AcessibilidadeAcessibilidadeInternacional

Intersetorialidade nas Políticas Públicas

Local

Campus UNISC – Santa Cruz do Sul

Objetivos do curso

Qualificar os profissionais das diferentes políticas sociais para atuarem na perspectiva da intersetorialidade, aprimorando e atualizando conhecimentos relacionados às políticas públicas e ao trabalho em rede. Específicos: 1. Refletir sobre as políticas sociais na perspectiva da intersetorialidade; 2. Instrumentalizar os profissionais no desenvolvimento de práticas articuladas na perspectiva da garantia dos direitos sociais; 3. Contribuir na qualificação permanente dos profissionais do campo das políticas sociais para desenvolverem práticas intersetoriais fundamentadas pela perspectiva crítica. 

Participantes

Profissionais que atuam nas políticas públicas (saúde, previdência e assistência social, educação, segurança pública, trabalho, habitação) governamental e não governamental, movimentos sociais e empresas: Assistentes Sociais; Psicólogos; Pedagogos; Advogados; Gestores; Administradores das Políticas Públicas, Conselheiros de Políticas Públicas Municipais, Agentes Penitenciários, entre outros.

Matrículas*

Até 10 de março de 2019

A matrícula poderá ser realizada neste site ou na Central de Atendimento ao Aluno, Bloco 5 da Unisc – campus Sede, ou Secretaria dos campi.

Em caso de dúvida no preenchimento do requerimento de matrícula envie e-mail para secretaria@unisc.br ou entre em contato pelo telefone 51.3717-7300

*Vagas Limitadas

Início previsto

23 de março de 2019

Dias, horários e período das aulas:

Sábado das 08h às 12h e das 13h às 16h

*Eventuais aulas sextas-feiras a noite.

ENCONTROS SEMANAIS

Carga horária Total

Este curso tem carga horária de 360 horas, distribuídas em 3 semestres.

Titulação

O estudante ao concluir o curso, tendo cumprido os quesitos de nota e frequência mínima, receberá o certificado de Especialista.

Frequência mínima por disciplina: 75%

Aproveitamento mínimo por disciplina: 7,0

 

Trabalho de conclusão de curso: De acordo com a nova Resolução do Conselho Nacional de Educação (CNE), de 06/04/2018, o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) não é mais requisito obrigatório para certificação de Especialização.

Considerando que o aluno pode optar por fazer o TCC, ainda que não obrigatório, e considerando  exceções de alguns cursos de áreas como a saúde e a engenharia, em que o órgão regulamentador  da profissão determina a obrigatoriedade, o TCC continuará sendo ofertando de modo facultativo ao aluno, em contratação à parte.   

 

 

Coordenação Acadêmica:

Ms. Marta Von Dentz

MENU PRINCIPAL