Lançamento de livros no evento

REVISTA REDES – PPGDR
A Redes – Revista do Desenvolvimento Regional – editada desde 1996 pelo Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional terá sua coleção completa lançada em formato digital no VIII Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional. A Redes circulou por onze anos em formato impresso e os demais dez, em formato eletrônico. Agora, todas edições foram digitalizadas e estão disponíveis para download gratuito no site da revista https://online.unisc.br/seer/index.php/redes .
A Redes tem caráter interdisciplinas com foco na divulgação de pesquisas e reflexões na área do Desenvolvimento Regional. É a mais antiga em Desenvolvimento Regional e tem nota B1 na Capes. 

BERTAGNOLLI, Gissele Buzzatti Leal. A territorialização da política pública de mediação: o caso CEJUSC. Santa Cruz do sul: The Help, 2017. 2014p.

A obra apresenta uma análise do processo de territorialização da Política Pública de Mediação, no Foro da Comarca de Santa Maria/RS. Buscou-se avaliar a Política Pública de Mediação como ferramenta de promoção do desenvolvimento regional; analisar o processo de criação e implantação do Judiciário de Solução de Conflitos - CEJUSC -, e identificar o perfil dos usuários beneficiados pela Política de Mediação. O trabalho é fruto da dissertação de Mestrado da autora, defendida em Janeiro de 2017, contendo ao final, uma coletânea de seus artigos publicados em revistas especializadas.

BRANDT, Grazielle Betina; LONDERO, Josirene Candido; DEPONTI, Cidonea Machado; ENGEL, Vonia. Meio Ambiente, Inovação Tecnológica e Desenvolvimento: olhares interdisciplinares para o regional e o local. Pelotas: Cópia Santa Cruz, 2017. 356p.

Os pesquisadores reunidos nessa obra preocupam-se com questões relativas à inovação tecnológica e seus impactos e reflexos sobre o meio ambiente, sem desconsiderar os modelos de desenvolvimento sustentável em curso, tanto nas áreas rurais como nas áreas urbanas. A coletânea, então resume as discussões dos autores e de suas reflexões em relação à temática central, direcionada ao meio ambiente, sem esquecerem, no entanto, de reflexões que perpassam os campos social e econômico, formando o chamado “tripé” do desenvolvimento regional. Espera-se, desse modo, que os resultados das leituras possam frutificar e promover críticas, discussões e novas abordagens nos espaços rurais e urbanos permeados pelos usos dos recursos tecnológicos contemporâneos. 

DALLABRIDA, Valdir Roque. Teorias do Desenvolvimento: aproximações teóricas que tentam explicar as possibilidades e desafios quanto ao desenvolvimento de lugares, regiões, territórios ou países. Curitiba: CRV, 2017. 238p.

O livro “TEORIAS DO DESENVOLVIMENTO: Aproximações teóricas que tentam explicar as possibilidades e desafios quanto ao desenvolvimento de lugares, regiões, territórios ou países”, do professor e pesquisador Valdir Roque Dallabrida representa uma importante e consistente contribuição à reflexão teórica e metodológica acerca da temática do desenvolvimento territorial. Através de uma profunda e atualizada revisão e síntese das principais concepções teóricas e abordagens metodológicas das teorias clássica, latino-americana e brasileira sobre o desenvolvimento, sobre o território e sua interrelação, o autor nos oferece, de modo acessível, uma muito boa sistematização dos conceitos e referenciais que nos auxiliam a compreender a evolução do pensamento teórico sobre desenvolvimento territorial, bem como, buscar entender os diferentes e complexos processos e dinâmicas territoriais de desenvolvimento que ocorrem em diferentes escalas espaciais, notadamente na escala regional.

GORETTI, Giovana Feijó de Alemeida. Identidade Territorial e Branding de Marcas Regionais: marcas promovendo territórios ou territórios promovendo marcas?. Santa Cruz do Sul: The Help, 2017.225p.

Este livro trata do processo de construção da identidade da marca da cerveja Polar posicionada como produto cultural gaúcho. Trata ainda das estratégicas que as marcas, em especial as marcas regionais, utilizam para cunharem certo status cultural a seus produtos, valendo-se da identidade dos territórios. É fruto da dissertação de Mestrado da autora que investigou uma dessas marcas, a da cerveja Polar, pertencente ao portfólio da transnacional AmBev, traçando os 15 anos da marca Polar e as estratégias que vem adotando ao longo desse tempo. Traz as discussões sobre o capital global versus o regional, capitalismo contemporâneo, teorias sobre branding e identidades, cultural e territorial, bem com um conjunto de conceitos, dentre eles, região e território. O leitor encontrará uma série de estratégias que criam a identidade de uma marca, transcendendo sua essência enquanto produto "

GRIEBELER, Marcos Paulo Dhein; RIEDL, Mario. Dicionário do Desenvolvimento Regional e Temas Correlatos. FACCAT: Taquara, 2017.

Com o intuito de contribuir na compreensão de muitos temas que, por vezes, não são comuns a população, ou ainda, como uma fonte de consulta diferenciada, os professores Marcos Paulo Dhein Griebeler e Mario Riedl, do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional organizaram o dicionário intitulado “Dicionário de Desenvolvimento Regional e Temas Correlatos”. Esta obra conta com a participação de 83 pessoas, as quais foram desafiadas a redigirem 165 verbetes que contém uma abordagem intrínseca de assuntos como a Economia, a Gestão, a Ecologia, a Geografia e a História, por exemplo, com o Desenvolvimento Regional, mesmo que para muitos isso não signifique uma ligação efetiva com as condições de vida da população. Entende-se que a relevância deste livro contribuirá em muito para o meio acadêmico e profissional, seja como fonte de consulta ou de informação, assim como poderá oferecer uma melhor compreensão acerca da relevância do Desenvolvimento Regional para a sociedade em geral. 

KNOREK, Reinaldo. Mentalidade de Posse e Ocupação da Terra. Curitiba: CRV, 2017. 308p.

O Livro MENTALIDADE DE POSSE E OCUPAÇÃO DA TERRA escrito por REINALDO KNOREK, fundamenta à guisa de investigação científica, para compreensão da mentalidade de posse e ocupação da Terra, no âmbito do paradoxo imanente entre o crescimento e desenvolvimento sustentável. O livro baseado na tese de doutoramento, origina-se na metodologia MCDA (Metodologia Multicritério de Apoio à Decisão) em construir mapas cognitivos, posto que, por meio de um “brainstorming” – uma tempestade de ideias -,realizado com dois grupos de atores: os proprietários versus excluídos da posse e ocupação da terra. Assim sendo, a partir daí, identifica-se o “status quo” dos atores envolvidos, por meio dos Pontos de Vista Fundamentais - “PVFs” - como: Políticas, Posse e Ocupação, Economia, Legislação, Elementos Culturais, Ecologia e Educação. Antever uma conclusão, por conseguinte, é fundamenta-se que os atores proprietários - arquitetam seu objetivo aparente em ter crescimento sustentável - e o objetivo dos atores excluídos – ter garantias de sobrevivência - na busca da posse e ocupação da terra. Assim sendo, a mentalidade deve-se voltar para a posse e ocupação da terra na construção lógica da vida planetária e, necessariamente, focada a cada instante na ecovisão sustentável.

KNOREK, Reinaldo. Territórios: políticas de desenvolvimento no Brasil e Portugal. Curitiba: CRV, 2017. 232p.

O Livro TERRITÓRIOS: POLÍTICAS DE DESENVOLVIMENTO NO BRASIL E PORTUGAL, escrito pelo Professor Doutor Reinaldo Knorek, a partir de observações e pesquisas desenvolvidas no período do Pós-doutoramento, efetivado na Universidade Nova de Lisboa, sob a orientação do Professor Doutor Rui Pedro Julião, do Departamento de Geografia e Planificação Regional (DGPR) apresenta, particularmente, uma investigação sobre as políticas de desenvolvimento e ordenamento do território. O texto do livro, configura-se no víeis da temática desenvolvimentista, das concepções e conceitos sobre os espaços geográficos: paisagem, lugar, região e, território; fundamentados nas políticas revindas do Ordenamento Territorial; as concepções e conceitos desenvolvidos pela Ciência da Geografia, onde constrói-se observações consoantes a produção do vinho e do azeite em Portugal, a Política Nacional de Desenvolvimento Regional, o Programa Território da Cidadania no Brasil e, por conseguinte, os Instrumentos de Gestão Territorial para se compreender as modificações e transformações que decorrem no espaço natural e no espaço geográfico, onde, apresenta-se compulsações, contrastes e semelhanças territoriais, no viés das políticas públicas de planejamento e desenvolvimento territorial.

 

SILVEIRA, Rogério da Lima; SOUZA, Mariana Barbosa. Norma e Território: Contribuições Multidisciplinares Editora: EDUNISC. Santa Cruz do Sul, 2017. Ebook.

O objetivo da presente coletânea foi o de reunir contribuições originais de pesquisadores com distintas formações disciplinares, notadamente no campo das ciências sociais, buscando promover o debate e a reflexão sobre as relações e contradições existentes entre a norma e o território, mais diretamente sobre os diversos tipos de normas (técnicas, organizacionais, jurídicas e políticas) e os usos do território, desde distintas configurações espaciais, e envolvendo diferentes agentes sociais, instituições sociais e econômicas e organizações políticas. A coletânea de 14 capítulos também buscou contemplar e valorizar distintos recortes temáticos com diferentes abordagens teóricas e metodológicas, recortes conceituais e empíricos, através da análise de distintas situações e/ou problemas empíricos, e com distintos recortes escalares, sobre as relações e mediações existentes entre as  normas e os territórios.

 

SOUZA, Mariana Barbosa de. Condomínios horizontais fechados: Urbanização e Segregação Socioespacial no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Santa Cruz do Sul: The Help, 2017. 100 p.
O estudo oferece aos leitores uma importante e original contribuição ao debate geral sobre como tem se desenvolvido em anos recentes, os processos de urbanização e de reestruturação urbana nas cidades brasileiras, notadamente aquelas localizadas no litoral brasileiro. Especialmente, porque nesses lugares a produção e reprodução do capital imobiliário, por meio da produção e comercialização de condomínios horizontais fechados, adquirem tipologias e funcionalidades específicas e apresentam repercussões particulares no território, pelos condicionantes ambientais presentes e pelos usos sociais e econômicos pré-existentes.

 

 

Lançamento de livros no evento

Contato: Profa. Grazielle Brandt
PPGDR - UNISC
E-mail grazielle@unisc.br
(51) 3717-7386

 

Comercialização de livros no evento

Contato: Anete Heinen
Livraria Campus
anete.campus@viavale.com.br
(51) 3717-7665