AcessibilidadeAcessibilidadeInternacional

Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Regional

 

 

PESQUISADOR ESPANHOL MINISTRA CURSO SOBRE COESÃO E GOVERNANÇA TERRITORIAL

NO MESTRADO E DOUTORADO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL DA UNISC

Entre os dias 02 e 06 de setembro de 2019, o professor doutor Joaquin Farinós Dasí , pesquisador da Universidad de Valencia - Espanha ministrará um cursosobre coesão e governança territorialno Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Regional da Universidade de Santa Cruz do Sul. O curso ocorrerá no turno da tarde, das 14h às 17h, totalizando uma carga horária de 15 horas e tem como título “Coesão e Governança Territorial: desafios e perspectivas para o Desenvolvimento Regional".

A vinda do professor Joaquim Farinós Dasí está sendo financiada pelo CNPq através do Edital de Apoio a Pesquisador Visitante.

Para o curso serão disponibilizadas 40 vagas presenciais e 25 vagas a distância. Os interessados devem se inscrever até o próximo dia 26 de agosto, através do e-mail carolina2@unisc.br , informando o nome completo, e-mail, instituição, cidade, telefone de contato e se irá participar do curso presencialmente ou a distância. O curso é gratuito.


PPGDR-UNISC participará da Greve Nacional da Educação

O Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR-UNISC), por decisão unânime do conjunto de seus docentes, participará da Greve Nacional da Educação, no próximo dia 15 de maio de 2019. O PPGDR convida seus alunos a se mobilizarem e a participarem do protesto nacional chamado pelas centrais sindicais e sindicatos dos professores contra o projeto de reforma da previdência e contra os cortes do governo federal no orçamento da Educação e da Ciência no Brasil. Em Santa Cruz do Sul, as atividades organizadas pelas centrais sindicais estão previstas para iniciar às 9h, na Praça em frente à Lothar Krause, na Av. Independência, próximo ao parque da Oktoberfest.

 


Professor do PPGDR apresenta trabalho em evento no Equador

 

O professor do Departamento de História e Geografia e de do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR), Rogério Silveira,  participou do 17º Encontro de Geógrafos da América Latina, na PUC de Quito (Equador). O evento ocorreu de 9 a 12 de abril e teve como temaHacias Geografias de la integración y la diversidad.

O docente da Unisc participou do painel Cidades intermédias e novas relações campo-cidade, apresentando o trabalho Cidades Médias, policentrismo e desenvolvimento regional na região dos Vales-RS. Na oportunidade, também aproveitou para se reunir com pesquisadores do Instituto de Altos Estudos do Equador (Iaen) e propor a celebração de convênio de cooperação científica e intercâmbio acadêmico com o PPGDR Unisc.

 

 

 

Professores da Unisc participam em projeto multidisciplinar de pesquisa de universidade alemã

 

Em 6 de dezembro de 2018, a Fundação Alemã de Pesquisa (Deutsche Forschungsgemeinshaft) aprovou um novo grupo de pesquisa em Ciências Humanas e Sociais: Interações entre auto-organização local e regulação estatal em contextos de Estados fracos nos tempos antigos e modernos (Lokale Selbstregelungen im Kontext schwacher Staatlichkeit in Antike und Moderne).

O grupo de pesquisa receberá cerca de 2,5 milhões de euros e é composto por historiadores, arqueólogos, estudiosos do Antigo Testamento, cientistas políticos, geógrafos, etnólogos e sinólogos das Universidades de Würzburg, Bayreuth, Leipzig e do Instituto Arqueológico Alemão. Durante um período de três anos, eles examinarão o funcionamento da auto-organização local nas antigas culturas mediterrâneas e no Sul Global contemporâneo, com estudos de caso em Burkina Faso, Brasil e Moçambique.

O professor da Cátedra de Política Comparada da Universidade de Würzburg, Hans-Joachim Lauth, é um dos responsáveis pelo projetogeral e é coordenador do subprojeto que estudará a Organização da Educação Universitária e de Crédito Financeiro em Sociedades de Migração do Sul do Brasil. Lauth esteve em Santa Cruz do Sul no mês de fevereiro de 2018 para discutir a cooperação da Unisc no estudo, que vai abordar duas experiências de organização local de Santa Cruz do Sul: os casos da Unisc e do Sicredi. Na ocasião, ficou acertada a participação de três professores no projeto: João Pedro Schmidt, do Programa de Pós-Graduação em Direito da Unisc, Olgário Vogt, do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Unisc, e Silvana Krause, do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Ufrgs.

Os estudos de caso sobre a Unisc e o Sicredi serão sistematizados em duas teses de doutorado, desenvolvidas na Würzburg Universität. Foram selecionados para o doutoramento Anna Paula Bennech (mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência Política/Ufrgs) e Matheus Jones Zago (mestre em ciências sociais pela Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais).

Entre as atividades do projeto que envolvem os professores da Unisc, estão dois workshops a serem realizados em Santa Cruz do Sul (o primeiro em final de setembro do corrente ano e outro em 2021), uma semana de estudos com todos os pesquisadores do projeto na cidade de Würzburg (em 2020) e a atuação como co-orientadores das teses.

Com previsão de duração de três anos, o projeto inicia no mês de abril.  Detalhes sobre o projeto estão disponíveis em: https://www.uni-wuerzburg.de/aktuelles/pressemitteilungen/single/news/neue-forschungsgruppe-genehmigt/

 


Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

Coordenação dos Órgãos Colegiados

 

É com grande honra e satisfação que a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) outorga a SIRLEI ANTONINHA KROTH GASPARETO, Menção Honrosa do Prêmio CAPES de Tese 2018 da área de PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL / DEMOGRAFIA pela tese “A CONSTRUÇÃO DE SABERES NO MOVIMENTO DE MULHERES CAMPONESAS: UMA ANÁLISE A PARTIR DO PROGRAMA DE SEMENTES CRIOULAS NO OESTE DE SANTA CATARINA - BRASIL”, defendida no ano de 2017, sob a orientação de VIRGINIA ELISABETA ETGES e Coorientação de Erica Karnopp, do Programa de Pós-Graduação em DESENVOLVIMENTO REGIONAL da UNISC.

 

Sua contribuição certamente será de extrema valia para o desenvolvimento e aprimoramento da área, bem como para o avanço da pós-graduação e do conhecimento científico de qualidade no Brasil.

O extrato foi publicado no Diário Oficial da União de 01 de outubro de 2018, Edição 189, Seção 3, Página 43. É possível consultar a lista com os nomes dos premiados na página da CAPES, link:http://www.capes.gov.br/editais/resultados. A Menção Honrosa constitui-se de certificado, conforme especificado no Edital nº 16/2018, publicado no DOU de 14/05/2018.

O evento de entrega dos prêmios acontecerá em Brasília, no dia 13 de dezembro de 2018, no Associação dos Servidores da Câmara dos Deputados - ASCADE, às 17 horas. Durante o evento, os outorgados com menção honrosa serão destacados.

 

 
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

  

Prêmio CAPES de Tese

premiocapes@capes.gov.br
61 2022-6051/6060/6052

CECOL- Coordenação Executiva

dos Órgãos Colegiados

Setor Bancário Norte, Quadra 2, Bloco L, Lote 06, Brasília, DF, CEP: 70040-020, Brasília - DF

 


 O Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Unisc convida a todos para participar das atividades promovidas pelo Programa dentro da  Semana Nacional da Ciência e Tecnologia.  

 

 

 


PESQUISADOR CHILENO MINISTRA CURSO SOBRE POLÍTICAS PÚBLICAS E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL NO MESTRADO E DOUTORADO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL DA UNISC

 

Entre os dias 24 e 28 de setembro de 2018, o professor doutor Marcel Thezá Manríquez, pesquisador do Centro de Pesquisa em Sociedade e Políticas Públicas da Universidade dos Lagos (Santiago/Chile), ministrará um curso sobre políticas públicas e sua relação com o desenvolvimento territorial no Chileno Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Regional da Universidade de Santa Cruz do Sul. O curso ocorrerá no turno da tarde, das 13h30 às 17h30, totalizando uma carga horária de 20 horas e tem como título “Políticas públicas e Desenvolvimento Territorial no Chile: perspectivas e desafios atuais”.

O curso irá tratar dos tópicos: Condições sociopolíticas do Chile; As Políticas Públicas de desenvolvimento territorial no Chile; Os dilemas territoriais; e a Agenda de desafios para o desenvolvimento territorial no Chile. O curso buscará discutir as características da construção e implementação das políticas públicas no Chile e sua relação com os processos de desenvolvimento territorial, em curso naquele país, nos últimos vinte anos, a partir dos resultados das pesquisas desenvolvidas pelo Centro de Estudios del Desarrollo Regional y Políticas Públicas (CEDER), da Universidade de Los Lagos, cujo professor Dr. Marcel Théza é coordenador.

A vinda do professor Marcel está sendo financiada pelo CNPq através do Edital de Apoio a Pesquisador Visitante.

Para o curso serão disponibilizadas 50 vagas. Os interessados devem se inscrever até o próximo dia 19 de setembro, através do e-maildesenvolvimentoregional@unisc.br , informando o nome completo, se docente ou discente e o curso que faz parte, se profissional e a origem, e o telefone para contato. O curso é gratuito.

 

 

Professor Rogério Silveira
Professora Grazielle Brandt
 

Nos dias 13 e 14 de novembro, os professores do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Unisc - Mestrado e Doutorado (PPGDR), Rogério Silveira e Grazielle Brandt ministraram aulas no Seminário de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial: Enfoques Teóricos e Ferramentas de aplicação para cidades médias, promovido pelo Centro Interdisciplinar de Estudos em Território, Economia e Sociedade (Cietes), da Universidade Nacional de Rio Negro, na cidade de San Carlos de Bariloche (Argentina). O Seminário reuniu cerca de 50 alunos entre estudantes da UNRN, técnicos da administração municipal de Bariloche e provincial de Rio Negro. O evento também contou com a participação de professores da Universidade Nacional de Rio Cuarto (Argentina).

 Os professores do PPGDR-Unisc, Rogério Silveira e Grazielle Brandt, ministraram aulas sobre as temáticas das Cidades médias e desenvolvimento regional, Problemáticas migratórias em cidades médias, Planejamento e Desenvolvimento regional. Conforme os docentes, essa atividade de internacionalização é resultado do convênio de cooperação acadêmica entre a Unisc e a UNRN, e também integra as atividades do Projeto de pesquisa Redes de Cidades Médias e Desenvolvimento Territorial, financiado pelo governo Argentino, com a participação dos professores do PPGDR na equipe de pesquisa.

 “O evento possibilitou o intercâmbio teórico e metodológico sobre a temática das cidades médias e do desenvolvimento regional, bem como a troca de experiências entre pesquisadores brasileiros e argentinos”, salientaram os professores.

*Publicado por Josemar Santos


 

 
 

Elisângela Johann

 
 
 

Com a participação de cerca de 400 estudantes, professores e pesquisadores de todo país e também do exterior, se encerrou na tarde de sexta-feira, dia 15, na Unisc, a 8ª edição do Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional (SIDR). Durante três dias, o evento permeou a temática Territórios, Redes e Desenvolvimento Regional: perspectivas e desafios a partir das discussões em conferências, mesas-redondas e apresentações de trabalhos. A promoção foi do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR) da Universidade.

De acordo com o coordenador do PPGDR, professor Rogério da Silveira, o seminário alcançou os objetivos para os quais se propôs. Para o docente, a intensa participação mostrou a importância do encontro para a área. “Foi um evento maravilhoso e muito representativo, que possibilitou o diálogo com pesquisadores de diversas partes do país e do mundo, além de propiciar a troca de conhecimento entre os estudantes”, acrescentou.

Na manhã do dia 13 de setembro, a professora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Leila Christina Dias, conduziu a conferência de abertura a partir da discussão sobre os conceitos temas do seminário, provocando o público sobre quais seriam as perspectivas e os desafios para as abordagens. Ainda na tarde de quarta-feira, a mesa-redonda composta pelos pesquisadores Camil Girard, da Universidade de Quebec, no Canadá; Martin Coy, da Universidade de Innsbruck, na Áustria; e Gislene Aparecida dos Santos, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), abordou a temática das migrações – tanto na Europa, quanto no continente americano –, bem como os desafios interculturais pelos quais passam as pessoas migrantes e o processo de aceitação do local que as recebe.

No dia 14, a segunda mesa do seminário teve como convidados os professores Marcel Theza Manriquez, da Universidade de Los Lagos, no Chile, e Eric Sabourin, da Universidade de Brasília (UnB), que, em suas exposições, convergiram à temática das políticas públicas sociais a partir de exemplos e casos chilenos e brasileiros. À tarde, as professoras Denise Elias, da Universidade Estadual do Ceará (UEC); Silvia Gorenstein, da Universidade Nacional del Sur, na Argentina; e Martina Neuburger, da Universidade de Hamburg, na Alemanha, trataram sobre modelos de dinâmicas dos espaços rurais e relações entre urbano e rural, a partir do agronegócio globalizado na mesa Relações, interações e contradições entre o rural e o urbano no processo de desenvolvimento regional.

Já na manhã de sexta-feira, dia 15, a mesa-redonda com os professores Jorge Vershoore, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), e Patricio Aroca, da Universidade Adolfo Ibañez, no Chile, debateu a relação entre desigualdade, concentração territorial e poder econômico, com exemplos do Chile e da Coreia do Sul, e a formação de redes para quebrar paradigmas. Além disso, falou-se também sobre a concepção dos Arranjos Produtivos Locais (APL) e sua importância para fortalecer o território e seu contexto econômico.

Para encerrar a programação do evento, tratou-se de desafios e potencialidades da produção científica e da pós-graduação na área de Desenvolvimento Regional, bem como formas de superar esses desafios e demais paradigmas da apropriação do conteúdo produzido. Participaram do debate os professores Rainer Randolph, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); Ivo Marcos Theis, da Fundação Universidade de Blumenau (Furb); Cidoval Moraes de Sousa, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB); e Virginia Elisabeta Etges, da Unisc.

Além da conferência e das mesas-redondas, o seminário também recebeu cerca de 280 trabalhos e mais de 70 pôsteres apresentados por estudantes e professores de pós-graduação brasileiros e estrangeiros. As apresentações foram divididas em eixos temáticos e, assim como a participação expressiva em todo o evento, também representaram um número inédito em relação às edições anteriores do seminário. Ainda integrou a programação uma noite especial com coquetel e lançamento de nove livros da área de Desenvolvimento Regional, de autoria de pesquisadores da Unisc e de outras universidades.

*Publicado por Felipe Nopes

03/04/2017 às 14h 55min

MENU PRINCIPAL