÁVEL DA CADEIA DE SUPRIMENTOS DO TABACO
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O sucesso empresarial não pode ser mensurado somente pelos resultados financeiros; pois cabe ponderar também a responsabilidade socioambiental, tendo em vista compreender uma questão de visão, estratégia e, por vezes, de sobrevivência. Ainda, interessa às organizações, que tais ações sejam refletidas na cadeia a qual a mesma se insere, posto que, todo segmento de negócio, necessariamente, se insere em uma cadeia de suprimentos, gerando com isso, vantagens competitivas e sustentabilidade. Neste contexto o presente estudo problematizou a incorporação da lógica da sustentabilidade trazida pelo Triple Bottom Line nas estratégias interorganizacionais voltadas à gestão sustentável da cadeia de suprimentos do tabaco em folha. A presente pesquisa enquadrou-se como estudo de caso, de natureza exploratória e abordagem qualitativa. Quanto à analise, tendo a Empresa Focal centralizada como objeto de estudo, os demais agentes mapeados e estratificados como fornecedores, clientes e produtores de tabaco foram analisados em relação à gestão dos fluxos de informação, material e capital, ainda, foi considerada a cooperação entre empresas ao longo da cadeia e a integração das metas nas três dimensões da sustentabilidade. No tocante à interpretação dos dados, empregou-se a análise de conteúdo, de forma que os resultados encontrados evidenciam a necessidade da Empresa Focal rever a disseminação das estratégias de sustentabilidade elucidando aos agentes desta cadeia de suprimentos as práticas de sustentabilidade demandadas, sob pena de comprometer a continuidade da produção de tabaco. Isto pois, conforme entrevistas, nota-se um desnivelamento de informações com relação às práticas adotadas pela Empresa Focal, particularmente, quando se analisa os resultados obtidos junto aos fornecedores, ao se observar que não há uma compreensão da magnitude do cenário sustentável por parte destes, principalmente fornecedores de suprimentos críticos, como agrotóxicos. Além disso, à análise das entrevistas dos Produtores de tabaco demonstram que apesar de haver conhecimento sobre o assunto, não há mecanismos eficientes de disseminação e qualificação, que de fato conscientize o principal Fornecedor desta cadeia acerca da continuidade do negócio. No que se refere ao problema em estudo cabe mencionar que o crescimento do mercado de tabaco perpassa essa sustentabilidade da cadeia produtiva, tendo em vista que a Empresa Focal é referência mundial no setor, sendo uma das maiores no mercado em produção e exportação de tabaco, desempenhando também papel global nas áreas de pesquisa e desenvolvimento de tecnologias agrícolas para produção. Como considerações decorrentes do presente estudo, pode-se observar que, as opiniões divergem no que diz respeito à visão e operacionalização do tabaco, porém na unanimidade de entrevistados, ressalta-se que o cultivo da referida cultura se dá, fundamentalmente, em razão da questão econômica. O aspecto ambiental analisado evidencia que existe grande preocupação com o tema, mas há também divergências de opiniões quando se questiona sobre as penalidades da Legislação ou da Empresa Focal frente às não conformidades.
 
 
Aluno: Alessandro Rafael Santarem
Título: GESTÃO SUSTENTÁVEL DA CADEIA DE SUPRIMENTOS: A INFLUÊNCIA DAS ESTRATÉGIAS DA EMPRESA FOCAL
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A incorporação da sustentabilidade na gestão da cadeia de suprimentos, alicerçada nos pilares social, ambiental e econômico do TBL, tem estado presente nas estratégias interorganizacionais das empresas que buscam a competitividade de forma associada a responsabilidade corporativa. Atendendo as pressões por parte dos stakeholders, torna-se necessário que a empresa focal, à qual se atribui a responsabilidade e poder de influência na cadeia, envolva os membros que compõem sua cadeia de suprimentos para que, conjuntamente produzam utilizando os recursos naturais sem comprometer as gerações futuras, garantindo o seu desenvolvimento econômico e bem-estar social em busca de um mundo melhor e mais justo a todos. Para que isso ocorra, a empresa focal precisa desenvolver um constante relacionamento com sua cadeia, de modo que possa mapear, conhecer e influenciar a forma de atuar de cada membro. Isso ocorre por meio do desenvolvimento de estratégias interorganizacionais, as quais devem ser perceptíveis e executadas por todos os parceiros ao longo da cadeia. Esta pesquisa teve seu foco em uma cadeia de suprimentos de suínos, na qual a empresa focal está sediada na região do Vale do Taquari – RS. O motivo que impulsionou para o estudo desta cadeia foi o seu impacto, abrangência e importância que apresenta no desenvolvimento social, econômico e ambiental da região em que está inserida. Com estas informações, chegou-se ao objetivo de investigar as estratégias interorganizacionais estabelecidas pela empresa focal, voltadas a sustentabilidade da sua cadeia de suprimentos. Foi desenvolvido um Modelo de Análise das Estratégias de Gestão Sustentável da Cadeia de Suprimentos, como base a adaptação de modelos de Lambert, Cooper e Pagh (1998), Carter e Rogers (2008), Pagell e Wu (2009), e Seuring e Muller (2008). A pesquisa foi de cunho exploratório, com uma abordagem qualitativa. A coleta dos dados realizou-se através de entrevistas e documentos oficiais da empresa focal, submetidas ao procedimento de análise de conteúdo. Os resultados demonstraram que a empresa focal possui algumas ações de sustentabilidade, porém que ainda não contemplam toda a sua cadeia. Apresentou-se pouco perceptível por parte de seus membros, estratégias interorganizacionais com o objetivo de incorporar a sustentabilidade com base nos pilares do TBL ao longo de sua cadeia de suprimentos. O modelo proposto gerou uma ferramenta no qual contribui com os gestores da empresa focal, auxiliando na identificação de oportunidades para a implantação ou verificação da sustentabilidade em sua cadeia de suprimentos.

Aluno: Rosane Maria Weiss
Título:
IMAGEM DE INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR: PERCEPÇÃO DOS ACADÊMICOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL E DE PSICOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: 
O setor do ensino superior tem passado por transformações, incluindo a elevação na quantidade de concorrentes, diversificação das ofertas de serviços e cursos e aumento na exigência dos estudantes. No contexto do sistema educacional, a imagem da marca é um fator importante na conquista de alunos. Considerando a competividade do atual cenário e o  aumento de instituições privadas de ensino superior, a presente pesquisa buscou responder à seguinte questão: Qual a percepção da imagem da UNISC entre estudantes de graduação dos cursos de Comunicação Social e de Psicologia de Santa Cruz do Sul? O referencial teórico abordou o ensino superior brasileiro e seu cenário atual, características e classificação das IES, marketing de serviços, marketing de IES, imagem, imagem de marca, percepção da imagem de marca, imagem da marca em instituições de ensino superior e seus componentes, atributos relevantes para imagem da marca em IES, formas de medir a imagem da marca de IES, gestão da marca em IES. Para o alcance dos objetivos do estudo, a pesquisa foi realizada em duas etapas. A primeira etapa caracterizou-se como qualitativa, de caráter exploratório, realizada através de entrevistas em profundidade semiestruturada e teve como objetivo a validação do instrumento de Mello Moyano (2016). A segunda etapa caracterizou-se por uma pesquisa quantitativa, tipo survey, de caráter descritivo. A população do estudo foram alunos dos cursos de graduação em Comunicação e em Psicologia da UNISC e a amostra foi composta de 150 indivíduos. Como resultado, a pesquisa identificou 46 atributos de avaliação de imagem, organizados em 11 macro dimensões. As 11 marco dimensões avaliadas obtiveram nota média de avaliação superior a 3,00. Em relação à amostra total, as dimensões melhor avaliadas são “Reconhecimento e credibilidade” “Atendimento aos alunos” e “Docentes”. As dimensões pior avaliadas são “Preço”, que obteve a média mais baixa, “Pesquisa” e “Localização”. Foram realizadas recomendações mercadológicas relacionadas ao desenvolvimento de estratégias de marketing, verificação da percepção da imagem da marca junto aos demais públicos-chave, elaboração de plano de comunicação institucional e fortalecimento do processo de gestão da marca e gestão do preço.

 

Aluno: Eliziane Studzinski
Título: A SATISFAÇÃO DOS CLIENTES E A QUALIDADE NOS SERVIÇOS DOS SUPERMERCADOS COTRISAL NA REGIÃO DO MÉDIO ALTO URUGUAI - RS
DISSERTAÇÃO COMPLETA 
Resumo: Os supermercados servem de elo na cadeia entre produtores e seus consumidores finais, uma importante função para a sociedade e a economia comercial, gerando empregos, capital, tecnologia, produção, inovação e novas filiais em locais distantes; desempenhando contudo a função de aproximação com o consumidor e o desenvolvimento econômico produtivo. Todavia, o consumidor possui uma visão do que seria valor para si, cabendo aos supermercados compreender esse valor, para então desenvolver estratégias de posicionamento mais sofisticadas. Este entendimento sobre o que é valor para o cliente permitirá, em última análise, a satisfação dos clientes e o aumento de desempenho do supermercadista (CHAMIE; IKEDA, 2015). Levando-se em consideração a relevância do valor para o cliente supermercadista, surge como problema a identificação dos fatores e dos seus atributos que proporcionam qualidade e satisfação com os serviços em supermercados. Sendo portanto, o objetivo deste estudo o de medir e comparar a satisfação dos clientes em relação a qualidade dos serviços nos supermercados Cotrisal dos municípios de Seberi, Nonoai e Trindade do Sul, pertencentes a Região Gaúcha do Médio Alto Uruguai. Com base nessas considerações, o estudo justifica-se pela contribuição na satisfação do cliente e com o aprimoramento da qualidade nos serviços dos supermercados. O método empregado caracteriza-se por uma pesquisa exploratória qualitativa e uma pesquisa descritiva quantitativa com análise estatística comparativa de desempenho, envolvendo uma amostra com 240 clientes dos supermercados da Cotrisal, sendo 80 casos por cidade pesquisada. Os principais resultados da pesquisa permitiram identificar um conjunto de 43 atributos qualitativos salientes na percepção dos clientes em relação aos serviços dos supermercados Cotrisal, além da identificação de oito fatores que proporcionam valor (benefícios) para a clientela: atendimento, variedades, promoções, produtos, ambiente, preços, acessibilidade e localização. Os testes comparativos resultaram em uma maior nota de desempenho para a cidade de Nonoai, seguido de Seberi, e por fim Trindade do Sul em relação ao quesito satisfação com os fatores que impactam os serviços prestados pelos supermercados Cotrisal. Também foi possível identificar três segmentos de clientes supermercadista: Casais aposentados leais; Jovens solteiros insatisfeitos e Jovens independentes e desleais. A partir dos resultados obtidos com a pesquisa, os gestores dos supermercados Cotrisal poderão analisar e comparar o desempenho das filiais pesquisadas, de modo a compreender os atributos de maior satisfação e insatisfação com base na avaliação do cliente e desenvolver estratégias e ações de aplicabilidade que busquem atender as necessidades e os desejos dessa clientela. O que trará grande contribuição para o bem estar social da população que reside nos municípios onde o estudo foi desenvolvido, além do retorno financeiro aos supermercados. O trabalho também proporciona implicações acadêmicas e científicas, ao ampliar o estudo dos atributos qualitativos, seus principais fatores predominantes e a da segmentação dos consumidores em supermercados.

 

Aluno: Nicole Battisti
Título: O MODELO VENDOR MANAGED INVENTORY (VMI) COMO ESTRATÉGIA COMPETITIVA EM UMA REDE DE COOPERAÇÃO
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O aumento da competitividade leva as empresas a se reorganizarem, buscando novas estratégias que possam representar vantagens competitivas diante da concorrência. Dentro deste contexto destaca-se também a necessidade da criação de novos métodos voltados para a gestão de estoques e, a partir desta perspectiva surge a abordagem do modelo de controle de estoque gerenciado pelo fornecedor, o VMI (Vendor Managed Inventory). O VMI consiste em um método de controle de estoque onde o fornecedor passa a ser responsável, através de dados enviados pela empresa cliente, a manter os níveis de inventário em valores pré-estabelecidos, por meio de acordo mútuo. A implantação do método exige mudanças na forma de atuação das empresas. O principal objetivo deste estudo foi verificar se o VMI pode contribuir como estratégia competitiva para a REDEMAC, se configurando como um aprimoramento da gestão dos estoques na rede de cooperação. Os objetivos específicos são avaliar as estratégias presentes na REDEMAC, compreender de que forma essas estratégias se relacionam com a gestão dos estoques e, por fim, relacionar as particularidades da REDEMAC ao Modelo de Estrutura para Caracterizar Sistemas VMI, desenvolvido por Elvander, Sarpola e Mattson, em 2007. A metodologia utilizada foi a de um estudo de caso único com uma subsequente análise qualitativa, subsidiada pelas entrevistas com os participantes e fornecedores da rede de cooperação. Os resultados admitem que, a partir da união em rede de cooperação as empresas associadas da REDEMAC alcançam recursos que não conseguiriam obter se atuassem de forma isolada. Ao mesmo tempo, destaca-se que o desenvolvimento de uma gestão de estoques mais assertiva é necessária para que a rede alcance maiores vantagens competitivas no mercado. Além disso, os resultados demonstram que o VMI desponta como alternativa estratégica para a gestão dos estoques na rede diante da configuração e melhoras de processos dentro da rede e do centro de distribuição. As iniciativas colaborativas na cadeia de suprimento devem ser constantemente desenvolvidas, já que existe a percepção de que relacionamentos interorganizacionais e a consequente troca de informações facilitam a tomada de decisão e auxiliam na criação e execução de estratégias competitivas para as empresas.

 

Aluno: Leandro Moreira Finn
Título: ESTRATÉGIA DE VALOR NOS RELACIONAMENTOS INTERORGANIZACIONAIS: UM ESTUDO DE CASO NO SEGMENTO DE IRRIGAÇÃO AGRÍCOLA DO RIO GRANDE DO SUL
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Para criar vantagens competitivas sustentáveis, as empresas estão contemplando às suas estratégias recursos, capacidades e competências das firmas parceiras. Esta convergência de estratégias organizacionais quando qualificadas por um ambiente de cooperação, colaboração, coordenação e confiança, oportuniza a formação de uma rede de suprimentos no qual o valor criado nestas relações evidencia a estratégia de valor da cadeia de suprimentos. Por isso, a satisfação do cliente final possui forte ligação com os benefícios criados nos relacionamentos que caracterizam a interdependência das firmas fornecedoras. Neste contexto, o objetivo deste trabalho é analisar os relacionamentos interorganizacionais na perspectiva do processo estratégico de valor na cadeia de suprimentos de sistemas de irrigação agrícola. A base teórica desta pesquisa está sustentada na articulação entre Estratégia Organizacional, Valor e Relacionamentos Interorganizacionais (Gestão da Cadeia de Suprimentos). A fim de alcançar o objetivo apresentado, optou-se por um enfoque exploratório, utilizando-se do estudo de caso como estratégia de investigação qualitativa de natureza aplicada. O objeto de estudo foi a cadeia de suprimentos de uma empresa fornecedora de sistemas de irrigação agrícola sediada em Santa Maria, a qual foi caracterizada como empresa focal. Para analisar os dados coletados, foram elaboradas quatro categorias com base no referencial teórico, as quais foram tratadas pela técnica de análise de conteúdo. A categoria de análise “Proposição de Valor” abordou sobre a formação das estratégias organizacionais. A categoria “Criação de Valor” discorreu sobre a implementação destas estratégias. A categoria “Transferência de Valor” tratou da conjunção das estratégias individuais nos relacionamentos da cadeia de suprimentos. Já a categoria “Percepção de Valor” verificou a efetividade da estratégia conjunta. Como resultado da análise destas categorias, notou-se que a estratégia de valor da cadeia de suprimentos é evidenciada pela formação de planos baseados em recursos e oportunidades de negócios, com implementações planejadas e emergentes, nos quais os relacionamentos de parceria buscam a conjunção da eficiência dos recursos com a eficácia do atendimento voltado para as oportunidades de negócio, no qual se espera como resultado a efetividade no atendimento. Contudo, a conjunção destas estratégias não está resultando na efetividade esperada, no caso da cadeia investigada. Aspectos como qualidade do produto, suporte à serviços, processo de entrega, interações pessoas com o fornecedor, custo do produto/serviço e custo de processos não atenderam às expectativas de valor dos clientes. Ou seja, o valor proposto, criado e transferido na cadeia de suprimentos limita-se a percepção do cliente. Dentro da proposta do estudo, as categorias de análise “Criação de Valor” e “Transferência de Valor” se destacaram por seu potencial em esclarecer as estratégias individuais e como estas convergem nos relacionamentos interorganizacionais.

 

Aluno: Daniela Roehrs Laner
Título: ASPECTOS DA CULTURA ORGANIZACIONAL E SUAS INFLUÊNCIAS NO DESENVOLVIMENTO DE INOVAÇÕES: CASO SENAC-RS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A existência do atual cenário econômico, influenciado pela globalização e cada vez mais competitivo, impulsiona a inovação como uma condicionante para a permanência das organizações no mercado, sendo uma importante fonte de crescimento para estas. O desenvolvimento da inovação é influenciado por diversos fatores, dentre eles a cultura organizacional. Desta forma é relevante compreender a inter-relação dos fatores que permeiam a cultura das organizações, que podem ser pilares fundamentais de sustentação da competitividade. O objetivo geral deste trabalho é compreender como os aspectos da cultura organizacional impactam no desenvolvimento da inovação, no setor de serviços. Foi realizada uma pesquisa de abordagem qualitativa e objetivo exploratório, a partir de um estudo de caso no Senac-RS, Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Rio Grande do Sul. A partir da coleta dos dados e mediante análise de conteúdo, foi possível analisar e discutir os resultados com base nos construtos da pesquisa. Identificou-se que liderança, flexibilidade, comunicação e recursos humanos são aspectos da cultura organizacional que impactam no desenvolvimento de inovações, os quais precisam ser contemplados em práticas gerenciais capazes de propiciar o fomento da inovação, fazendo parte da estratégia institucional. As principais limitações referem-se aos sujeitos utilizados na pesquisa, a qual contemplou somente um nível hierárquico da instituição, não possibilitando comparativos entre as percepções em níveis estratégicos e operacionais. Para a realização de estudos futuros se recomenda a realização de estudos comparativos com outros departamentos regionais do Senac, tendo em vista ser uma instituição de abrangência nacional, possibilitando ampliar os aprendizados a nível institucional, contribuindo com informações relevantes para a inovação da instituição como um todo.

 

Aluno: João Luiz da Silva
Título: EMPREENDEDORISMO: UM MODELO DE AVALIAÇÃO DO PERFIL DOS EMPREENDEDORES DA INCUBADORA TECNOLÓGICA DA UNISC – ITUNISC
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O trabalho consistiu em elaborar um modelo de avaliação para melhor conhecer o perfil dos candidatos a serem futuros empreendedores vinculados a Incubadora Tecnológica da UNISC (ITUNISC), tendo em vista a importância dos processos de incubação de empresas para a sociedade em geral e também para a economia do Brasil. O assunto ganha relevância pelo fato da bibliografia pesquisada não avançar na concepção de um modelo de avaliação do perfil do empreendedor, instigando o problema: como avaliar o perfil comportamental, gerencial e técnico de um empreendedor visando potencializar seu êxito no processo de incubação da ITUNISC? Procurando responder à referida questão, o objetivo principal do estudo foi desenvolver um modelo de avaliação de competências comportamentais, gerenciais e técnicas para melhoria do processo de seleção de empreendedores para a incubação na ITUNISC. O estudo teve em sua fundamentação teórica temas como empreendedorismo, inovação, incubação de empresas, perfil do empreendedor e competências, gerando um modelo de referência para o perfil empreendedor que destaca seis (6) competências: três (3) comportamentais, criatividade, otimismo e capacidade de inovar; duas (2) gerenciais, capacidade de articular visão estratégica e liderança; e uma (1) técnica, o conhecimento na área de atuação. A metodologia caracterizou-se por estudo qualitativo, de natureza exploratória e descritiva, trabalhando-se com dados que foram coletados junto a uma amostra não probabilística de seis (6) empreendedores graduados pela ITUNISC, três (3) bem sucedidos e três (3) mal sucedidos, por meio de um roteiro de entrevistas que abordou as competências do modelo de referência. Os dados derivaram da análise do conteúdo das entrevistas, identificando-se as divergências e convergências entre os dois grupos de empresas. Foram contabilizadas as divergências nas respostas em cada uma das questões da entrevista, o que permitiu a aplicação dos critérios de análise. Considerando-se que o modelo mostrou-se sensível para detectar a incidência das seis (6) competências avaliadas, tais análises recomendam uma alteração no processo atual de seleção de empreendedores da ITUNISC, inserindo-se o modelo de avaliação do perfil do empreendedor desenvolvido. A partir dos resultados desse estudo, a ITUNISC evolui com a qualidade da seleção dos empreendedores, proporcionando mais assertividade na seleção final de futuros empresários, sendo esta a contribuição mais relevante da pesquisa. Ainda sobre esse estudo, projeta-se que outras incubadoras tecnológicas poderão utilizar o modelo de avaliação disponível.

 

Aluno: Cláudio Mansoni
Título: A INFLUÊNCIA DOS VALORES PESSOAIS DOS DISCENTES NA PERCEPÇÃO DA QUALIDADE NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR DA SERRA GAÚCHA
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A evolução do ensino superior, agregado à abertura de novos estabelecimentos comerciais, juntamente a novas modalidades de ensino, fizeram surgir um novo mercado, mais dinâmico, mais competitivo, com clientes mais exigentes e com diferentes culturas e perfis. Essa nova conjuntura de mercado propiciou o surgimento da possibilidade para as organizações de ensino desenvolverem-se e até mesmo garantir a sua continuidade. Diversos estudos corroboram neste sentido e demonstram a importância da percepção da qualidade no ensino superior. Outras pesquisas que tangem os valores pessoais também são amplamente discutidas no meio acadêmico e mercadológico. Entretanto, estudos envolvendo os dois temas ainda são incipientes, necessitando aprimorar o entendimento sobre a influência que ambos exercem acerca do ensino superior. De modo que o objetivo deste estudo é Identificar a influência dos valores pessoais na qualidade percebida pelos graduandos das Instituições de Ensino Superior (IES) da Serra Gaúcha do Rio Grande do Sul. Dentre os objetivos específicos, tem-se: Mapear os perfis sociodemográficos e socioeconômicos dos estudantes nas IES; Verificar a relação da qualidade percebida com o perfil socioeconômico dos estudantes e pela integralização cursada; Comparar a percepção da qualidade dos estudantes por sexo e por tipo de IES; Identificar e avaliar de que maneira os valores pessoais do indivíduo podem influenciar na percepção da qualidade. Para tanto, a metodologia empregada na pesquisa foi uma survey com 58 questões envolvendo uma amostra de 308 casos, dos quais 147 oriundos de IES públicas e 161 de IES privadas. Os dados subsidiaram o desenvolvimento e a análise do modelo teórico do estudo, juntamente com as relações das hipóteses entre os referidos construtos dos valores pessoais e os construtos da percepção da qualidade do ensino superior. Para o alcance dos objetivos da pesquisa foram empregadas análises estatísticas descritivas, técnicas de análise fatorial exploratória, confirmatória e de modelagem de equações estruturais (SEM). Os resultados alcançados com o estudo demonstram a influência positiva e significativa dos valores pessoais internos sobre a percepção da qualidade, além disso, observa-se a influência negativa e significativa dos valores pessoais de diversão na percepção da qualidade. Ao final desta dissertação será possível acompanhar a discussão detalhada dos resultados, implicações gerenciais e acadêmicas, limitações e sugestões para futuros estudos.

 

Aluna: Elaine Gorgen Strehl
Título: A SATISFAÇÃO DOS USUÁRIOS DE TRANSPORTE COLETIVO NO MUNICÍPIO DE ESTRELA – RS.
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O constante crescimento das cidades têm influenciado a mobilidade urbana. Os meios de transporte coletivo representam uma maneira de amenizar os problemas de locomoção e demanda por transporte de passageiros, sendo a satisfação dos usuários de transporte coletivo um dos principais indicadores da qualidade do serviço prestado. Objetivando avaliar a satisfação dos usuários do serviço de transporte coletivo na cidade de Estrela/RS, para aplicação de sugestões de atuação da prefeitura junto ao prestador do serviço e visando a melhoria dos serviços prestados, realizou-se este estudo. A metodologia empregada subdivide-se em três etapas: Sendo a primeira uma pesquisa qualitativa, realizada através da técnica do incidente crítico, para identificar os atributos que impactam nos serviços avaliados, com base na percepção dos usuários do serviço de transporte coletivo na cidade, estas dimensões identificadas serviram de base para o questionário da segunda etapa da pesquisa, caracterizada com um pesquisa descritiva de análise quantitativa, com a utilização de um questionário estruturado para avaliação da satisfação dos passageiros, envolvendo uma amostra de 203 usuários do transporte coletivo na cidade de Estrela. A terceira etapa constitui-se de uma análise estratégica visando a aplicabilidade do estudo e a redução dos atributos de maior insatisfação com o serviço de transporte coletivo na cidade. Os principais resultados da pesquisa permitiram identificar que a satisfação geral dos usuários do transporte é de 73,7% e a intenção de novamente utilizar os serviços ficou em 90,4%. Também foi identificado por meio de uma Análise Fatorial que existem seis fatores preponderantes para o serviço na cidade: Atendimento, informações, conforto, estrutura, paradas e condição. A partir dos resultados deste estudo será possível a replicação da metodologia e comparação dos resultados para estudos futuros relacionados a satisfação dos usuários de serviço no transporte coletivo de outras cidades.

 

Aluno: Julian Israel Lima
Título: GESTÃO FINANCEIRA DE CURTO PRAZO EM INSTITUIÇÕES COMUNITÁRIAS DE ENSINO SUPERIOR DO RIO GRANDE DO SUL
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Com a redução de alunos decorrente das condições macroeconômicas e da restrição de oferta de programas de financiamento estudantil, as Instituições Comunitárias de Ensino Superior – ICES têm empreendido esforços para manterem seu equilíbrio econômico-financeiro. No intuito de fornecer elementos que contribuam para a gestão dessas organizações, o presente estudo teve como objetivo identificar a forma como ICES participantes do Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúchas – COMUNG realizam sua gestão financeira de curto prazo frente ao novo cenário na educação superior. Para atingir os objetivos propostos, realizaram-se entrevistas semiestruturadas com nove gestores financeiros dessas ICES. Realizou-se um estudo de caso múltiplo, configurando-se em uma pesquisa qualitativa, de delineamento descritivo e exploratório. Os dados foram tratados por meio da análise de conteúdo e divididos em seis dimensões de pesquisa: planejamento financeiro, gestão do capital de giro, políticas de gestão institucional, inadimplência, financiamento aos estudantes e situação institucional. Como principais resultados, verificou-se que o conjunto pesquisado é composto por Instituições de alta complexidade de gestão, o que resulta das particularidades desse tipo de organização, com planejamento financeiro com alto grau de detalhamento de informações, cujas dificuldades resultam do perfil acadêmico de seus gestores. Quanto à gestão do capital de giro, verificou-se que ocorre de forma criteriosa, com precisão e segurança nos processos financeiros. As ICES pesquisadas caracterizam-se como tomadoras de recursos no mercado financeiro, com alta dependência dos bancos, com maior incidência dos públicos. Em alguns casos, verificou-se a ocorrência da preponderância de aspectos políticos em detrimento de aspectos financeiros nas decisões tomadas, o que é atribuído ao caráter comunitário e de priorização da qualidade acadêmica. Observou-se baixa inadimplência e alta influência do FIES na situação econômico-financeira, mesmo nas ICES com baixo comprometimento de receitas com o Programa, sendo que todas enfrentaram dificuldades com as restrições de acesso ao financiamento e, as mais comprometidas, vivenciaram expressivo desenvolvimento, apesar das dificuldades.

 

Aluno: Leonardo Gallardo Pattussi
Título:
A INFLUÊNCIA DOS VALORES PESSOAIS SOBRE O PROCESSO DECISÓRIO DE COMPRA NO COMÉRCIO VAREJISTA DE ROUPA
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A atual condição econômica, assim como a busca de melhores métodos para conseguir atingir o mercado e os consumidores, destacam a importância do processo decisório de compra dos consumidores. Neste âmbito, a compreensão da existência de influências vindas dos valores pessoais sobre o processo decisório de compra para o comércio varejista das duas cidades possibilita diferencial competitivo, visto que subsidia o mapeamento e direcionamento das estratégias de marketing, alinhando aos elementos do comportamento de compra aos valores pessoais dos consumidores. O presente estudo teve como propósito identificar a existência e quais são as influências dos valores pessoais sobre o processo decisório de compra no comércio varejista de roupas em duas regiões. Primeiramente, foi realizada uma pesquisa descritiva, em busca de determinar características específicas de cada região, assim como quantificar a parcela da população que tenha determinada característica; posteriormente, foi realizada etapa quantitativa, que abordou análise fatorial, teste de diferença de média e análise de regressão. O modelo de regressão confirmou a influência dos valores pessoais sobre o processo decisório de compra dos consumidores, apontando que os nove valores descritos por Kahle (1986) afetam conscientemente ou inconscientemente o processo decisório. Os resultados do presente estudo servirão de auxílio para os gestores das regiões pesquisadas, possibilitando ações de marketing específicas e de impacto nos consumidores locais.

 

Aluna: Juliane Edy dos Santos Krein
Título:
PERCEPÇÃO DA IMAGEM DA MARCA UNISC: A VISÃO DOS ESTUDANTES DE NÍVEL MÉDIO NA CIDADE DE MONTENEGRO/RS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Atualmente, o mercado de instituições de ensino superior caracteriza-se por grande competitividade. As instituições têm como desafio melhorar sua comunicação, marketing e força de sua marca para a sociedade e alunos, a fim de permanecerem no mercado e arraigarem suas diferenças nas mentes dos futuros alunos. Nesse sentido, o estudo buscou avaliar a percepção dos estudantes de ensino médio e técnico da cidade de Montenegro/RS sobre o posicionamento da marca da Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC. O referencial teórico abordou marca, imagem da marca, percepção da imagem da marca, posicionamento de marca, marca em instituições de ensino superior - IES, componentes da marca em IES, atributos da marca em IES, medidas da imagem e posicionamento da marca em IES. Para que alcance dos objetivos do estudo, a pesquisa foi realizada em duas etapas. A primeira etapa foi qualitativa, de caráter exploratório, na qual se utilizou como técnica de coleta de dados e entrevistas individuais em profundidade com gestores da UNISC responsáveis pela coordenação de comunicação e marketing da organização e grupos focais de alunos do ensino médio e técnico de Montenegro/RS. Na segunda etapa, quantitativa, de caráter descritivo, aplicou-se um questionário estruturado como instrumento de coleta de dados junto ao público-alvo. Foram identificados os atributos relevantes para a percepção do posicionamento de marca de instituições de ensino superior. Como resultado, os dados qualitativos da pesquisa sugerem que há definição formal do posicionamento pretendido pela instituição. Os resultados da pesquisa quantitativa indicam que os atributos melhor avaliados da marca UNISC em relação às demais IES pesquisadas referem-se à localização conveniente, valores das mensalidades (atributos de qualidade) e a percepção de que a UNISC é uma universidade conectada (atributo de personalidade corporativa). Considerando o posicionamento pretendido pela UNISC descrito pelos gestores, verifica-se que o posicionamento percebido pelos entrevistados não reflete o posicionamento estratégico da UNISC. Sugere-se esforço de marketing e comunicação junto à população da região de Montenegro/RS de forma a posicionar a marca UNISC de acordo com a estratégia planejada pela IES. Os resultados poderão colaborar para que os gestores universitários reposicionem as suas estratégias, a fim de que a UNISC se configure como a universidade de preferência e instituição relevante para a população de Montenegro/RS.

 

Aluno: Fabio Kazuyoshi Nishimura
Título:
APLICAÇÃO DA TEORIA DAS RESTRIÇÕES E CONTABILIDADE DE GANHOS NA RENTABILIDADE POR PRODUTO – ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DE INJEÇÃO PLÁSTICA
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O mundo competitivo dos negócios faz com que a empresas busquem incessantemente por melhora da sua performace operacional para que possam ter a melhor rentabilidade possível com um preço justo. A melhor rentabilidade se dá não somente pela melhor performace operacional, mas também pela forma como se utiliza os recursos disponiveis. Dentre esses recursos estão os ativos fixos da empresa, suas máquinas e equipamentos, que devem ser utilizadas para maximizar a rentabilidade do negócio, buscando proporcionar a maior rentabilidade possivel com o mesmo investimento. Dentre os diversos segmentos de negócio, a indústria plástica tem uma representatividade importante no Brasil e no Rio Grande do Sul. Em 2015 o segmento contava com 11.459 empresas no Brasil e empregava em 2016, 27.031 trabalhadores no Rio Grande do Sul, sendo o 3º estado brasileiro no ranking das industrias plásticas no Brasil. Dado essa importância da indústria plástica, somado a necessidade de se buscar a melhor utilização possivel dos investimentos das empresas, o trabalho buscou através da Contabilidade de Ganhos oriunda da Teoria das Restrições elaborar um modelo de apurar e acompanhar a rentabilidade por produto da indústria plástica de injeção, de forma que seja possível atingir a maior rentabilidade dos recursos disponíveis. Como resultado do estudo de caso, a análise qualitativa demonstrou que a Contabilidade de Ganhos é perfeitamente aplicável a indústria plástica de injeção. Constatou-se que numa empresa onde se tem uma variedade de produtos de tamanhos e pesos distintos, a utilização do método através da Contabilidade de Ganhos se demonstrou mais adequada do que a Contabilidade de custos tradicional que usa a margem bruta para acompanhar a rentabilidade por produto. Levando em consideração que a tarefa de fazer a melhor combinação de produção e venda dos produtos medidos pela Contabilidade de Ganhos pode ser trabalhosa em função da quantidade de produtos que a empresa possa ter, o trabalho apresenta como alternativa a utilização da ferramenta Solver do Excel para auxiliar no processo de análise e tomada de decisão. Sendo assim, o trabalho traz uma colaboração importante ao meio acadêmico a medida em que apresenta mais um exemplo prático de aplicação da teoria da Contabilidade de Ganhos e da Teoria das Restrições. Principalmente pelo fato de se ter poucos trabalhos publicados no segmento plástico abordando essas teorias. A comparação, abordada no trabalho, entre a Contabilidade de Ganhos e a Contabilidade de custos tradicional é outra contribuição importante para o meio acadêmico. O trabalho dá a possibilidade de indústrias do mesmo segmento ou com processos produtivos análogos, utilizarem como material de reflexão sobre seus instrumentos de controle ou serve como modelo para reformatação dos seus controles. O trabalho conclui que a Contabilidade de Ganhos demonstrou-se superior a contabilidade tradicional para uma indústria de injeção plástica tomar decisão sobre a forma de utilização dos recursos, o modelo criado ajuda o gestor a tomar decisões mais assertivas para melhor rentabilizar o investimento sob sua gestão. 

 

Aluna: Julia Schaefer
Título:
GOVERNANÇA E COMPORTAMENTOS COOPERATIVOS EM RELAÇÕES INTERORGANIZACIONAIS ENTRE A EMPRESA FOCAL E SEUS REPRESENTANTES COMERCIAIS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O presente estudo objetivou identificar os elementos constitutivos das estruturas de governança que promovem comportamentos cooperativos entre empresa focal/líder e empresas de representação, em um contexto de comercialização de produtos transgênicos. Para atender este objetivo, efetuou-se um estudo de caso com a análise de conteúdo obtido em entrevistas com gestores e representantes comerciais de uma empresa desenvolvedora e produtora de sementes de milho e soja transgênicas, bem como análise documental. Alicerçado na Teoria dos Custos de Transação e na perspectiva das relações interorganizacionais cooperativas, a revisão teórica aborda as premissas de Williamson (1985, 1991, 1996), Provan e Kenis (2007) e de Hennart (2008) para compreender o desenho e mecanismo de governança aplicáveis aos relacionamentos. O efeito desses elementos na geração da confiança e do comportamento cooperativo teve por base a abordagem de Larson (1992), Ring e Van de Ven (1994) e Kale et al. (2000), entre outros. A metodologia empregada na pesquisa caracteriza-se como um estudo de caso único de caráter exploratório e abordagem qualitativa de conteúdo, envolvendo gestores da empresa objeto do estudo, e os responsáveis pelas empresas de representação comercial. As dimensões de estrutura normativa e governança, características relacionais e efeitos relacionais foram definidas a partir do referencial teórico. Os resultados encontrados na dimensão estrutura normativa e governança refletiram que a empresa apresenta organização e mecanismos de controle condizentes com a complexidade do seu negócio, cuja percepção é positiva dos parceiros. Quanto à dimensão características relacionais, os resultados apontam para convergência de perfis e interesses entre parceiros, culminando em desempenho e satisfação da relação. Finalmente, no que diz respeito aos efeitos relacionais, a colaboração e a confiança se demonstraram fatores altamente presentes nas relações.

 

Aluno: Martin André Hirsch
Título:
ESTRATÉGIA DE OPERAÇÕES: UTILIZAÇÃO DA EFICIÊNCIA GLOBAL DE EQUIPAMENTOS EM UMA EMPRESA COMO ESTRATÉGIA COMPETITIVA
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A competitividade que envolve os setores da construção civil e mineração têm determinado às empresas que atuam no segmento, a necessidade de buscar alternativas estratégicas para se manterem sólidas ou até mesmo para continuar no mercado. Nesse contexto, o estudo busca contribuir com a utilização da eficiência global de equipamentos como ferramenta gerencial na obtenção de ganhos de produtividade e vantagem competitiva em uma empresa que realiza prestação de serviços com equipamentos. Tendo como objetivos estabelecidos analisar os atuais indicadores da empresa estudada, possíveis falhas no seu gerenciamento, os impactos e as proposições de melhorias advindas da análise de aplicabilidade da eficiência global de equipamentos. A natureza metodológica da pesquisa caracteriza-se por um estudo de caso único, com a realização de entrevistas e a utilização de fontes existentes de informações relativas aos equipamentos de produção. A pesquisa teve uma abordagem quali-quanti, sendo que na etapa qualitativa foram realizadas  entrevistas visando investigar a visão dos gestores em relação a utilização de uma  ferramenta na busca de vantagens competitivas. Na quantitativa empregou-se fórmulas e cálculos da eficiência global de equipamentos. Os resultados apresentam que a aplicabilidade da eficiência global de equipamentos foi plenamente possível, onde sua utilização apresentou relevante potencial gerencial em contribuir para a tomada de decisões da empresa, além de representar uma ferramenta para o ganho de produtividade e um importante instrumento estratégico na obtenção de vantagens competitivas.

 

Aluna: Raquel Rejane Theobald
Título:
SENTIMENTOS E EMOÇÕES DOS TORCEDORES DE FUTEBOL
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O esporte é bastante procurado por torcedores como um produto de diversão, no qual é conferido elevado potencial de consumo e de mercado nos dias atuais (MELO NETO, 2013). Considerando a importância do consumo no contexto esportivo faz-se necessário investigar o comportamento do consumidor no futebol, especificamente o quanto sentimentos e emoções estão presentes neste cenário. Deste modo, o trabalho tem como objetivo analisar a influência dos sentimentos e emoções no comportamento dos torcedores de futebol. Para proceder com esta pesquisa foi realizado um levantamento bibliográfico sobre o comportamento do consumidor, consumo, sentimentos, emoções e o esporte, marketing esportivo e o futebol brasileiro. A fim de alcançar o objetivo proposto, optou-se por uma pesquisa exploratória qualitativa, utilizando uma perspectiva interpretativista. Por meio do contato direto com os torcedores de futebol de times do Brasil foram realizadas oito entrevistas em profundidade, apoiadas em roteiro semiestruturado. A partir dos resultados coletados, notou-se que o futebol se faz presente na sociedade por meio de torcedores entusiasmados e devotos, simpatizantes ou simplesmente telespectadores. Os torcedores demonstram estarem envolvidos com seu time, de forma incondicional, oscilando seus sentimentos e emoções de acordo com movimentos positivos e negativos que o time lhes proporciona. O desempenho do time, no entanto, não compromete o envolvimento dos torcedores. Entendida como uma forma de consumo, tal relação se baseia em diversas formas de sentir, de pensar e de se relacionar socialmente com outros indivíduos o que, muitas vezes, interfere em suas prioridades e valores pessoais. Constatou-se que os responsáveis pela escolha do time dos informantes foram familiares próximos ou pessoas íntimas aos torcedores, como amigos próximos e de infância. Foi possível observar, ainda, que práticas como jogar, assistir, ouvir, ler e comprar fazem parte do cotidiano dos respondentes. Esse público se dedica a assistir programas esportivos e transmissão de jogos na televisão, comparece a eventos esportivos, realiza leituras sobre seu time. Por fim, diversos sentimentos e emoções foram manifestados pelos torcedores identificados como amor, paixão e sentimento de reciprocidade ao time. Tais elementos são apresentados como definição da relação entre o torcedor e seu time.

 

Aluno: Etierre Manhago
Título:
PROCESSOS COCRIATIVOS ENTRE EMPRESA, ATLETAS E CONSUMIDORES: A INFLUÊNCIA DA INTERAÇÃO PARA IMAGEM DA MARCA
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Este trabalho propõe uma análise sobre como cocriação de valor sob perspectiva da Lógica Dominante do Serviço em Marketing (LDS) de Vargo e Lusch (2004a) pode influenciar na imagem de uma marca de matérias esportivos. A cocriação de Valor é um termo que começou a ser usado em meados do século XXI e tem propiciado curiosidade em acadêmicos e profissionais do marketing. Para alguns estudiosos utilizar práticas cocriativas pode aumentar a rentabilidade e trazer vantagens competitivas para a empresa, tornando-se um novo modelo de negócio. Na realidade por meio da cocriação as empresas se aproximam dos seus stakeholders afim de resolverem um problema em conjunto e a partir dessas interações surgem oportunidades de aprendizado para empresa e agregação de valor aos produtos/serviços. Dessa maneira a transparência da empresa com os clientes a partir da interação faz surgir novas experiências, que vão desde ideais sobre personalização ou melhorias dos produtos, até o compartilhamento de seus sentimentos ao usar produtos de determinada marca. Essa interação promove um esforço constante para o desenvolvimento do relacionamento com os stakeholders. O objetivo deste estudo foi de entender como essas práticas cocriativas com atletas de alto rendimento e clientes a partir do modelo DART de Prahalad e Ramaswamy (2004) podem influenciar na imagem de uma marca de matérias esportivos. A literatura de marketing contempla poucos trabalhos relacionados ao tema, sendo sua maioria publicada nos Estados Unidos. Diante disso, realizou-se por meio de pesquisa qualitativa exploratória, utilizando-se como ferramenta o estudo de caso único, a aplicação de entrevistas semiestruturadas com os atletas e clientes envolvidos nos processos da marca Bravour. Por meio da análise destas entrevistas, análise documental e os cruzamentos com a teoria estudada, apresenta-se a forma como atualmente a instituição aborda o diálogo, acesso, risco/benefício e transparência com os atletas e clientes. Procurou-se entender a percepção de como essas práticas cocriativas influenciam na imagem da marca. Conclui-se que as práticas cocriativas do modelo DART estreitam os laços com atletas de alto rendimento o que possibilita a melhoria dos produtos já existentes e a criação de novos produtos específicos para a modalidade, devido a opinião especializada desses atletas. Segundo os clientes, usar práticas cocriativas com atletas de alto rendimento aumenta a qualidade dos produtos da empresa e isso consequentemente sustenta credibilidade para a imagem da marca.

 

Aluno: Fernando José Stanck
Título:
GESTÃO DE INCUBADORAS: UM MODELO PARA IMPLEMENTAÇÃO DO CERNE NÍVEL 1 A PARTIR DE PRÁTICAS DE INCUBADORAS DO RS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Tendo em vista a importância das incubadoras de empresas na geração de emprego e renda e no desenvolvimento das regiões onde se inserem, a pesquisa consistiu no desenvolvimento de uma proposta para implementação do modelo de gestão CERNE Nível 1 a partir de práticas de incubadoras do Rio Grande do Sul. O assunto ganha importância ao se constatar que órgãos de fomento à inovação e ao empreendedorismo passaram a exigir a certificação CERNE na avaliação da credibilidade das incubadoras. Tanto que, desde 2011, várias instituições beneficiaram-se de recursos de fomento para suporte especializado na implementação do modelo. A crise econômica nacional, entretanto, restringiu este fomento e mais da metade das incubadoras do país não possui recursos para tal certificação. Adicionalmente, a bibliografia pesquisada não demonstra, de forma prática e completa, como proceder para implantar o modelo CERNE Níve1 sem o apoio de editais de fomento. Estes fatores instigaram o problema de pesquisa: a partir da experiência de incubadoras do RS certificadas ou em processo de certificação pelo CERNE Nível 1, que práticas são recomendadas para facilitar a implementação do referido modelo por outras incubadoras que venham a buscar tal certificação? Procurando responder à referida questão, estabeleceu-se o objetivo geral do estudo: tomando por base a experiência de incubadoras do RS certificadas ou em processo de certificação pelo CERNE Nível 1, desenvolver um conjunto de práticas que facilitem a implementação do referido modelo por incubadoras que desejam obter tal certificação, independentemente de acesso a recursos de fomento externo. O estudo teve em sua fundamentação teórica temas como empreendedorismo, inovação, incubadoras de empresas, modelos de gestão e o modelo CERNE. A metodologia caracterizou-se por um estudo qualitativo de natureza descritiva, trabalhando-se com uma população de 10 incubadoras que receberam recursos para a implantação do CERNE Nível 1 através do Edital 01/2011 do SEBRAE. A coleta de dados ocorreu por meio de um roteiro de entrevistas. Mediante análise de conteúdo destas entrevistas, foram identificadas as principais práticas de implantação CERNE Nível 1 utilizadas pelas incubadoras pesquisadas, sendo as mesmas avaliadas quanto a sua frequência de adoção e complexidade gerencial. São práticas que atendem aos processos-chave do modelo, compreendendo sensibilização, prospecção, seleção, qualificação, gerenciamento básico da incubadora, dentre outros. Em decorrência, a principal contribuição da pesquisa foi a proposição de um modelo para implantação do CERNE Nível 1 com base nas práticas avaliadas como as mais recorrentes e de menor complexidade para o planejamento, implementação e controle, sendo sua aplicabilidade avaliada positivamente pela Incubadora Tecnológica da UNISC. A partir dos resultados desse estudo, tem-se um modelo de implementação do CERNE passível de disseminação e aplicação por distintas incubadoras de empresas. Os processos propostos atribuem mais simplicidade e economicidade na implantação do modelo CERNE Nível 1, ampliando assim a possibilidade de mais incubadoras buscarem a certificação.

 

Aluno: Patrícia Tais de Souza Rubert
Título:
COCRIAÇÃO DE VALOR: UMA ANÁLISE DAS RELAÇÕES INTERATIVAS ENTRE VENDEDOR E CLIENTE EM EMPRESAS DO SETOR DE PERFUMARIA E COSMÉTICOS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Esta dissertação investiga a ocorrência do processo de cocriação de valor na venda direta de cosméticos e delimita-se à analisar três das principais empresas do ramo escolhidas para realizar este estudo: Avon, Natura e O Boticário. O objetivo geral desta pesquisa é compreender como ocorre a cocriação de valor na venda direta de cosméticos e seus objetivos específicos buscam verificar as relações interativas entre vendedor e cliente; Identificar práticas de cocriação em vendas diretas de cosméticos e; propor soluções cocriativas que gerem valor para as partes. O percurso metodológico compreende a coleta de dados realizada através de entrevistas semiestruturadas, que foram aplicadas a revendedores e consumidores de cada uma das marcas pesquisadas. Além disso, foram analisados como dados secundários, os catálogos e portais online das empresas e a observação direta também foi utilizada como meio para coleta de dados, através das interações de venda entre revendedores e clientes, na sua forma presencial. Para a análise dos dados deste estudo, é utilizada a estratégia de triangulação de dados, que busca o esclarecimento das definições utilizando a comparação. Neste contexto, os resultados demonstram a solidez no relacionamento entre revendedores e consumidores, sendo destacada a confiança entre as partes. 

 

Aluno: Maicon da Silva
Título:
COCRIAÇÃO DE VALOR E A INTERAÇÃO ENTRE ENSINO E APRENDIZAGEM: UM ESTUDO EM UM PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A cocriação de valor tornou-se importante nas últimas décadas para a administração de marketing, permitindo melhorias constante para as empresas. A cocriação de valor busca entender o comportamento do consumidor frente as mudanças contundentes verificadas no mercado empresarial dos últimos anos, o qual exige das empresas formas diferenciadas para determinar suas necessidades, explorando novas abordagens para a criação de valor. Assim sendo, o valor é gerado pelo consumidor a partir de suas interações com a empresa e seus produtos (bens e serviços). O universo acadêmico não difere do contexto empresarial descrito e, na sala de aula, para que o processo ensino aprendizagem entre as partes seja satisfatório, torna-se necessária a participação, interação, relacionamentos e trocas mútuas de experiências entre professor e aluno. Estudos desenvolvidos nos últimos anos alertam para os problemas ocasionados pela falta de cocriação no universo da educação, onde muitas vezes o professor se transforma apenas em um reprodutor de conteúdos e conceitos, comportamento que contribui para que as aulas sejam monótonas e sem participação dos alunos, comprometendo o processo de ensino aprendizagem. No ensino superior privado, a satisfação do aluno e a cocriação de valor são resultantes de ações individuais ou conjuntas (professor, instituição e aluno). Metodologicamente, este estudo caracterizou-se por ser um estudo de caso exploratório, com análise de dados qualitativa. A coleta de dados se deu com professores e alunos do Curso do Mestrado em Administração de uma Universidade do Vale do Rio Pardo, da cidade de Santa Cruz do Sul/RS, que propiciou na elaboração dos respectivos resultados. A relevância dessa pesquisa se dá pela constatação de que a cocriação de valor é vista como uma importante ferramenta para a administração de marketing, pois permite melhorias constantes através de troca de experiências entre professores a alunos no ambiente da sala de aula. No ensino superior privado, a satisfação do aluno e a cocriação de valor são resultantes de ações individuais ou conjuntas, desenvolvidas a partir de relações envolvendo instituição, professores e alunos. No espaço onde realizou-se o estudo, o processo de cocriação de valor na educação encontra-se em desenvolvimento, devendo, contudo, ser incentivado de forma mais expressiva, possibilitando assim a efetivação dos resultados de forma mais rápida, eficaz e coerente às necessidades específicas da referida instituição. 

Aluna: Melissa Teresa Kanitz
Título: AS PRÁTICAS COCRIATIVAS COMO ESTRATÉGIA DE PROMOÇÃO DA IMAGEM INSTITUCIONAL: ESTUDO DE CASO NO HOSPITAL SANTA CRUZ
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: As instituições de saúde no Brasil têm sofrido com crises financeiras graves e que as assolam há anos. Além disso, a maioria destas instituições é centenária, ou seja, já possuem estruturas defasadas e sua imagem, em função disso, encontra-se prejudicada. Neste contexto, a presente dissertação propõe uma análise sobre a percepção da imagem do Hospital Santa Cruz e busca avaliar de que maneira as práticas cocriativas podem auxiliar na promoção da imagem da marca. Para tanto, considera-se os conceitos apresentados pela Lógica Dominante do Serviço em Marketing (LDS) de Vargo e Lusch (2004), trazendo a participação de todos os atores no processo de cocriação de valor. Diante disso, realizou-se por meio de pesquisa qualitativa exploratória, utilizando-se como ferramenta o estudo de caso único, a aplicação de entrevistas semi-estruturadas com os stakeholders envolvidos nos processos e serviços do hospital. Por meio da análise destas entrevistas, análise documental e os cruzamentos com a teoria estudada, apresenta-se a forma como atualmente a instituição aborda o diálogo, acesso, risco/benefício e transparência com seus stakeholders e a percepção de sua imagem diante desses respondentes. Conclui-se que atualmente não encontra-se bem definida a questão da cocriação e que os elementos de interação não são claros e presentes para todos os participantes do processo. Desta forma, apontam-se possibilidades, utilizando-se como subsídios o modelo conceitual DART, para que a instituição possa implantar o processo de cocriação de valor, envolvendo a todos os interessados e assim, promover a imagem da marca, fidelizando e conquistando novos clientes. Esta pesquisa visa ainda, contribuir de forma acadêmica e gerencial, principalmente nos campos teóricos já citados.

 

Aluno: Bruno Cassol Brum
Título: A INFLUÊNCIA DO APRENDIZADO ORGANIZACIONAL NA DEFINIÇÃO DAS ESTRATÉGIAS CORPORATIVAS DO SETOR FINANCEIRO: O CASO DO BANCO DO BRASIL
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O Banco do Brasil é na atualidade uma das principais instituições financeiras do Brasil. Com 209 anos de história consolida-se como importante ferramenta no desenvolvimento do país, sendo um banco de mercado que tem em sua missão o espírito público. Nesse contexto, a pesquisa efetua um estudo de caso com análise do conteúdo obtido em entrevistas a altos executivos da empresa, tais como vice presidente, diretores e superintendentes, buscando na percepção desses administradores qual a visão predominante na empresa. O objetivo geral deste trabalho é analisar no processo de formação das estratégias corporativas do Banco do Brasil, como age a influência do aprendizado organizacional nessa construção estratégica, descrevendo como o aprendizado é incorporado, quais as influências sobre o âmbito do contexto em que se inserem, o conteúdo que elas tem e o processo a qual estão inseridas. Na revisão teórica as Estratégias Corporativas são abordadas na visão da escola do aprendizado de Mintzberg (2010), utilizando-se também das contribuições dentre outros de Wright, Kroll e Parnell (2000) e Porter (1999). Já o estudo da evolução do Aprendizado Organizacional tem colaboração teórica de autores como Argyris e Schön (1978) e Sweringa e Wierdsma (1995) que colocam a transição do aprendizado individual para o organizacional em sua teoria de ciclos. Sobre as Estratégias de Aprendizado, a construção passa pela análise desse aprendizado com base na teoria de Pettigrew (1987), que utiliza a dinâmica conteúdo, contexto e processo para analisar como esse aprendizado transcende por toda corporação. A metodologia empregada na pesquisa caracteriza-se como um estudo de caso único, de caráter exploratório e análise qualitativa de conteúdo envolvendo oito entrevistados, cujos cargos no Banco do Brasil vão do nível estratégico ao tático. Os principais resultados da pesquisa mostram presença forte da valoração do aprendizado dentro da organização, e consequentemente sua aplicabilidade no dia a dia, o que reflete na formação das estratégias corporativas, hoje formuladas a nível de Conselho de Administração da Empresa.

 

Aluna: Débora Regina Czupriniaki
Título: “GESTÃO POR COMPETÊNCIAS”: UMA ANÁLISE DE DESEMPENHO DO VOLUNTARIADO ORGANIZACIONAL DO INSTITUTO DO CÂNCER INFANTIL DO RS EM ATUAÇÃO NO HOSPITAL CONCEIÇÃO
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: As organizações são instigadas a buscar maior competitividade no mercado e o foco, a cada dia, volta-se para as pessoas e suas competências. O capital humano passa a ser mais valorizado nas organizações, que adotaram nova forma de investir no desenvolvimento dessas competências. O Terceiro Setor também buscou aprimorar-se, objetivando sua inserção neste mercado modernizado, tornando-se referência no que tange às questões voltadas à responsabilidade social, por meio da implantação de novas formas de gestão (DIAS, 2012). Buscando entender o contexto de influência no desempenho dos voluntários, que são a base de operação dessas organizações, o presente estudo teve como objetivo analisar as competências necessárias que influenciam no desempenho do trabalhador voluntário no Instituto do Câncer Infantil. Buscou preencher uma lacuna teórica identificada na literatura no que diz respeito à análise das competências do voluntário no contexto de desempenho. O referencial teórico apresenta a conceitualização do Terceiro Setor, Organizações Não Governamentais (ONGs), trabalho voluntário, suas motivações e legislação, competências e desempenho. O trabalho caracterizou-se por uma pesquisa qualitativa, de caráter exploratório, realizada através de estudo de caso no Instituto do Câncer Infantil do Rio Grande do Sul. Foram entrevistados 10 voluntários em atividade no Hospital Conceição, ligados ao Instituto do Câncer Infantil. Da pesquisa emergiram 21 categorias iniciais ligadas às 10 categorias intermediárias da categoria final Competências e 6 categorias iniciais ligadas à 3 categorias intermediárias da categoria final Desempenho. Foram identificadas as competências que apóiam o desempenho do voluntariado hospitalar do ICI em atuação no Hospital Conceição, alcançando o objetivo da pesquisa. Como implicação gerencial, identificou-se a necessidade de manualização das atividades dos voluntários hospitalares em todos os hospitais parceiros do ICI.

 

Aluna: Rita de Cássia Finamor Nicola
Título: EVASÃO E RETENÇÃO DE ACADÊMICOS NA GRADUAÇÃO EM ENSINO SUPERIOR PRESENCIAL: O CASO DA URI CAMPUS SANTIAGO
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O presente estudo teve o objetivo de analisar os fatores que podem influenciar na evasão e retenção dos acadêmicos do ensino superior presencial da URI Campus Santiago – Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões. A evasão é um problema recorrente no ensino superior e tem assumido grandes proporções no campo da graduação, e a URI não foge a esta problemática, o que propiciou a abordagem da temática como foco deste trabalho. Buscou-se identificar os pontos principais ligados à evasão a partir de quatro dimensões, a saber, “Econômica”, “Integração Acadêmica e Social”, “Expectativas e mundo do trabalho” e “Mobilidade e ambiente Universitário”. A pesquisa foi realizada em duas etapas. A primeira etapa consistiu na realização de pesquisa bibliográfica sobre o tema evasão no ensino superior; na segunda etapa foi realizada uma pesquisa e entrevistas com análise quantitativa e qualitativa. Os instrumentos de coleta de dados foram um questionário aplicado a uma população de 54 alunos evadidos e um roteiro de entrevistas, realizadas com 08 alunos evadidos. De acordo com a análise quantitativa, os resultados evidenciaram um índice geral de 8,41% de evasão, com destaque aos cursos de Enfermagem e Administração, que apontaram 11,88% e 11,73% respectivamente, no primeiro semestre de 2016. Levando em consideração as quatro dimensões, os pontos que mais chamaram atenção foram na dimensão econômica, o peso dos problemas financeiros, considerando que um grande número de acadêmicos contava com auxilio de algum benefício do governo ou da própria universidade, ou era subsidiado por algum familiar. Este estudo objetivou, além de entender os motivos da desistência pela ótica do acadêmico evadido, propor ações que possam reduzir os índices de evasão e buscar possibilidades de intervenção para facilitar o retorno dos alunos já evadidos.
Palavras-chave: Evasão; Ensino Superior; URI.

 

Aluno: Rodrigo Gustavo Aguzzoli Colombo
Título: GESTÃO ESTRATÉGICA DE PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS: UM MODELO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL PARA APOIO À TOMADA DE DECISÃO
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo:  Esta dissertação aborda a gestão estratégica de pequenas e médias empresas, apresentando um modelo de sistema de informação contábil para apoio à tomada de decisão. Teve por objetivo definir um modelo de software para um SIC que atenda às necessidades das pequenas e médias empresas pesquisadas quanto à tomada de decisão estratégica. Quanto aos aspectos metodológicos, o presente estudo trata de uma pesquisa descritiva quali-quantitativa. As técnicas utilizadas foram a aplicação de um questionário e a entrevista em profundidade. A amostra foi composta por 36 empresas pertencentes à carteira de clientes de uma empresa X, localizadas na cidade de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul-RS. Ainda, fazem parte da amostra três diretores de empresas da mesma carteira de clientes. Dentre os resultados, verificou-se que as necessidades de informações utilizadas na elaboração das estratégias empresariais são: para 19,45%, a contabilidade; para 8,33%, Sistema ERP; para 61,11%, elaborar informações e, 11,11% não utilizam estratégias. Quanto à abordagem do uso estratégico da contabilidade e de índices contábeis, a pesquisa ajuda a elucidar que a contabilidade ainda é vista como uma área que cumpre com finalidades tributárias e fiscais para 72,22% das empresas pesquisadas. Porém, conclui-se que os índices contábeis são elementos importantes para a elaboração de estratégias. Dessa forma, destaca-se que para implantar o modelo de tomada de decisão com base no software proposto, todas as empresas pesquisadas precisam ter os dados básicos para o cálculo dos índices que estruturam o modelo teórico do software. Foram listados os requisitos do software considerando o modelo teórico, com suas descrições e informações sobre cada requisito para desenvolvimento do software agregando-o à simulação de telas. Conclui-se, como aspecto positivo, o fato de que os diretores das empresas que participaram da pesquisa em profundidade terem interesse em participar de uma proposta de capacitação e de utilização de um software específico para extrair informações da contabilidade. Por fim, conclui-se que a principal contribuição da presente pesquisa foi trazer às empresas pesquisadas e, talvez, até mesmo às PMEs em geral, as quais se defrontam com a mesma problemática, um modelo de software que possibilita uma análise e avaliação de índices contábeis que são vitais para o sucesso de uma empresa.

 

Aluna: Andressa Terra 
Título: O NÍVEL DE INTERNACIONALIZAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR BRASILEIRAS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Ao longo das últimas décadas, a internacionalização do ensino superior tornou-se uma prática fundamental na maioria das instituições em todo o mundo (TAMTIK e KIRSS; 2016), e conforme a internacionalização ganha força no contexto educacional, identifica-se o aumento de pesquisas envolvendo o desenvolvimento de métodos para medi-la (GAO, 2015). De Wit (2011) destaca que a internacionalização tornou-se um indicador de qualidade do ensino superior, sendo que, medir os resultados ajuda a clarificar e focar os benefícios acadêmicos de internacionalização (KNIGHT, 2015). Portanto, o presente estudo propõe-se a medir o nível de internacionalização das Instituições de Ensino Superior (IES) Brasileiras. Para atingir tal objetivo, realizou-se uma pesquisa quali-quantitativa, através da realização de entrevistas com cinco gestores que coordenam o setor de relações internacionais em diferentes instituições de ensino, além da aplicação de um questionário. Foram analisados instrumentos e estudos realizados em outros países, e a partir do cruzamento destes dados, com as informações obtidas a partir das entrevistas, que foram conduzidas a partir de um roteiro semiestruturado, elaborou-se um questionário.  O envio do questionário ocorreu por meio digital, sendo encaminhado para 1.147 IES Brasileiras, obtendo-se uma taxa de retorno de 6.70%. Para tratamento dos dados foram empregadas técnicas de análise univariada (análise descritiva e de frequência) e multivariadas (análise fatorial exploratória). Dentre os resultados deste estudo pode-se inferir que na literatura ainda não há um instrumento padrão que possa ser utilizado para medir a internacionalização do ensino, sendo que cada instrumento utiliza uma estrutura adaptada à sua realidade. Evidencia-se que no Brasil não foram identificados estudos quantitativos vinculados ao tema deste estudo. Após validar a adequacidade, consistência e confiabilidade do questionário, identificou-se um instrumento composto por 6 dimensões e 66 variáveis. Ao final, a partir de uma escala de 1 a 5, identificou-se que as IES Brasileiras possuem um nível médio de internacionalização (3,14), sendo que parceria internacional foi a dimensão com o maior nível de internacionalização (3,87) e o currículo (2,43) e a pesquisa (2,61) as áreas com nível mais baixo de internacionalização. Resultados estes que são discutidos no último capítulo deste estudo, no qual são apresentadas as implicações acadêmicas e gerenciais, as limitações e sugestões para estudos futuros.

 

Aluna: Cristina Maria Ostermann 
Título: A QUESTÃO DAS GERAÇÕES E A PERCEPÇÃO DO POSICIONAMENTO DE MARCA DA UERGS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Marca é considerada um dos ativos mais importantes das instituições de ensino superior, pois desempenha papel crítico na relação entre a instituição e os stakeholders, servindo como mensageira da visão e valores da organização. Os serviços de educação superior têm como peculiaridade beneficiar múltiplos stakeholders, que pertencem a diferentes gerações. As diferenças entre indivíduos de grupos geracionais diversos podem ocasionar diferenças na percepção do posicionamento de marca das instituições. Porém, não há evidências até o momento de estudos a respeito das diferenças das gerações na percepção do posicionamento de marca. O objetivo geral da pesquisa foi avaliar como as diferentes gerações que pertencem à comunidade universitária da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - UERGS percebem o posicionamento de marca da universidade. O referencial teórico abordou as teorias sobre posicionamento de mercado, posicionamento de marca, marca e teoria de serviços no contexto do ensino superior e gerações. Foi realizada uma pesquisa duas etapas. Na etapa qualitativa, foram realizadas entrevistas em profundidade com gestores, docentes e alunos da UERGS. Na etapa quantitativa foi realizada uma survey, com uma amostra de 273 indivíduos composta alunos, docentes, funcionários e gestores. Foram identificados 30 atributos de avaliação de posicionamento de marca, entre atributos cognitivos e afetivos. Não foi possível o agrupamento das gerações a partir dos valores pessoais. As gerações foram identificadas por ano de nascimento, utilizando-se a classificação de gerações para o contexto brasileiro. Foram encontradas diferenças na percepção entre grupos geracionais em 10 atributos e entre os grupos de staff e alunos, em 8 atributos. Os resultados da pesquisa sugerem que há diferença entre as gerações na percepção do posicionamento de marca da instituição estudada e que há diferença na percepção entre indivíduos do staff da universidade (gestores, docentes e funcionários) e alunos.

 

Aluno: Ernani Baier 
Título: INTEGRIDADE CORPORATIVA NA EMPRESA PROFIGEN DO BRASIL
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O estudo buscou contribuir com a discussão sobre a condução de negócios com integridade em pequenas e médias empresas e a consequente geração de valor. O objetivo da pesquisa foi de analisar o entendimento de empresa do segmento de Pequenas e Médias Empresas (PMEs), sobre a importância da integridade corporativa no ambiente organizacional e verificar a geração de valor. Para tanto, iniciou-se resgatando os principais conceitos e abordagens teóricas relacionadas ao tema: gestão estratégica e vantagens competitivas; ética, integridade e governança corporativa; e geração de capital reputacional. A metodologia constituiu-se de um estudo de caso com abordagem qualitativa e caráter exploratório, empregando-se análise documental e entrevistas em profundidade com a direção, gerência, supervisores e alguns colaboradores da empresa Profigen do Brasil Ltda, abrangendo áreas de gestão da empresa do estudo de caso. O questionário semiestruturado utilizado nas entrevistas foi dividido em quatro blocos, onde cada bloco relaciona-se com temas da pesquisa. Buscou-se investigar a gestão estratégica e vantagens competitivas; aspectos relacionados à ética, integridade e governança corporativa; capital reputacional e geração de valor. Os resultados obtidos com a pesquisa possibilitaram identificar que a utilização de boas práticas gerenciais, bem como um direcionamento estratégico voltado para a condução de negócios com ética e integridade, contribui para a geração de valor e a permanência no mercado de atuação da organização. Portanto, a pesquisa permitiu verificar a possibilidade de implantar o modelo de programa de integridade do estudo em empresas do segmento de Pequenas e Médias Empresas.

 

Aluna: Lilian Alves
Título: AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DAS CONSUMIDORAS DO VAREJO DE ROUPAS E CALÇADOS FEMININOS EM CANDELÁRIA/RS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A evolução do papel da mulher na sociedade, bem como sua maior participação no mercado de trabalho e na economia brasileira, tem representado um aumento no mercado potencial do setor de varejo de roupas femininas e acessórios femininos. O tema ganha mais relevância pelo fato da satisfação ser uma busca incessante dos consumidores. Objetivando avaliar a satisfação das consumidoras do varejo de vestuário feminino da cidade de Candelária/RS, e propor recomendações estratégicas de lealdade visando à melhoria dos serviços, realizou-se o estudo. A metodologia 6+empregada subdivide-se em três etapas: sendo a primeira uma pesquisa qualitativa, realizada através da técnica do incidente crítico, para identificar os atributos que impactam nos serviços avaliados, com base na percepção das consumidoras locais, estas dimensões identificadas serviram de base para o questionário da segunda etapa da pesquisa, caracterizada com um pesquisa descritiva de análise quantitativa, com a utilização de um questionário estruturado para avaliação da satisfação do público-alvo, envolvendo uma amostra de 240 mulheres consumidoras do varejo de Candelária. A terceira etapa constitui-se de uma análise estratégica visando reduzir os atributos de maior insatisfação com o varejo, na intensão de elevar a lealdade das consumidoras. Os principais resultados da pesquisa permitiram identificar que a satisfação geral das clientes com o varejo local é de 83,3% e a intenção de recompra ficou em 85,4%. Também foi identificado por meio de uma Análise Fatorial que existem quatro fatores preponderantes para o varejo da cidade: Atendimento, produtos, serviços e infraestrutura. Dentre os 19 atributos avaliados no varejo, apenas três obtiveram um desempenho insatisfatório e ações estratégicas de melhoria: o preço, a promoção e o estacionamento.

 

Aluna: MARTA INÊS GUERRA SALING
Título: RELAÇÃO DA CULTURA ORGANIZACIONAL COM A GOVERNANÇA COOPERATIVA
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: No segmento da saúde suplementar do Brasil, verifica-se a relevância econômica das cooperativas médicas, que possuem 37% dos beneficiários de planos de assistência médica do país (COOPERATIVAS M., 2017). É crescente o interesse pelo tema ‘governança cooperativa’ nas cooperativas médicas, motivado pela busca de alinhamento da marca, pois, mesmo que possuam gestão independente entre si, as cooperativas têm sua marca vista como única por clientes. O objetivo do estudo é avaliar a relação da cultura organizacional (cultura clã, cultura da hierarquia, cultura da adhocracia e cultura de mercado), segundo a tipologia cultural de Cameron e Quinn (2011), e a governança cooperativa (formas de governança, agentes de governança e princípios de governança) (IBGC, 2015) nas cooperativas médicas do Brasil. Para alcançar esse objetivo, foi realizada uma pesquisa qualitativa, com o método de estudo de caso, utilizando entrevistas em profundidade com os principais responsáveis nas cooperativas premiadas com selo ouro de governança cooperativa da Confederação das Cooperativas Médicas do Brasil. Os resultados do estudo realizado com onze gerentes demonstraram que, nas cooperativas médicas em que a colaboração se destaca dentre os elementos culturais, as práticas de governança cooperativa adotam consenso na tomada de decisões, cultura do comitê, desenvolvimento da cultura da qualidade, cultura de portas abertas, prática de ir ao encontro do cooperado e de abordar assuntos de seu interesse, ouvidoria para cooperados, envolvimento de cooperados em grupos de trabalho e possibilidade de os cooperados participarem de reuniões do CA e DE. Nas cooperativas médicas em que o controle se destaca dentre os elementos culturais, as práticas de governança adotam segregação de funções do CA e da DE, definição clara sobre a quem compete a tomada de decisão, padronização dos processos e acesso dos cooperados aos conselheiros e dirigentes através da secretaria. A compreensão da relação da cultura organizacional com a governança cooperativa incentiva melhorias na forma como as melhores práticas de governança são adotadas através do gerenciamento da cultura organizacional, com o desenvolvimento dos elementos culturais necessários. O objetivo é o aumento da eficácia do sistema de governança, o que reforça a credibilidade e sustentabilidade.

 

Aluno: Paulo Learsi Petzhold Corrêa da Silva 
Título: GOVERNANÇA CORPORATIVA: PRÁTICAS PARA MITIGAR OS CONFLITOS DE AGÊNCIA EM COOPERATIVAS DE CRÉDITO PLENAS DO RS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A utilização das melhores práticas de governança corporativa pelas empresas faz com que estas aumentem sua eficiência na administração, conseguindo desta forma, obter um desenvolvimento sustentável, para si e para os envolvidos. Este trabalho tem como objetivo principal identificar quais práticas são capazes de mitigar os efeitos dos conflitos de agência nas cooperativas de crédito plenas do Rio Grande do Sul, utilizando as do Sistema Sicredi como base para as análises. Para tanto, a pesquisa teve um caráter descritivo quantitativo e qualitativo, utilizando como instrumentos a pesquisa do Banco Central do Brasil (BCB) realizada em 2014 e um roteiro de entrevista aplicado em 6 (seis) cooperativas de crédito plenas do RS. A base teórica se alicerçou nos autores clássicos da governança corporativa, além dos autores especializados em governança corporativa em cooperativas. Além destes, utilizou-se as publicações escritas no Brasil, sobre governança para as cooperativas, sendo estas, o manual do BCB, o manual do IBGC e o manual da OCB, numa sequência de publicação. A possibilidade de evolução e melhoria da eficiência das práticas foi o grande motivador das análises na pesquisa e aplicação do roteiro de entrevista. Como resultado, verificou-se que os três principais conflitos de agência presentes na literatura, quais sejam, conflitos de interesses, assimetria de informações e propriedade difusa, estão presentes nas cooperativas crédito plenas do Sicredi no RS. A partir disto, procurou-se identificar estes conflitos de agência, utilizando um roteiro de entrevista, onde as respostas foram comparadas as recomendações das referidas publicações e consideradas adequadas ou não adequadas. Para as práticas não adequadas, foram feitas recomendações para a melhoria da sua eficiência e ao final, foram sugeridas práticas aplicáveis ás Cooperativas para mitigação dos principais conflitos de agência.

 

Aluno: Roberto da Silva Volmer 
Título: A INFLUÊNCIA DA COCRIAÇÃO NA CAPACIDADE DE INOVAÇÃO
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Este trabalho propõe uma análise de como as empresas estão usando a cocriação de valor para o desenvolvimento da capacidade inovação. Por isso, a abordagem teórica usada foi a de Prahalad e Ramaswamy (2004), através dos blocos de interação, neste sentido, buscaram-se as práticas de cocriação de valor através da interação com seus públicos que relatassem no aumento da capacidade de inovação das empresas. Para isso, foi realizada uma pesquisa de caráter qualitativo exploratório cuja ferramenta utilizada é o estudo de múltiplos casos, em três empresas aqui denominadas como, empresa 1, empresa 2 e empresa 3. Onde: a empresa número 1 fabrica bebidas não alcoólicas, a empresa 2 comercializa combustíveis e a empresa 3 fabrica bebidas alcoólicas. A partir da análise dos casos e da abordagem estudada, a dissertação apresenta a relação entre o uso da cocriação de valor para o aumento da capacidade de inovação e ainda demonstra como os blocos de interação podem auxiliar essa interação. Também, demonstra que ambos têm relação entre si, quanto mais é incentivada a cocriação de valor, maiores serão as chances do aumento da capacidade de inovação. A partir destes resultados, o intuito é contribuir com avanços para o campo acadêmico e também em decisões gerenciais.

Aluna: Ana Paula Patussi
Título: GESTÃO DE PESSOAS E O ALINHAMENTO INSTITUCIONAL: um estudo de caso da Universidade de Santa Cruz do Sul.
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O objetivo deste trabalho constituiu-se em analisar o alinhamento entre o Plano de Desenvolvimento Institucional V 2013-2017 com o Modelo Integrado de Gestão de Pessoas e os procedimentos de gestão de pessoas da Universidade de Santa Cruz do Sul. Para o alcance deste objetivo, construiu-se um marco teórico através do resgate histórico da evolução da gestão de pessoas, considerando-se suas políticas e processos e como tal evolução impactou na gestão estratégica de pessoas. Além disso, foi abordada a noção de competências em suas múltiplas definições, através de sua evolução histórica e tipologias e procurou-se delinear, ainda, abordagens de gestão por competências e sua crescente utilização como um processo de gestão organizacional. A metodologia caracteriza-se por um estudo de caso de natureza qualitativa, exploratória e descritiva, tendo como principal instrumento para a coleta de dados entrevistas semi-estruturadas. A unidade de análise foi a Universidade de Santa Cruz do Sul, sendo entrevistados cinco gestores, divididos em dois grupos: gestores ligados ao setor de recursos humanos (modelo 1 de entrevista) e gestores de área administrativas (modelo 2 de entrevista). As análises dos dados foram realizadas através da técnica de análise de conteúdo e a definição de nove categorias, com base nas entrevistas, plano de desenvolvimento institucional e manual do modelo de gestão por competências corroborados à luz da teoria. Com base na pesquisa, pode-se concluir que o alinhamento entre o Plano de Desenvolvimento Institucional V 2013-2017 e o Modelo Integrado de Gestão de Pessoas com os procedimentos de gestão de pessoas da Universidade de Santa Cruz do Sul ocorre parcialmente na Instituição, pois somente nas Categorias carreira e sucessão e avaliação de desenvolvimento este se fez presente e parcialmente nas categorias recrutamento e seleção, capacitação, benefícios, SESMT, valores institucionais e gestão por competências.

 

Aluno: Jeferson Bottoni
Título: ANÁLISE DE REDES SOCIAIS NO ARRANJO PRODUTIVO LEITEIRO DO VALE DO TAQUARI – RS: REFLEXOS DA COMUNICAÇÃO E COOPERAÇÃO ENTRE ATORES SOBRE A QUALIDADE DO LEITE.
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A produção de leite no Rio Grande do Sul (RS) é considerada uma das principais atividades agropecuárias, movimenta 5,9 bilhões de reais na economia gaúcha, é responsável por 11 % da produção nacional de leite e está presente em 90% dos municípios gaúchos. No Vale do Taquari (VT) está uma das maiores bacias leiteiras do RS, reunindo aproximadamente 8,8 mil propriedades rurais que abastecem 20 agroindústrias. A qualidade do leite deve atender aos parâmetros estabelecidos pela legislação nacional e estadual, pois diz-se que qualidade máxima é obtida no momento da ordenha e os estágios seguintes são de sua manutenção até o ponto de consumo. Resultados denotam que uma parcela significativa do leite produzido não atende aos padrões. O atingimento de tais padrões é sustentado pela inovação e difusão de tecnologias de processo na rede de atores formada por produtores, agroindústrias, órgãos de governo e unidades de pesquisa e extensão (UPE). A complexidade do relacionamento desta rede e a dificuldade de mobilizar todos para melhorar os índices de qualidade, a cooperação lastreada pela comunicação torna-se um instrumento para o atingimento deste objetivo. O objetivo desta pesquisa foi investigar o papel da comunicação e cooperação entre os atores do arranjo produtivo leiteiro do Vale do Taquari para a melhora da qualidade do leite cru. Para este fim, utilizou-se a combinação de métodos qualitativos, quantitativos e de Análise de Redes Sociais (ARS). Realizou-se pesquisa documental das legislações que apresentam padrões de qualidade internacionalmente reconhecidos. Atores foram entrevistados e os resultados destas entrevistas receberam análise de conteúdo. Uma survey aplicada a uma amostra de produtores rurais e os resultados receberam análise estatística descritiva. Para a compreensão dos fluxos relacionais de comunicação e cooperação realizou-se a ARS. Os resultados demonstram que os índices internacionalmente adotados para mensuração da qualidade do leite são Contagem de Células Somáticas (CCS) e Contagem Padrão em Placas (CPP). Aproximadamente 50% dos resultados de qualidade do leite das amostras oficiais do Vale do Taquari não atendem a estes parâmetros. Recursos como tecnologias de processo, atendimento técnico especializado e participação em treinamentos promovem qualidade do leite e estão disponíveis no arranjo produtivo, mas sua efetividade em todas as propriedade rurais é condicionada pela heterogeneidade e pela limitada difusão das tecnologias de processo que permitam a produção de leite de qualidade. A rede de comunicação e cooperação mapeadas com auxílio da ARS denotam que os atores estão interligados em redes amplas sem isolamento. As métricas da ARS denotaram baixos níveis de trocas relacionais (baixa densidade, coesão e clusterização), o que condiciona a difusão tecnológica. Um potencializador à qualidade é a propensão a cooperar, admitida pela maioria dos atores entrevistados. Identificou-se que unidades de pesquisa e extensão possuem condições de reunir os demais atores e montar pautas de comunicação e cooperação para promover a inovação e difusão tecnológicas necessárias a melhoria da qualidade do leite.

 

Aluno: Alessandra Thoms Santos
Título: O QUE EU DIGO OS OUTROS ENTENDEM? O PAPEL DA CULTURA E INSTITUIÇÕES NA DECODIFICAÇÃO DA COMUNICAÇÃO INTERNA.
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A globalização e o processo de interligação das relações comerciais, econômicas, políticas, sociais e culturais manifestou um novo mercado. Com a abertura do mercado, diversas empresas tomaram rumos internacionais e mudaram suas perspectivas, em busca de conhecimento, diversificação de mercado, vantagem produtiva, busca por clientes. São diversos os fatores, tudo depende do motivo estratégico que a organização possui. Este processo esbarra-se nas culturas das localidades, nas culturas das organizações e impacta na comunicação interna entre a matriz e a subsidiária. Portanto, objetiva este estudo averiguar o ambiente organizacional de uma empresa brasileira que se internacionalizou e analisar as influências que impactam a comunicação interna entre matriz e subsidiária. Para atingir tal objetivo, a presente pesquisa exploratória/qualitativa foi realizada através de um estudo de caso, na empresa Chemistry, situada no Rio Grande do Sul, trata-se de uma empresa em fase avançada de internacionalização, que já conquistou sete países entre eles Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, México, Peru e China. Como o estudo de caso objetivou estudar a matriz e uma subsidiária, optou-se por pesquisar a filial Argentina, primeira unidade que compôs o processo de internacionalização em 1997. Foi realizada entrevistas na matriz e na subsidiária com um roteiro semiestruturado, com principais integrantes das plantas. Dessa forma, os resultados obtidos demonstraram que a comunicação interna trata-se de um fator estratégico dentro de uma organização internacionalizada. A organização estudada realiza programas de comunicação interna, porém falta para os gestores acreditarem no potencial da comunicação para uma empresa. Verificou-se que o idioma é um quesito chave, o uso da mesma língua deve ser tratado de maneira principal, assim como o conhecimento de um idioma padrão deve ser dominado por todos da organização. A Chemistry tem definido como língua oficial o português, no entanto é utilizado o espanhol, mesmo sem o domínio do idioma pelos funcionários. Neste aspecto verifica-se os ruídos que podem surgir e os atrasos das atividades do dia-a-dia. Ao final deste estudo possível observar a discussão dos resultados, das implicações gerenciais, acadêmicas, as limitações do estudo e sugestões para estudos futuros.

 

Aluno: Lucas De Carli Meneghello
Título: COCRIAÇÃO DE VALOR COMO FATOR DE COMPETITIVIDADE NA RELAÇÃO ENTRE CLIENTES E FORNECEDORES EM GRANDES FAZENDAS LEITEIRAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL.
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A atividade leiteira no Brasil (BR) é um dos principais negócios do Agronegócio brasileiro, sendo que este tem a principal fatia do PIB (produto interno bruto) nacional. Com 8 milhões de litros diários, o Rio Grande do Sul (RS) é segundo colocado no ranking nacional de produção de leite, o que corresponde a pouco mais de 7% do PIB do agronegócio do RS. Nos últimos anos a atividade leiteira no Estado, vem passando por mudanças no perfil da atividade, onde muitas fazendas de menor porte e baixo nível de tecnificação tem abandonado a atividade e as fazendas que tem permanecido cada vez mais tem expandido seus empreendimentos pecuários o que tem levado a mudanças no perfil de consumo destas fazendas, além disso, outros fatores como a conectividade, comunicação em rede, velocidade de informação e nível de concorrência, também tem conduzindo a mudanças não só no consumo mas no perfil de interação entre as fazendas (clientes) e as empresas do segmento Veterinário (fornecedores). Desta forma, o presente estudo teve por objetivo: Analisar os agentes envolvidos no processo de Cocriação de Valor, e como esta interação proporciona resultados de maior valor agregado entre as fazendas leiteiras de grande porte do RS e os fornecedores de produtos veterinários. Para isso, realizou-se uma pesquisa de tipo qualitativa e de natureza exploratória, através do estudo de casos múltiplos com quatro das maiores fazendas do RS (Fazendas Top100 do BR), utilizando-se de um roteiro de entrevistas semiestruturadas, com o principal gestor de cada Fazenda, com poder de decisão sobre compras. A pesquisa seguiu a metodologia de análise de conteúdo,confrontando os resultados obtidos através da avaliação de semelhanças e diferenças com base em quatro categorias previamente definidas. Os resultados obtidos ressaltam alguns aspectos importantes como: o diferencial das pessoas vinculadas ao serviço (recursos operantes), em realizar diagnósticos alinhados com as necessidades dos clientes; a habilidade de interação e criação de relacionamentos de longo prazo a partir das atitudes coerentes (transparência) e do envolvimento verdadeiro com o negócio dos clientes, propondo soluções e inovações com o objetivo de ganhos financeiros, são vistos como fundamentais; a coerência empregada nas políticas comerciais, impacta de forma positiva no mercado, bem como o contrário é verdadeiro; os aspectos preço e qualidade técnica são relevantes, no entanto estes atributos tornam-se subjetivos, quando a prestação de serviço esta alinhada aos desejos dos clientes, pelo menos na maioria dos contextos investigados, contudo, torna-se difícil delimitar esta variabilidade de cliente para cliente. Por fim, a capacidade dos fornecedores em criar confiança, foi observado com o principal aspecto que catalisa as relações comerciais com os clientes e que é obtida a partir das relações de ganho mútuo. Desta forma, a partir dos resultados deste estudo, criam-se novas fronteiras do conhecimento referente a interação entre fazendas leiteiras no RS e seus fornecedores para a obtenção de ganhos mútuos e diferencias competitivos neste mercado.

 

Aluna: Caroline Franco Poeckel
Título: Recursos estratégicos e competências essenciais: um estudo de caso sobre a Vinícola Casa Valduga
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A vitivinicultura nacional, centrada no Rio Grande do Sul, assumiu historicamente a liderança na produção e atendimento da demanda do mercado interno brasileiro, a partir da década de 70. Nesse cenário está presente a vinícola da Casa Valduga, fundada por imigrante italiano em 1875, dando início a um legado de um dos mais renomados nomes da vinicultura brasileira. É nesse contexto que o presente estudo foi realizado, tendo como objetivo principal identificar e analisar os recursos estratégicos e as competências existentes no ambiente organizacional da vinícola Casa Valduga no município de Encruzilhada do Sul. A metodologia empregada foi um estudo de caso de natureza qualitativa e exploratória, com coleta de dados mediante entrevistas com dois gestores da empresa. A análise dos dados foi realizada com base na análise de conteúdo. Os resultados obtidos permitiram identificar os recursos estratégicos mais expressivos da vinícola Casa Valduga, bem como suas competências individuais e gerenciais requeridas para que a empresa atinja sua competência essencial que a coloca como uma das vinícolas de destaque na produção nacional de vinhos finos. Os principais recursos identificados foram: processo de fabricação do vinho com inovação e qualidade; parreiras em posição e área geográfica privilegiada; variedade de castas de uvas; design da embalagem/produto.

 

Aluna: Adriana Wachholz
Título: Gestão de competências gerenciais: um estudo sobre o setor metalmecânico de Venâncio Aires – RS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A busca pelo desempenho eficiente das organizações por meio de uma gestão que atinja seus objetivos têm provocado discussões a respeito das competências dos gestores, que podem ser influenciadas por atributos, tais como conhecimento, habilidade e atitude que possua; por características da equipe a qual ele pertence e de características da organização, como: cultura, normas, estrutura, entre outros, que podem atuar como facilitadoras e estimuladoras do desempenho. Feitas essas considerações, este estudo tem como principal objetivo identificar as competências dos gestores das maiores empresas do setor metalmecânico do município de Venâncio Aires - Rio Grande do Sul, a partir do Modelo de Gestão proposto por Quinn et al. (2012). A metodologia utilizada foi um estudo de caso múltiplo, de caráter exploratório e descritivo, com abordagem qualitativa e quantitativa, desenvolvido em três empresas do setor metalmecânico consolidadas, que atuam no Município de Venâncio Aires-RS. A amostra foi composta por 16 gestores das três empresas. A coleta de dados foi realizada por meio de um questionário, respondido pelos gestores das empresas selecionadas. Os resultados encontrados evidenciam que nas empresas E01 e E02, tiveram como destaque o modelo das metas racionais, devido a valorização das competências: desenvolver e comunicar uma visão, estabelecer metas e objetivos e projetar e motivar a si e aos outros. Já na percepção dos gestores da empresa E03, as competências que contribuíram para o modelo de gestão das relações humanas serem mais valorizadas, foram: gerenciar equipes e entender a si e aos outros. O modelo de gestão menos praticado na percepção dos gestores das três empresas pesquisadas é o modelo de processos internos.


Aluno: Claidir Luis de Paoli
Título: Sistema de informação estratégico: um estudo em uma operadora de saúde dos Vales do Taquari e Rio Pardo – RS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo (Unimed VTRP) é uma cooperativa de trabalho médico que atua como operadora de planos de saúde suplementar no Rio Grande do Sul. Empresas que atuam no ramo da saúde têm na informação oriunda de seus processos assistenciais um elemento essencial para a definição de estratégias que visem qualificar a gestão do atendimento de seus clientes. A Unimed VTRP implantou um sistema de atendimento ambulatorial (SAA) tendo como objetivos principais a incorporação de uma ferramenta de qualificação de suas operações e o fornecimento sistemático de informações técnico-assistenciais subsidiadoras de sua tomada de decisão em nível diretivo, em conformidade com os conceitos de um sistema de informação estratégico (SIE). Com o objetivo de analisar o processo de concepção e implantação do SAA da Unimed VTRP sob a perspectiva de um SIE, procedeu-se a uma pesquisa de caráter exploratório-descritivo e abordagem qualitativa, desenvolvida por meio de um estudo de caso único que avaliou o processo de concepção e implantação do SAA, embasado em pesquisa documental, entrevistas e observação direta. Os resultados foram analisados através de análise de conteúdo, descritos em categorias e organizados em quadros e evidenciaram que o objetivo de utilização do SAA como um SIE, apesar de incluso na sua fase de concepção, não se efetivou na fase de implantação. A escolha do fornecedor do sistema, a baixa compreensão sobre a importância de um SIE para a gestão da empresa, bem como a priorização de elementos de caráter operacional sobre os estratégicos na implantação do projeto influenciaram o resultado evidenciado pelo estudo. A geração de informações seguras e claras, que reflitam o processo assistencial e permitam a análise de dados internos e externos à organização, uma interface amigável com o usuário e a emissão de relatórios estratégicos que subsidiem a tomada de decisão do núcleo diretivo foram considerados como elementos e características fundamentais a serem incorporados ao SAA da Unimed VTRP no sentido do mesmo evoluir e ser reconhecido como um SIE.


Aluna: Graziela Hansen
Título: A contribuição da comunicação de marketing na relação entre os alunos e a instituição de ensino: o caso dos cursos técnicos do Instituto de Educação Ivoti
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Atualmente vivencia-se uma expansão dos Cursos Técnicos no Brasil. A oferta por vagas no setor privado apresenta igual crescimento, fazendo surgir uma disputa de mercado entre as instituições de ensino que os oferecem. Desta forma, se destacam aquelas instituições que apresentam adequadas estratégias de comunicação de marketing e um bom relacionamento com seus alunos e públicos. Assim, a presente dissertação busca analisar a contribuição da comunicação de marketing na relação entre os alunos dos cursos técnicos e o Instituto de Educação Ivoti (IEI). Além disso, este estudo buscou identificar as estratégicas de comunicação de marketing utilizadas nos cursos técnicos da instituição, analisar a percepção dos gestores em relação as estratégias de comunicação de marketing do IEI e analisar a percepção dos alunos em relação as estratégias de comunicação de marketing do Instituto de Educação Ivoti. Além disso, a pesquisa visou verificar quais os fatores de decisão dos alunos na escolha da instituição para realizar curso técnico. Para isso, o estudo teve início com um referencial teórico onde foram apontados autores que retrataram os temas Marketing, Estratégias de Marketing, Comunicação Integrada de Marketing, O Composto de Comunicação e, em destaque, a Comunicação em Serviços Educacionais. Na sequência, através de um estudo de caso, buscou-se conhecer melhor a comunicação de marketing que ocorre na instituição e os cursos técnicos através de entrevistas em profundidade e observação participante. Os conhecimentos construídos nestas fases possibilitaram a elaboração e validação de um questionário que foi aplicado aos alunos matriculados nos Cursos Técnicos em Comunicação Visual e Informática da instituição estudada. Assim, a pesquisa apresentou como resultados o perfil do aluno de curso técnico, a necessidade de adequação dos meios de comunicação e das mídias ao perfil dos alunos, além de evidenciar que diversos canais de contato não são conhecidos e/ou utilizados pelos alunos. Os resultados obtidos com essa pesquisa permitem que outras instituições de ensino possam adequar suas estratégias de comunicação de marketing para que tenham sucesso na relação e retorno dos públicos.


Aluna: Andrea Baroni Guterres
Título: Clima organizacional para estratégia de inovação aberta: um estudo de caso
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O presente estudo objetivou identificar quais as influências que o clima organizacional exerce sobre os processos inovativos em uma empresa que adota a estratégia de inovação aberta. Para atender este objetivo, foi utilizada a escala de medida de clima para inovação aberta desenvolvida por Wikhamn e Wikhamn (2011). A coleta de dados foi realizada em uma empresa do setor metal mecânico, localizada na região sul do Brasil. As dimensões inovação/flexibilidade, foco externo e reflexividade compõe a escala de clima organizacional para inovação aberta. Os resultados encontrados nas dimensões inovação/flexibilidade refletiram que a empresa apresenta prontidão a novas ideias e agilidade para atender as demandas do mercado. Quanto a dimensão foco externo os resultados apontam que a empresa identifica quais as necessidades dos seus clientes. Finalmente no que diz respeito a dimensão reflexividade foi identificado que a empresa possui certa dificuldade nas atividades auto reflexivas. Mas de modo geral, os resultados apontam que a empresa possui um clima propício para a prática estratégica de inovação aberta.


Aluno: Daniel Sfreddo Dalla Valle
Título: Imagem e marca institucional na percepção de estudantes de graduação: estudo de caso em um campus do Instituto Federal de Educação
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: É de relevante importância estudar e conhecer os atributos de imagem e marca utilizados pelos estudantes para avaliar uma Instituição de Ensino Superior e, a partir dessa informação, elaborar estratégias para captação de novos alunos. Diante disso, foi realizada uma pesquisa qualitativa, a fim de identificar os fatores que foram determinantes durante o processo de escolha de uma instituição de ensino superior na percepção dos alunos de graduação do Instituto Federal Farroupilha - Campus Jaguari. A realização da coleta de dados foi feita em duas etapas distintas. Na primeira etapa, foi utilizada a técnica do incidente crítico, a qual objetivou levantar informações que foram utilizadas para embasar a elaboração dos questionários. Na segunda etapa, utilizou-se um questionário para coletar as informações, o qual teve como base os dados coletados na técnica do incidente crítico. No total, foram obtidos sessenta questionários respondidos, sendo que nenhum deles foi descartado. Para a análise e interpretação dos dados coletados nos questionários, foi utilizado o Modelo Brand Equity, o qual considera basicamente quatro dimensões: a lealdade, o conhecimento, a qualidade percebida e as associações da marca. Foi possível constatar que uma significativa parcela dos alunos desconhecia quase totalmente o Instituto Federal Farroupilha antes de estudar na instituição, passando a conhecê-la principalmente por indicações boca a boca em períodos de processo seletivo, fator que nos permite crer que estas percepções eram praticamente nulas ou inexistentes. Verificou-se, também, que os estudantes sentem-se representantes da instituição, tendo importante papel não apenas para defesa da imagem do campus, mas, também, na captação de novos alunos, gerando maior projeção à marca do Instituto Federal Farroupilha. Percebeu-se, ainda, que a lealdade está vinculada à metodologia de ensino adotada pelo campus. Em relação à percepção de qualidade, verificou-se que há uma vinculação principalmente ao quadro docente comprometido e ao seu elevado grau de titulação, assim como à estrutura de prédios e laboratórios oferecidos e aos ambientes agradáveis de estudos. No que tange à identificação dos atributos associados à imagem e à marca no processo de escolha de uma instituição de ensino superior, percebeu-se que questões relacionadas à gratuidade dos cursos e à localização do campus são marcantes. A realização deste estudo permite concluir que é valido que os gestores da instituição pesquisada busquem vincula atributos como gratuidade, metodologia de ensino e moradia estudantil à imagem e à marca institucional de modo a facilitar a captação de estudantes. Tão interessante quanto essa estratégia, é adicionar a ela a utilização de grandes meios de comunicação como rádio e, principalmente, a televisão, fator que poderia proporcionar uma projeção significativamente maior à imagem e à marca institucional. Essas considerações são extremamente válidas para o Instituto Federal Farroupilha, pois poderão maximizar os resultados no que tange à captação de novos alunos.

 

Aluna: Graziela Isabel Olszewski
Título: Eficiência em logística: uma análise sobre alternativas de transporte e infraestrutura para a competitividade das empresas de Santa Cruz do Sul
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O investimento em infraestrutura logística proporciona competitividade empresarial e crescimento das organizações, permitindo que as empresas possam transacionar em diversos mercados, incluindo a importação e exportação de produtos. Santa Cruz do Sul é uma cidade que se destaca em âmbito nacional pelo beneficiamento de tabaco e concentra as maiores empresas do setor. O município é o 10º em arrecadação de tributos no Rio Grande do Sul, devido a expressividade empresarial, o transporte de cargas se tornou um fator importante para as empresas de Santa Cruz do Sul distribuírem os seus produtos. Em decorrência dessa importância, este estudo objetiva analisar as alternativas relacionadas aos modais logísticos para aumentar a competitividade e eficiência das empresas de Santa Cruz do Sul. A metodologia empregada foi uma pesquisa exploratória e qualitativa, por meio de um estudo de casos múltiplos, com entrevistas em profundidade com as principais empresas de médio e grande porte de Santa Cruz do Sul, identificadas através de uma entidade chamada Santa Cruz Novos Rumos e também entidades públicas. Os principais resultados evidenciam que as empresas dispõem unicamente do modal rodoviário no município, com trechos de estradas não duplicadas e sem conservação. A principal reivindicação das empresas é pela duplicação e manutenção de trechos de rodovias que dão acesso a Santa Cruz do Sul. Também foi identificado que modais alternativos, como o hidroviário e o ferroviário em Santa Cruz do Sul despertam interesse pelas empresas locais. No entanto, segundo o setor público, não existem projetos no curto prazo para atender a essas demandas, apenas estudos incipientes e estimativas de custos acerca desses projetos. Além disso, o estudo identificou a existência de um projeto em andamento de uma Plataforma Logística que irá facilitar o processo de importação e exportação para empresas.

 

Aluno: Franco Vieira Sampaio
Título: Avaliação da satisfação dos consumidores brasileiros em relação as lojas de free shop da cidade de Rivera Uruguai
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: As lojas de free shop têm sido o pilar do avanço da economia na região de fronteira do Brasil com o Uruguai, nas cidades brasileiras fronteiriças houve uma ampliação no número de visitantes e consumidores para comprar nas lojas de free shop uruguaias, estes consumidores também utilizam bares, hotéis, restaurantes, além de adquirirem produtos do comércio local. O impacto na economia da região faz com que se torne fundamental estudar o comportamento dos consumidores nas lojas de free shop. Este projeto busca avaliar a satisfação dos consumidores brasileiros em relação às lojas de free shop da cidade de Rivera, localizada na região norte da Republica Oriental do Uruguai, e desenvolver recomendações mercadológicas para aumentar o nível de satisfação dos clientes. Para a realização deste estudo adotou-se o método de Mello Moyano (2015) que apresenta uma avaliação da satisfação dividida em duas etapas: sendo a primeira uma pesquisa qualitativa, realizada através do método do incidente crítico, proposto por Flanagan (1954), para identificar aspectos ou incidentes positivos e/ou negativos em serviços com base na percepção do cliente, estas dimensões identificadas serviram de base para segunda etapa da pesquisa, sendo esta quantitativa, na qual é utilizado um questionário estruturado com as escalas de diferencial semântico de sete pontos, onde foi realizada uma avaliação descritiva, com abordagem quantitativa, envolvendo uma amostra de 140 consumidores brasileiros. Os principais resultados foram a obtenção do valor de intenção do comportamento de 8,84 do Modelo de Fishbein e recomendações sobre os construtos Qualidade e Ambiente, Atendimento, Estrutura e Preços. A partir dos resultados deste estudo, outros comerciantes poderão utilizar a metodologia para avaliação da satisfação de seus clientes.

 

Aluna: Bibiana Formariz Rodighero
Título: O Ensino Superior sob a ótica das gerações: um estudo sobre a decisão de escolha dos X, Y e Z
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Estudos comprovam que o domínio do setor de serviços é uma realidade nacional e mundial. Este setor é composto por uma variedade de grupos de atividades. O serviço educacional é um desses grupos e apresentou um crescimento considerável nos últimos anos. Nesse contexto, conhecer o público de um serviço educacional pode representar um diferencial competitivo para as instituições de ensino. Sendo assim, a presente dissertação tem como propósito descrever as diferenças entre as gerações X, Y e Z na decisão de escolha de uma instituição de ensino superior, bem como identificar os atributos inerentes à prestação de serviços educacionais que são importantes na ótica de cada geração. Dentre os objetivos do estudo ainda está medir a influência das crenças subjetivas, comportamentais e de controle sobre a escolha e pós-compra de um serviço universitário, e desenvolver recomendações mercadológicas para a instituição de ensino com base na pesquisa aplicada. No decorrer do trabalho é possível acompanhar o desenvolvimento e a análise do modelo teórico do comportamento planejado, juntamente com as relações do comportamento entre as gerações X, Y e Z. Para o alcance dos objetivos da pesquisa, inicialmente foi realizada uma pesquisa qualitativa direta, utilizando o método de entrevistas em profundidade e, posteriormente, uma pesquisa quantitativa, na qual foram empregadas técnicas de análise multivariada de dados, entre elas: análise fatorial, análise de cluster, de variância e ainda de correlação e regressão. Os resultados alcançados no presente estudo demonstram a influência e a significância das crenças no comportamento de compra e também pós-compra. Além disso, observa-se a diferença significativa desse comportamento entre cada uma das gerações X, Y e Z. Ao final, é possível acompanhar a discussão dos resultados, das limitações e das sugestões para futuros estudos.

 

Aluna: Caroline Coletti
Título: As competências dos negociadores internacionais brasileiros: o caso da indústria de alimentos
DISSERTAÇÕES DEFENDIDAS
Resumo: Vivemos num mundo globalizado, onde as rápidas mudanças e competitividade vem transformando e aumentando as relações comerciais entre os países. A negociação está cada vez mais presente no nosso cotidiano e é necessária para obter relações comerciais exitosas e a maximização dos resultados desejados pelas organizações. A negociação internacional envolve múltiplos aspectos e sua complexidade é intensificada pela diferença cultural e características de cada mercado. Portanto, o papel do negociador internacional vem tomando grande importância nas organizações e sociedade atual visto que são os agentes de desenvolvimento de negócios. A identificação das capacidades essenciais do negociador para atuar em um ambiente mais complexo podem contribuir para o melhor desempenho e resultados nas negociações internacionais. Este estudo busca identificar as competências dos negociadores internacionais brasileiros da indústria de alimentos. Para responder tal objetivo, aplicou-se a técnica de história de vida e coletou-se informações através de entrevistas semi-estruturadas com vinte (20) negociadores. O tratamento e análise dos dados foram realizados através da análise de conteúdo. A análise qualitativa possibilitou compreender em maior profundidade as competências dos negociadores internacionais brasileiros da indústria de alimentos. Portanto, verificou-se que os negociadores internacionais brasileiros possuem competências pessoais e profissionais de alto nível para o desempenho de negociações internacionais, que podem ser adquiridas ao longo de sua formação, de sua carreira ou por meio de experiências internacionais.

 

Aluno: Clauber Luiz Werle
Título: Lógica dominante do serviço e cocriação de valor em cabanhas de cavalos crioulos
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O trabalho desenvolveu a análise sobre a lógica dominante do serviço e cocriação, na geração de valor em cabanhas de cavalos crioulos no Rio Grande Sul. Para tal enfoque, o trabalho visou a inserção de etapas exploratórias iniciais para compreender a essência da comercialização de cavalo da raça crioula. Dentre seus objetivos, houve o aprofundamento da teoria e embasamento de pensamentos de autores dentro da área de marketing, stakeholders, prestação de serviço, lógica dominante do serviço, cocriação de valor e cavalos crioulos. Logo em seguida, foi decidido usar o método de estudo de caso, de caráter exploratório e descritivo, com uma pesquisa qualitativa para a coleta de dados dentro das unidades de análise, agrupando tais informações com entrevistas com funcionários, veterinários, treinadores e clientes, com o fechamento das informações através de uma entrevista com a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos- ABCCC. Com este estudo, foi possível compreender as diferenciações de utilização e treinamento dos cavalos crioulos, sendo que cada cabanha apresentou suas modalidades foco de criação e sua diferenciação no serviço empregado em seus animais. Também houve relevante resposta sobre a veracidade da existência da Cocriação na geração de valor das cabanhas junto aos seus clientes e stakeholders. Por fim, o trabalho conseguiu descrever a lógica dominante na prestação do serviço em cabanhas e suas formas de cocriação, reforçando a ideia de que existe um bom mercado para ser explorado por novos trabalhos acadêmicos de diferentes áreas.

 

Aluna: Claudia de Oliveira Schmitt
Título: Avaliação da satisfação das consumidoras do varejo feminino em Passo Fundo/RS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O setor varejista comercial é responsável por uma parcela expressiva do PIB e gera inúmeros empregos no país, além de proporcionar ao consumidor a possibilidade de satisfazer suas necessidades e desejos, comprando artigos variados nos mais diversos segmentos, incluindo o varejo de roupas e calçados. Município brasileiro da região sul, Passo Fundo está localizada no interior do estado do Rio Grande do Sul, distante 293 km da capital do estado, Porto Alegre, onde 94,6% das empresas são de pequeno ou médio porte, dos quais, 9,3% são empresas do setor varejista. Objetivando avaliar a satisfação dos clientes do varejo de vestuário feminino da cidade de Passo Fundo/RS, este presente estudo foi realizado. A metodologia empregada caracteriza-se essencialmente por uma pesquisa exploratória qualitativa com emprego da técnica do incidente crítico aplicada com 45 clientes, a qual permitiu a obtenção de atributos que permitiram a formulação de um questionário estruturado para a pesquisa descritiva com abordagem quantitativa da avaliação da satisfação, aplicada com 125 mulheres que compraram no varejo de Passo Fundo. Os principais resultados da pesquisa permitiram identificar que a satisfação geral das clientes com o varejo é de 75,02% e que os atributos melhores avaliados foram: localização das lojas, ambiente, horário de funcionamento, tendência da moda e climatização das lojas. No entanto, alguns atributos foram negativamente avaliados, os quais precisam de melhorias, são eles: Preço da concorrência, atendimento, fidelização e estacionamento.

 

Aluno: Jairo Luis Wermann
Título: Governança da cadeia de distribuição: influência dos aspectos contratual, transacional e relacional entre as empresas, os provedores de serviços logísticos (PSLS) e as companhias marítimas
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O acirramento da concorrência força as empresas a desenvolverem estratégias para projetar produtos e serviços para os mercados, sejam eles nacionais ou internacionais. As empresas buscam soluções cada vez mais completas e eficientes, o que obriga os provedores de serviços logísticos (PSLs) e as companhias marítimas a repensar estratégias para melhorar o desempenho e a fazer escolhas a respeito dos serviços oferecidos. Dessa forma, o objetivo principal do estudo é analisar os elementos da governança contratual, transacional e relacional na cadeia de distribuição entre as empresas exportadoras, os provedores de serviços logísticos (PSLs) e as companhias marítimas. Para isso, foi realizada uma pesquisa exploratória que mostrou algum entendimento dos atores quanto à influência da governança. Como método de estudo foi escolhido o de caso múltiplo, pois o que se desejou investigar foi sua aderência à teoria já existente. Os resultados obtidos permitiram identificar elementos de governança contratual, transacional e relacional nas empresas investigadas. Na governança contratual, o conflito de interesse está diretamente relacionado ao preço, sendo o controle exercido por planilhas e contratos informais. O poder é exercido pela empresa mais forte. Na governança transacional, o preço é um dos fatores determinantes; porém, não o principal. O custo de transação determina o preço, sendo importante manter o rigor das exigências sem comprometer a qualidade final do processo. Na governança relacional, é necessário o bom atendimento e o cumprimento das exigências estabelecidas mediante a formalização de contratos entre as empresas. Para todos os entrevistados, os elementos analisados são estabelecidos e exercidos na cadeia de distribuição de forma diferenciada, pois podem ter a mesma ação, porém, reações diferentes.

 

Aluna: Luciana Nunes Ferreira
Título: Gestão financeira em micro e pequenos negócios: um estudo em empresas da Associação dos Produtores de Doces de Pelotas
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: As empresas produtoras de doces de Pelotas são importantes porque fomentam o turismo local, geram empregos e o desenvolvimento econômico na cidade. Nesse contexto, essa dissertação teve como objetivo analisar as práticas de gestão financeira das micro e pequenas empresas da Associação dos Produtores de Doces de Pelotas/RS (APDP), tendo como base um modelo de gestão financeira concebido a partir do referencial teórico, onde são contempladas práticas como administração do capital de giro, fluxo de caixa, contabilidade gerencial, orçamento, dentre outras. A presente pesquisa caracterizou-se como um estudo de múltiplos casos, de natureza descritiva, com abordagem qualitativa dos dados. As técnicas empregadas para coleta de dados foram o questionário e a entrevista semiestruturada. A amostra foi formada por oito empresas associadas à APDP, que concordaram em participar do estudo. Dentre os resultados, observou-se que as práticas utilizadas são a administração do contas a pagar e a receber, o fluxo de caixa, a administração dos estoques e a análise do custo/volume/lucro. Quando à forma de utilização das práticas de gestão financeira, verificou-se que o planejamento financeiro é efetuado no curto prazo e que metade das empresas utiliza as práticas com uso de planilhas eletrônicas, enquanto as demais executam manualmente a gestão financeira. O relacionamento entre empresa e contabilidade, na maioria das empresas, é basicamente para atender as exigências legais. Na identificação das dificuldades de implantação de uma gestão financeira, identificou-se que é o alto custo de manter um sistema e a falta de recursos, tanto financeiros como operacionais, para investir na área. Ademais, percebeu-se a necessidade de capacitação das pessoas envolvidas na área para qualificar a gestão das finanças empresariais. Na busca de alternativas de melhorias, foi possível constatar a necessidade de qualificação técnica na área de finanças empresariais para adequar os controles, levando-se em conta o interesse das empresas em participar de uma proposta de capacitação e na utilização de um software específico para o controle financeiro. A principal contribuição da pesquisa reside na possibilidade do uso de um modelo de gestão financeira aplicável à realidade de micro e pequenas empresas da APDP e apoiado pela contabilidade gerencial.

 

Aluna: Pauline Meneguzzi
Título: Análise da satisfação de consumidoras de clínica estética na cidade de Esteio
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O mercado da beleza é um mercado em ascensão dentro do setor de serviços e vem ganhando destaque na economia nos últimos anos, tornando-se um dos maiores geradores de renda e emprego em diversos países. Com essas transformações ocorrendo e o lançamento de novos produtos/serviços, as empresas precisam se adaptar de forma rápida, sendo forçadas a renovar seus conceitos, práticas e processos de gestão na busca da satisfação de necessidades e desejos dos consumidores. Sendo a mulher o principal objetivo dessa indústria, a sofisticação nas ofertas de produtos e serviços foi ampliada e sua diferenciação passou a ser elemento de valorização entre as consumidoras. Tendo em vista que consumidores satisfeitos voltam para realizar novas compras, a monitoração da satisfação do consumidor é uma forma importante de avaliar a diferenciação entre os concorrentes, e esses esforços na conquista dos consumidores tornam-se fator-chave do sucesso empreendedor. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi avaliar a satisfação das mulheres consumidoras que se utilizam de clínica de estética, na cidade de Esteio, região metropolitana de Porto Alegre, RS, e propor recomendações mercadológicas. Através da aplicação da técnica do incidente crítico, buscou-se identificar os atributos que as consumidoras utilizam para avaliar os serviços de estética. Os atributos coletados permitiram a construção de um questionário estruturado, utilizado para medir o grau de satisfação de consumidoras dos serviços. Assim, a pesquisa apresentou como resultados, além da caracterização do perfil da mulher consumidora de serviço de estética, os níveis de satisfação relacionados ao mix de marketing, tornando perceptível que quanto maior for o grau de satisfação, mais elevada será a lealdade e a fidelização do consumidor. Os resultados obtidos com essa pesquisa permitiram propor recomendações mercadológicas para outras clínicas estéticas, baseadas nas análises da satisfação das consumidoras avaliadas.

 

Aluna: Denise Maria Zen Pretto
Título: O impacto do empreendedorismo e networking na performance de empresas exportadoras gaúchas
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A abertura de negociações em novos mercados internacionais é uma oportunidade percebida por empresas brasileiras e o comércio exterior possibilita uma melhor utilização dos recursos organizacionais. Com o fortalecimento e expansão da internacionalização, surge a necessidade de adaptação e desenvolvimento de estratégias apropriadas para atender esses novos mercados. O objetivo deste estudo é identificar como o empreendedorismo e o networking influenciam a performance de 77 empresas exportadoras do Rio Grande do Sul, além de identificar o grau de importância do perfil empreendedor e do networking na performance exportadora, e por fim, avaliar a relação entre os referidos construtos. Para validar o estudo, foram utilizadas técnicas de análise fatorial, confirmatória e análise de regressão. Os resultados obtidos no presente estudo demonstram a influência e o impacto positivo da orientação empreendedora e do networking sobre a performance exportadora das empresas analisadas. Esta pesquisa possibilitou acompanhar a discussão dos resultados, implicações gerenciais e acadêmicas, além de limitações e sugestões para futuros estudos.

 

Aluna: Ana Flávia Hantt
Título: Cocriação e negócios de mídia: estudo de casos múltiplos sob a ótica da lógica dominante do serviço em marketing
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Este trabalho propõe uma análise sobre como os veículos de comunicação impressa estão utilizando a cocriação de valor no desenvolvimento de novos modelos de negócio. Nesse contexto, considera-se a abordagem da Lógica Dominante do Serviço em Marketing (VARGO e LUSCH, 2004), a qual, dentre as premissas centrais, apresenta o marketing centrado em serviço e a participação de todos os atores na cocriação de valor. Assim, com foco na relação diádica entre veículos de comunicação impressa e empresas anunciantes, é realizada uma pesquisa de caráter qualitativo-exploratório, cuja ferramenta utilizada é o estudo de múltiplos casos – caderno Na Pilha! e o projeto Save the Sunday; unidade de negócios Donna e o desenvolvimento de produtos licenciados; e revista Glamour e trabalhos de branded content. A partir da análise dos casos e cruzamento com a teoria estudada, esta dissertação apresenta como os atores relacionam-se em um ecossistema de serviço permeado por instituições compartilhadas, integram recursos para a obtenção de benefício estratégico, e garantem o aprendizado mútuo para a qualificação do processo. Também, demonstra como os veículos de comunicação impressa ainda coabitam em uma Lógica Dominante em Bens, onde a entrega de valor, em detrimento à proposição de valor, ainda é o aspecto norteador. A partir dos casos estudados, esta pesquisa demonstra também semelhanças e diferenças entre veículos de comunicação impressa com diferentes escopos de atuação, além de apresentar caminhos que podem ser uma alternativa ao modelo tradicional de negócio. Entre os principais indicativos, está a compreensão do conceito de cocriação de valor B2B em veículos de comunicação impressa, a proposição de valor que se sobreponha à venda de espaços publicitários, a diversificação das fontes de receita e um foco específico na cocriação do valor de marca e cobranding. A partir destes resultados, o intuito é contribuir com avanços para o campo acadêmico, e também em decisões gerenciais.

 

Aluno: Osvaldo Daniel dos Santos Pinheiro
Título: Mensuração da satisfação do consumidor de postos de combustível de Santa Cruz do Sul
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Na contemporaneidade, o cliente é cada vez mais valorizado e disputado pelo mercado de postos de combustíveis, visto que os postos pertencem a um mercado altamente competitivo, tornando a satisfação do cliente cada vez mais relevante para fidelização do consumidor nesse segmento de mercado. A satisfação do cliente está intimamente relacionada à qualidade dos atributos que caracterizam os serviços de postos de combustíveis. Portanto, o objetivo do estudo foi medir a satisfação do consumidor de postos de combustível do município de Santa Cruz do Sul/RS. Para tanto, a metodologia empregada na pesquisa envolveu inicialmente um estudo exploratório qualitativo, para identificar os atributos relevantes que impactam na satisfação dos clientes, através da Técnica do Incidente Crítico. Assim que a fase qualitativa foi finalizada, deu-se início a segunda etapa descritiva e quantitativa, com a elaboração de um questionário estruturado a partir das necessidades específicas identificadas na etapa exploratória, que permitiu avaliar a satisfação dos consumidores a partir de uma amostra não probabilística de 300 consumidores de postos de combustíveis de Santa Cruz do Sul/RS. A partir dos resultados, obteve-se o perfil dos entrevistados, uma lista de 11 atributos nos quais os clientes utilizam para avaliar a qualidade dos serviços prestados pelos postos, além dos percentuais de satisfação para cada variável (atributo) mensurado na avaliação da etapa descritiva. O Índice Global (Geral) de satisfação com os postos de combustíveis de Santa Cruz do Sul ficou com 83,70% de consumidores satisfeitos e 80,10% de consumidores que disseram que voltariam a comprar no mesmo posto onde abasteceram na última vez. Também foram sugeridas estratégias de melhoria aos serviços de postos de combustíveis com base nas variáveis de maior insatisfação. Reduzindo-se essas variáveis de insatisfação identificadas no estudo, o índice geral de satisfação dos serviços de postos de combustíveis tenderá a elevar-se, o que contribuirá para atração e retenção (fidelização) dos clientes.

 

Aluno: Kleber de Britto Souza
Título: Cocriação na perspectiva da lógica dominante do serviço: estudo de casos múltiplos em três segmentos de varejo nos Estados do Amazonas e Rio Grande do Sul
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O mercado vem apresentando transformações nos últimos anos, gerando uma competitividade mais acirrada, produtos similares entre concorrentes e desenvolvimento tecnológico, fazendo com que as firmas explorem novas abordagens para a criação de valor de forma mais acentuada. A utilização da cocriação de valor na perspectiva da Lógica Dominante do Serviço tem proporcionado a interação entre consumidor e a firma e, com isso gerando valor para ambos. Tendo em vista, que o fator resultante da interação é o feedback que é proporcionado pelo consumidor por meio do valor em uso, gerado pela experiência da utilização do produto ou serviço ofertado pela firma. Quando o valor é percebido como valor-em-uso para o cliente, o foco não é mais predominantemente em um feixe personalizado de produtos ou serviços trocados por um preço. O presente trabalho aborda uma pesquisa qualitativa com um estudo de casos múltiplos, com seis firmas, sendo: três no Amazonas, na cidade de Parintins e mais três no estado do Rio Grande do Sul, na cidade de Santa Cruz do Sul. Nesses locais, em cada segmento de varejo de distribuição de bebidas, padarias e supermercados foram pesquisadas duas firmas, uma em cada estado. Tendo como objetivo demonstrar como a Lógica Dominante do Serviço por meio da Cocriação de Valor resulta em serviços diferenciados no varejo. A análise dos dados proporcionou um conjunto de achados importantes para a compreensão do tema. Observou-se que a utilização do modelo DART e o valor em uso pelos consumidores geram valor benéficos aos atores envolvidos no processo de cocriação de valor. Diante dos resultados achados, sugere-se ações estratégicas de marketing a serem utilizadas pelas micro, pequenas e médias empresas de segmentos semelhantes. Por fim, são apresentadas recomendações a novos estudos, implicações acadêmicas e limitações do estudo.

 

Aluno: Vitor Rodrigues Almada
Título: Marketing de relacionamento e fidelização de clientes no comércio varejista, em Alegrete – RS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O Marketing de relacionamento está ligado diretamente às estratégias de fidelização dos clientes, pois busca uma relação de longo prazo entre empresa e seus clientes, através do compromisso de entregar valor percebido. Assim, os consumidores sentem-se próximos, como parte integrante das decisões da empresa e condicionados a realizar novas compras. Deste modo, desenvolveu-se o estudo com clientes do comércio varejista, em Alegrete – RS, no intuito de identificar os principais atributos de Marketing de relacionamento e sua relevância para manutenção dos clientes como compradores nestas lojas. Utilizou-se o método de abordagem exploratório-descritivo. Na primeira etapa, qualitativa, foi aplicada a técnica do incidente crítico. É gerada através dos relatos das experiências positivas e negativas vivenciadas pelo entrevistado. Listam-se aqueles incidentes semelhantes e agrupa-se em itens de fidelização. Na segunda etapa, quantitativa, foi aplicado questionário estruturado, elaborado com os atributos levantados anteriormente, para uma amostra de 407 clientes, por amostragem aleatória simples, levando em consideração o cálculo de amostragem com erro amostral de 5% e intervalo de confiança de 95%. Foi possível concluir que o principal atributo para fidelização dos clientes no comércio varejista, em Alegrete - RS é o atendimento aos consumidores. Tanto na parte qualitativa da pesquisa, quanto na quantitativa, os itens de fidelização que se destacaram, foram relacionados à necessidade de atendimento. Itens como entrega, simpatia e atenção tiveram destaque na pesquisa. Houve correlação positiva entre a idade e renda dos entrevistados em relação a preferência por itens de tecnologia, como site da loja, e-commerce e aplicativos. Ou seja, quanto mais jovem e maior renda, maior a probabilidade de preferir estes itens. É preciso que o comércio varejista, em Alegrete – RS, se modernize, utilize novas tecnologias e busque criar alternativas para suprir os itens de fidelização destacados nesta pesquisa.

 

Aluno: Marcos André de Souza Nunes
Título: Gestão do conhecimento e design thinking: proposta de um modelo de integração para inovação
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A gestão do conhecimento, o design thinking e a inovação são termos que estão na pauta de discussão das empresas e na pesquisa das academias, porém, na maioria das vezes, desassociadas. Esta dissertação investiga a contribuição da gestão do conhecimento e a metodologia do design thinking colaborando no processo criativo, base da inovação, e se atuam de forma independente, compartilhada ou complementar. Tem por objetivo, propor um modelo para o desenvolvimento e a inovação empresarial combinando a gestão do conhecimento e o design thinking Para funda0mentar o objetivo, foi realizado um estudo qualitativo através de entrevistas utilizando o método de levantamento de experiências, com profissionais e pesquisadores altamente qualificados através de questionário semiestruturado que resultou em uma proposta de modelo de integração entre as práticas e algumas recomendações acerca da mesma. A partir do estudo realizado, pode-se identificar, ao longo das diferentes etapas, que a prática empresarial corrobora com o referencial teórico e que ambas, necessitam de amadurecimento, pois, apesar dos desejos de utiliza-las, existem ainda muita dúvida e o que resulta em tentativas de adapta-las a ferramentas, modelos ou metodologias consolidadas. Dessa forma, foi proposto um modelo que tem como intenção compor uma interação entre os conceitos, baseado em práticas conhecidas e assim, estimular a geração de ideias e que resultassem em inovações. O presente trabalho aponta que é necessário direcionar a descoberta, a definição, o desenvolvimento e a reflexão do conhecimento seja ele resultado de construção prática ou formal. Por aparentar ser um processo desestruturado, abstrato, intuitivo ou até mesmo empírico, a proposta de um modelo que integre conceitos e experiências, permitirá um melhor aproveitamento do tempo, das etapas, dos processos e das interações entre as pessoas em todos os níveis e cenários.

Aluno: Ciro Eduardo Gusatti
Título: A SINALIZAÇÃO DA QUALIDADE EM SERVIÇOS POR MEIO DE WEBSITES
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O crescimento do setor de serviços e a ascensão do comércio eletrônico sugerem novas oportunidades de negócios às organizações. Ao mesmo tempo, contudo, esse cenário propõe desafios extras para as empresas que necessitam reconfigurar os seus processos e entregar canais mais eficazes de comercialização na internet. Investigações na área da comunicação, do marketing e do comportamento do consumidor têm buscado mapear essas novas conjunturas e oferecer subsídios para a tomada de decisão das empresas. A Teoria da Sinalização desponta como uma alternativa de análise de como está se sucedendo as negociações no ambiente digital. Pesquisas sustentam que a sinalização da qualidade pode se dar na internet através da avaliação do cliente sobre o website da organização. Os estudos, entretanto, buscam a avaliação de situações que envolvem a comercialização de bens em e-Commerces e negligenciam a realidade de serviços. A presente dissertação vai ao encontro desses anseios e problemáticas. Tendo como base a teoria sinalização da qualidade, realiza uma investigação sobre as percepções do consumidor frente as empresas de serviços na internet. O modelo do e-Servicescape de Harris e Goode (2010) sugere que a experiência real e física com uma organização de serviços possui relação com a experiência digital, ou seja, assim como no cenário real, investimentos e aprimoramentos no website da organização proporiam impactos positivos no julgamento do cliente sobre a empresa. A partir do desenvolvimento de um experimento se buscou verificar a influência da sinalização da qualidade de uma organização de serviço (através do seu website) na confiança, na percepção de qualidade e na intenção de compra do consumidor. Para isso, o experimento contou com a criação de uma empresa fictícia de serviços e o desenvolvimento de websites com diferentes níveis de investimento (alto investimento, médio investimento e baixo investimento). Os canais digitais foram acessados, o serviço analisado e, posteriormente, avaliado pelos envolvidos quanto a sua percepção. Resultados provenientes de análises de variância (ANOVA) confirmaram as hipóteses e a existência de diferenças significativas entre os grupos manipulados. Testes de correlação evidenciaram, ainda, que existem associações significativas entre a percepção de investimento da organização no website (credibilidade do sinal) e as variáveis testadas. Identificou-se, também, que o modelo do e-Servicescape possui uma forte relação com o reconhecimento da credibilidade do sinal.

 

Aluno: Jorge André Tischer
Título: MARKETING DE RELACIONAMENTO: UM ESTUDO DE CASO DE CLIENTES PESSOA JURÍDICA DE UMA AGÊNCIA BANCÁRIA
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Estudos demonstram que a performance de um Banco é influenciada pelo nível de relacionamento que as suas agências bancárias possuem e mantém com os seus clientes Pessoa Jurídica. Portanto, necessita-se aprimorar o marketing de relacionamento das agências bancárias com os seus clientes Pessoa  Jurídica. Nesse sentido, o estudo teve como objetivo desenvolver um conjunto de ações de marketing de relacionamento necessárias para reter e fidelizar os clientes pessoa jurídica por longo prazo em uma agência bancária do Banco Presença, na cidade de Venâncio Aires - RS. A coleta de dados da pesquisa aconteceu através da utilização da técnica do incidente crítico, em uma fase qualitativa e depois os resultados deram origem a um questionário. Esse questionário foi utilizado na coleta dos dados  na fase quantitativa, sobre o grau de importância que os clientes pessoa jurídica atribuem a itens de marketing de relacionamento. Na fase quantitativa foram questionadas 75 empresas, clientes pessoas jurídicas da agência bancária do Banco Presença da cidade de Venâncio Aires - RS. A metodologia caracteriza-se por um estudo exploratório qualitativo e também descritivo e quantitativo. A estrutura da pesquisa sobre o marketing de relacionamento foi arranjada por 28 variáveis e oito fatores de relacionamento. Após a aplicação da análise fatorial com rotação varimax foram mantidos sete fatores. O resultado da análise fatorial explica 78,95% da variância dos dados fornecidos pelas 28 variáveis originais de relacionamento, através de sete fatores confirmados. Foi empregada a análise de cluster, que resultou na formação de dois clusters. A análise dos dados, além da análise univariada e multivariada, envolveu o alfa de Cronbach e o teste t de Student. Após a análise dos dados, o principal resultado obtido foi que existem dois grupos de empresas analisadas com diferenças significativas nos itens de comunicação, taxas, tarifas, linhas de crédito, produtos e serviços. Para isso foi efetuado uma matriz de recomendações mercadológicas para cada fator identificado na análise fatorial além dos três fatores identificados com diferenças significativas entre os dois clusters. Ao final desse estudo será possível acompanhar a discussão dos resultados, implicações acadêmicas e gerenciais, limitações e sugestões para futuros estudos.

 

Aluno: Talis Alexandre de Souza
Título: PERCEPÇÃO DA IMAGEM DA MARCA SICREDI: A VISÃO DOS ASSOCIADOS DA SICREDI OURO BRANCO RS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A globalização dos mercados mudou o ambiente organizacional. Novos concorrentes surgiram em mercados que antes eram dominados por empresas locais, trazendo consigo estratégias e metodologias inovadoras com o objetivo de desequilibrar as forças competidoras daquele ambiente, introduzindo produtos e serviços competitivos para atender os mesmos consumidores, que se tornaram mais exigentes e complexos. Neste cenário global e dinâmico, desenvolve-se o cooperativismo contemporâneo, movimento que tornou-se tema recorrente devido à proporção que tomou nos últimos anos. No entanto, mesmo passado mais de 110 anos do surgimento deste sistema no país, o cooperativismo de crédito representa somente 2% de toda a movimentação bancária nacional, o que motiva o estudo de alguns fatores os quais podem estar ocasionando este cenário de baixo desempenho, entre eles a percepção dos associados em relação às marcas das cooperativas de crédito. Neste sentido, o presente estudo foi realizado na Sicredi Ouro Branco RS e procura identificar a percepção que os associados desta cooperativa têm em relação à imagem da marca Sicredi. Dentre os objetivos do estudo estão: identificar os segmentos de mercado atendidos por esta organização; avaliar os diferentes mercados-alvo; avaliar como os mercados-alvo percebem a imagem da marca Sicredi e propor ações de melhoria em relação à imagem desta marca. No decorrer deste trabalho será possível acompanhar a discussão de vários autores sobre assuntos ligados ao cooperativismo, principalmente do ramo crédito, marcas e também de marketing estratégico. Para que os objetivos fossem alcançados, a pesquisa desenrolou-se em duas etapas: a primeira exploratória e qualitativa – que teve como função fornecer subsídios para a etapa seguinte - e a segunda descritiva e quantitativa, que através de técnicas de análises univariadas e multivariadas, permitiram descobrir a existência de três grupos distintos de associados os quais responderam de maneira divergente aos estímulos da pesquisa. Analisando os grupos de associados, observou-se que os agrupamentos não se diferem em relação ao sexo, idade ou classe econômica de seus componentes, indicando que a divisão dos grupos pode ser em decorrência das suas atitudes, necessidades, preferências ou até mesmo por benefícios procurados. Ao final, será possível acompanhar a discussão dos resultados, recomendações gerenciais e as conclusões deste estudo.

 

Aluno: Claudimir Rodrigues
Título: ESTRATÉGIA DE MULTI-INTEGRAÇÃO NAS CADEIAS PRODUTIVAS DO AGRONEGÓCIO DO SUL DO BRASIL
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Este estudo analisou a percepção de organizações industriais atuando em diferentes cadeias produtivas sobre a propensão de adoção de um sistema de produção multi-integrado em forma de aliança empresarial junto às pequenas propriedades rurais familiares no Sul do Brasil, visando fortalecer suas cadeias. Pesquisa de natureza exploratória e descritiva, com abordagem qualitativa, realizada com quinze empresas. A coleta de dados deu-se a partir de entrevistas em profundidade com gestores que influenciam nas decisões. Foram elaboradas seis proposições teóricas, onde três relacionam-se à percepção das empresas integradoras sobre a propriedade integrada (P1), o acesso às estruturas produtivas (P2) e as ações desenvolvidas visando à manutenção deste recurso (P3), e as demais, relacionam à possibilidade de estruturação de um modelo complementar de produção multi-integrada. Os resultados encontrados evidenciam sete características organizacionais homogêneas: fatores ambientais; estratégia de negócios; disponibilidade de recursos; dependência por recursos; regulamentação e legislação; especialização na produção; e, qualidade e produtividade. Seis fatores de produção também apresentaram homogêneos: espaço físico; disponibilidade de mão de obra; demanda por diversificação; escala de produção; mecanização; e, aspectos psicossociais. Constatou-se que estas empresas percebem as pequenas propriedades um recurso estratégico, concorrendo entre si pelo seu acesso e implementação de suas estruturas produtivas. Ainda verificou-se que é possível conciliar atividades de forma complementar, objetivando o desenvolvimento de estruturas multi-integradas de produção, se não impactar negativamente nas atuais estruturas produtivas. A formação de parcerias estratégicas visando a multi-integração pode assegurar a manutenção dos sistemas integrados de produção, tendo como principais determinantes o acesso às propriedades familiares; compartilhamento de recursos, custos e riscos; fortalecimento das estruturas produtivas; e, possibilidade de retenção da mão de obra familiar. Apesar de tais resultados sugerirem a viabilidade de estruturação destes sistemas, verificou-se que apenas dez das quinze empresas entrevistadas demonstraram-se propensas a participarem de um projeto inicial objetivando avaliar a viabilidade da formação de alianças estratégicas no modelo de multi-integração de produção. De maneira geral os resultados encontrados dão sustentação às proposições teóricas elaboradas para esta pesquisa, já que a propriedade agrícola familiar é considerada um recurso estratégico pelas agroindústrias processadoras (primeira proposição), que, por operarem com sistemas integrados de produção, competem pelo acesso a essas propriedades (segunda proposição), impondo a necessidade do desenvolvimento de estratégias específicas para garantir acesso a este recurso (terceira proposição). Assim, a partir do estabelecimento de relações de cooperação entre agroindústrias processadoras, seria possível promover o desenvolvimento de suas estruturas produtivas, fortalecendo a agricultura familiar como fornecedora de matérias primas essenciais às agroindústrias, (quarta proposição) podendo evoluir para a composição de um sistema de multi-integração baseado no compartilhamento de recursos, custos e riscos, (quinta proposição). Portanto, a estruturação de um sistema multi-integrado de produção entre empresas posicionadas em cadeias produtivas distintas assume características de alianças estratégicas, com vistas a garantir o acesso ao recurso estratégico propriedade agrícola familiar (sexta proposição). Conclui-se que o desenvolvimento de um processo de cooperação interorganizacional através da multi-integração indústria-indústria envolvendo empresas integradoras de diferentes cadeias produtivas pode ser viável, desde que conciliados os interesses e objetivos estratégicos comuns.

 

Aluno: Vinicius de Camargo Machado
Título: O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO EM INSTITUIÇÕES COMUNITÁRIAS DE ENSINO SUPERIOR
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O cenário atual da educação superior no Brasil, nos últimos dez anos, vem demonstrando transformações significativas, exigindo cada vez mais práticas empresariais por parte das Instituições Comunitárias de Ensino Superior (ICES). Assim, o objetivo geral da dissertação foi compreender a forma pela qual se dá a utilização do Planejamento Estratégico (PE) como ferramental efetivo no direcionamento de uma ICES frente ao novo cenário da educação superior. O trabalho tem a finalidade de contribuir para a melhor atuação da gestão das ICES no que diz respeito ao PE, sua forma de implantação, avaliação e da relevância de se possuir essa ferramenta gerencial, principalmente tratando-se de organizações de grande complexidade, com alto grau de heterogeneidade. A metodologia de estudo adotado foi o estudo de caso múltiplo, o qual possibilitou explorar qualitativa e quantitativamente a gestão e o planejamento estratégico das duas ICES, Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) e Universidade de Cruz Alta (UNICRUZ). A teoria de base utilizada como referência baseou-se em Mintzberg e Quinn (2001), Kaplan e Norton (1997), Ansoff (1993), Certo e Peter (1993), entre outros autores. Também foram investigados a compreensão do cenário do ensino superior e o atual estágio do emprego da ferramenta PE, bem como outras variáveis que vieram a se mostrar relevantes a partir dos resultados apurados. Após a realização dessa ampla investigação, foi possível identificar ações que podem apontar melhorias na gestão das ICES, desde que se tenha o PE, de maneira formal, instituído. Os resultados obtidos com a pesquisa apontam que há uma consciência da importância de ter ferramentas gerenciais como o PE, entretanto sua implantação está em fase inicial. Ainda, foi possível identificar a indefinição em relação ao melhor modelo teórico a ser seguido ou até mesmo a possibilidade de criar um modelo específico, que atenda às particularidades das ICES. Assim, o estudo contribui para uma melhor gestão das ICES, pois dado o contexto da educação brasileira, a necessidade da utilização de ferramentas administrativas que permitam a implementação de melhorias gerenciais, de forma contínua, cada vez mais se tornará maior. A não existência de PE formal, como foi concluído no presente estudo, mesmo havendo consciência da necessidade dessa ferramenta, acaba por dificultar a antecipação de ações gerenciais que possam contribuir para a melhoria do processo de tomada de decisão em prol da maximização dos objetivos institucionais das ICES.

 

Aluno: Marciel Andrade
Título: CADEIA DE VALOR E VANTAGENS COMPETITIVAS: UM ESTUDO SOBRE A CADEIA PRODUTIVA AVÍCOLA DA REGIÃO DO VALE DO TAQUARI
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O presente estudo procurou descrever e analisar alternativas que possam contribuir para alavancar os resultados da cadeia produtiva avícola situada na Região do Vale do Taquari, no Rio Grande do Sul, sob a perspectiva de obtenção de vantagens competitivas, tendo como base a cadeia de valor. Para tanto, conceitos como cadeias de produção, operações, cadeia de valor, criação de valores, fatores competitivos e vantagens competitivas na visão dos fornecedores e clientes de cada elo da cadeia produtiva avícola foram estudados em uma perspectiva que leva em conta a teoria das relações interoganizacionais e a teoria da gestão por cooperação. O estudo procura identificar quais são as principais fontes de indução à criação de valor no atual contexto em que a cadeia produtiva avícola se encontra inserida. Para o desenvolvimento dos estudos foram definidos como sujeitos da pesquisa, profissionais das empresas pertencentes à cadeia produtiva avícola. Como estratégia de pesquisa utilizou-se um estudo de caso de natureza qualitativa, predominantemente descritivo, com um total de 28 (vinte e oito) profissionais entrevistados. Concluiu-se que existem, na cadeia produtiva avícola, relações fortes entre as empresas que buscam padrões de qualidade e aspectos ligados a prazos de entrega em tempo certo. Vale mencionar que, em função do tamanho da cadeia avícola, acaba existindo certo distanciamento entre as empresas e isso faz com que surjam subsegmentos, os quais defendem suas próprias necessidades e muitas vezes não levam em consideração o todo. Foi possível perceber também, que a busca para atender às exigências dos consumidores, está demandando um esforço cada vez maior. Assim, baseando-se nas informações obtidas junto aos entrevistados, é salutar que seja feito um esforço ainda maior entre todas as empresas, a fim de proporcionar um processo de vantagens competitivas, visando ao fortalecimento da cadeia produtiva avícola.

 

Aluno: Matusalem Fagundes da Silva
Título: A ANÁLISE DAS CAPACIDADES NO PROCESSO DE INCUBAÇÃO JUNTO AS EMPRESASPÓS- INCUBADAS DA INCUBADORA TECNOLÓGICA DA FEEVALE
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Este estudo destina-se a verificar o desenvolvimento das capacidades de inovação, capacidade financeira e capacidade gerencial, junto às empresas pós-incubadas, pela Incubadora Tecnológica da Feevale (ITEF), durante o processo de incubação. O desenvolvimento dessas capacidades é avaliado sob a ótica da teoria das Capacidades Dinâmicas, que visa integrar, adaptar, construir e reconfigurar recursos e habilidades para enfrentar ambientes em estado de mudanças. Atualmente as Capacidades Dinâmicas devem favorecer a formação de recursos e não apenas a sua adaptação ao ambiente, portanto, trata-se de um conceito empreendedor capaz de moldar o ambiente. Propõem-se como objetivo geral: Avaliar o desenvolvimento das capacidades de inovação, financeira e gerencial, durante o processo de incubação, junto às empresas pós-incubadas pela Incubadora Tecnológica da Feevale (ITEF). Quanto aos objetivos específicos propõem-se: identificar contribuições da ITEF que colaboraram para a continuidade das empresas pós-incubadas; avaliar como ocorreu a formação da capacidade de inovação, capacidade financeira e capacidade gerencial junto às empresas pós-incubadas da ITEF; e, capacidade financeira e capacidade gerencial junto às empresas pós-incubadas da ITEF, e identificar novas possibilidades de atuação continuada da ITEF junto a essas empresas. A metodologia do estudo inclui: pesquisa descritiva, pois este tipo de pesquisa possibilita registrar e descrever os fatos observados sem interferir neles, e permite identificar relações entre variáveis observadas. O trabalho constitui-se num estudo de caso único, e realizou-se coleta e análise de dados, por meio, de entrevistas com sete diretores de empresas pós-incubadas. A questão-problema e os dados coletados foram analisados de modo qualitativo com uso da técnica da análise de conteúdo, e categorias previamente definidas. Os resultados da análise e interpretação dos coletados revelou evidencias que permitem afirmar ter ocorrido o desenvolvimento das capacidades de inovação, capacidade financeira e capacidade gerencial durante o processo de incubação. Essas capacidades foram integradas aos processos internos dessas empresas, e ao longo dos anos adaptam-se as necessidades desses empreendimentos. Destaca-se que o desenvolvimento de cada capacidade não ocorreu de forma simétrica, ou seja, cada empresa construía e aprimorava as capacidades abordadas de acordo com as suas demandas. Pode-se destacar o desenvolvimento da capacidade de inovação, através das categorias inovação de produto, inovação de processo, inovação organizacional e inovação de marketing. Capacidade Financeira, por meio, de planejamento financeiro, controle financeiro, administração e ativos e administração de passivos. Capacidade Gerencial envolve capacidade analítica, julgamento, tomada de decisão, liderança e enfrentar riscos e incertezas. Cada uma das categorias analisadas teve no processo de incubação um apoio decisivo, com ações realizadas com auxílio de treinamentos, consultorias, estrutura de órgãos vinculados a universidade, e o desenvolvimento do plano de negócios.

 

Aluna: Vanessa Bozzetto
Título: APRENDIZAGEM E CULTURA ORGANIZACIONAL: UM ESTUDO SOBRE DEMANDAS SOCIAIS NA EMPRESA TANAC S.A./TANAGRO S.A.
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Considerando as mudanças na visão do mercado de trabalho e suas respectivas mudanças organizacionais, o presente estudo objetivou investigar o processo de cultura e aprendizagem organizacional frente às novas demandas sociais a partir da inserção de minorias no mercado de trabalho. O ambiente organizacional, escolhido de forma intencional, foi a empresa TANAC S.A./TANAGRO S.A. Buscou-se referenciar teoricamente conceitos sobre cultura e aprendizagem organizacional, diversidade, inserção de minorias e pessoas com deficiência nas organizações. Utilizou-se a abordagem qualitativa de pesquisa e, como método, o estudo de caso único; foram realizadas entrevistas com os responsáveis pelo setor de recursos humanos da empresa e com os colaboradores do âmbito operacional. A pesquisa possibilitou, entre outros resultados, identificar por parte da empresa uma postura inclusiva; a importância do papel da responsabilidade social; além da busca por uma inserção responsável; o fortalecimento da cultura organizacional, como também, o objetivo em aprender a trabalhar com a nova demanda social. Conclui-se, a partir dos resultados, que a Empresa TANAC S.A./TANAGRO S.A., pode ser classificada como uma empresa de cultura inclusiva por princípios e pela lei; Conta com a presença de uma gerência interessada e comprometida em proporcionar o bemestar, participação e criação do conhecimento, aberta ao diálogo e comunicação; flexibilização do modo de conduzir seus padrões culturais, com a necessidade e a vontade de aprender com a nova realidade, atingindo um nível de aprendizagem e conhecimento.

 

Aluna: Ana Carolina Kayser
Título: ANÁLISE DA GESTÃO DE PROJETOS COLABORATIVOS DE INOVAÇÃO ENTRE UNIVERSIDADES E EMPRESAS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: As estratégias que as empresas têm adotado para promover inovações têm mudado significativamente nos últimos anos, especialmente no que concerne à parceria com universidades para o desenvolvimento de projetos colaborativos. O aprendizado das empresas e das universidades no sentido de viabilizar a interação entre as instituições necessita de novas ações para dinamizar e profissionalizar esse processo. Em função da necessidade de otimizar a alocação dos recursos gastos e minimizar os riscos pelas empresas e universidades nas atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação, percebe-se uma crescente e justificada preocupação com a qualificação da gestão de projetos colaborativos, por meio da aplicação de ferramentas e práticas adequadas. O estudo realizado teve como objetivo principal propor um guia de boas práticas para a gestão de projetos de inovação colaborativos entre Universidades e Empresas. A revisão teórica fundamentou-se essencialmente em Davenport, Davies e Grimes (1998), Moro-Valentin, Montoro-Sanchez, Guerra-Martin (2003), Barnes, Pashby e Gibbons (2006) e Albertin e Amaral (2010), que pesquisaram boas práticas ou fatores críticos de sucesso em projetos de pesquisa colaborativos entre universidades e empresas. Como procedimento metodológico, realizou-se pesquisa descritiva mediante o estudo de casos múltiplos com abordagem qualitativa. A seleção dos estudos de caso foi realizada por seleção e intencionalidade, constituindo-se de quatro casos de projetos colaborativos universidade–empresa, sendo dois casos considerados de gestão bem sucedida e dois casos de gestão mal sucedida. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com os gestores, empresários e pesquisadores envolvidos em cada projeto, norteadas por um roteiro específico, visando a atender os objetivos do estudo. Em relação aos resultados obtidos na pesquisa, foram identificadas práticas de gestão de projetos colaborativos que reforçam a literatura nacional e internacional, quais sejam: definição de objetivos claros e realistas, responsabilidades definidas claramente, confecção de instrumentos contratuais claros e a prática de uma comunicação eficaz. Além destas, foram identificadas também novas práticas: a necessidade de manter contato presencial entre os parceiros, o registro sistemático das informações acerca do projeto, a realização de uma reunião de abertura para a formalização e disseminação das informações do projeto, a realização de reuniões periódicas de acompanhamento, o acesso a um software ou plataforma de gestão de projetos e possuir os processos do setor de gestão de projetos bem definidos. A partir do levantamento destas práticas, foi proposto um guia contendo dez boas práticas para a gestão de projetos colaborativos Universidade – Empresa.

 

Aluna: Ana Cláudia Schneider Kist
Título: Avaliação da satisfação das consumidoras do varejo feminino em Venâncio Aires
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A evolução do papel da mulher na sociedade, bem como sua crescente participação no mercado de trabalho e na economia brasileira, tem representado um aumento do mercado potencial do setor de varejo de roupas e acessórios femininos. O tema ganha mais relevância pelo fato de a satisfação ser uma busca incessante das consumidoras; devido a isso, o objetivo principal do estudo é avaliar a satisfação das consumidoras do varejo feminino de roupas e acessórios de Venâncio Aires. A metodologia caracteriza-se por um estudo exploratório qualitativo, para compreensão dos atributos relevantes nos serviços do varejo e, após uma avaliação descritiva, com abordagem quantitativa, trabalha-se com uma amostra de 280 consumidoras. A análise dos dados envolveu estatística multivariada por modelagem de equações estruturais. As análises com equações estruturais sugerem que o atendimento, preço e satisfação influenciam na sua satisfação global com os serviços prestados e esta, na lealdade das consumidoras com o varejo. A partir dos resultados deste estudo, outros varejistas poderão utilizar a metodologia para avaliação da satisfação de seus clientes.

 

Aluno: Caio Junior Santanna
Título:
Análise de viabilidade da produção de bioetanol a partir dos subprodutos do setor orizícola
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo:
A substituição gradativa dos combustíveis fósseis com o intuito de diminuir as emissões de gases do efeito estufa, bem como a diversificação das fontes energéticas é demandada pela sociedade. O etanol se apresenta como uma fonte para suprir a necessidade de consumo de energia do mercado nacional em médio prazo, pois tem um impacto expressivo na redução da emissão de CO2 em comparação à gasolina, sendo que sua possibilidade de produção não se esgota em apenas uma matéria-prima. O presente estudo teve como temática a análise de viabilidade da produção de bioetanol a partir de subprodutos de setor orizícola. A análise foi centrada na interferência das metodologias financeiras, para a qual foram delineadas as demonstrações de resultado, partindo das estimativas de produção, receitas, custos fixos, variáveis e investimento fixo por um período de 10 (dez) anos. A apreciação da viabilidade financeira é realizada por meio da análise de dados levantados durante visita feita à COOPERFUMOS. Os indicadores financeiros, Valor são de Presente Líquido (VPL) de R$ 188.171,19 positivo, a Taxa Interna de Retorno (TIR) de 29,00% e o Índice de Lucratividade de R$ 1,48 que mostram que o projeto é rentável. O Payback Descontado de sete anos, um mês e um dia, apresenta retorno do investimento inicial dentro do período pesquisado. Sendo assim, apontam valores positivos quanto à comercialização realizada com base nas alíquotas da legislação, sem ponderar as possibilidades de ato cooperado, visto tratar-se da natureza jurídica cooperativa. Esses resultados poderão estimular a disseminação do modelo implantado pela COOPERFUMOS em Santa Cruz do Sul - RS para outros municípios, com as devidas adequações, promovendo apoio e estímulo a novos modelos de produção e comercialização, oportunizando a melhoria e a diversificação na renda familiar, contribuindo, dessa forma, para a ampliação dos combustíveis renováveis e ambientalmente limpos na matriz energética brasileira.

 

Aluno: Flávio Lucas Goettert
Título:
Estratégias de diversificação: um estudo sobre uma empresa de tabaco do Vale do Rio Pardo – RS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo:
O Brasil é o segundo maior produtor de tabaco do mundo e o primeiro em exportação de tabaco em folha, no entanto, o mercado de tabaco ao longo dos últimos anos vem passando por uma queda no consumo, em razão das campanhas antitabagistas. Na busca por novas alternativas sustentáveis de negócios, empresas beneficiadoras de tabaco estão estudando formas alternativas de diversificação para o negócio. Buscando, justamente estratégias de diversificação nos negócios de uma empresa beneficiadora de tabaco, que o presente estudo objetiva analisar estratégias de diversificação para a Empresa Alliance One Brasil, que atua com beneficiamento do tabaco no estado do Rio Grande do Sul. A metodologia empregada é um estudo de caso, enfatizando a pesquisa sobre novos negócios para melhoria dos resultados da empresa em análise. Desse modo, utilizou-se essencialmente para o estudo de caso uma abordagem exploratória qualitativa para identificar e qualificar potenciais projetos, para posteriormente serem analisados comparativamente sob uma avaliação econômico-financeira e também por uma análise estratégica com base na Visão Baseada em Recursos. Os principais resultados obtidos com o estudo proporcionaram a seleção e aprovação econômico-financeira de três projetos de diversificação, além de uma análise comparativa estratégica que proporcionarão aos executivos/gestores da empresa, informações que subsidiarão na tomada de decisão para diversificação dos negócios na organização.

Aluno: Sidinei Rossi
Título: A CONTRIBUIÇÃO DA APRENDIZAGEM ORGANIZACIONAL NA FORMAÇÃO DA REDE NACIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O objetivo desta dissertação é identificar como a aprendizagem organizacional contribuiu na formação e na estrutura de governança da Rede Nacional de EAD do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC. Para responder a essa questão, a pesquisa busca explicitar os conceitos sobre aprendizagem organizacional e governança corporativa. Além disso, descreve de forma processual a constituição e organização dessa rede, analisando as ações realizadas e seus resultados, e também mapeia as possíveis experiências anteriores e os conhecimentos existentes na organização que podem ter contribuído na determinação da estrutura e da governança da Rede Nacional de EAD. Adotou-se o método de estudo de caso, o que possibilitou explorar aspectos qualitativos relativos à aprendizagem na organização e à governança corporativa. Os dados foram coletados por meio de observação direta, pesquisa documental, e entrevistas semiestruturadas realizadas com os gestores que fazem parte dos Comitês Técnico Nacional e Gestor Nacional, além de questionário com perguntas abertas aplicado online com os gestores de educação a distância dos Departamentos Regionais Polos. Para obter o resultado deste trabalho, os dados foram comparados e analisados à luz dos conceitos de aprendizagem organizacional e governança corporativa. Experiências e conhecimentos já existentes na organização e adquiridos pela antiga Rede de Pós-graduação lato sensu e pelo Sistema Nacional de Teleducação, além de ações regionais de educação a distância, contribuíram para a tomada de decisão de criação da Rede Nacional de EAD. A pesquisa demonstrou também que os motivos que levaram à sua criação buscaram atender à crescente demanda por educação profissional no país, com a convergência de forças para enfrentar a concorrência e criando uma visão de unicidade do SENAC nessa modalidade de ensino. Sua constituição se deu por um processo que permeou desde a aprovação do projeto em nível nacional, passando pela criação de documentos orientadores, sensibilização e capacitação dos envolvidos, unificação de ambientes tecnológicos e definição de estrutura de governança. A pesquisa revelou que a contribuição da aprendizagem organizacional na formação e na estrutura de governança dessa rede, aconteceu principalmente pela utilização das experiências acumuladas pelos comportamentos passados, utilizando-se de ampla reflexão, interpretação e aprimoramento de ideias, nos espaços de interação formais e informais que a organização proporciona.

 

Aluna: Jaqueline da Silveira
Título: IMPLEMENTAÇÃO DA ISO 9001 COMO ESTRATÉGIA DE MELHORIAS DAS OPERAÇÕES E DOS RESULTADOS FINANCEIROS: UM ESTUDO DE CASO EM UMA METALÚRGICA
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: As organizações buscam estratégias que garantam sua perpetuidade no mercado e a gestão da qualidade tem sido um dos meios mais empregados em tal objetivo. Alicerçado neste contexto, o problema que norteou a realização do presente estudo foi “quais os elementos de um sistema de gestão da qualidade, implementado com base nos requisitos da ISO 9001:2008, foram capazes de alavancar a melhoria dos resultados operacionais e econômicos em uma empresa metalúrgica”, sendo que o objetivo geral foi a identificação de tais elementos. Esta dissertação, realizada no ano de 2012 e 2013, com base nos dados de 2010 a 2012, apresenta um estudo quali-quantitativo, com delineamento exploratório e descritivo, norteado pela estratégia de estudo de caso que visa a demonstrar os benefícios que a implementação dos requisitos da norma NBR ISO 9001:2008 promove e potencializa em uma indústria metalúrgica de pequeno porte como uma estratégia de melhoria dos resultados financeiros e operacionais. O objeto da pesquisa foi a empresa Maio Indústria Mecânica Ltda., fabricante de cadeiras e artefatos de lazer tubulares no Estado de São Paulo. Por meio de pesquisa de fontes de dados fornecidos pela empresa estudada, procedeu-se, inicialmente, a um resgate histórico, demonstrando a situação da empresa anteriormente à implementação da ISO 9001. Após, fazendo uso de observação direta, acompanhou-se todo o processo de implementação da ISO 9001, em um trabalho que se estendeu por mais de um ano, com o intuito de compreender os fatores decisivos para o êxito do projeto. Posteriormente, por meio de pesquisa de fontes de dados da empresa, verificou-se a situação pós-implementação, analisando-se os resultados obtidos quanto a indicadores de desempenho operacionais e financeiros. Nesta verificação pós-implementação, também realizou-se uma análise qualitativa dos reais e potenciais avanços gerenciais obtidos pela organização, à luz do referencial teórico pesquisado. Os resultados demonstram que, com a implementação da ISO 9001 na empresa, ocorreram expressivas mudanças na forma de se gerenciar. A abordagem de processos preconizada pela norma, em especial, quanto à documentação e registro dos processos de produção e de apoio, elevou a confiabilidade das operações por conferir maior segurança na execução das tarefas e facilidade de controle pela hierarquia. A solução de problemas passou a ocorrer de forma mais participativa, valorizando-se a análise de dados e fatos e a objetividade na busca da solução. A gestão com base em indicadores de desempenho viabilizou o trabalho de todos com foco nos principais objetivos da organização e possibilitou à direção da empresa uma forma precisa e sistemática de análise crítica do desempenho organizacional. Com a implementação desse sistema, a empresa obteve melhora significativa em todos os seus indicadores, em especial em seu resultado econômico.

 

Aluna: Patrinês Aparecida França Zonatto
Título: CAPTAÇÃO E RETENÇÃO DE ASSOCIADOS EM REDES DE EMPRESAS NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL: UMA ANÁLISE SOB A ÓTICA DOS RECURSOS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Este estudo teve como objetivo identificar quais são os recursos estratégicos desenvolvidos por redes de cooperação empresarial consolidadas e de que maneira esses recursos contribuem para a retenção e a captação de associados. Foi realizado um estudo de múltiplos casos, de natureza exploratória e descritiva, com abordagem qualitativa dos dados, com três redes de cooperação empresarial consolidadas, localizadas na região central do Estado do Rio Grande do Sul, que atuam nos segmentos de materiais de construção, farmácia e tintas. A coleta de dados foi realizada a partir de entrevistas em profundidade com o presidente, três associados fundadores e três associados recentes de cada rede. Os resultados encontrados evidenciam que as redes pesquisadas desenvolveram seis recursos estratégicos: poder de negociação, reputação, conhecimento, marca, soluções coletivas e marketing integrado. Observou-se que estas redes possuem processos formais de retenção e captação de novos associados, o que facilita a gestão da rede. Os recursos estratégicos desenvolvidos contribuem para os processos de retenção e captação de associados nestas redes de cooperação, a partir do fortalecimento das empresas participantes da rede, o desenvolvimento das capacidades destas empresas, a criação de vantagens competitivas e a redução da dependência destas organizações por recursos externos. Os recursos estratégicos indispensáveis para a retenção de associados nas redes pesquisadas são poder de negociação, reputação e marketing integrado, diferindo parcialmente de rede para rede. Já os recursos indispensáveis para a captação estão relacionados a poder de negociação, marca e marketing integrado, os quais também diferem parcialmente de rede para rede. A influência dos recursos estratégicos desenvolvidos pelas redes pesquisadas nos processos de retenção e captação de associados varia de rede para rede, em função da: a) importância atribuída pelos associados ao recurso; b) dificuldade de obtenção do recurso no mercado; e, c) indispensabilidade do recurso. As proposições teóricas elaboradas para a realização desta pesquisa foram confirmadas, o que indica que redes de cooperação empresarial consolidadas desenvolvem recursos estratégicos (primeira proposição), os quais proporcionam a geração de vantagens competitivas (segunda proposição), que contribuem nos processos de retenção (terceira proposição) e captação (quarta proposição) de associados. Conclui-se que redes de cooperação empresarial consolidadas podem desenvolver tais recursos estratégicos, os quais contribuirão para a retenção e captação de associados. Como contribuições teóricas deste estudo, destacam-se as evidências encontradas que indicam que redes de cooperação empresarial consolidadas tendem a desenvolver recursos estratégicos, os quais explicam a geração de vantagens competitivas, bem como, contribuem para o entendimento de fatores que favorecem a retenção e captação de novos associados em redes de cooperação, o que contribui para a consolidação das redes. Como contribuições gerenciais, este estudo apresenta evidências que podem auxiliar as redes de cooperação no desenvolvimento de ações que promovam o desenvolvimento e a sustentabilidade dos recursos estratégicos. Redes de cooperação empresarial que se encontram em diferentes estágios do ciclo de vida podem, a partir do desenvolvimento de tais ações, promover o desenvolvimento de recursos estratégicos na rede, uma vez que a partir destes recursos torna-se possível a retenção e captação de associados, e por consequência, a consolidação destas redes.

 

Aluno: Cláudio Soares dos Santos
Título: A CONCEPÇÃO DE UM MODELO DE GESTÃO DE ESTOQUES PARA MELHORIA DAS OPERAÇÕES: UM ESTUDO DE UM CASO NA COMPANHIA ESTADUAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Atualmente, as organizações utilizam modelos econômicos que as obrigam adotar uma metodologia de maximização dos seus lucros, como requisito indispensável e garantidor de sua perenidade, diante de um mercado altamente competitivo. Aliam-se a este cenário as constantes e rápidas mudanças tecnológicas, a globalização dos mercados e o alto custo do capital. O que força as organizações procurarem medidas que reduzam de forma contínua e constante a necessidade de capital de giro. Nessa linha de raciocínio, a gestão de estoques é fundamental para toda e qualquer organização, uma vez que esses ativos representam uma parcela considerável do orçamento, e diante dessa premissa, se estabelece que quanto menor for o nível dos estoques de uma empresa, mais eficiente essa empresa será. Dentro desta perspectiva, a gestão de operações surge como fator principal para a obtenção desses propósitos. Partindo-se desse pressuposto, esta pesquisa teve como objetivo utilizar-se da gestão de operações para a concepção de um modelo de gestão de estoques capaz de reduzir a imobilização de capital, sem prejuízos ao desempenho dos serviços de distribuição de energia elétrica. A pesquisa baseou-se sustentada na teoria que aborda a gestão estratégica de operações, caracterizando-se metodologicamente por ter uma abordagem qualitativa. Já do ponto de vista dos objetivos metodológicos a pesquisa foi descritiva e explicativa, e o método um estudo de caso. Sendo a metodologia de pesquisa: bibliográfica, de campo e documental. Inicialmente realizou-se uma análise do modelo atual de gestão de estoques utilizado na empresa CEEE-D, posteriormente, foram diagnosticadas as causas que contribuem para a elevação do volume dos estoques, seguido da avaliação dos indicadores de desempenho adotados. A partir daí, amparado na teoria, foram propostas oportunidades de melhorias no processo de gestão de estoques da empresa estudada, que vão desde a adequação de indicadores até a reformulação do fluxo de atendimento de materiais. A principal contribuição gerencial da pesquisa foi à concepção de um modelo de gestão de estoques que, baseado na revisão teórica, oportunizará a redução dos níveis de estoques.

 

Aluna: Renata Druzian
Título: RESPONSABILIDADE SOCIAL E VALOR DA MARCA NA PERSPECTIVA DOS GESTORES DA EMPRESA DUPONT PIONEER
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Um dos grandes desafios enfrentados pelas empresas passa pelo desenvolvimento de uma estratégia de diferenciar no mercado, que por sua vez, não se baseie unicamente nos lucros que o produto ou serviço pode trazer, ou ainda na competitividade pelo mercado, pois, mais rapidamente, poderão ser ultrapassadas pela concorrência. Neste contexto, as empresas que apresentam suas marcas através de projetos sociais ganham importância e a sua gestão engloba conceitos como a imagem, notoriedade, personalidade e a fidelidade da marca. Neste sentido, a gestão vem investindo em ações sociais que valorizem a marca da organização enquanto um fator competitivo forte, consistente e duradouro que, aliado às emoções, origina a “humanização” da estratégia de marketing, também sendo conhecido como marketing social, societal ou relacionado à causa. Este estudo apresentado está preparado para ser estudado no âmbito destas duas temáticas: a gestão da responsabilidade social aliada a marca com valor social. A empresa Dupont Pioneer apresenta então, através da marca Instituto Pioneer Semear Amigos, o objeto de estudo escolhido para a concretização deste trabalho. A marca que atua com projetos sociais nas cidades brasileiras na qual existem unidades de beneficiamento. Pertencente ao mundo do agronegócio brasileiro e mundial, na qual demonstra um resistente espírito empreendedor e uma potencialidade de inovação, e tecnologia. Desta forma, e preocupada com o futuro, ambiciona ser uma das melhores empresas técnicas de agronegócio em milho híbrido e cultivares de soja. A marca tem, nos dias de hoje, uma importância fundamental na gestão das organizações formando um dos seus principais objetivos. Saber gerir a marca é fundamental para a sociedade a fim de apresentar os valores sociais da empresa, tanto para os consumidores como os próprios gestores e demais funcionários envolvidos. Neste contexto, o presente estudo pretende identificar e avaliar os fatores da marca com valor social da marca Instituto Pioneer Semear Amigos. Para o efeito o investigador procurou estudar a marca, a fim de investigar a percepção gerencial tendo em conta as suas dimensões, e avaliando como as temáticas da responsabilidade social refletem na organização. Para este efeito, as variáveis relacionadas com a atitude da marca e a atitude da gerencia foram analisadas no presente estudo. Para testar a importância das dimensões do modelo optou-se por uma metodologia quantitativa e qualitativa, tendo sido desenvolvido um questionário via online. Os resultados obtidos revelaram que a marca que atua com as temáticas de Responsabilidade Social está suportado pelo conhecimento da gestão em apresentar a organização e as ações sociais.

 

Aluno: Luiz Fernando Hofmaister
Título: LOGÍSTICA REVERSA E GESTÃO DE RESÍDUOS EM ORGANIZAÇÕES HOSPITALARES: OS CASOS DO HOSPITAL SANTA CRUZ E DO HOSPITAL ESTRELA
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O gerenciamento da cadeia de suprimentos, de resíduos e a logística reversa ganharam força e maior divulgação depois que a lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) começou a vigorar em agosto de 2010. Em especial o tratamento de resíduos de saúde que contém um alto grau de periculosidade e oferece riscos ao meio ambiente, a sociedade, aos profissionais que trabalham nos hospitais e aos pacientes. A recente e nova lei auxilia na ideia e ação de diminuir a periculosidade destes resíduos na fabricação, a diminuir a geração dos mesmos e principalmente responsabilizar conjuntamente todos os elos da cadeia de abastecimento, desde a fabricação dos produtos de saúde até a coleta e tratamento final dos resíduos gerados. Assim, esta dissertação teve por objetivo principal investigar e analisar as implicações organizacionais da logística reversa e da gestão de resíduos nas organizações hospitalares. Para isso, foi aplicado o estudo de múltiplos casos no hospital Santa Cruz e no hospital Estrela. Ambos os hospitais são situados em cidades diferentes, mas tem grande demanda de atendimentos diários. Foi realizada uma triangulação de dados entre a pesquisa documental, o referencial teórico e a visita a campo com as entrevistas e a aplicação de questionários. O problema de pesquisa consistiu em analisar como ocorre a gestão da logística reversa e dos resíduos nas organizações hospitalares do Vale do Rio Pardo e Vale do Taquari. Também foi necessário identificar as responsabilidades atribuídas conforme a legislação vigente, analisar o destino final dos resíduos hospitalares e as implicações nos processos internos e da logística reversa, identificar a relação existente entre a aplicação da logística reversa e os impactos estratégicos e operacionais e também propor ações que promovam melhorias nos métodos de gestão de resíduos hospitalares. Foi possível verificar que os hospitais objetos da dissertação encontram dificuldades na gestão de resíduos e que a logística reversa não é possível de se realizar atualmente nestas duas organizações, porém é possível reaproveitar e aplicar a logística reversa em determinados resíduos e materiais descartados.

 

Aluna: Vânia Amires Lemos Stiebbe
Título: RECURSOS ESTRATÉGICOS E COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O presente estudo se concentrou em identificar, descrever e analisar os recursos estratégicos, as competências individuais e as competências essenciais em uma universidade particular, de natureza comunitária, localizada em Santa Cruz do Sul/RS. As instituições de ensino superior, em especial as privadas, encontram-se em franco crescimento no Brasil e, nesse cenário, surge a necessidade de a instituição buscar alternativas que façam frente à forte concorrência. Uma das formas para responder a esse desafio são o reconhecimento e o desenvolvimento dos recursos e das competências que podem se transformar em diferenciais competitivos e garantir a sustentabilidade das organizações. Essa pesquisa visou contribuir com a identificação dos recursos e competências da Universidade. Para atingir os objetivos propostos, realizaram-se entrevistas semiestruturadas com 10 (dez) gestores da Reitoria, das Pró-Reitorias e com os Chefes de Departamento das quatro áreas de conhecimento da Instituição. Como estratégia de pesquisa, realizou-se um estudo de caso único, qualitativo, de natureza exploratória, sendo que o tratamento dos dados ocorreu por meio de análise de conteúdo. Os resultados apontaram que os maiores recursos estratégicos da Instituição são o conjunto de capacidades humanas (docentes e técnicos administrativos) e a infraestrutura física para as diferentes áreas de conhecimento. Verificou-se que, em relação às competências individuais, as mais demandadas aos gestores são a habilidade de relacionamento, a agilidade e a capacidade de tomar decisões. Como resultado da identificação das competências essenciais da instituição, as principais são o modelo de gestão democrático e participativo, o desempenho acadêmico e as habilidades de relacionamento com a comunidade. Observou-se, ainda, que a Universidade desenvolveu suas competências por meio de habilidades, conhecimentos e experiências adquiridas ao longo de sua trajetória educacional. Assim, de acordo com os entrevistados, seria de grande valia o compartilhamento dos recursos e das competências entre todos os colaboradores da Instituição, visando à competitividade e à sustentabilidade da Universidade pesquisada.

 

Aluno: Maciel Prediger
Título: ORIENTAÇÃO PARA O MERCADO, PROCLIVIDADE PARA O APRENDIZADO E A INOVAÇÃO COMO ANTECEDENTES NO DESEMPENHO DE EMPRESAS EXPORTADORAS GAÚCHAS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Estudos demonstram que a performance da organização é influenciada pelo nível de orientação para o mercado, pela orientação para o aprendizado e pela capacidade de inovação. Entretanto, necessita-se aprimorar o entendimento sobre a influência destas estratégias em contextos internacionais. A evolução da globalização e a queda de barreiras comerciais entre os países fizeram surgir um novo mercado, mais dinâmico, mais competitivo, com clientes mais exigentes e com diferentes culturas. Esse novo mercado propiciou o surgimento da possibilidade para as organizações desenvolverem-se e até mesmo garantir sua sobrevivência. O objetivo deste estudo é avaliar o grau de orientação para o mercado, orientação para o aprendizado e orientação para a inovação de 205 empresas exportadoras do Rio Grande do Sul participantes desta pesquisa e sua potencial influência sobre a performance exportadora destas organizações. Dentre os objetivos do estudo está entender as relações entre estas estratégias de marketing abordadas; identificar o perfil, as características e as competências das empresas participantes da pesquisa; avaliar os métodos e técnicas utilizadas pelas empresas para se destacarem no complexo e competitivo mercado externo. No decorrer deste trabalho será possível acompanhar o desenvolvimento e a análise do modelo teórico, juntamente com as relações das hipóteses entre os referidos construtos de orientação para o mercado, orientação para o aprendizado e orientação para a inovação sobre a performance exportadora. Para o alcance dos objetivos da pesquisa foram empregadas técnicas de análise fatorial exploratória, confirmatória e de modelagem de equações estruturais (SEM). Os resultados alcançados no presente estudo demonstram a influência positiva e significativa da orientação para o aprendizado sobre a orientação para o mercado e a orientação para a inovação, além disso, observa-se a influência positiva e significativa da orientação para o mercado e da orientação para a inovação sobre a performance exportadora das empresas. Ao final desse estudo será possível acompanhar a discussão dos resultados, implicações gerenciais e acadêmicas, limitações e sugestões para futuros estudos.

 

Aluno: John Daniel Tankersley
Título: UMA ANÁLISE NETNOGRÁFICA DA ORGANIZAÇÃO DA SUBCULTURA DE CONSUMO NA REDE SOCIAL: CASO CALOI 10
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O objetivo desta dissertação é analisar a subcultura de consumo do Grupo Oficial da Caloi 10 no Facebook, explorando os aspectos relacionados ao consumo como forma de transmissão de significados simbólicos. O embasamento teórico que deu sustentação à pesquisa aborda questões discutidas pela literatura no que diz respeito à cultura e consumo (Barbosa e Campbell, 2006; McCracken, 2003), ao processo de formação da identidade por meio do consumo (Barbosa e Campbell, 2006; McCracken, 2003), à nostalgia apresentada na forma de consumo como elemento motivacional e, às subculturas de consumo (Kozinets, 2001; Schouten e McAlexander, 1995). Este estudo tem caráter exploratório e abordagem interpretativa, buscando, através do método netnográfico, explorar o universo cultural que funciona como pano de fundo das questões abordadas para então identificar os fatores que determinam ou contribuem para o processo de formação de identidade em uma subcultura de consumo. Para que fosse possível atingir os objetivos propostos, optou-se por um método de pesquisa qualitativa, privilegiando assim a compreensão dos significados dos fatos, por meio da análise de pequenas amostras da população, uma vez que se procurou obter dados comparáveis entre os copiados, observados e respondidos, sem necessariamente mensurá-los. A pesquisa qualitativa é multimetodológica quanto ao seu foco, envolvendo abordagens interpretativas e naturalísticas dos assuntos. Portanto o pesquisador qualitativo estuda coisas em seu ambiente natural, tentando dar sentido ou interpretar os fenômenos, segundo o significado que as pessoas lhe atribuem (Denzin & Lincoln, 1994). As formas utilizadas de coleta se deram através da transcrição de todos os tipos de interações (textos, fotos, imagens e vídeos), das observações (anotações) e também, entrevistas individuais por meio de um roteiro semiestruturado junto aos integrantes do grupo, com idades de 35 e 50 anos, visando à compreensão da forma como estes consumidores se veem dentro da subcultura e como interpretam a marca Caloi 10 no que tange ao estilo de vida e provedor de valores. Os resultados demonstraram que fazer parte de uma subcultura, algumas etapas precisam ser cumpridas, e, no caso da Caloi 10, não basta o empenho: ser aceito pelo grupo, demonstrar habilidades específicas (conhecimento técnico e histórico da marca) e comprometimento com a marca, por exemplo, são requisitos básicos para alcançar novas posições dentro da subcultura, e consequentemente, conquistar uma identidade representativa deste grupo.

 

Aluno: Carlos Andre Morales da Silva
Título: PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E O BSC COMO FORMA DE MELHORIA DAS OPERAÇÕES: UM ESTUDO DE CASO EM UMA COOPERATIVA DE RECICLAGEM DE RESÍDUOS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O presente trabalho visa apresentar uma contribuição para melhorar o sistema de gestão da Cooperativa dos Catadores e Recicladores de Santa Cruz do Sul (Coomcat), com emprego de ferramentas próprias do planejamento estratégico, mesmo para uma empresa com baixo grau de conhecimento em gestão e sem fins lucrativos. O método de estudo adotado foi o estudo de caso, o qual possibilitou a exploração de aspectos qualitativos em relação à gestão de operações e ao planejamento estratégico da Coomcat. O objetivo principal foi investigar como o planejamento estratégico e a utilização de algumas ferramentas do Balanced Scorecard (BSC) podem fazer com que a Cooperativa analisada consiga melhorar suas operações. Buscou-se também investigar e compreender os fatores que estão impactando nos resultados apresentados. Depois de realizada uma ampla investigação pode-se apontar possibilidades em relações as ações de melhoria nos processos organizacionais, utilizando-se um mapa estratégico. Os resultados obtidos com a pesquisa possibilitaram identificar que mesmo uma organização sem fins lucrativos e com baixo nível de conhecimento em gestão pode se valer do planejamento estratégico e aliado às ferramentas do BSC à Cooperativa pode melhorar seus resultados. Com o estudo realizado pode-se concluir que o que está dificultando um melhor desempenho na Cooperativa está relacionado ao fato de que a Coomcat está utilizando seu orçamento antes da estratégia; desta forma, a Cooperativa precisa alterar esta ordem para poder definir aonde quer chegar com o orçamento que possui. Assim, o estudo apresentado poderá contribuir para um melhor gerenciamento bem como proporcionar melhores resultados em seus processos em médio e em longo prazo.

 

Aluna: Márcia Estela Daltoé da S. Krampe
Título: A PERCEPÇÃO DA QUALIDADE DO CONSUMIDOR ON-LINE SOBRE AS NOVAS TECNOLOGIAS: UMA COMPARAÇÃO ENTRE AS GERAÇÕES X, Y E Z
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Este trabalho tem como objetivo analisar as diferenças de percepção da qualidade, satisfação e comportamento no que tange a multitarefas dos consumidores on-line das gerações X, Y e Z em relação as tecnologias digitais. Para tal desenvolveu-se uma revisão teórica sobre todos os assuntos elencados e foram então desenvolvidas duas etapas de coleta de dados, sendo uma qualitativa e a outra quantitativa. Na primeira etapa, foram realizadas entrevistas em profundidade e analisadas através da técnica análise de conteúdo. Foram entrevistados 16 pessoas, sendo divididas entre as gerações X (6 entrevistas), Y (5 entrevistas) e Z (5 entrevistas). Na segunda etapa, aplicou-se uma survey on-line, alcançando a amostra de 251 respondentes válidos. Para esta survey, foram utilizadas quarto escalas, são elas: a escala de satisfação de Oliver (1997); a escala de qualidade E-S-QUAL de Parasuraman, Zeithaml e Malhotra (2005); a escala de Zaichkowsky (1994), denominada PII - Personal Involvement Invetory, para medir o envolvimento dos entrevistados com as tecnologias digitais; em relação à atividades de multitarefas, foram elaboradas algumas perguntas à partir das entrevistas em profundidade e do referencial teórico, inspirado nos autores Fantin e Rivoltella (2010) e Murray (2003); finalizando, foram colocados na última parte alguns dados demográficos a fim de traçar um perfil destes indivíduos. Os resultados demonstraram diferenças entre as gerações tanto em relação a percepção de qualidade, quanto nas experiências no e-commerce. Também apresentaram diferenças em relação a tecnologias digitais. No entanto, em relação à multitarefas não foram identificados efeitos da idade em relação a este construto.

 

Aluna: Catiane Correa Beck
Título: GESTÃO ESTRATÉGICA DE PROCESSOS E OPERAÇÕES NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTÁBEIS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Essa Dissertação tem como objetivo apresentar as contribuições dos sistemas de gestão e controle de produção para o desenvolvimento de melhorias nas operações, processos e atividades de prestação de serviços contábeis. A presente pesquisa procurou estabelecer o mapeamento, a identificação e a descrição dos processos mais relevantes. Posteriormente, foi realizada a análise dos processos, buscando propor um sistema de avaliação e acompanhamento baseado nos conceitos da área de gestão de produção, almejando a melhoria na qualidade dos serviços prestados. Por meio do referencial bibliográfico foi constatada, uma crescente demanda por profissionais da área contábil com visão gerencial e estratégica no contexto empresarial e que estejam preparados para oferecer ao seu cliente uma prestação de serviços efetiva para a sua tomada de decisões. Diante de tal cenário, é imprescindível que os prestadores de serviços contábeis alinhem seus processos organizacionais. Para isso, foi feita a revisão nos conceitos de gestão de operações e processos, na gestão estratégica de operações e na gestão estratégica de operações e processos em serviços. O trabalho foi desenvolvido mediante um estudo de caso exploratório e descritivo de uma organização prestadora de serviços contábeis. Inicialmente, foram elaborados os fluxogramas dos processos e identificadas as atividades dos processos do setor fiscal que foram apontados pelos colaboradores. Em sequência, foi feita a análise dos processos e atividades. Ao final, apresenta-se uma proposta de readequação dos processos, buscando atender as necessidades do cliente interno e também visando a melhoria na qualidade dos serviços prestados com foco no cliente externo na busca de agregação de valor. Por fim, propôs-se a implantação da técnica Servpro para realização da avaliação e acompanhamento dos processos visando à satisfação do cliente. Quanto à utilização dos sistemas de gestão e controle de produção, restou o entendimento de que estes possivelmente são aplicáveis na prestação de serviços contábeis e trazem contribuições para otimização desses serviços. Além disso, também servem como ferramenta para produzir diferenciais competitivos no mercado de trabalho. Assim sendo, esse estudo procura contribuir para a implantação, desenvolvimento e aprimoramento dos sistemas de gestão e controle de processos em serviços aplicáveis às organizações contábeis ou a empresas prestadoras de serviços.

 

Aluna: Silvia Paula Bittencourt
Título: UM MODELO CONCEITUAL DE GESTÃO PARA O DESIGN COCRIATIVO
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A premissa da participação do consumidor como cocriador de valor, apresentada na Lógica Dominante de Serviço (Vargo e Lusch, 2004), proporciona a integração estratégica entre o cliente e a empresa, garantindo vantagens competitivas na geração de experiências significativas a partir desta conexão. O presente trabalho está embasado neste cenário que se configura como uma realidade recente para as empresas, em especial no que envolve o design. Por este motivo, discute questões abordadas na literatura que dizem respeito ao design, evidenciando os modelos de níveis de gestão do mesmo (Mozota, 2002; Pereira et al., 2002; Best, 2011), a Lógica Dominante de Serviço, que apresenta a cocriação como uma de suas premissas fundacionais (Vargo e Lusch, 2004), e a Era Transmídia ou Era da Participação que configura o cenário em que estas oportunidades são percebidas (Lévy, 2004; Troccoli, 2009; Kotler, Kartajaya e Setiawan, 2010; Stoyan, Stjerne e Zheng, 2010; Grover e Kohli, 2012; Akaka e Vargo, 2012). Por fim, são apresentados os elementos estruturais da cocriação de valor (Brasil, Santos e Dietrich, 2010), que caracteriza a cultura, o produto, o mercado e a competência como componentes da viabilização e os elementos DART – diálogo, acesso, risco e transparência (Prahalad e Ramaswamy, 2004) - como fatores de sustentação. Estes estudos trazem indicações sobre caminhos para a prática da cocriação e sobre a gestão do design, tornando possível a construção do modelo teórico e conceitual de gestão do design cocriativo, desenvolvido nesta dissertação. Por ser um estudo ainda pouco conhecido, a metodologia de pesquisa tem caráter qualitativo-exploratório e, através do método de estudo de caso, o modelo conceitual é comparado com as ações da empresa Camiseteria, que se utiliza da cocriação para o desenvolvimento de seus produtos. Para isso, apresenta-se uma análise aprofundada sobre a estrutura do site da empresa em seus espaços que oportunizam a prática da cocriação, os quais são distribuídos nos níveis de gestão operacional, tático e estratégico. Cada um destes canais são investigados sob a forma como o processo cocriativo é desenvolvido, tendo como base para esta análise os elementos do modelo DART. Os resultados demonstram que os componentes que sustentam a gestão do design cocriativo estão presentes na prática da empresa, de forma geral. No entanto, tornam-se impraticáveis em algumas áreas, necessitando que algumas decisões sejam realizadas dentro da empresa e que, conforme o nível de gestão, as possibilidades da participação do público pode ser tornar mais ou menos intensa.

 

Aluno: José Carlos Kroth
Título: A GESTÃO ESTRATÉGICA DE OPERAÇÕES A PARTIR DA GOVERNANÇA COOPERATIVA E DA GESTÃO DO CONHECIMENTO
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O presente estudo trata da gestão estratégica de operações a partir da governança cooperativa e da gestão do conhecimento em cooperativas de crédito no Brasil. O sistema de crédito cooperativo vem crescendo mais que o sistema bancário, conforme dados do BACEN (2013). Argumenta-se que as cooperativas de crédito brasileiras reestruturaram o seu sistema de governança recentemente, o que precisa ser mais bem entendido. Através de uma pesquisa com 16 representantes, entre os conselhos de administração, conselho fiscal, gerentes de unidades, diretoria executiva e presidente e vice de uma Cooperativa de crédito, analisou-se o papel da governança cooperativa e da gestão do conhecimento na gestão estratégica de operações da cooperativa. Os resultados mostram que a governança bem estabelecida com papéis bem definidos, auxilia a organização nas interligações com outras instituições, bem como com os seus grupos de interesses e com a sociedade em geral. Além disso, a governança cooperativa, através da transparência, gera credibilidade a associados e demais organizações com as quais a cooperativa possui parcerias. Os conhecimentos que permeiam a cooperativa pelos compartilhamentos, trocas de experiências, conhecimentos adquiridos pelas pessoas das mais variadas formas, contribuem para que a cooperativa elabore suas estratégias e planejamentos em longo prazo de suas políticas e objetivos organizacionais, assim como de estratégias em relação a atendimento, velocidade de atendimento, flexibilidade, segurança, acesso e no desenvolvimento de produtos e serviços. O conhecimento gerado ajuda a cooperativa na melhoria de seus manuais e processos de trabalhos. Verificou-se ainda que, com a reestruturação do sistema de governança, as cooperativas possuem divisões de papéis e responsabilidades mais claras, e há muita limitação de poderes entre gestores. O estudo também confirma a participação dos mais variados atores no processo de definição das estratégias da cooperativa, porém, ainda carece de maior capacitação destes agentes da governança como conselheiros e gestores, para que haja uma perenidade e sustentabilidade da cooperativa para o longo prazo.

Aluno: Rodrigo Antonio Rodrigues Alves
Título: O Planejamento de um Sistema de Gestão da Qualidade e Produtividade como Base para a Gestão Estratégica de Operações em uma Instituição Pública de Ensino Técnico Profissionalizante
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Esta dissertação apresenta um estudo com objetivo de desenvolver e planejar a implementação de um sistema de gestão da qualidade e produtividade capaz de levar uma instituição pública de educação a um nível de qualidade e produtividade, em serviços de ensino técnico-profissionalizante, apto a ser formalmente reconhecido. Mediante pesquisa qualitativa, realizou-se um estudo de caso que teve como objeto o Instituto Federal Farroupilha- Campus Júlio de Castilhos, instituição pública que atua na área de ensino técnico- profissionalizante. Procedeu-se, inicialmente, a um estudo dos modelos consagrados de gestão de qualidade e produtividade que fossem aptos a conferir reconhecimento formal, foi considerado como o mais compatível com a realidade da instituição o Modelo de Excelência em Gestão (MEG) da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ). Como diagnóstico inicial, realizou-se um levantamento das práticas de gestão da instituição, relacionando-as e quantificando sua aderência com os critérios do referido modelo. Nessa etapa, após foi feita a descrição do perfil institucional, foram identificadas as lacunas nas práticas de gestão da escola. Como principal contribuição da pesquisa, desenvolveu-se um sistema de gestão baseado no MEG para tratar as oportunidades de melhoria identificadas, sendo proposto um plano de implementação de práticas recomendadas com vistas ao reconhecimento formal, denominado Plano de Aperfeiçoamento do Sistema Gerencial (PASG), cumprindo o objetivo principal deste trabalho. Concluiu-se que a implementação e o reconhecimento do sistema são factíveis desde que bem trabalhados os critérios Liderança, Estratégias e Planos e Processos.

 

Aluno: Ricardo Angnes
Título: Construindo um Modelo de Gestão de Vendas: A Contribuição da Liderança, Pessoas, Processos e Ferramentas
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Durante anos, os gestores de vendas apostaram que, com uma excelente equipe de vendas, consegue-se obter resultados e manter a competitividade da empresa. Porém, a disputa pelo mercado está cada vez mais acirrada, exigindo uma nova abordagem em gestão de vendas, que adicione aspectos científicos e novas dimensões, que vão além do fator pessoas. Portanto, busca-se, neste estudo, propor um modelo de gestão de vendas com uma abordagem mais abrangente e com bases científicas, para possibilitar novos padrões de desempenho. O presente trabalho foi realizado através de um estudo exploratório, com entrevistas em profundidade, aplicadas aos gestores de vendas selecionados conforme perfil amostral definido para este tema. Os tópicos fundamentais constantes no roteiro de entrevista foram as quatro dimensões-chave para a gestão de vendas, descritas na revisão da literatura e apresentadas no modelo proposto, permitindo que, independentemente da proposta inicial do modelo de gestão de vendas, os gestores contribuíssem com a identificação de novas variáveis, para aprimorar o modelo inicial e os indicadores de cada dimensão. Para a coleta dos dados utilizou-se as técnicas do incidente crítico e teste de conceito, que permitiram validar cientificamente as informações dos gestores entrevistados. As informações foram analisadas e validadas através do método de análise de discurso, resultando na inclusão de novos indicadores e de um novo sistema, denominado de apoio. Também ficaram caracterizadas todas as dimensões e indicadores que passaram a fazer parte da proposta final do modelo gestão de vendas. Portanto, o modelo final apresentado é uma composição do modelo inicial, oriundo do marco teórico, adicionadas as contribuições identificadas pelos entrevistados no teste de conceito e nos incidentes críticos positivos e negativos. Este modelo poderá ajudar a tornar a gestão de vendas mais científica e permitir a compreensão de quais são os diferentes indicadores que fazem parte do processo de gestão de vendas. Finalmente, são apresentadas as implicações gerenciais e acadêmicas do trabalho, seguidas de suas limitações e recomendações para estudos futuros.

 

Aluno: Laércio Rogério Friedrich
Título: Grau de Maturidade Sobre a Gestão de Custos das Micro e Pequenas Empresas da Redlar e Seu Impacto na Geração de Resultados
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Esta dissertação objetivou através do estudo do grau de maturidade da gestão de custos da Redlar, contribuir com a gestão das Micro e Pequenas Empresas (MPEs), que representam 99% do total do universo de empresas no Brasil, segundo o SEBRAE (2010), ainda complementa que de cada 100 micro e pequenas empresas abertas no Brasil, 73 permanecem em atividades após os primeiros dois anos de existência, representado um alto índice de mortalidade. Dentro deste contexto, esta pesquisa, classificada como quantitativa, de natureza descritiva e exploratória, teve como principal objetivo identificar o grau de maturidade sobre a gestão de custos das micro e pequenas empresas da Redlar, entendido como o nível de conhecimento e a compreensibilidade dos gestores sobre conceitos e ferramentas relacionados à gestão de custos, através de uma pesquisa, com questões abertas, e questões estruturadas em uma escala Likert, fazendo uma classificação das empresas, e após através de uma medição e nova classificação de alguns indicadores de desempenho, verificando se graus diferentes de maturidade contribuem ou não, para a geração de melhores resultados. Os resultados demonstram que dentro da amostra utilizada, de 27 empresas associadas à Redlar, 33,33% classificaram-se como empresas com maturidade, 40,74% de empresas com mediana maturidade, 25,93% com pouca maturidade, e nenhuma empresa ficou classificada como sem nenhuma maturidade. Em média a maturidade das empresas foi de 98,89 pontos, o que classifica o grupo como empresas com mediana maturidade. Os indicadores de desempenho foram apresentados por 16 empresas, e estas obtiveram uma média de 118,10 pontos, o que às classifica como tendo resultados medianos. A relação entre o grau de maturidade e os resultados, medida pelo cálculo do coeficiente de correlação de Pearson, apresentou um índice de 0,59399, indicando que existe uma correlação de moderada para forte entre as variáveis.

 

Aluna: Mariana Heinze
Título: Dinâmicas Coevolucionárias em Clusters Industriais: Um Estudo no CNPUV/EMBRAPA de Bento Gonçalves
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A pesquisa em Administração, quando trabalhada sob diferentes óticas, realça o potencial de inter e multidisciplinaridade que as pesquisas podem explorar. Neste aspecto, o presente estudo apresenta uma abordagem teórica diferenciada, ao introduzir aspectos e teorias de âmbito ecológico, em especial as que tratam sobre evolução e coevolução das espécies. Explorando o caráter multidisciplinar, o trabalho abrange ainda, além da Biologia e da própria Administração, aspectos e conhecimentos pertencentes as áreas de Economia e Agronomia, bem como aspectos de Agronegócios e Pesquisas Genéticas. A proposta da pesquisa gira em torno de um ponto central: identificar dinâmicas e mecanismos coevolucionários no cluster vitivinícola da Serra Gaúcha. Essas dinâmicas, por sua vez, podem ser definidas como processos de mudanças, em que os atores interagem uns com os outros, provocando transformações evolutivas conjuntas e recíprocas. Considera-se de caráter essencial que as mudanças evolutivas ocorram entra, pelo menos, dois atores para que se considere a existência dos processos coevolutivos. Há de se considerar também que tanto os processos evolucionários, quanto coevolucionários, apresentam uma intrínseca ligação com o ambiente ao qual estão inseridos. Desse modo, o ambiente atua como agente “impulsionador” do processo evolutivo, e a instabilidade (ou hostilidade) desse ambiente age a fim de selecionar aqueles atores e agentes que foram mais aptos à sobrevivência nesse determinado ambiente e seus aspectos. Considerando o caráter exploratório deste estudo, o método de estudo de caso foi considerado como a melhor metodologia a ser aplicada. Como ferramentas (instrumentos) de pesquisa foram utilizados a pesquisa bibliográfica de documentação técnica, entrevistas em profundidade com especialistas selecionados, bem como com uma vinícola integrantes dos projetos analisados. O objeto de estudo desta pesquisa é o Centro Nacional de Pesquisa da Uva e Vinho (CNPUV), mantido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), com sede na cidade de Bento Gonçalves, município da Serra Gaúcha. Dos projetos conduzidos pelo CNPUV, três foram selecionados como objeto principal de pesquisa, servindo para identificação da existência (ou não) de fenômenos e dinâmicas coevolucionárias dentro do cluster. As alterações de trajetórias tecnológicas identificadas no cluster, e motivadas pelos projetos analisados, corroboram para a afirmação da existência de mecanismos, fenômenos e dinâmicas coevolucionárias, assim como os seus eventos gatilhos.

 

Aluno: André Luiz Maurer
Título: As Gerações Y e Z e suas Âncoras de Carreira: Contribuições para a Gestão Estratégica de Operações
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O mercado de trabalho passa atualmente por uma mudança importante, em que jovens com perfil e com características diferentes de tempos passados estão iniciando suas carreiras e ingressando na vida profissional. Os desejos das gerações Y e Z desafiam as estruturas tradicionais das organizações e o próprio conceito de carreira profissional. Diante disso, este estudo teve por objetivo analisar e comparar as percepções das gerações Y e Z sobre carreira e vida profissional. Em termos metodológicos, o estudo foi constituído de uma pesquisa quantitativa, seguida de uma etapa qualitativa. Na etapa quantitativa foi utilizado um questionário estruturado, baseado no Inventário das Âncoras de Carreira de Schein (1996). Esse modelo permite identificar fatores que o profissional mais valoriza e nos quais assenta as suas decisões sobre carreira, a partir de oito âncoras: Estilo de Vida, Segurança e Estabilidade, Autonomia e Independência, Desafio Puro, Criatividade Empreendedora, Serviço e Dedicação, Aptidão Técnico-funcional, e Aptidão de Gerência-geral. Nessa etapa foram aplicados 326 questionários com estudantes dos cursos de Administração, Comunicação Social e Engenharias de uma universidade comunitária do Vale do Rio Pardo (RS), dos quais 193 pertencem à geração Y e 133 à geração Z. Na etapa qualitativa foram entrevistados quatro (05) gestores e profissionais da área de gestão de pessoas de grandes empresas do Vale do Rio Pardo (RS), além de um consultor organizacional, com o objetivo de verificar se no dia a dia das organizações é realmente possível notar diferenças no perfil profissional dos indivíduos de diferentes gerações. A análise dos questionários revelou duas âncoras de carreira que agruparam a maioria das respostas em ambas as gerações. No caso da geração Y, 24,9% dos respondentes têm Estilo de Vida como principal âncora, enquanto 20,3% têm Segurança e Estabilidade como principal âncora. No caso da geração Z, essas duas âncoras concentraram 20,3% dos respondentes, cada uma. Indivíduos que têm como principal âncora Estilo de Vida valorizam a qualidade de vida, procuram garantir o equilíbrio entre a vida profissional e a pessoal, para que uma não afete a outra negativamente. Nas entrevistas com os especialistas foi possível entender que, para os profissionais da geração Y, algumas características conferem com a literatura disponível, são imediatistas, rápidos, têm facilidade com a tecnologia, procuram criar vínculos com a empresa e buscam um crescimento rápido. Os entrevistados dizem que ainda é cedo para traçar um perfil profissional da geração Z, pois ela ainda está entrando no mercado de trabalho. Entretanto, é possível notar que não veem o mundo sem a tecnologia, procuram questionar e aprender, possuem dificuldade de criar vínculos e têm dificuldade em receber feedback. Contudo, algumas características são muito parecidas para as duas gerações: ambas dão grande importância à qualidade de vida e à integração entre vida pessoal e profissional, aliando o desejo de crescimento com o de estabilidade nas organizações. Este estudo traz como contribuição à teoria uma crítica ao modelo de Schein (1996), que simplifica a avaliação dos profissionais. Para traçar um perfil mais coerente ou próximo do real, aconselha-se analisar e interpretar a combinação em que as âncoras são dispostas para cada profissional. A presente pesquisa também contribui para os estudos sobre as gerações no Brasil, provendo um melhor entendimento sobre como estas se relacionam com a carreira profissional. Como contribuições para as organizações e para a gestão de operações, o estudo revela que há a necessidade de que o gestor conheça seus profissionais, seus desejos e suas vontades. Conhecer o perfil do profissional que está na organização ajuda a alinhar os seus objetivos da carreira com os da empresa.

 

Aluno: Marco Antonio Victor Simch
Título: Sistema de Custeamento e Seus Reflexos na Gestão Estratégica de Operações: Um Estudo de Caso de Uma Empresa Comercial Varejista de Santa Cruz do Sul/RS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O presente estudo, de forma geral, objetivou redefinir o atual sistema de custeamento da empresa comercial varejista Agro Comercial Afubra Ltda., visando vantagens competitivas na gestão estratégica de operações. Para tanto, uma análise da estrutura do atual sistema de custeamento foi necessária, resultando em uma proposta de melhoria que inclui: vinculação do sistema ao plano orçamentário, alicerçando o sistema de custeamento já para o exercício social de 2013, e ampliação do sistema de custeamento atual ao nível de mercadorias. Essa proposta, que culminou em um mapa de localização de custos ao nível de mercadorias, foi concretizada por meio de um estudo de caso, com coleta e análise de dados suportada pelas inferências gerenciais do método de custeio variável. Tal método, defendido e validado pelos referenciais bibliográficos que instruíram o presente estudo, ao enfatizar o gerenciamento da margem de contribuição como principal finalidade gerencial, foi essencial para o desenvolvimento da proposição final deste estudo. Para atendimento dos objetivos dessa proposição, foram realizados estudos preliminares tomando por base projeções de vendas por segmento para o exercício social de 2013, assim como dados do orçamento operacional de 2013, com premissas gerenciais fundamentadas, resultando, em última instância, nos mapas de localização de custos por segmento, subgrupo e mercadorias. O mapa de localização de custos por mercadorias foi estruturado e formalizado como um sistema de informações gerenciais, contendo um conjunto de indicadores para os processos de negócio, principalmente para compras e vendas. Dessa forma, concluiu-se que os indicadores do sistema se mostram suficientes e relevantes como norteadores dos processos de negócio da empresa estudada. Por se tratar de uma proposta, os resultados das estratégias globais norteadas pelo sistema de custeamento só poderão ser avaliados ao longo do exercício social de 2013, não a desqualificando, entretanto, em termos de suporte aos processos decisórios.

 

Aluno: Gerson Luís Schneider
Título: Análise dos Conceitos do Trade Marketing em Indústrias Fornecedoras da Rede Supermercadista Brasileira
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A evolução da globalização traz consigo o interesse pela compreensão das relações entre agentes dicotômicos, porém, complementares em suas necessidades: quem produz ou presta serviços e quem vende, no caso, a indústria e o varejo. Durante muito tempo, estes agentes trabalharam de maneira distante, pois, se de um lado a indústria produzia marcas fortes e, com isto, possuía a percepção de comando, o varejo mantinha uma postura resiliente e não confrontatória, principalmente pelo baixo poder de barganha. Porém, a partir do início dos anos de 1980, se iniciou uma série de mudanças radicais nesta relação conflituosa, conduzida principalmente pelos varejos multinacionais que trouxeram consigo uma estrutura gerencial diferenciada confrontando a indústria e seu modo de operação. O domínio do canal de distribuição que a indústria dentro de seu ambiente interno de análise sempre considerou como uma variável controlável do Marketing estaria trocando de lado, para um varejo fortalecido e ditando regras. O surgimento de novos formatos varejistas e o fortalecimento das marcas próprias, fazendo com que a indústria iniciasse um processo de reposicionamento, passando a compreender o varejo como um cliente intermediário na relação produto e consumidor final. Grandes conglomerados multinacionais, como Procter & Gamble, Nestlê, Kraft Foods, iniciaram um processo de adequação do modelo de atuação, passando atribuições mais específicas de cuidados com o “cliente” consumidor final para o Marketing e criando um novo departamento, o Trade Marketing, com atribuições de cuidar dos “clientes” intermediários, o varejo. Diante deste desafio, a presente dissertação possui como objetivo analisar a aplicação do conceito de Trade Marketing em indústrias fornecedoras da rede supermercadista brasileira, no que tange às atribuições e estrutura do Trade Marketing, considerando empresas que possuem departamentos formais constituídos para tal, assim como aquelas que desenvolvem estas ações junto a outros departamentos. Para tanto, a pesquisa foi dividida em duas etapas, sendo a primeira fase caracterizada como exploratória, e a segunda fase de caráter conclusivo descritivo. Na primeira fase, optou-se por estudar o modelo de atuação de multinacional alimentícia líder em diversos segmentos de atuação, Kraft Foods, a fim de buscar compreensão e embasamento para a segunda fase da pesquisa, realizada em 102 empresas fornecedoras do varejo alimentício brasileiro, sendo 21 que possuem departamento formalizado de Trade Marketing e 81 que não possuem tal departamento formalizado. Os resultados demonstraram que mercado e academia caminham próximos quanto aos conceitos do Trade Marketing, mas com espaço para aperfeiçoamentos. Foi possível concluir que a empresa pesquisada na etapa 1 possui um grau de amadurecimento maior que o grupo de empresas da etapa 2 que possuem o departamento formalizado, principalmente quando avaliada a intensidade do aspecto operacional ao estratégico. Ao analisar o segundo grupo de empresas desta etapa, constatou-se que, em sua maioria, conseguem realizar pelo menos algumas ações descritas no conceito de Trade Marketing, mesmo sem possuir o departamento formalizado, porém, correndo considerável risco ao aplicar verbas sem a estrutura adequada de planejamento. Por fim, são apresentadas as implicações teóricas e gerenciais do estudo, as limitações do estudo e sugestões de novas pesquisas.

 

Aluna: Vera Lucia de Azevedo
Título: O Valor Percebido Pelos Clientes da Base da Pirâmide nos Serviços Oferecidos pelo Varejo
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O propósito desta dissertação é verificar qual o valor percebido pelo cliente da base da pirâmide no varejo de vestuário. Mais especificadamente, o valor percebido por este cliente no que tange à qualidade do produto e na qualidade de atendimento. Para desenvolver este estudo, foi feito uma pesquisa dentro de quatro lojas de varejo, nas cidades de Lajeado (2), Venâncio Aires(1) e Santa Cruz do Sul (1), cujo público alvo é a classe C, D e E. Esta pesquisa foi elaborada em duas etapas. Na primeira etapa, uma pesquisa qualitativa exploratória, conceituada como de observação direta não/participante estruturada. Na segunda etapa, foi aplicada uma pesquisa quantitativa que foi desenvolvida em duas fases. Na primeira fase, foi feito um levantamento do cadastro de clientes de uma das lojas pesquisadas para verificar como este cliente se comportou ao longo do tempo. Este levantamento possui informações de 51.502 clientes em um período de 2007 a 2011. Na segunda fase, foi aplicado um questionário survey. Foram aplicados 100 questionários dentro de cada loja, num montante de 400 questionários. Buscou-se, na literatura, um modelo conceitual que mais se aproximasse dos objetivos propostos para este trabalho, de verificar o que o cliente percebe como valor durante o atendimento no varejo de vestuário. Para elaborar o questionário, optou-se pela escala SER-PERVAL, desenvolvida por Petrick (2002), a qual consiste em cinco dimensões inter-relacionadas: qualidade do produto, qualidade no atendimento (comportamental, resposta emocional); preço monetário e preço não monetário (sacrifício), e reputação. Os questionários foram aplicados dentro das quatro lojas, logo após o cliente ter efetuado a compra. Destes, o que apresentou maior influência no valor percebido foi a dimensão de qualidade no atendimento, resposta comportamental, seguido pela facilidade de pagamento. Demonstrando que o cliente de baixa renda, através das linhas de crédito, está menos sensível à percepção de preço, que aparece em quarto lugar, e a dimensão qualidade dos produtos aparece em terceiro lugar, como percepção de valor. Desta forma, destaca-se a importância dos serviços de atendimento na hora da compra, para que se gere valor para o cliente de baixa renda e criar vínculo com os mesmos.

 

Aluna: Viviane Bertholdi
Título: Escolhas, Influências e Comportamento da Geração Y no Momento de Decisão de uma Escola Profissionalizante
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A atual conjuntura econômica, bem como a disponibilidade de vagas no mercado de trabalho, vem desenhando um cenário propício para a valorização da educação profissional no Brasil. Neste contexto, o conhecimento do processo decisório de escolha do consumidor da Geração Y pode representar um diferencial competitivo para as instituições de ensino, uma vez que poderão direcionar suas ações de marketing de acordo com características específicas do perfil deste jovem. Sendo assim, a presente dissertação tem como propósito identificar o comportamento da Geração Y no momento da escolha de uma escola de educação profissional, bem como as características inerentes à prestação de serviços educacionais que são importantes para eles. Por fim, buscou-se ainda investigar quais as variáveis, os fatores que motivam e as características da Geração Y que influenciam na escolha de uma escola de educação profissional. Para tanto, inicialmente foi realizada uma pesquisa qualitativa utilizando a coleta de dados por meio de grupos focais; e, por último, uma etapa quantitativa abordando a análise de regressão, análise fatorial e teste de diferença de médias. O modelo de regressão dos fatores validou a etapa qualitativa da pesquisa e evidenciou que a percepção de qualidade está no processo de ensino-aprendizagem, no profissionalismo e na habilidade de ensinar do docente. Considerando, ainda, que a análise de regressão dos fatores apontou que não são as características da Geração Y que influenciam no momento da escolha, mas sim a credibilidade e reputação no mercado, a metodologia de ensino, o senso crítico dos alunos e o profissionalismo e atitude do docente. Estes são os fatores que devem ser observados e efetivamente influenciam o processo decisório de escolha destes jovens. Os resultados obtidos poderão contribuir com outras instituições de ensino, à medida que os gestores educacionais poderão propor ações de marketing mais adequadas ao perfil e às características desta geração.

 

Aluno: Marco Antonio da Costa Malheiros
Título: O Uso das Estratégias de Marketing para Criação de Valor na Cadeia Produtiva da Ovinocultura: O Elo do Produtor
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O Rio Grande do Sul foi um dos maiores detentores do rebanho ovino no Brasil, porém, enfrentou severas crises no setor, vindo a reduzir drasticamente a criação de ovinos, desestruturando definitivamente a cadeia produtiva. Esta dissertação de mestrado teve por objetivo investigar a necessidade de propor ações de marketing, visando a criação de valor na cadeia produtiva da ovinocultura com foco no produtor rural, elevando novamente o Estado em referência da carne ovina. Para isso houve a necessidade de estruturação de pesquisas qualitativas e quantitativas, aplicação de pré-testes, além de entrevistas em profundidade, visando nortear a pesquisa e enriquecer os dados coletados. Na construção dos questionários foi usada a escala likert de 5 pontos para captar a percepção dos entrevistados, possibilitando a tabulação dos dados e as análises interpretativas. Como forma de enriquecer os dados de pesquisa desse trabalho, foram aplicados os questionários com produtores, frigoríficos e consumidores. Após a interpretação dos dados ficou clara a necessidade de uso das estratégias de marketing, sugeridas num capítulo específico, desmistificando o marketing junto aos produtores, pois eles ainda têm uma visão turva de como seus produtos podem agregar valor em suas propriedades, lançando mão das estratégias.

 

Aluno: Marciano Bruch
Título: Gestão, Capital Social e Desempenho de Organizações Não Governamentais: Uma Análise na Parceiros Voluntários
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Atualmente existem milhões de organizações não governamentais que realizam trabalhos sociais em todo o mundo e, estima-se, que envolvam 140 milhões de pessoas. Somente no Brasil, há mais de 350.000 organizações desse tipo, atuando em setores como educação, saúde, cultura e recreação, assistência social, religião entre outros. Mesmo que o humano seja o principal recurso das organizações não governamentais, as mesmas precisam ter uma gestão eficiente e um gestor com uma boa rede de contatos e relacionamentos na comunidade em que atua, para que a ONG possa atingir seus objetivos. Nesse sentido, o presente estudo tem como principal objetivo analisar a relação entre a gestão e o capital social dos gestores das unidades de uma organização de voluntariado e o desempenho dessas unidades. Para tanto, desenvolveu-se uma pesquisa descritiva, com caráter qualiquantitativo, realizando uma survey com 30 gestores de unidades da Parceiros Voluntários no estado do Rio Grande do Sul e três entrevistas em profundidade com gestores dessa organização. Na análise dos dados, foram utilizadas técnicas estatísticas, como análise descritiva, análise fatorial e análise de variância. Os resultados apontam que os gestores das unidades possuem um alto capital social, principalmente nas Dimensões de confiança e de relacionamento. Verificou-se também que as unidades tiveram um alto nível de adoção de práticas de gestão. Em relação ao desempenho, observou-se que em relação aos indicadores mencionados no estudo, como o número de voluntários cadastrados, escolas cadastradas, empresas cadastradas e Organizações de Sociedade Civil (OSCs) cadastradas, as unidades tiveram um melhor desempenho ao final de 2011 em relação ao final do ano de 2010. O estudo gera contribuições sobre como as organizações não governamentais podem aperfeiçoar suas operações e alcançar melhores resultados.

 

Aluno: Lucas Germano Lange
Título: O Marketing de Relacionamento como Fator Decisivo na Fidelização de Cliente
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: A fidelização é um relacionamento de longo prazo entre a empresa e seus clientes, a partir de um compromisso que a empresa assume em proporcionar maior valor ao seu cliente. Neste sentido, desenvolveu-se o estudo para identificar a importância que o cliente atribui a diversos aspectos do fornecedor de peças de reposição Tecnilange em comparação ao seu desempenho com os mesmos clientes, com o objetivo de se propor um programa de relacionamento para a empresa, com a finalidade de gerar vantagem competitiva. A metodologia empregada foi um estudo de caso com abordagem exploratório-descritivo. A amostra foi composta de 12 empresas que caracterizam os clientes do fornecedor estudado. As análises, 9 foram quantitativas por meio da estatística descritiva. A partir dos resultados da pesquisa, foi possível concluir que o principal fator de mudança de fornecedor de peças de reposição ocorre por descaso ou pouca atenção. A Tecnilange superou as expectativas dos seus clientes no tratamento durante a negociação e na tecnologia diferenciada dos seus equipamentos, no entanto, ficou abaixo da expectativa dos seus clientes nos demais itens avaliados, em especial, no prazo e na entrega do pedido. A partir dos resultados, foi possível estabelecer um programa de estratégias de marketing de relacionamento que leva em consideração a prioridade nas relações comerciais a partir de uma classificação do cliente em três classes, com base em sua importância no faturamento para o fornecedor Tecnilange e também com base no potencial de crescimento dos clientes nas compras das peças de reposição.

 

Aluno: Alexandre Antinarelli
Título: Construindo a Gestão Estratégica Sustentável: Um Estudo sobre a Empresa MERCUR S/A
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O presente estudo buscou contribuir com a discussão sobre a perspectiva da abordagem do desenvolvimento sustentável e como o meio organizacional busca promover o alinhamento entre as estratégias empresariais e a preservação do capital natural em favorecimento de uma gestão com desenvolvimento estratégico sustentável. O objetivo desta pesquisa foi de investigar um ambiente organizacional para identificar e qualificar as principais ações desenvolvidas em prol do alinhamento com as três dimensões do desenvolvimento sustentável (“triple bottom line”); verificar as respectivas conexões do capital natural com os processos operacionais da empresa; levantar os principais fatores de resistência ou trade-offs que ocorreram na trajetória; e identificar os principais benefícios que contribuíram para o posicionamento da empresa e o desenvolvimento consciência de seus colaboradores sobre a sustentabilidade. Isto posto, buscou-se resgatar as principais abordagens teóricas e conceitos relacionados com as estratégias empresariais, capital natural, responsabilidade socioambiental e desenvolvimento sustentável. A abordagem qualitativa da pesquisa e o seu caráter exploratório, utilizou-se do método de estudo de caso para realizar esta investigação, na qual foram realizadas entrevistas em profundidade com a direção da empresa e as demais áreas de pesquisa e desenvolvimento, vendas e marketing, produção, suprimentos, logística e recursos humanos. As entrevistas foram apoiadas em três blocos que buscaram investigar a respeito do processo de evolução da consciência organizacional sobre a sustentabilidade; sobre as principais políticas e diretrizes estratégicas desenvolvidas pela organização; e sobre os fatores de resistência, desafios e benefícios decorrentes do processo de construção de uma gestão estratégica sustentável. Os resultados obtidos com a pesquisa possibilitaram identificar que o desenvolvimento da consciência organizacional sobre a sustentabilidade contribuiu para a evolução do processo de formulação de novas estratégias empresariais e o seu alinhamento com as três dimensões do desenvolvimento sustentável, permitindo que a expansão do capital humano e intelectual, torne-se fonte de recurso estratégico essencial para o posicionamento da empresa.

 

Aluno: Dani Cabreira da Silva
Título: A Relação entre Satisfação do Vendedor Direto e Performance em Vendas: Proposição de Recomendações para Melhoria de Resultado Através da Análise da Satisfação da Força de Vendas
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: As empresas têm buscado formas de influenciar a performance dos vendedores. Nesse sentido, o estudo teve como objetivo a proposição de recomendações que influenciem positivamente a performance dos vendedores, a partir da análise da satisfação força de vendas. A coleta de dados da pesquisa aconteceu através da utilização da técnica do incidente crítico, em uma fase qualitativa e depois os resultados deram origem a um questionário. Esse questionário foi utilizado na coleta dos dados na fase quantitativa, sobre a satisfação dos vendedores. Na fase quantitativa foram questionados 175 vendedores diretos que atuam na força de vendas da empresa FN Joias. Foi realizada análise de variância, onde se percebeu que os vendedores divididos em cinco grupos de acordo com suas performances, demonstram diferenças significativas em duas variáveis de segmentação a escolaridade e a experiência em vendas. A estrutura da pesquisa sobre a satisfação foi arranjada por 20 variáveis e cinco dimensões de satisfação, que se mantiveram após a aplicação da análise fatorial com rotação varimax com normalização Kaiser. O resultado da análise fatorial explica 73,71% da satisfação dos vendedores diretos, através de cinco fatores confirmados. Foi empregada a análise de cluster, que resultou na formação de dois clusters, com diferenças significativas entre si, no que tange a satisfação. Após então, realizou-se a comparação de performance em vendas destes clusters, onde os vendedores com maior satisfação apresentaram performance significativamente superior que o outro cluster e a média geral. Após a análise dos dados, conclui-se que existe uma relação entre a satisfação dos vendedores e sua performance em vendas, vendedores mais satisfeitos têm performance maior. Para melhorar seus resultados a empresa deve segmentar o mercado a fim de recrutar e selecionar vendedores que tenham maior escolaridade e maior experiência em vendas no que tange as variáveis de segmentação. Já, no que se refere a satisfação dos vendedores deve procurar ações que melhorem os prazos de pagamento, a disponibilidade dos produtos, a qualidade dos produtos, a remuneração e o atendimento, pois estes fatores determinam a satisfação dos clientes, e a satisfação melhora a performance.

 

Aluna: Carolina Coradini de Souza
Título: A Influência da Nacionalidade no Valor Percebido de Serviços Educacionais - Uma Comparação entre Estudantes Brasileiros e Uruguaios em uma Região de Fronteira
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O presente estudo possui o objetivo de identificar diferenças quanto a percepção de valor de alunos brasileiros e uruguaios do Curso Técnico Binacional de Informática para a Internet do Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul). Tal curso é oferecido na cidade de Santana do Livramento, na fronteira entre o Brasil e o Uruguai. Foi desenvolvida uma revisão teórica sobre o contexto da fronteira e a temática Valor para o Cliente. Foram realizadas duas etapas de coleta de dados: uma primeira qualitativa e a segunda quantitativa. Inicialmente, foram feitas entrevistas em profundidade utilizando-se do modelo de Hierarquia de Valor proposto por Woodruff (1997). A amostra foi composta por 6 alunos; sendo 3 brasileiros e 3 uruguaios. A técnica utilizada nas entrevistas foi a Grand Tour. Como resultado identificou-se algumas perçepções que foram citadas pela maioria dos entrevistados como a Área de Conhecimento do Curso (informática), Conteúdos Ministrados no Curso e Alunos Desconheciam o IFSul. Comparando-se as nacionalidades observou-se diferença no item Professores Atenciosos que foi citado em 4 das 6 entrevistas, sendo que destas, 3 eram de alunos uruguaios. Na segunda etapa, aplicou-se questionários para a totalidade de alunos do curso para a identificação do valor. Utilizou-se como base para este propósito a Escala SERV-PERVAL elaborada por Patrick (2002). Também acrescentou-se ao questionário as principais percepções de valor identificadas nas entrevistas em profundidade e que não fazem parte da Escala SERV-PERVAL. Nesta etapa buscou-se ainda identificar diferenças culturais entre as duas nacionalidades. Para este propósito, utilizou-se o Modelo dos Tipos Motivacionais Universais desenvolvido por Schwartz (2005). Os resultados para a percepção de valor em relação ao serviço educacional foram bastante positivos para brasileiros e uruguaios em todos os itens analisados. Identificou-se diferença significativa entre as duas nacionalidades apenas no item Qualidade. Quanto aos valores motivacionais identificou-se que não existe diferença significativa entre as duas nacionalidades, já que os resultados obtidos mostraram-se bastante semelhantes para brasileiros e uruguaios. No entanto, quanto ao valor mais importante para cada nacionalidade, identificou-se para os brasileiros a Realização. Para os uruguaios o Hedonismo.

Aluno: Alexandre Schmitt
Título: Relações de Cooperação entre Empresas do Arranjo Produtivo Leiteiro da Região do Vale do Taquari – RS
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O estudo objetivou identificar e analisar as relações de cooperação entre as empresas localizadas no Arranjo Produtivo Leiteiro da Região do Vale do Taquari/RS. A fim de atingir tal objetivo, procurou-se reconhecer a existência destas relações de cooperação, bem como dos seus níveis de desenvolvimento – fatores que contribuem ou prejudicam as relações – e, então, propor ações que contribuam para o desenvolvimento e o fortalecimento do setor. O trabalho embasou-se também nos conceitos que abordam a identificação do nível de desenvolvimento dos arranjos produtivos e das vantagens obtidas a partir da cooperação entre empresas concentradas geograficamente. Para isso, foi realizada uma pesquisa survey junto às empresas ligadas ao setor leiteiro no Vale do Taquari, na qual se identificou dezoito empresas, das quais treze foram visitadas e entrevistadas. Após a coleta, os dados foram tabulados na intenção de encontrar informações para responder aos objetivos do estudo em questão. Os resultados da pesquisa indicaram que as principais relações de cooperação existentes acontecem de forma verticalizada e com o objetivo de solucionar problemas individuais, concentrando-se em ações que envolvam tanto fornecedores quanto consumidores. Ao longo da pesquisa foi identificada a existência de pouco fomento ao desenvolvimento de novas tecnologias que beneficiem a produção leiteira, já que é mais fácil adquirir o produto de fornecedores que se situam fora da Região, e uma baixa interação com centros de pesquisa e órgãos relacionados ao setor. Os maiores motivos para que as empresas não desenvolvam interações com os centros de pesquisa e órgãos relacionados ao setor é o fato de lidarem com outros fornecedores externos desse Setor. Outro aspecto a ser evidenciado é o fato de que algumas empresas consideram insuficientes, para o desenvolvimento de P&D, a infraestrutura desses centros. As relações de cooperação existentes entre as empresas ligadas ao APL leiteiro da Região do Vale do Taquari buscam, principalmente, a resolução de problemas específicos e que apresentem resultados no curto prazo. Ações planejadas e que ofereçam a possibilidade de retorno a longo prazo ocorrem com menos frequência. Como proposição de ações ao desenvolvimento do setor sugere-se o desenvolvimento de uma melhor compreensão dos compromissos e resultados oriundos de relações de cooperação em um arranjo produtivo, uma mudança na percepção do termo inovação e o fortalecimento entre as relações com órgãos e entidades relacionados ao setor.

 

Aluna: Zélide Aparecida Baier Zucheto
Título: Avaliação da Satisfação e Fidelização nas Editoras Universitárias Ótiaca das Livrarias
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: As editoras universitárias vêm buscando reconhecimento na área dos livros universitários. Nesse sentido, o estudo teve como objetivo a análise da percepção das livrarias universitárias e comerciais em relação à satisfação com o produto “livro” e com os serviços oferecidos e a influências das ações que as fidelizam. A coleta de dados da pesquisa, por meio da aplicação de um questionário, buscou delinear o perfil dos clientes e avaliar a satisfação e à importância dos fatores de fidelização. Na primeira etapa do estudo foi realizada uma pesquisa bibliográfica, na qual foram analisadas diversas fontes para a construção do embasamento teórico e o emprego do incidente crítico. Na segunda etapa, foram enviados 200 questionários, via e-mail, para os dois segmentos de clientes: livrarias universitárias e livrarias comerciais. A amostra caracterizou-se como não probabilística e por conveniência. A estrutura da pesquisa sobre a satisfação foi arranjada por 39 variáveis e cinco dimensões de satisfação, que se mantiveram após a aplicação da rotação varimax com normalização Kaiser. Os indicadores com carga fatorial inferior 0,60 foram excluídos da análise. Essa ordenação de variáveis proporcionou bom valor para o Alpha de Cronbach de 0,929. O resultado da análise fatorial explica 72,15% de satisfação das livrarias universitárias e comerciais, através dos cinco fatores confirmados. Foi empregada a análise de agrupamento, pelo método Ward, que resultou na formação de quatro clusters, com características significativamente diferentes entre si. Por meio do método de regressão, técnica Stepwise, examinou-se a contribuição de cada variável, e o resultado exibido admitiu a significância do estudo proposto, indicando a existência de relação estatisticamente significativa entre as variáveis independentes e a variável dependente. As variáveis independentes explicaram 57,20% da variável dependente: satisfação geral. E, que há influência dos três fatores: promoção, praça e produto. Portanto, o estudo apresentado, após a análise, mostrou-se ajustado para medir e avaliar o nível de satisfação. Dos meios que mais influenciam na comunicação das editoras universitárias para divulgação do seu produto, foram destacados: sites, e-mails personalizados, redes sociais, malas diretas. Após a análise dos dados, concluiu-se que, as livrarias demonstraram como ponto forte a satisfação com o produto, enquanto no fator promoção percebeu-se a necessidade de adotar novas ações. As ações apontadas como mais importantes na fidelização dos clientes das editoras universitárias foram: o produto, a demanda pelo consumidor, a disponibilidade de informações sobre o produto/livro, o relacionamento com o cliente, o atendimento, a credibilidade, a flexibilidade, o prazo, a logística e o preço.

 

Aluno: Derli Luís Angnes
Título: Avaliação da Satisfação em Serviços de Restaurantes em Santa Cruz do Sul com Aplicação do ACSI
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Os restaurantes são organizações empresariais do ramo da gastronomia e do setor de serviços. O primeiro restaurante foi aberto em 1765 em Paris na França, chegou ao Brasil em 1808 por intermédio da Família Real e estima-se que atualmente haja mais de um milhão de bares e restaurantes atuantes, que juntos, respondem por aproximadamente 40% do PIB do turismo no país. O tema ganha mais relevância pelo fato da satisfação ser uma busca incessante dos indivíduos e pela importância que a alimentação exerce para a nossa sobrevivência. Para tanto, o objetivo principal do estudo é avaliar a satisfação dos clientes de restaurantes de Santa Cruz do Sul, tendo como referência o Índice Norte-Americano de Satisfação do Cliente (ACSI), para propor recomendações mercadológicas na melhoria dos serviços. A metodologia caracteriza-se por um estudo exploratório qualitativo, para compreensão dos atributos relevantes nos serviços e, uma avaliação descritiva, com abordagem quantitativa, envolvendo uma amostra de 270 clientes de restaurantes da cidade que avaliaram 44 estabelecimentos. A análise dos dados envolveu estatística multivariada por modelagem de equações estruturais. Os principais resultados foram: a obtenção de um Índice de desempenho ACSI de 74 pontos e uma matriz de recomendações mercadológicas para os restaurantes. As análises com equações estruturais sugerem que o relacionamento, a qualidade e o valor percebido pelo cliente influenciam na sua satisfação e na lealdade com os restaurantes. A partir dos resultados deste estudo, outros restaurantes poderão replicar a metodologia para comparação de desempenho e benchmarking dos serviços.

 

Aluno: Tiago Farias Dias
Título: Gestão Financeira do Capital de Giro: Um Estudo Exploratório em Empresas Supermercadistas do Vale dos Sinos – RS/BRASIL
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: O presente estudo objetivou identificar como as empresas supermercadistas de porte compacto do Vale dos Sinos, no Estado do Rio Grande do Sul, com mais de dez anos de existência, fazem sua gestão financeira do capital de giro. O estudo foi dividido em duas etapas, uma qualitativa e outra quantitativa. Na etapa qualitativa, elaborou-se uma entrevista semiestruturada, aplicando-se a uma amostra não probabilística e por conveniência em 6 (seis) supermercados compactos. Na segunda etapa da pesquisa, quantitativa, de posse dos resultados da etapa anterior, elaborou-se um questionário com perguntas fechadas de múltipla escolha, sendo aplicado o instrumento de coleta de dados em uma amostra não probabilística e por conveniência em 33 (trinta e três) supermercados, sendo 15 (quinze) pertencentes a redes de cooperação e 18 (dezoito) que atuam de forma independente. Analisados os dados, concluiu-se que, em muitos casos, quem faz as compras, o controle de estoque e das contas a pagar é a mesma pessoa, levando as empresas a não utilizar controles financeiros. A maioria das empresas não trabalha com fluxo de caixa, cerca de 91% dos entrevistados controla o estoque de maneira visual e as contas a pagar são controladas através da guarda das mesmas em uma pasta, onde, uma vez por semana, o gestor as soma. Cerca de 70% das empresas possuem uma política bem definida de concessão de crédito, onde os supermercadistas possuem cartão próprio da loja e o administram; outros possuem cartão próprio e este é administrado por uma financeira; alguns só concedem crédito por intermédio de cartão de crédito; e outros possuem sistema próprio de crediário e, após consulta e análise, realizam a venda. Constatou-se que as empresas adquirem seus produtos para revenda sempre pelo melhor preço, se houver desconto para pagamento à vista e se houver acréscimo na compra a prazo, eles optam pela compra à vista. Muitas destas empresas aproveitam promoções, comprando além da demanda e realizam compras especulativas. Os ganhos financeiros pela compra à vista e pelas compras por oportunidade e especulativas são repassadas no momento da precificação, pois entendem que se tornam mais competitivas. Percebeu-se, também, que pertencer a uma rede de cooperação melhora a gestão financeira da empresa, apresentando melhores políticas de concessão de crédito, participando de mais cursos de qualificação, bem como utilizam mais serviços bancários e encontram-se menos endividadas que as empresas que atuam de forma independente.

 

Aluna: Daiane Frigo
Título: A Influência dos Grupos de Referência no Processo Decisório do Consumidor de Livros Técnicos e Universitários
DISSERTAÇÃO COMPLETA
Resumo: Este estudo buscou tomar conhecimento sobre os tipos de influência que os grupos de referência exercem sobre o consumidor em seu processo decisório de compra de livros técnicos e universitários. Além disso, o estudo também teve o objetivo de propor ações de marketing que possam ser aplicadas às Livrarias, a fim de alcançar seus consumidores finais, buscando criar relacionamento e fidelizar. A pesquisa caracterizou-se por ser quantitativa e descritiva, o estudo utilizou-se de observação não-participante durante a Feira do Livro de Santa Maria, com o objetivo de descrever o comportamento do consumidor de livros técnicos e universitários. Também foi aplicado um questionário junto a consumidores de livros técnicos e universitários, visando identificar e analisar quais tipos de grupos de referência e os tipos de influência que exercem sobre esses consumidores. A forma de amostragem foi a não probabilística e por conveniência, foram obtidos 215 questionários válidos. Quanto as principais fontes consultadas antes da compra de livros técnicos e universitários destacaram-se: professores e/ou pessoas que tenham conhecimento na área, revistas especializadas e catálogos e/ou sites de Editoras. Quanto ao tipo de influência que o grupo de referência mais exerce sobre os consumidores de livros técnicos e universitários, observou-se que a influência do tipo informacional obteve a maior média, seguida pela influência do tipo utilitária e a influência do tipo expressão de valor. Também foram feitas análises de segmentação, fatorial, cluster e regressão. Diante da análise e discussão dos dados, foram sugeridas ações de marketing que podem ser úteis às Livrarias visando adequar seus produtos e serviços, criar relacionamento e fidelizar os clientes. As ações de marketing sugeridas consistem em aplicar ferramentas do marketing de relacionamento, realizar promoções de vendas, intensificar o relacionamento com professores, criar parcerias com editoras de livros técnicos e universitários, manter site da livraria atualizado.

MENU PRINCIPAL