AcessibilidadeAcessibilidadeInternacional

Foto: Nathana Redin/ Gazeta da Serra

Em reunião realizada na Prefeitura Municipal de Sobradinho no dia 15 de setembro, na presença do prefeito Armando Mayerhofer, do vice-prefeito Ivan Trevisan, de secretários municipais, da presidente da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Sobradinho (Caciss), Tatiana Lisbôa, do presidente do Sindilojas, Vianei Pasa, e dos representantes da Unisc, o vice-reitor Rafael Frederico Henn e a coordenadora administrativa da Unisc Sobradinho, Jocelaine Maieron, foram apresentadas sugestões de cursos que podem vir a ser ofertados pela Instituição no município.

As sugestões foram levantadas por entidades e secretários municipais, dentro do que acreditam ser importantes para a comunidade local, após uma primeira reunião realizada no mês passado. Nas próximas semanas, conforme o vice-reitor, a partir dessas sugestões, o núcleo de pesquisa da Unisc deverá estar no município para analisar a demanda. “A reunião foi exatamente para determinar prioridade dentro dessa lista. Alguns cursos conseguimos muito rapidamente trazer para o município, que são os de curta duração, os quais a Universidade tem total autonomia. Em relação aos cursos técnicos, temos que encaminhar para a Secretaria Estadual de Educação para liberação e, se for cursos de graduação, temos que solicitar junto ao Ministério de Educação e Cultura (MEC). Então, cada curso tem um tempo e um período para fazer a oferta aqui no município”, explicou o vice-reitor.

Entre os cursos citados está o Técnico em Enfermagem, para o qual, segundo o vice-reitor, um projeto está sendo elaborado. As sugestões englobam cursos técnicos-profissionalizantes e cursos de curta duração em diferentes áreas e também graduações, como a de Agronomia e Gastronomia. Também foi mencionado sobre cursos gratuitos na modalidade EAD.

Nos próximos passos está a montagem de um cronograma de trabalho com os primeiros cursos a serem ofertados e o início da divulgação no município. “Colocamos desde o primeiro momento que é muito importante esses três elos trabalharem em conjunto, que é a tríplice hélice, poder público, a universidade, que é a academia, e o meio empresarial”, acrescentou Rafael Frederico Henn.

De acordo com o prefeito Armando Mayerhofer, houve um avanço bastante significativo no sentido de aumentar ou melhorar a integração da Universidade com o município. “Em um primeiro momento, na reunião que tivemos anteriormente, foram levantadas algumas sugestões dentro das entidades representadas, para serem apresentadas hoje. A Universidade agora vai analisar todas estas sugestões que foram dadas para que se possa, dentro de um prazo muito curto, implementar estes cursos de qualificação e graduação”, salientou.

Sobre a possibilidade do Técnico em Enfermagem, o prefeito mencionou que se trata de um curso bastante procurado nos dias atuais. “Até em função da pandemia houve uma abertura do mercado de trabalho muito grande nessa área e a Universidade pretende investir nesse curso na região. Então, não é uma demanda específica de Sobradinho, mas é uma demanda que a Universidade vê como potencial muito grande na região. Além disso, também vai ser realizado um levantamento para ver da possibilidade de se implementar no município o curso de Agronomia e Gastronomia”, acrescentou.

MENU PRINCIPAL