Notícias

DESENVOLVIMENTO REGIONAL RECEBE SEMINÁRIO INTERNACIONAL NA PRÓXIMA SEMANA

Oitava edição do evento reúne pesquisadores brasileiros e de outros cinco países em conferências, mesas-redondas e sessões livres na Unisc

“Territórios, Redes e Desenvolvimento Regional: Perspectivas e Desafios” será o tema da VIII edição do Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional que acontece na Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), a partir da próxima quarta-feira (13). O evento acontece no Anfiteatro, bloco 18 do campus de Santa Cruz do Sul, até dia 16, sexta-feira, durante o dia.

De acordo com Rogério Silveira, professor e coordenador do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR) da Unisc, que está à frente do evento, a temática é extremamente atual. “Vivemos num contexto de globalização econômica em que o processo de desenvolvimento territorial apresenta crescente especialização econômica e desigual mobilidade geográfica de fluxos diversos, seja de capitais, mercadorias, informações e população”, observa. “Através das redes, esse contexto tem levado ao agravamento das disparidades territoriais, ao aumento da fragmentação territorial, mas também ao reforço das dependências e interdependências entre os lugares, rurais e urbanos, das regiões, e entre as regiões, em distintos países”, acrescenta. 

O evento ocorre de dois em dois anos e reúne pesquisadores de diversos países para debater sobre os rumos do Desenvolvimento Regional. “O objetivo do evento é debater as questões relacionadas ao tema através de relatos de pesquisa, estudos de caso e relatos de experiências, e contribuir para o avanço do conhecimento e para o aperfeiçoamento das políticas públicas de desenvolvimento regional no Brasil”, esclarece o professor. E deixa o convite: “Todos estão convidados a participar e a debater conosco”.

Durante os três dias de evento – que encerra na sexta-feira (15) – acontecem, além da conferência de abertura, mesas redondas, sessões livres, apresentações de trabalhos e lançamentos de livros. Está confirmada a presença de 15 palestrantes, vindos de diversas instituições do Brasil, além de universidades da Áustria, Argentina, Chile, Canadá e Alemanha. Entre eles, os professores Martin Coy (Áustria), Camil Girard (Canadá) e Eric Sabourin (Universidade de Brasília).

A participação intensa de pesquisadores estrangeiros e a quantidade de trabalhos inscritos, revela a importância do evento para a área. De acordo com Silveira, o Seminário vem se consolidando como um dos principais eventos do país. “Ele possibilita a reflexão, a análise e o debate interdisciplinar sobre a temática do desenvolvimento regional, entre pesquisadores, docentes e estudantes brasileiros das áreas de Ciências Sociais e Humanas, bem como de pesquisadores e estudantes estrangeiros que desenvolvem pesquisas sobre essa temática”, pontua.

 

PROGRAMAÇÃO - A programação do Seminário se inicia na quarta-feira pela manhã, com credenciamento, abertura oficial e conferência de abertura, às 9h30, no Anfiteatro do bloco 18 do campus da Universidade. Nela, a doutora Leila Christina Dias, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) irá tratar da temática “Território e Redes: Perspectivas teórico-metodológicas no campo interdisciplinar do desenvolvimento regional”.

Ainda na quarta-feira, acontece a primeira mesa redonda do evento, às 13h30. Os demais painéis seguem nos outros dias do Seminário, manhã e tarde, sempre no Anfiteatro do bloco 18. Além disso, nas três tardes serão realizadas sessões de pesquisa, nas quais estudantes de mestrado e doutorado e professores de universidades de todo Brasil e também do exterior apresentam trabalhos selecionados para o evento.

A programação completa, bem como a relação dos palestrantes e trabalhos que serão apresentados, pode ser obtida também pelo site. Os interessados em participar do Seminário, podem se inscrever pelo site do evento: http://www.unisc.br/site/sidr. Lembrando que, quem quiser acompanhar algumas atividades, sem receber certificado, a entrada não tem custo. Demais informações pelo telefone da secretaria do PPGDR: (51) 3717-7392.

O VIII SIDR conta com o apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional (Anpur), Observatório do Desenvolvimento Regional, Conselho Regional do Desenvolvimento do Vale do Rio Pardo (Corede-VRP) e Sicredi.

LANÇAMENTOS - Na primeira noite do evento haverá, ainda, lançamento de livros e coquetel de abertura. Na ocasião, serão lançadas a versão digital dos primeiros 11 anos de edições da revista Redes, do PPGDR da Unisc, a mais antiga revista científica da área do país. A Redes foi editada em formato impresso durante seus primeiros 11 anos e, após, passou para o formato digital. A partir de agora, todas as edições dos 21 anos da revista estão disponíveis para consulta e download no site (https://online.unisc.br/seer/ index.php/redes).

No ano passado, a revista ganhou nova marca, bem como passou por mudanças em seu projeto gráfico e editorial, introduzindo edições temáticas, que tratam de pautas específicas da pesquisa em desenvolvimento regional e dão destaque a esses temas na seleção dos artigos publicados. A Redes tem publicação quadrimestral e tem avaliação B1 no Qualis Capes.

 

RECORDE DE TRABALHOS - Em 2017, o Seminário teve número recorde de trabalhos submetidos e aprovados, finalizando com aproximadamente 280 trabalhos para apresentação oral e 70 pôsteres. As apresentações estão agrupadas em cinco eixos, que englobam as seguintes áreas: território e redes: aportes e perspectivas teórico-metodológicas no campo interdisciplinar do desenvolvimento regional; relações e contradições entre o rural e o urbano no processo de desenvolvimento regional; redes, sociedade e políticas públicas em contextos regionais; redes de cooperação, arranjos produtivos e desenvolvimento regional; e redes sociais, migração e interculturalidade: desafios e oportunidades para o desenvolvimento regional.

As apresentações de trabalhos ocorrem nos três dias de eventos, das 16h às 18h, em salas dos blocos 18 e 10.

 

SERVIÇO:

O QUE: VIII Seminário Internacional Sobre Desenvolvimento Regional
QUANDO: 13 a 15 de setembro/2017
ONDE: Universidade de Santa Cruz do Sul (Anfiteatro do Bloco 18 e Adunisc)
TEMA: Territórios, Redes e Desenvolvimento Regional: Perspectivas e Desafios
INSCRIÇÕES: Até a quarta-feira, dia 13
MAIS INFORMAÇÕES: http://www.unisc.br/site/sidr/index.html

 

PALESTRANTES:
Segue um breve currículo de alguns dos pesquisadores que participarão da 8ª edição do Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional:

* Cidoval Morais de Sousa (UEPB): bacharel em Comunicação Social pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), estudou Ciências Sociais e possui especialização em Sociologia pela mesma universidade e doutorou-se em Geociências pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). É professor efetivo da UEPB, vinculado ao Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Regional, onde acompanha pesquisas com ênfase nos temas: regionalização midiática; educação e ciência; ciência, tecnologia, inovação e desenvolvimento regional; políticas públicas e desenvolvimento regional; água, saúde pública e desenvolvimento regional; desenvolvimento de cidades de pequeno e médio porte. Tem experiência na área de comunicação midiática, direção de editoras universitária, edição científica, além de elaborar roteiros e produzir documentários científicos e históricos.
* Denise de Souza Elias (UECE): possui bacharelado e licenciatura em Geografia e doutorado em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo (USP). É pós-doutora em Ciências Humanas pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e pela Laboratoire Dynamiques Sociales et Recomposition des Espaces (França). Atua como professora adjunta do curso de Geografia da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Agrária, Econômica, Urbana e Análise Regional, atuando, principalmente, nos seguintes temas: reestruturação produtiva da agropecuária; regiões produtivas do agronegócio; cidades do agronegócio; redes agroindustriais; reestruturação urbana e regional.
* Gislene Aparecida dos Santos (UFRJ): graduada em Geografia pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), é mestre e doutora em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atualmente é professora do Departamento de Geografia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atua na área da Geografia Humana, no campo disciplinar da Geografia da População, com enfoque voltado aos seguintes temas: migração internacional, redes sociais, políticas migratórias, natureza e técnica.
* Ivo Marcos Theis (Furb): com graduação em Ciências Econômicas pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (Furb), possui mestrado em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e doutorado em Geografia pela Universitat Tuebingen (Alemanha). Atualmente, é professor titular da Furb. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em crescimento e desenvolvimento econômico, atuando, principalmente, em planejamento e desenvolvimento regional em Santa Catarina, ciência e tecnologia e desenvolvimento territorial no Brasil.
* Jorge Renato de Souza Verschoore Filho (Unisinos): é graduado em Ciências Econômicas e possui mestrado e doutorado em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Possui pós-doutorado pela University of California (EUA) e atualmente é docente e pesquisador do Programa de Pós-Gradução em Administração e do Programa de Pós-Graduação em Gestão e Negócios da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos). Tem experiência na área de Administração de Empresas e, especificamente, nas temáticas: redes de cooperação, redes sociais, estratégias colaborativas e desenvolvimento regional.
* Leila Christina Duarte Dias (UFSC): possui bacharelado, licenciatura e mestrado em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É doutora e pós-doutora na mesma área pela Universite Paris IV e Universite Paris I, respectivamente. Atualmente, atua como professora na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e é membra de conselhos editoriais e científicos de diversas revistas, cadernos e boletins. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Humana e Econômica, atuando, principalmente, nos seguintes temas: rede urbana, organização territorial e rede financeira. É a conferencista de abertura do VIII Seminário Internacional.
* Rainer Randolph (UFRJ): graduado em Física pela Universidade de Göttingen (Alemanha) e Munich (Alemanha), pós-graduado em Ciências Econômicas e Ergonômicas da Universidade Técnica de Munich e doutor em Ciências Econômicas e Sociais pela Universidade Erlangen-Nuremberg (Alemanha). É professor titular aposentado da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), professor no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional da mesma Universidade, docente do Programa de Pós-Graduação em Planejamento Urbano e Regional da UFRJ, professor colaborador na Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó) e no mestrado profissional Políticas Sociais e Dinâmicas Regionais da mesma instituição. Tem experiência na área de Planejamento Urbano e Regional, com ênfase em Fundamentos do Planejamento Urbano e Regional, atuando com os seguintes temas: política e planejamento regional, metodologia e análise do desenvolvimento regional, novas arenas e arranjos políticas e institucionais da formulação de agendas regionais, segregação e mobilidade socioespacial em escala regional; teorias e métodos de planejamento e gestão regional, análise de formas de planejamentos radicais, insurgentes e subversivos.
* Virginia Elisabeta Etges (Unisc): com formação em Geografia, possui Mestrado e Doutorado em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo (USP) e Pós-Doutorado em Planejamento Urbano e Regional pela Universidade Técnica de Berlim (Alemanha). É docente no Curso de Geografia e no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). Tem como temas de pesquisa desenvolvimento regional, agricultura familiar, sustentabilidade e território.
* Camil Girard (Canadá): é doutor em História pela Universidade de Sorbonne (França) e professor pesquisador associado à Universidade do Québec de Chicoutimi no programa de mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Regional. Ele coordena as atividades do grupo de pesquisa em história (GRH-UQAC) e é pesquisador convidado do Instituto Nacional de Pesquisa Científica Canadense (INRS) na área da migração de jovens. Ele integra as atividades do Observatório de Jovens do INRS. É professor regular no Centro interuniversitário de estudos e pesquisa sobre autóctones (CIERA, da Universidade Laval). Ele igualmente integra a rede GITPA (Grupo internacional de trabalho sobre povos autóctones). Seus campos de interesse atuais são: história regional, dinâmicas culturais comparadas, jovens e migração, povos autóctones: suas alianças e autonomia a partir de uma perspectiva comparada internacional, com interesse no México e Brasil.
* Eric Pierre Sabourin (França): graduado em Agronomia Tropical e Economia Rural pelo Institut Supérieur Technique d'Outre Mer Le Havre, possui mestrado em Antropologia e Etnologia pela Université de Paris VII, mestrado em Sociologia do Desenvolvimento pela Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales e doutorado em Antropologia e Etnologia pela Université de Paris VII – todas instituições francesas. Possui pós-doutorado pela Universidade de Brasília (UnB) e também pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Foi pesquisador visitante do Departamento de Sociologia e colaborador no Centro de Desenvolvimento Sustentável da UnB. Entre outras universidades, atualmente também é colaborador no Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural da UnB e coordenador da rede Políticas Públicas e Desenvolvimento Rural na América Latina. Tem experiência na área de antropologia econômica e sociologia rural, atuando, principalmente, nos seguintes temas: análise de políticas públicas de desenvolvimento local e territorial, reforma agrária, organização de produtores, teoria da reciprocidade, construção social de mercados, ação coletiva e manejo dos recursos naturais.
* Marcel Andre Theza Manriquez (Chile): licenciado em Filosofia pela Universidade Católica de Valparaíso (Chile), possui mestrado e doutorado em Ciência Política pela Universidade Católica de Lovaina (Bélgica). Atualmente, é professor e pesquisador do Centro de Pesquisa em Sociedade e Política Pública da Universidade de Lagos (Campus Santiago). Tem interesse na relação entre cidadania e implementação e execução de políticas públicas.
* Martin Coy (Áustria): é professor de Geografia Aplicada do Instituto de Geografia da Univeridade de Innsbruck (Áustria) desde 2003 e assistente chefe do Conselho Executivo do Instituto Austríaco para a América Latina, no qual é membro desde 1982. O foco de suas pesquisas, então, é a América Latina, especialmente o Brasil, alcançando também a Argentina, a França e, mais recentemente, a região alpina. Trabalha com pesquisas em geografia econômica e social, desenvolvimento geográfico, geografia urbana e desenvolvimento sustentável. Um dos últimos livros publicados intitula-se: “Amazônia sustentável: desenvolvimento sustentável entre políticas, públicas, estratégias inovadoras e experiências locais” (2009).
* Martina Neuburger (Alemanha): geógrafa e pesquisadora, possui pós-doutorado pelo Instituto de Geografia da Universidade de Tübingen (Alemanha), na qual, atualmente, participa de diversos projetos de pesquisa. Também é professora titular em Mudança Global e Gestão de Recursos na Universidade de Hamburgo (Alemanha) e professora assistente na Universidade de Innsbruck (Áustria). Já desenvolveu pesquisas sobre o conhecimento local, uso e oportunidades de gestão sustentável dos solos Terras Pretas de Índio, na Amazônia.
* Patricio Alejandro Aroca González (Chile): economista e pesquisador, possui doutorado e pós-doutorado em Economia pela Universidade de Illinois (EUA) e experiência nas áreas de econometria espacial, recursos naturais, mobilidade trabalhista inter-regional e crescimento e economia regional. É professor e diretor do Centro de Economia Regional e Política da Universidade Adolfo Ibáñez (Chile), professor associado visitante da Universidade de Illinois e pesquisador principal do núcleo de pesquisa Ciência Regional e Política Pública da Iniciativa Científica do Milênio do Chile. Atualmente, também é presidente da Associação de Ciência Regional das Américas (RSAmericas).
* Silvia Mirta Gorenstein (Argentina): graduada e mestre em Economia, pela Universidad Nacional do Sur (Argentina), possui também especialização em Planejamento Regional e pós-graduação em Desenvolvimento Econômico e Planejamento, pelo Instituto Latino-Americano de Planejamento Econômico e Social/Comissão Econômica para América Latina.  Atualmente, é pesquisadora independente do Conselho Nacional de Pesquisa Científica e Tecnológica (CONICET) e conferencista do Departamento de Economia Regional e Urbana da Universidad Nacional do Sur (UNS). Também é membra do Comitê Científico da Rede Ibero-Americana de Pesquisadores em Globalização e Território (RII), do Comitê Consultivo Internacional da Revista Latino-Americana de Estudos Urbanos e Regionais (EURE), e do Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação da Pontifícia Universidade Católica do Chile.

PROGRAMAÇÃO:

 

QUARTA-FEIRA (13)

QUINTA-FEIRA (14)

SEXTA-FEIRA (15)

8h

Credenciamento

 

 

9h às 11h30

Anfiteatro

Abertura e conferência de abertura (9h30):

Território e Redes: Perspectivas teórico-metodológicas no campo interdisciplinar do desenvolvimento regional
- Drª. Leila Christina Dias – (Universidade Federal de Santa Catarina/Brasil)

Mesa Redonda 2:

Redes, Sociedade e Políticas Públicas em contextos regionais
- Dr. Eric Sabourin (Cirad – Universidade de Brasília/Brasil)
- Dr. Marcel Andre Theza Manriquez (CEDES - Universidad de Los Lagos/Chile)

Mesa Redonda 3:

Arranjos Produtivos, Redes de Cooperação e Desenvolvimento Regional
- Dr. Jorge Vershoore (Universidade do Vale do Rio dos Sinos/Brasil)
- Dr. Patricio Aroca (Universidad Adolfo Ibáñez/Chile)

13h30

Anfiteatro

Mesa Redonda 1:

Redes Sociais, Migração e Interculturalidade: Desafios e oportunidades para o desenvolvimento regional
- Dr. Camil Girard (Universitè de Quebec/Canadá)
- Dra. Gislene Aparecida dos Santos (Universidade Federal do Rio de Janeiro/Brasil)
- Dr. Martin Coy (Universität Innsbruck/Áustria)

Mesa Redonda 4:

Relações, Interações e Contradições entre o Rural e o Urbano no processo de Desenvolvimento Regional
- Drª.Denise Elias (Universidade Estadual do Ceará/Brasil)
- Drª.Silvia Gorenstein (Universidad Nacional del Sur/Argentina)
- Drª.Martina Neuburger (Universität Hamburg/Alemanha)

Sessão Livre:

Desafios e Potencialidades da Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional no Brasil
- Dr. Rainer Randolph (IPPUR - Universidade Federal do Rio de Janeiro/Brasil)
- Dr. Ivo Marcos Theis (PPGDR - Fundação Universidade de Blumenau/Brasil)
- Dr. Virginia Elisabeta Etges (PPGDR - Universidade de Santa Cruz do Sul/Brasil)
- Dr. Cidoval Morais de Sousa (PPGDR - Universidade Estadual da Paraíba/Brasil)

15h30

Intervalo/Café

Intervalo/Café

 

16h às 18h
Blocos 18 e 10

Comunicações de Pesquisas – Sessões livres

Comunicações de Pesquisas – Sessões livres

Comunicações de Pesquisas – Sessões livres

18h30

Adunisc

Coquetel de boas-vindas e lançamento de livros

 

 

 

 

INSCRIÇÕES DE AUTORES DE TRABALHOS NO VIII SIDR
VÃO ATÉ 18 DE AGOSTO
                A oitava edição do Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional, que ocorre de 13 a 15 de setembro na Universidade de Santa Cruz do Sul, tem prazo para inscrições de autores de trabalhos até dia 18 de agosto. As inscrições podem ser feitas pelo site do evento (http://www.unisc.br/site/sidr). Os demais participantes têm até o dia do início do evento para se inscrever.
                O VIII SIDR é uma promoção do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR) e ocorre a cada dois anos, trazendo palestrantes de diversos países em torno de um tema. Nesta edição, o evento versa sobre Território, redes e desenvolvimento regional: perspectivas e desafios. Estão confirmados os 16 palestrantes, vindos de diversas instituições do Brasil, além de universidades da Áustria, Argentina, Chile, Canadá e Alemanha. Entre eles, o professor Martin Coy (Áustria), Camil Girard (Canadá) e Eric Sabourin (UnB).
O evento terá conferência, mesas redondas e uma sessão especial, além de apresentação de trabalhos.  A VIII edição teve número recorde de trabalhos submetidos e aprovados, finalizando com aproximadamente 280 trabalhos para apresentação oral e 70 pôsteres.
O site do evento traz a programação completa, a lista dos palestrantes, a relação dos trabalhos aprovados, a indicação de hospedagem, entre outras informações. No site, inclusive, há uma opção nova de hospedagem, alternativa, oferecida pela organização do evento.

 

SEMINÁRIO INTERNACIONAL RECEBE INDICAÇAO
DE LIVROS PARA LANÇAMENTO DURANTE EVENTO

            A oitava edição do Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional, que ocorre de 13 a 15 de setembro na Universidade de Santa Cruz do Sul, está recebendo cadastro de autores para lançamento e venda de livros durante o evento. O VIII SIDR é uma promoção do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR) e ocorre a cada dois anos, trazendo palestrantes de diversos países em torno de um tema.
O lançamento de livros irá ocorrer na primeira noite do evento, concomitante ao coquetel de abertura. Os autores interessados em lançar suas obras têm que entrar em contato com a professora Grazielle Brandt, pelo mail grazielle@unisc.br ou pelo fone (51) 3717-7386. Os interessados em colocar obras em exposição e venda durante o evento precisam contatar com Anete Heinen, pelo mail anete.campus@viavale.com.br ou pelo fone (51) 3717-7665.
Este ano, o Seminário tem como tema Território, redes e desenvolvimento regional: perspectivas e desafios. Estão confirmados os 16 palestrantes, vindos de diversas instituições do Brasil, além de universidades da Áustria, Argentina, Chile, Canadá e Alemanha. Entre eles, o professor Martin Coy (Áustria), Camil Girard (Canadá) e Eric Sabourin (UnB). 
O evento terá conferência, mesas redondas e uma sessão especial, além de apresentação de trabalhos. A VIII edição teve número recorde de trabalhos submetidos e aprovados, finalizando com aproximadamente 280 trabalhos para apresentação oral e 70 pôsteres. 
Mais informações podem ser obtidas no site do evento, http://www.unisc.br/site/sidr .


 

VIII SIDR E ESCOLA DE INVERNO
TÊM HOSPEDAGEM ALTERNATIVA
Em setembro, o Programa de Pós-Graduação estará promovendo dois eventos de caráter internacional: a oitava edição do Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional, de 13 a 15, e a primeira edição da Escola de Inverno (Winter School), de 17 a 20 de setembro. Ambos devem receber participantes do Brasil e exterior. Além da rede hoteleira tradicional de Santa Cruz do Sul, uma possibilidade de hospedagem alternativa foi organizada pela promoção dos eventos para atender parte dos visitantes.
A alternativa consiste no Seminário São João Batista, localizado há 3,5 km da UNISC. O local, que costuma receber grupos que se destinam a eventos e cursos em Santa Cruz do Sul, tem apartamentos climatizados, que podem abrigar um total de 150 pessoas. Na data de ambos eventos do PPGDR, há uma pré-reserva para os participantes. Os interessados em ficar neste alojamento devem fazer as reservas junto à secretaria do PPGDR, pelo e-mail desenvolvimentoregional@unisc.br .
Informações sobre outras possibilidades de hospedagem podem ser obtidas pelo site do VIII Seminário Internacional (http://www.unisc.br/site/sidr/index.html) ou pelo site da Escola de Inverno (http://www.unisc.br/site/escolainverno/index.html) .